História Jogos Infernais(interativa) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach, Fairy Tail, High School DxD, Naruto, Noragami, Sword Art Online, The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai), Tokyo Ghoul
Personagens Acnologia, Aizen Sousuke, Akeno Himejima, Akira Mado, Ayato Kirishima, Boruto Uzumaki, Brandish μ, Byakuya Kuchiki, Cana Alberona, Carla (Charle), Charlie, Chelia Blendy, Diane, Elaine, Elfman Strauss, Elizabeth Liones, Erza Scarlet, Escanor, Gajeel Redfox, Genryuusai Shigekuni Yamamoto, Gildartz, Gin Ichimaru, Ginshi Shirazu, Gowther, Grandine, Gray Fullbuster, Grimmjow Jaegerjaquez, Hanabi Hyuuga, Happy, Hashirama Senju, Hawk, Hendriksen, Hideyoshi Nagachika, Himawari Uzumaki, Hinami Fueguchi, Hinata Hyuuga, Hirako Shinji, Ichigo Kurosaki, Igneel, Isshin Kurosaki, Itachi Uchiha, Izuru Kira, Jellal Fernandes, Jugram Haschwalth, Juuzou Suzuya, Juvia Lockser, Ken Kaneki, Kenpachi Zaraki, King, Kishou Arima, Koutarou Amon, Kuki Urie, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Lector, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Madara Uchiha, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Mayuri, Meliodas, Menma Uzumaki, Merlin, Metalicana, Nemu Kurotsuchi (Nemuri Nanagou), Nishiki Nishio, Obito Uchiha (Tobi), Orihime Inoue, Pakura, Personagens Originais, Rangiku Matsumoto, Renji Abarai, Renji Yomo, Retsu Unohana, Rias Gremory, Rikudou Sennin, Rin Nohara, Rogue Cheney, Rukia Kuchiki, Saiko Yonebayashi, Sajin Komamura, Shunsui Kyouraku, Shuu Tsukiyama, Skiadrum, Toneri Otsutsuki, Tooru Mutsuki, Touka Kirishima, Toushirou Hitsugaya, Ukitake, Ulquiorra Schiffer, Urahara Kisuke, Uryuu Ishida, Uta, Zeref
Tags Drama, Hentai, Linguagem Imprópria, Mortes, Sangue, Terror, Violencia
Visualizações 48
Palavras 3.063
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mecha, Mistério, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem. Perdão por qualquer erro.

Capítulo 12 - O Coringa Que Chora Sozinho


 18 de Março de 2017, 14:50...

Liz estava em sua cela, refletindo e tentando aceitar tudo aquilo. Ela achava algo horrível de se fazer com tantas pessoas. Mas aquilo não iria durar. Ela, Rosely e Ten haviam jurado salvar a todos daquilo e matar o homem horrível chamado Nimura Furuta e o Diretor. Mas, para isso, era necessário convencer outras pessoas, a fim de conseguir realmente acabar com aquilo. Liz decide converter seus companheiros de esquadrão, afinal, quanto mais melhor. Furuta disse que um alarme seria tocado pqra alertar os esquadrões, mas nada. Liz decide cochilar um pouco... mal demorou UE um alarme toca em sua cela dizendo "Setor 4, sala 2". Liz vai até o banheiro da cela e se arruma. Ela segue por diversos corredores até encontrar o tal Setor 4. Depois de 13 minutos, encontra. Todos estavam lá. Juuzou Suzuya, o líder de Esquadrão, Alice e Yumi e Eto, junta de alguns guardas. Mas Juuzou estava segurando uma enorme foice com uma lâmina roxa peculiar, aquilo a assustava. Ela chega até eles e é recebido por um deboche de Alice:

Está atrasada.-Diz séria para Liz, que a ignora.-Ei! Gigante!-Ignorada de novo.-Tsc!-Logo depois, Eto fala:

A missão é bem simples. Nesta sala, existem os chamados "Ghouls de Areia". Eles se escondem na areia a fim de calmuflar e devorar suas vítimas. A missão de vocês é matar o máximo que encontrarem-Diz séria e firme. Yumi se pronúncia:

M-Matar?!-Gagueja assustada para Eto que fica confusa e pergunta:

Algum problema?-Pergunta simples para Yumi que fala:

E-Eu não posso... MATAR... alguém! Não dá! Eu sou uma pessoa normal!-Diz extremamente assustada. Alice ri e fala:

Uma filha de Gigante e de fada, muuuito normal...-Debocha de Yumi que franze a testa e parte para cima dela. Alice é recebida com socos, e lança uma chama em Yumi que pula. Ela teve a barriga um pouco queimada. Ela geme de dor.-Estúpida.-Dessa vez, Liz aponta uma lâmina rosa para Alice. A espada está a um centímetro de distância do nariz de Alice. Liz fala:

Cala a boca, nós somos uma equipe, gostando ou não! Aqui a gente morre ou luta! Quer que eu mate você agora?-Pergunta sorrindo fria para Alice que fala:

N-Não... desculpe...-Diz com medo. Liz desativa a espada. Eto fala:

Se pararam com a criancice, vão, vocês tem uma missão a cumprir.-Diz séria e irritada.-Juuzou.-Diz para Juuzou que entra na sala. As meninas acabam por entrar juntas e entendem porquê "Ghouls de Areia". Não havia nada além de areia no local. Não havia vida, nem nada. Apenas areia. Juuzou fala:

Vamos.-Diz sério para as meninas.-Quem ver qualquer sinal de movimentação, não faça cerimônia. Mate e alerte aos demais.-Diz sério, sem olhar para elas. Eles andam na areia, atentos a qualquer coisa... nada. 10 minutos se passam... nada... 20 minutos... nada... 30 minutos... nada... 1 hora... nada. Yumi está soando de calore comecando a eenlouquecer com aquilo. Liz estava cquase no mesmo nível. Alice, por controlar o fogo, controla a temperatura que entra em contato em sua pele. Juuzou não demonstra qualquer sinal de cansaço ou calor. 2 horas se passaram... dessa vez, Yumi cai na areia, cansada e desidratada. Liz tenta ajudá-la. Ela tenta levantar Yumi e fala:

Vamos... logo... por favor...-Diz morrendo de sede. Ela tenta levantar Yumi de novo e falha, caindo na areia. Ela fica na areia enquanto escuta a voz de Juuzou dizendo "Levantem, lixos iinúteis."... Liz nem percebe quando metade de uma cabeça emerge da areia bem ao lado dela. Uma mão surge e acaba por agarrar ao seio esquerdo de Liz. A mesma, corada, fala fracamente: Per... Pervertido...-A mão fica pesada, começando a doer em Liz. Então, o Ghoul enfim emerge para devorá-la. Liz não tem tempo de reação e o Ghoul enfia a mão na garganta de Liz, depois decepando a cabeça dela, matando-a.

"Sakata..."

"Sakata...!"

"Sakata...!"

"Sakata!"

"Sakata!!"

Hã?-Liz acorda de seus ppensamentos e vê três Ghouls serem cortados ao meio. Foi Juuzou que os matou. Liz mal percebe que estavam 20 Ghouls ali, todos os Ghouls estavam mortos. Yumi estava com medo, tremendo covardemente. Os Ghouls ou estavam queimados ou mortos brutalmente. Foram Alice e Juuzou que os mataram: Juuzou-san...-Diz ao ver Juuzou se aproximando dela. O mesmo para na frente de Liz. Liz era bem alta, em relação a Juuzou. O mesmo fala:

Você só tem corpo de heroína, é isso?-Pergunta olhando para cima, vendo os olhos de Liz. A mesma fica confusa: Aprenda que ninguém aqui tem escolha. Ou a gente mata ou morre. É simples. Eu achei que você tinha coragem pra matar... mas eu errei. Você quer morrer. Então morra.-Diz se virando para Liz e indo embora. A mesma, indignada, vira Juuzou e o pega pela garganta. Ela fala:

Quem você pensa que é, pra falar assim comigo?!-Pergunta com muita raiva: Eu não sou uma psicopata que mata por prazer! Você é só um louco que ganhou tudo, mas, agora, está tenta do moralizar só porquê perdeu a mamãe!!-Cospe em Juuzou, o jogando no chão. O mesmo ri e fala:

"Ganhou tudo"? "Perdeu a mamãe"? É sério?-Diz com um sorriso cínico no rosto: Você perdeu o pai e a mãe, quando criança... eu sei... mas advinha... eu nunca tive pai ou uma verdadeira mãe.-Diz ainda sorrindo.-Meus pais foram mortos, por uma Ghoul louca chamada "Big Mom". Ela me pegou quando eu era muito criança e, bom... não teve um dia que ela não tenha me torturado.-Diz assustando Liz. Yumi e Alice também escutam a história.- Que eu me lembre, fiquei com ela até meus 14 anos, eu acho. Ela me criou pra ser uma "menina". Me obrigando a vestir roupas de menina, ter brinquedos de menina, falar como menina, ser como menina. Na verdade, Big Mom não passava de um transexual psicopata. Durante anos, ela me maltratava e me criou como menina, fazendo meu cérebro assimilar tudo aquilo. Ela até mesmo me castrou.-Diz olhando para as três garotas, nenhuma entendeu a última parte. Ele suspira e fala: Ela esmagou minhas bolas com um martelo de ferro, e ainda arrancou meu pau fora com alicate. Ela conseguiu costurar para deixar na forma de uma vagina... e diariamente, enfiava a mão enorme dela nele, a fim de me abusar sexualmente, tentando "excitar" meu corpo. "Juuzou, sua linda.", "Bela vagina, não?","Quem é a garotinha da mamãe?"...  frases ditas por ela, dentre outras. 

"Na verdade, eu acho que fiquei com ela até meus 16 anos... enfim, um investigador Ghoul me salvou. Ele e sua equipe estavam atrás da Mamãe. Ela me largou como lixo e fugiu. Os companheiros do Investigador acreditavam que eu era uma Ghoul... por breves momentos, acreditei que iria morrer... mas, o Investigador disse palavras que me salvaram... "Qual o seu nome, garoto?"... eu simplesmente respondi... "Juuzou Suzuya."... ele sabia que eu era um garoto... o nome dele era Shinohara. Por mais incrível que pareça, ele cuidou de mim e ajudou a me restabelecer na sociedade. Ele me criou como um filho. Ele me deu aulas básicas de matemática, português, história, debtre outras matérias. Me du fundos e conta no banco para que eu pudesse me virar sozinho. Ele me ajudou a escolher um apartamento. Me visitava frequentemente. Sempre que eu vacilava, ele me protegia. Ele até me recomendou ao presidente da antiga CCG, o velho Washuu. Entrei para o 'Centro De Educação Contra Ghouls', a fim de me afiliar ao CCG."

"Um ano para eu me reabilitar e outros dois de mais aprendizados.  Tudo graças ao Shinohara-san. Quando me tornei um Investigador Funcionário, um suporte para os Investigadores, tudo era divertido. Eu tive amigos legais... Amon Koutarou, Seidou Takizawa, Mado Akira... tinha minhas desavenças com Seidou, mas éramos amigos. Um ano se passou. Foi aí que complicou. Em uma operação do CCG para eliminar a altamente temida 'Coruja de Um Olho Só', até então, o mais forte Ghoul de todos, tendo classificação Rank SSS. Muitos companheiros morreram. Todos da CCG foram convocados... mais da metade foi morta. Eu, Shinohara-san, Ui-san, Iwacho-san e Houji-san fomos exterminar o animal. Eu perdi minha perna esquerda. Fiquei inútil, mesmo tendo a Jason comigo. Não pude fazer nada... apenas observar. Houji-san deu o golpe derradeiro na Coruja... 'acabou'... era o que pensávamos. Uma segunda Coruja apareceu logo em seguida. Não tinha comparação com a outra. Se a primeira Coruja era Rank SSS, essa eu classificava como Rank SSSS . Ela derrotou todos sem dificuldade alguma."

"Eu observei o Shinohara-san derrotado no chão. A Coruja deve ter percebido, pois ela disse 'Agora, você assiste.'... e torturou o Shinohara-san, na minha frente. Eu entrei em completo desespero. Ela torturava o Shinohara-san com prazer e diversão, vendo o meu desespero. Eu gritava de desespero,  tentando salvá-lo, mesmo sem perna... mas foi inútil. Tudo inútil. Precisou, então, todos que tinham sobrevivido aparecer pra me ajudar, incluindo o mais forte investigador de toda a história... Kishou Arima, e seu Esquadrão. O Esquadrão 0. Foi difícil, mas Arima-san conseguiu fazê-la recuar, não sem devorar o corpo da outra Coruja. Desde então, só piorou. Shinohara-san tinha entrado em coma... não tinha qualquer tipo de previsão de quando ele iria acordar, ou se passaria a vida toda em coma. Logo em seguida, o relatório dos mortos em combate... Amon e Seidou estavam entre os desaparecidos, junto de um estagiário chamado 'Nagachika Hideyoshi'... sem contar que, antes disso, tive que matar umas ex-colegas do Centro de Educação Ghoul... elas tinham virado Ghouls... uma morreu, a outra, desaparecida. Sobraram apenas eu e Mado e o Houji-san, além do Iwaccho-san me fazendo companhia às visitas ao Shinohara-san. Tinha virado meu objetivo de vida seguir os passos." 

4 anos se passaram... ganhei meu Esquadrão e mais um amigo... Haise Sasaki, vulgo, Kaneki Ken. Em uma operação da CCG, eu me deparei com Mamãe... eu e meu Esquadrão a matamos. 2 anos após isso,  Haise tinha deixado o CCG, matando o Arima-san e levado o Esquadrão 0... não pude fazer nada, estava em outra operação. Eliminar a Aogiri Three, a organização da Coruja, anteriormente, conhecida como 'Rei de Um Olho Só', na operação Rue Island. Eliminamos a Aogiri e a Coruja, depois de enfrentar o Haise em outra operação, no ano anterior, e capturada por ele, simplesmente sumiu da prisão. Haise, em sua fuga, declarou-se "Rei de Um Olho Só"... todos os meus amigos viraram Ghouls. Haise havia decidido virar um rei... Seidou e Amon viraram Ghouls Rank SS, Kurona, minha ex-colega, seguiu o mesmo caminho que os dois... Houji foi morto pelo Seidou, Mado foi sequestrada e feito refém pelo Seidou... o que aconteceu mais pra frente é sombrio demais pra falar..."-Diz ainda sorrindo cínico para as garotas, que estavam simplesmente chocadas com tal história, especialmente Liz. Ela nunca imaginaria tanta coisa. Juuzou volta a falar: Você me disse que eu ganhei tudo e estou moralizando por ter perdido algo... como se eu fosse um mimado... diga-me... o que eu tanto ganhei e perdi?-Diz ainda sorrindo para Liz, a mesma não tem nem palavras para responder.-Eu perdi meus pais, fui torturado por anos, obrigado a ser menina, quando encontrei algo para me manter vivo, esse "algo" simplesmente some da minha vida... tente analisar tudo isso e tente chegar ao resultado da minha pergunta... você consegue?-A mesma fica em silêncio, simbolizando sua derrota: Foi o que pensei...-Diz sério e indo embora. Liz enfim fala:

O que... o mantém lutando...?-Peegunta fraca. A história de Juuzou era terrível.-Digo... porquê se mantém vivo...? Porquê quer continuar assim...?-Juuzou para de andar. Mesmo de coatas para Liz, ele fala:

Vingança.-Diz simples e sério, indo embora. Já longe, Juuzou pensa "Vingança a você, que reiniciou o meu sofrimento, Coruja... melhor, Eto Yoshimura. Pode não ser hoje, nem amanhã... mas irei matá-la, com minhas próprias mãos."-Pensa, caminhando distante da equipe, o mesmo percebe e fala: Eu já perdi um Esquadrão, não quero perder outro. Vamos, garotas!!-Diz para todas elas, que o seguem. Depois de retornarem ao Setor 4, após 12 minutos silenciosos, eles vêem Eto os esoerando, no portão. Ela fala:

Relatório da Missão.-Diz séria e firme para Juuzou que responde:

Todos exterminados, nenhum sobrevivente. Desempenho de Esquadrão...-Diz, olhando de canto oara Liz , Yumi e Alice, que estavam atrás dele. Ele sabia que, se nenhuma delas tivesse apresentado resultado, haveria uma punição severa: Impressionante. Todas realizaram um trabalho excepcional.-Diz sério, deixando Liz e Yumi surpresas. Elas mal mataram Ghouls. Yumi ficou com medo, Liz não achava aquilo certo. Apenas Alice matou, que por sinal, piscou para Eto quando a viu, e Eto correspondeu secretamente. Eto ri e fala:

Bom trabalho. Descansem.-Diz olhando para as garotas. Juuzou anda mais a frente, Eto fala:... Exceto Alice.-Diz séria, fazendo Alice se surpreender e Juuzou parar de andar. Todos não compreendem. Eto fala: O Diretor deseja vê-la, pessoalmente.-Finaliza olhando séria pra Alice. Juuzou fala:

Alguma razão?-Pergunta sério para Eto. A mesma franze a testa por baixo das ataduras:

O que te interessa?-Pergunta Eto, zombando de Juuzou. O mesmo sorri e fala:

Ela pertence ao meu Esquadrão e eu mesmo me responsabilizo pelos atos dela.-Diz sério, mas sem tirar o sorriso. Liz e Alice ficam impressionadas com o ato de um verdadeiro líder que Juuzou realiza. Eto solta um riso interno e fala:

Não é nada que ela fez ou não fez. Não se preocupem.-Diz séria para Juuzou. O mesmo se aproxima de Eto, ficando cara a cara com ela: O Diretor deseja apenas conversar. Nada além disso.

Eu já o vi e sei de outros atos dele... não imagino que alguém como ele queira apenas conversar. -Diz sério, olhando nos olhos de Eto. A mesma ativa o Kakugan, demonstrando irritação e fala:

Está o subestimando?-Pergunta irônica para Juuzou que fala:

Não, muito pelo contrário. Por ele ser o que é, imagino que ele não queira ter uma simples conversa. Ele administra tudo aqui, algo realmente complexo e que toma muito o tempo dele... porquê ele iria parar com um trabalho tão importante e significativo só pra tomar um chá negro inglês e conversar com a Alice, em específico?-Pergunta sério e rindo da evidente frustração de Eto. Quando Eto faz semblante de falar, Alice a interrompe e fala:

Tudo bem... eu vou...-Diz séria e firme para ambos. Juuzou olha curioso pra ela, enquanto Eto sorri: Eu, além de poder ler mentes, sei identificar mentiras facilmente.  Ela não está mentindo.-Diz séria e olhando nos olhos de Juuzou. Olhos negros e sinistros. Eto fala:

Vamos, Alice.-Diz já indo embora, com Alice a seguindo logo atrás. Liz olha para Juuzou. O mesmo fala:

Não venha fingir estar sentida comigo, Sakata.-Diz frio e de costas para Liz.-Você também, Kaichou.-Diz mais frio.-Vamos.-Diz definitivo, já indo embora. 

Tudo bem... e farei o que disse, não irei fingir...-Diz e logo depois abraça Juuzou por trás, fazendo o mesma parar imediatamente e ficar surpreso.-Irei demonstrar... obrigada... líder de Esquadrão Suzuya.-Diz abraçando fortemente Juuzou. O mesmo fala, após alguns segundos:

....De nada...-Sussura baixinho, apenas para ele mesmo, sentindo o abraço de Liz. Ele nunca havia sentido tal ato de carinho e conforto. Era uma verdadeira novidade para ele. Yumi observa ambos, imaginando ela e Kozoe, seu irmão mais novo, no lugar deles.

Outro lugar...

O que o Duretor quer comigo?-Pergunta Alice lara Eto. Ambas estavam em um pequeno corredor cheio de obras de arte do estilo renascentista. Quando elas param na frente de uma porta vermelha, no fim do corredor, Eto fala:

Só quero que saiba... que jamais esquecerei de você...-Diz Eto triste. Alice não entende e Eto fala: Adeus...-Logo aapós terminar a frase, Alice é enrolada em um monte de faixas por todo o corpo, a mesma fica assustada e apavorada, até que sua visão é cortada. Ela tenta criar chamas ao redor do corpo, mas algo está a impedindo. Ela não compreende. Então, ela desmaia, devido a falta de ar. Eto deixa uma lágrima fria escorrer e fala: Você é meio súbita, não?-Pergunta para a figura flutuante a sua frente. Era a mesma que tinha aparecido na luta com Rosely. Ela ergue o corpo enfaixado de Alice e entra na sala, junto de Eto. Não era a sala do diretor. Era uma espécie de laboratório. Vários tubos de ensaio, com humanos dentro, e vários médicos se encontravam na sala, que tinha uns 6 metros de altura. Em especial, estava Furuta e o mesmo médico que tratou de Rosely, Akihiro Kanou, conversando com ninguém menos que o Diretor. Kanou olha para o corpo enfaixado e fala:

É ela...?-Diz para o Diretor, o mesmo assente e fala:

É com ela que vamos experimentar se o poder dos deuses pode existir em um ser humano, em seu total poder.-Diz sério e frio, olhando para o corpo enfaixado de Alice.-Quanto tempo levará, Doutor?-Pergunta para Kanou que pensa um pouco e fala: 

Minhas estimativas resultam um mês...-Diz vago para o Diretor, que acente e fala:

Reduza isso.-Diz frio e sério, causando arrepios em Kanou.

Se conseguimos criar a... perdão, qual o seu nome, garotinha?-Pergunta para a garota flutuante. A mesma não diz nada. Kanou olha para o Diretor e fala: Diretor...?

Ela não responde a ninguém, exceto Eto, Nimura e eu.-Diz se aproximando da garota flutuante.-Seu nome é "Segundo Cérebro".-Diz e a Segundo Cérebro desaparece, deixando Eto pegar o corpo de Alice com a sua Kagune.-Nimura, vá. Sabe do plano, e precisará dela para ajudar a realizar a segunda tarefa em conjunto deles.-Diz olhando para Nimura Furuta, que assente e vai embora. Kanou observa e fala:

Podemos começar?-Diz olhando para o corpo de Alice. Eto tira as faixas e observa o rosto de Alice.-Por favor.-Eto acorda e deposita Alive no tubo de ensaio que se fecha.-E o senhor, Diretor? Deseja um trato em seu rosto?-Diz sorrindo para o Diretor. Eto fica indignada, mas o Diretor a interrompe e fala:

Onde vê um "rosto", doutor?-Diz esfregando a mão em seu rosto.-Rostos são belos e deixa claro que são humanos. Isto aqui está longe de ser um rosto. É uma caveira. Meu rosto foi tirado de mim, há muito tempo.-Diz olhando com seus olhos vermelhos cor sangue para Kanou-Não desejo ter algo falso para me tirar a diária lembrança do que perdi. Vamos embora, Eto.-Diz indo embora, com Eto ao seu lado. Ela olha de canto para Alice no tubo e vai embora, deixando um Kanou junto com outros médicos/cientistas. Uma deles fala:

Podemos começar, Kanou-sama?-Pergunta uma mulher com curtos cabelos rosas, uma marca azul na testa,  e vestindo um jaleco para Kanou. O mesmo fala:

Sim, Sakura-kun.-Diz para Sakura que assente.-Eu desejaria tanto a presença de Orochimaru ou Kabuto... mas eles são contra a ideologia do Diretor... uma lástima. Vamos começar.-Diz para os médicos ao redor.-Você vai renascer, Alice-kun.-Diz olhando para Alice, no tubo de ensaio. A mesma iria por algo assustador e nem fazia ideia.






Notas Finais


Não é o mesmo que os outros, mas dá pro gasto, não? Eu sei, o foco ficou muito no Juuzou. Ele é um personagem muito importante pra história. Conseguiram shippar alguém aí? O que acham que vai acontecer com Alice? E qual a identidade do Diretor e da "Segundo Cérebro"? Hora das teorias. Desculpa se ficou ruim, mas vou melhorar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...