História Jogos Vorazes(Hunger Games) 59 Edição :Meguri Youba - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jogos Vorazes (The Hunger Games)
Personagens Caesar Flickerman
Tags Ação, Hunter Games, Jogos Vorazes, Survival
Exibições 23
Palavras 1.161
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Romance e Novela, Saga, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem ^^

Capítulo 14 - Cornucópia


Fanfic / Fanfiction Jogos Vorazes(Hunger Games) 59 Edição :Meguri Youba - Capítulo 14 - Cornucópia

  Acordo na poltrona,meu pescoço  está  doendo um pouco,apaguei  na poltrona e dormir de mal geito,olho o sol está  nascendo, emitindo seus primeiros  raios alaranjados brilhantes que batem em uma das janelas,me levanto esfrego os meus olhos,e vou para o banheiro e decido  tomar um banho  bem longo quente,elimino toda aquela maquiagem que cobria  o meu corpo,me agaixo e me encosto no box,enquato agua cae consecutivamente em minha  cabeça enquanto fecho os olhos, falta pouco tempo daqui a algumas horas estarei na arena que eu consiga sobreviver ao primeiro dia,não quero acabar com o mesmo destino igual Nahumi,minha família  se abalou  muito após  a morte  dela nunca mais voltaram  a ser os mesmos,se eu morrer  isso voltará  não  posso falhar,abro os olhos e me levanto  do chuveiro,vejo que minhas mãos  estão  começando  a enrugar devido a tanto tempo  na água,saio rapidamente  do chuveiro  e vou até  a caixinha pequena metálica,pode ser a última vez que eu veja uma como essa,aperto  no botão  localizado  acima ele emite aquele  ar quente agradável que seca meus cabelos,enquanto  enxugo o resto  de meu corpo,o ar quente termina de secar totalmente  meus cabelos.

Saio do banheiro,completamente  seca,visto uma blusa preta calças amarronzadas meio pesadas,e botas pretas,totalmente  confortáveis  e resistentes,penteo meus cabelos os amarrando  e um rabo  de cavalo atrás,passo a mão  no pescoço  que ainda está doendo e lembro,meu pingente onde será  que ele está,me liga levanto reviro todos os cantos  do quarto  porém  não  tenho sucesso em achar,a última  vez que eu usei foi quando  aqueles malucos me levaram,para a entrevista devem ter tirado  e eu nem percebi,devem ter o jogado fora,a lembrança  mais preciosa  para mim,a perdi por um simples descuido, o sol  já  nasceu,possivelmente seremos  chamados um pouco mais tarde já  que a maioria dos residentes da Capital acordam  bem tarde,dá  tempo de fazer minhas últimas  despedidas  a esse andar,coloco  minha cabeça  sobre a cama sentindo  sua maciez como uma pluma e seus travesseiros  como  nuvens.

  Me levanto,saio do meu quarto vlu andando  pelo corredor  dos quartos  indo até  a varanda,quase  todos já  estão  de pé  da para ouvir  um barulhinho de seus quartos,chego tendo  aquela vista lá  de baixo  me sento sobre uma das cadeiras  me acomodando  na em suas  almofadas e fico pensando,quando sinto  um tapinha em meu ombro,me assusto  olho para atrás  é Lilly,ela se senta e outra cadeira.

__Acordou cedo,podia ter aproveitado e dormido mais um pouco. diz Lilly

__Não  consegui. digo

__Está preocupada porque  hoje inicia os jogos?pergunta Lilly

__Estou meio insegura,não tenho  muita confiança. digo

__Querida se não confiar em você  em que mais vai confiar,você  é  forte  tirou um dez no treinamento. diz Lilly

__Sim,más  a arena e completamente  diferente,eu acho. digo

__Não  pense assim quando estiver  lá  me prometa uma coisa. diz Lilly meio séria

__O quê? digo

__Não  vá  na Cornucópia  quando o gongo soar. diz Lilly

__Porque? digo

__É  um verdadeiro  banho  de sangue,não  vá  lá  você  será  alvo fácil  principalmente se tiverem  alguma aliança. diz Lilly

__Eu prometo. digo

   Lilly está  certa ir na Cornucópia significa  uma  morte  súbita,más  não  é  uma escolha,todos querem  uma arma ou um pãozinho pra comer e sobreviver,é  uma tentação  para muitos que não  tem uma condição  de sobrevivência,tenho  uma resistência consigo pelo menos caçar,algo essencial,só  que nossa floresta  está  acabada pela  poluição  das usinas nucleares do cinco,então  não  há  muito sinal de algum ser vivente  na floresta  a não  ser o canto  dos pássaros.

__Bem,acho melhor irmos,todos  já  devem estar pronto para a despedida. diz Lilly

   Não  respondo,fico em silêncio  e saio da mesa talvez seja a última  que acento  sobre  ela,seguimos  para o corredor  vejo que Jenny  e meu  avô  estão  lá,onde  está  Steves?Será  que ele já  foi?Concerteza  deve ter ido,Jenny  diz emocionada  quase lacrimejando que está  muito orgulhosa de nos ter como Tributos,meu avô  vem até  mim e me abraça  com muita  força, sem excitação  o abraço  da mesma forma estou a ponto  de chorar  até  que ele acaricia  meus cabelos.

__Você vai conseguir,estamos  apostando  em você. diz meu avô

__Prometo que tentarei  me manter viva. digo

  Logo nos despedimos e Lilly me acompanha,descemos  o elevador em silêncio,logo saímos  ela se despede me dando um abraço.

__Lembre-se longe da Cornucópia. diz ela

  Faço  um sinal de concordância  com a cabeça  quando os pacificadores me levam para um lugar plano bem aberto  e iluminado e espaçoso vejo  de longe um Aerodeslizador,acho  que alguma pista de aterrissagem eles me conduzem e me mandam entrar lá,estão quass todos os tributos,me assento no último  acento reservado  para mim,consigo  ver o número  cinco piscando  acima,quando sinto uma leve espetada  no braço,uma mulher com algum  tipo de seringa bizarta de metal enorme aplicando  algo ofuscante  em todos,deve ser algum  meio de nos rastrear na Arena.
  Me acento sobre a cadeira e o Aerodeslizador  começa  a subir  partindo,falta pouco para  começar a viagem  demora em torno  de meia hora quando pousamos  e os tributos  são  chamados  de ordem de cada distrito organizado,saio mais Steves  e somos conduzidos pelos pacificadores  em salas separadas,uma das outras,adentro  e avisto Rose minha estilista com uma jaqueta azul couro de borracha meio acinzentado ela coloca ela em mim,é  muito quente  más  é  confortável e aconchegante.

__Bem,foi bom trabalhar com você  garota. diz Rose

__Obrigado. digo meio abafada

__À propósito acho  que isso é seu. diz Rose tirando  o pingente prateado  do bolso e me entregando.

__Oh,Obrigado achei que tinha  perdido. digo sorrindo

__Não,só  estavam especionando pra ver se não  tinha  algum tipo de ferramenta pra usar contra algum Tributo na arena. diz Rose

__Entendo. digo

  Uma voz eletrônica  surge me avisando para adentrar  ao um tipo de tubo  transparente,dou um abraço  em Rose e vou me dirigindo  ao tubo entro e ele se fecha totalmente se locomovendo para cima não  consigo  ver nada  exceto  um clarão  que invade meus olhos literalmente,vejo um campo largo com grama meio seca com rastes  cristalinas de geada ou  neve  por todo campo, a cornucópia  localizada no centro com vários  tipos de armas,os suprimentos  os mais  importantes  estão  infornados lá  dentro com um cubo  indicando  60 segundos ,olho para os lados e vejo uma florestas com vários  pinheiros,coníferas e abetos com rio largo  que acaba em uma encosta de montanhas cobertas com massas de neve,o ar está  gelado nublado sem nenhuma precipitação de sol,parece muito com...

   Não  pode ser essa  é  a mesma  arena onde Nahumi morreu,porque fizeram  isso querem que  eu morra no mesmo lugar que ela, uma angustia percorre o meu corpo,30 segundos,marca o cubo esverdeado,se eles querem me intimidar  não  conseguiram Lilly não  sabe da minha velocidade  posso pegar pelo menos uma arma e sair o mais rápido  o possível ,serro os dentes com raiva,o cubo indica 10 segundos,e agora,me posiciono dou uma olhada  de relance  e meu olhar se encontra com o de Nola más  desvio 3....2.....1...
   Consigo ouvir a voz  de Caesar anunciando:

__Atenção  senhoras e senhores, está  aberta a quinquagésima nona edição dos Jogos Vorazes que a chances  estejam  sempre  em suas mãos.

  Frase tão hipócrita.


Notas Finais


Deem sugestões se devo continuar^^d agradeço desde já.❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...