História Jogo de Sedução - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Morino Idate, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Rock Lee, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shino Aburame, Shion, Shisui Uchiha, Tsunade Senju, Yamato
Tags Drama, Naruto, Romance, Sasusaku
Exibições 73
Palavras 1.342
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Meus amoresssssssss
Pedindo desculpas pela demora, estava um pouco depressiva e não conseguia sair capítulo ...

Mas estou aqui para postar esse sacrificante capitulo

Bjs

Até breve

Boa leitura

Capítulo 38 - Estou chegando


Fanfic / Fanfiction Jogo de Sedução - Capítulo 38 - Estou chegando

Autora


 Estava completando 10 dias que Sakura estava em Konoha, já aprenderá como lidar com tudo aquilo sozinha, fazia curso a longa distância em administração e todos os dias estava no hospital visitando sua mãe, o que ela mais sentia falta era o contato com Sasuke, desde o dia que ela retornou à ligação não se teve notícia dele, mais ela não podia pensar nisso estava focada na empresa e sócios. Haku estava cada dia mais adaptada em sua rotina e deixava a vida da rosada bem mais prática.

- Bom dia Samira - Sakura chegou na empresa no horário de sempre, sua secretaria já andava ao seu lado passando as informações das reuniões que teria naquele dia.

- Obrigada Samira, pode ir. - sentou - se na cadeira giratória estava ligando o computador, quando o celular tocou, o pegou atendendo sem olhar o visor o nome descrito. 

- Alô

- Sakura

- Sasuke que surpresa.

- Por que?

- Tem dias que não liga, o que houve?

- Senti Saudades e liguei também para comunicar que a minha viagem foi antecipada, estarei viajando amanhã sem falta.

- Por Kami que notícia maravilhosa, vou mandar Haku arrumar seu quarto.

-Como assim?

- Você não irá ficar na minha casa?

- Sakura irei mais dormirei com você - de branca Sakura começou a queimar por dentro seu rosto estava da cor de tomate. - E.eu esqueci

- Imaginei, não vou demorar estou terminando de arrumar minha mala outrk assunto a minha sala está pronta na empresa?

- Mandarei arrumar o mais rápido não se preocupe a parte dos Uchihas estará ao seu aguardo.

- Até amanhã linda.- ouviu o celular desligar, o depositou na mesa pegando uma folha se abanando "só de pensar que Sasuke irá dormir comigo me queima por dentro" e sorriu. Ouviu a porta se abrir e fechou o cenho.

- Que desprazer, não anuncia mais não Sasori?

- Não preciso disso linda flor - Sentou- se na frente dela colocando as pernas em cima da mesa, Sakura olhava indignada com a cena - aqui não é sua casa.

- Oh eu esqueci, tô vendo que anda sozinha ultimamente, não quer companhia na sua casa?

- Sasori, Por favor se retire.

- Não - sorriu cinicamente para a rosada que voltou a atenção para o notebook .- A reunião é comigo.

- Então fala Sasori - Sakura colocou oa cotovelos na mesa e apoiou o queixo ainda o encarando.

O mesmo começou a reunião colocando a papelada na frente de Sakura, o mesmo queria que ela assinasse uns documentos referentes a obras governamentais e a mesma estava ciente que não estava muito certa daqueles contratos.

- Irei ler se estiver em ordem eu assino .- o ruivo a encarou sorrindo.

- Sabe que poderia ter sido tão diferente entre nós dois.

- Não, não poderia, pode se retirar agora por favor.

- Espero que tenha um ótimo dia senhorita.

O ruivo se retirou deixando uma rosada bastante aborrecida para trás.

- Sasori é uma merda. - voltou a atenção para os documentos.

...

- Senhor o moleque não quer calar a boca.

- Dopa ele, assim que eu sair do escritório eu vou aí.

O ruivo desligou o celular bufando, entrou no escritório batendo a porta, pegou o celular mandando uma mensagem.

" Arruma suas coisas você vira para Konoha."

Sorriu sentando na cadeira

"Que os jogos comecem."

Pvo's Sasuke


Essa semana foi bem tenebrosa, eu não consegui ligar para Sakura teve reunião do clã, foi marcada uma mega festa assim que eu assumir minha função na empresa Haruno. Após finalmente conseguir falar com minha princesa, voltei a atenção a minha mala.

- E irmãozinho finalmente saindo de casa. - olhei para meu irmão parado no portal me encarando com um mínimo sorriso.- Sabe que irei sentir saudades.

- Eu também, mas estarei a 3 horas daqui.

Meu irmão se aproximou me abraçando 

- Tomar cuidado lá.

- Tomarei. - Meu irmão tocou minha testa saindo do quarto.

Como é complicado uma mudança, peguei minha mala e desci, cheguei na cozinha e vi Yoko no canto pensativa, coloquei a mala no chão me aproximando da velha senhora que sempre esteve ao meu lado. - Yoko - san.

- Sasuke.

- Não tô indo para morte, tira essa cara de choro.

- Não consigo senhor, vê você partir e como se tirasse algo de dentro de mim . - Sorri e abracei a senhora que estranhou mais retribuiu - a senhorita Sakura realmente tocou fundo em seu coração. - separei dela vendo as lágrimas tocar.

- Por que diz isso Yoko- san?

- Porque você me abraçar depois de anos que eu trabalho aqui, a última vez foi quando você só tinha 10 anos.

- humpf. .. - me virei sorrindo e sai daquela cozinha, iria ficar na casa de Naruto até ir embora, já não aguentava mais aquela casa. Segui em direção ao carro, coloquei a mala no banco de trás e fui até a carreta aclopada ao carro onde estava minha moto, meu bebê tem que ir comigo. Tranquei bem a carreta e fui até o suporte pegando os capacetes e colocando dentro do carro, fechei bem. Ao virar vi Itachi parado na entrada, sorria mais um sorriso triste.

- Meu irmão, assim que tiver noticias das investigações me liga.

- Sasuke qualquer coisa me liga urgentemente, eu largo tudo e vou te ajudar. - coloquei as mãos nos ombros dele - Não se preocupe, Sasori é um merda não faz nada do que fala.

- Não creio.

- Não se preocupe ok, promete que cuidará da Yoko - san e quando voltar será para seu casamento e de Naruto que está próximo.

- Vai com cuidado. - virei entrando no carro, fechei a porta peguei a carteira dentro do bolso da calça colocando no porta - luvas, o celular no banco do passageiro.

Liguei o ar condicionado dando partida no carro, assim que sai da garagem buzinei para meu irmão e Yoko que estavam na entrada. Ganhei velocidade saindo do perímetro. Via aquela cidade com outros olhos, estava um dia maravilhoso estava chegando o fim de ano, e várias pessoas na rua, cidade movimentada. Virei a esquerda entrando na rua de acesso a casa onde Naruto residia quando assim seus pais estavam, estacionei na entrada e desci. Peguei a mala no banco de trás e fechando a porta. Tranquei e segui a entrada da casa. Não precisei tocar a campainha nem duas vezes e uma ruiva atendeu.

- Karin o que faz aqui?

- Boa tarde insuportável, entra logo.-entrei vendo a ruiva bufar.

- Se você está aqui Suigetsu também.

- Vim trazer meu filho para ver minha tia por que?

- Nada, cadê seu marido?

- Tá lá em cima com Naruto, Gaara e Neji, agora vaza.

A ruiva saiu para cozinha e eu subi as escadas seguindo ao quarto do loiro escandaloso pois do meio da escada já se podia ouvir as gritarias do mesmo, suspirei seguindo em frente, abri a porta devagar o que não adiantou.

- TEMEEEE FINALMENTE.

- Cala a boca, não precisa gritar Dobe.

- Nem parece que irá casar com a doce Hinata. - Falou suigestu

- E podem parar, Teme a gente está resolvendo umas questões da vida do Gaara.

- O que houve? - me sentei na cama depositando a mala ao meu lado, os outros estavam jogados no chão.

- Sai apareceu e Ino pirou.- Gaara comentou.

- De novo cara, por que não se muda com ela.- Neji disse encarando o ruivo

- Não moro junto com ela. - Garra disse encarando o moreno.

- Então se casa e mora em outro lugar ou melhor faz ela ir morar na sua casa. - Eu disse encarando o ruivo.

-Boa Teme.

- Vou conversar com ela sobre o assunto e você onde vai com essa mala? - o ruivo me olhou apontando para mala.

- Estou indo para Konoha, assumir a parte da minha família na empresa de Sakura.

- Você vai é se casar, vai morar com ela e sumir. - Suigetsu comentou fazendo  todos ri.

- Cala boca idiota.- deitei na cama olhando para o teto, as palavras que ele citou estão certas, um grande passo que estou fazendo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...

Até breve

Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...