História Jogo de Cartas - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais, Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Delfina, Gaston, Jazmin, Luna Valente, Matteo, Nina, Personagens Originais, Simón
Tags Drama, Gastina, Jogo, Jogo De Cartas, Lutteo, Romance, Sexo, Sou Luna, Soy Luna
Exibições 33
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ecchi, Esporte, Festa, Hentai, Luta, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Gente do de volta depois de anos, mudando tudo aqui (* barulho de tambor*) dança, dança! Ok parei! Gastina com a participação de Tini porque ela é foda! Vou mudar todo o precuso da história e Soy Luna - Até porque eu comecei a ver a novela ja faz poucos dias - Mais! Muitas coisas boas e linda aqui terá! E desculpe pelos erros!
Boa leitura!

Capítulo 2 - KING and Queen


Fanfic / Fanfiction Jogo de Cartas - Capítulo 2 - KING and Queen

Naquela manhã antes de tudo começar, minha irmã Violet me acordava irritada,  dizendo que era hora de ir ao Colégio. Vim no carro com ela que não parando de falar sobre seu namorado.

Eu revirava os olhos a cada cinco segundo murmurando um "Uhum".

O período de aulas foi completamente normal, as aulas e a galera do Colégio me enchendo o saco.

Antes do sinal do intervalo tocar, os Bag on the head entraram na sala de aula. O silêncio ecooava todo o local, somente as vozes deles se pronunciaram naquele momento.

Eles haviam dados as regras e explicaram como o jogo de cartas funcionava.

Havia uma caixa preta com um jogo de cartas na mesa, ao pegar a caixa de carta ,BOTH, falou que o jogo já havia sido iniciado e todos os jogadores - ou seja nós - precisávamos correr atrás das cartas espelhadas pelo Colégio inteiro. As pessoas a minha volta olhavam com seus olhos arregalados, umas estavam com os rostos felizes e outras apenas com pavor.

Eu por exemplo sabia o que aconteceria e nenhum professor ou direto atrapalhariam o jogo. Todos tinham medo. 

O sinal toca e todos correm da sala.

Pessoas eufóricas, correndo e batendo umas nas outras só para conseguir uma carta.

Eu continuará imóvel em meu lugar e os Bag on the head, ainda comigo.

Não sei se foi imaginação de minha mente mais sentia os olhos daqueles três em mim. Mesmo que por debaixo do saco de papel que usavam. Me levantei e caminhei até a saída indo direto para a biblioteca.

Ao entra busquei meu livro favorito  em uma das pratilheiras de madeira que havia e lá dentro, escondido em uma das páginas de astrologia, a carta do rei se encontrava.

Senti meu corpo inteiro a arrepiar. Não pode ser - Sussurrei para mim mesma.

Eu seria o rei! Um rei mulher!

(...)

Agora enfrente a sala de aula, os Bag on the head ainda se encontravam, minha carta estava sobre minha mão enquanto eu a pressionava com os dedos. 

Sempre olhava de relance para dentro da sala e via um dos interantes de Bag on the head me encarando. Parecia até que o mesmo estavam me esperando.

Respiro fundo e conto até três.

Aqui vamos nós  Nina.

Adentro a sala de aula e os olhares de alguns alunos pairavam sobre minha, me aproximo dos Bag on the head e entrego a carta sentando em meu lugar de cabeça baixa.

- Você demorou pra caralho Nina! - A voz de Gastón ecooava na sala de aula tirando a risada de algumas pessoas.

- Ei menina Delivery! -  Matteo fala.

Levanto minha cabeça olhando para a porta, Luna estava lá e parecia segurar também uma carta entre as mãos.

Ela se senta ao meu lado e ignora as piadinhas que Matteo lhe lançava.

- Pois bem - Um integrante do Bag on the head fala - Vamos aos mais importantes ou seja a classe alta! 

Vejo que o sorriso de Gastón sé alarga. 

- Para Valente, será - Ele faz um pouco de mistério ao falar - Luna! 

Olho para Luna boquiaberta, como ela conseguiu essa carta?! 

Luna apenas sorrir ao ver meu estado.

- Para agradador e aspirante... Matteo e Xavi! - Após dizer isso algumas pessoas batem palmas.

- Agora, como rei e rainha! - A tensão se começa, todos estavam curiosos para saber quem será o Rei e Rainha - Nina como Rei e Gastón como Rainha! 

- O quê!? - Gastón se levanta de sua mesa - Como conseguiu a carta do rei?! - Ele quase grita.

Um integrante do Bag on the head se desencosta da parede, se mantendo em alerta.

- Não se esqueça que o Rei tem mais poder que a Rainha Gastón - Um integrante falou - Pensaria bem em quais palavras escolher ao falar com o Rei - Seu tom de voz parecia mortal e provocante.

As pessoas me olhavam arregaladas.

E Gastón ao precebe a provocação do integrande BOHT, voltou a se sentar sem dizer mais nada. Ele estava com a cara enburrada e havia cruzado os braços entre o peito.

Por fim os integrantes voltaram a falar sobre o resto dos jogadores.

(...)

Estava sentada na escada do segundo andar, quando Gastón aparece completamente irritado mais escondia isso com um sorriso falso no rosto.

- Olha vamos troca de carta, tudo bem? - Gastón disse.

O olho confusa. A alguns minutos atrás ele quase tentava arranca minha cabeça e agora vêm  me falar de troca de carta com ele?

- Gastón eu ... - Sussurro me levantando da escada, e descendo para falar melhor com ele mais o mesmo me interrompe.

- Qual é Nina! Você não tem cara de quem sabe governa as coisas! - Ele da dois passos a minha frente, me fazendo dar dois passos para trás. Ao percebe meu desconforto ele sorrir e lado - Tem medo de mim? 

Sua voz saiu provocante demais. Suspiro ajeitando meus óculos vermelhos - Não! E não vou trocar minha carta com  você! 

Seus olhos riem de mim junto a seu sorriso. Mais seu rosto fica fechado lhe dando sinal de que coloquei lenha demais em sua fogueira.

- Quem pensa que é para falar assim comigo? -  Rosna furioso.

- O rei! - Uma voz ecooa atrás de Gastón fazendo eu e ele ficar confusos.

Era um integrante dos BOHT, ele se aproximava colocando suas mãos no bolso da calça.

Gastón se mantém ereto e trava seu maxilar.

- Sabe quem sou?! - Gastón fala mortamente, tudo em Gastón indicava Perigo.

- Uma rainha fraca que implora para seu rei, trocar de carta com ela - O BOHT sussurou irônico.

Gastón ia partir para cima dele quando seus amigos apareceram.

- Algum problema aqui? - O amigo do garoto que me defendia perguntou caminhando em nossa direção.

Gastón solta o ar que prendia em seus pulmões me olhando de relance.

- Essa conversa ainda não acabou mocinha! - Ele sussurou saindo sem responde a pergunta do rapaz.

Olho para o integrante que havia me ajudo sorrindo.

- Obrigada! - Falo tímida colocando uma mecha atrás da orelha.

Ele estica sua mão para mim.

- Não precisa agradecer. Você e o Rei agora e ele a rainha, você tem mais poder que ele... - Após falar isso seguro em sua mão. Nos cumprimentamos.

- Sou Nina - Sorrio e por incrível que pareça sinto ele sorrir para mim, mesmo que por debaixo do saco de papel.

Ele solta minha mão da sua, as levando para o bolso de sua calça.

- Bom, preciso ir. Até mais Vossa Majestade! - Ele faz uma mensura ao se retirar, apenas rio de seus atos o vendo se afastar de mim junto com seus amigos.

Ele nem me disse seu nome... - Penso.

❌❎❌



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...