História Johnlock - Everywhere I Go - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sherlock
Personagens D.I. Greg Lestrade, Dr. John Watson, Jim Moriarty, Mary Morstan, Molly Hooper, Mrs. Hudson, Mycroft Holmes, Personagens Originais, Philip Anderson, Sally Donovan, Sherlock Holmes
Tags Johnlock, Sherlock
Exibições 40
Palavras 480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Slash, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


E então, depois de tanto tempo, estou de volta! Espero que gostem desse capítulo!

Capítulo 10 - Everywhere I Go


Fanfic / Fanfiction Johnlock - Everywhere I Go - Capítulo 10 - Everywhere I Go

 P.O.V John

 Saí do hospital alguns dias depois que entrei, já que meus ferimentos não eram tão sérios e eu podia trata-los em casa sozinho. Encarreguei Sherlock e Mrs.Hudson de cuidarem de Bethany,  mas logo os cuidados de Mrs.Hudson não eram mais necessários, já que Sherlock estava se dando muito bem com ela. O problema era que todas as vezes que nossos olhares se cruzavam podia sentir a apreensão que o rondava, e isto estava me matando. E mais uma vez, no meio de uma madrugada que não conseguia dormir , pude encontra-lo em sua posição clássica, sentado em sua poltrona olhando para o nada. Antes de dar um passo, pude ouvir sua voz me chamando:

- John

Caminhei até ele lentamente, enquanto ele olhava para frente, perdido e vazio. Sentei-me em minha poltrona, desta vez, sem Bethany. O encarei e pude sentir algo que nunca havia sentido antes em seu olhar. Normalmente, ele encarava o nada sem demonstrar alguma expressão, mas naquele momento pude sentir a preocupação e a tristeza que provavelmente escondera durante anos. 

- Eu estava pensando se era melhor eu acabar logo com isso. Ir até ele e ver logo o que quer. Eu irei sozinho enfrentar o meu problema, não aguento mais ele atacando as pessoas em minha volta para me atingir.

Pela primeira vez, nossos olhares se cruzaram, e senti um calafrio.

- Você não entende, Sherlock. Ele quer que você pare de enfrenta-lo, quer que você deixe ele e toda a rede do Moriarty em paz, e sei que você vai ficar se coçando todo enquanto o crime acontece, mas ele não começou e nem terminou com você. O crime sempre vai existir, Sherlock, e você já fez a sua parte. – Depois de uma longa pausa, continuei: - Você já salvou a minha vida várias vezes, mas eu só quero que se salve agora.

 Eu estava pronto para me levantar, já que a minha intenção inicial era preparar um chá e voltar para o quarto, mas não consegui. Fiquei entalado na cadeira, como se uma força estivesse me puxando para baixo, e por algum instinto da minha mente, segurei uma das mãos de Sherlock, que estava apoiada na cadeira, com as minhas duas mãos e disse:

- Não quero que você vá, eu só quero que fique aqui. Eu estou aqui por você.

 E então aconteceu. Depois de quase quatro longos anos de espera, inclinei meu rosto contra o dele, e como quando se beija a primeira namorada no colegial, eu estava nervoso, e não podia dizer que ele tomava conta da situação. Foi um beijo rápido e terno, que tinha mais significado do que tudo que poderíamos expressar. Depois que nos separamos, senti que tudo estava realizado, os anos de espera valeram a pena, e então sorri. Os olhos de Sherlock estavam brilhando com a emoção, e então o abracei, simples assim.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, e se gostaram, comentem aqui embaixo! É muito importante para mim!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...