História Jogos vorazes da rainha vermelha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 9
Palavras 270
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Luta

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom... Eu deveria estar estudando pra prova da minha VIDA, mas tô aqui escrevendo...

Capítulo 1 - Muito sangue... Prata,claro.


Fanfic / Fanfiction Jogos vorazes da rainha vermelha - Capítulo 1 - Muito sangue... Prata,claro.

A aliança da ninfoide com o calafrio está tendo resultado, ela afoga o anima numa bolha de água enquanto o calafrio congela o sangue das cobras que tentam defender seu mestre da assassina ninfoide.

Um Magnetron Samos cria lâminas de metal com a própria armadura e as atira para todos os lados acetarndo um olho do curandeiro de sangue que logo começa se regenerar. A imagem do obscuro, que até então estava invisível, se torna nítida quando sangue jorra do corte no pescoço jorrando sangue prateado. Não contente só com a morte do obscuro o Magnetron volta sua atenção para o curandeiro Blonos e manipula o metal até virar uma longa e afiada lâmina, que, voa direto para o pescoço do curandeiro, arrancando sua cabeça. Ele não se regenera.

Um lépido tropeça quando sua velocidade é silenciada pela Arven. O lépido tanta lutar contra a silenciadora que não tem pena de cortar seu pescoço com uma faca. 

O murmurador Merandos controla a curandeira Skonos a curar sua Surdez. Resultado do grito da banshee que acabara morta pelo murmurador.

A forçadora quebra a coluna da oblíva antes de ter seu cérebro explodido pela mesma. Ambas morrem.

A hipnose da cantora Jacos faz com que o tempestuoso e o dobra- ventos cortem as próprias gargantas.

O observador dá trabalho para a silfa Iral prevendo todos seus golpes ágis, mas cai jorrando sangue quando não desvia das quatro facas atiradas ao mesmo tempo pela silfa.

O verde Welle prende o ardente Calore com troncos grossos espinheiros. O ardente queima todos os troncos com seu calor infernal e derrete a pele do verde com sua super chamas.

Fim do primeiro round



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...