História Joshifer Além do Fim! - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jennifer Lawrence, Jorge Blanco, Josh Hutcherson, Martina Stoessel
Personagens Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson
Tags Joshifer
Exibições 59
Palavras 2.321
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - Capítulo 29


Fanfic / Fanfiction Joshifer Além do Fim! - Capítulo 29 - Capítulo 29

Estávamos em Veneza passeando pelas ruas que eram maravilhosas, as casas antigas davam a sensação de estarmos no século XVIII, e o que falar das pizzas? Eu quase pirei quando fomos visitar a pizzaria mais famosa do mundo “L’Antica Pizzeria da Michele” eu nunca tinha comido tanta pizza na minha vida como comi aquela noite. Agora estamos dando um passeio de gôndola, enquanto o guia nos conta a história do rio, Josh me abraça para aquecer-me do frio e simplesmente desligo-me do mundo só por ter ele ali perto de mim. Quando a nossa gôndola começa a passar por debaixo da Ponte de Rialto, Arthur se ajoelha e pede Lua em casamento. Ficamos todos de boca aberta, inclusive Lua que chora compulsivamente, nunca tinha visto minha amiga assim.

--- Então Lua, você aceita se casar comigo? – pergunta Arthur mais uma vez e ele parece bem nervoso, eu diria que ele está a ponto de ter um infarto.

--- Sim, m-meu amor... Eu aceito! – ela diz entre um soluço e outro e nós começamos a aplaudir. À noite resolvemos ir comemorar o noivado dos dois, indo assistir um show do cantor Tiziano Ferro e foi incrível, nunca tinha me divertido tanto como naquela noite, pena que a viagem está acabando, com certeza ela vai deixar saudades.

                                                                                +++

Chegamos a Los Angeles as 23 hs do sábado e eu estava acabada. Quando cheguei em casa matei um pouquinho das saudades de minha família e principalmente de Bear, depois de um bom banho praticamente apaguei, só acordei no dia seguinte na hora do almoço, mas tinha uma coisa faltando... Josh. Durante todo esse mês de viagem dormimos juntos e agora estava sentindo falta de ver seu rosto pela manhã, falta de sentir seus braços me protegendo...

Sou acordada de meus pensamentos com meu estomago se manifestando, tenho que me alimentar. Levanto e tomo um bom banho pra mandar a preguiça pra longe, depois me visto com uma roupa confortável e desço, quando chego à cozinha estão todos lá menos meu irmão.

--- Bom dia família. – digo sentando-me na bancada ao lado de meu sobrinho .

--- Acho que é boa tarde Jenn, porque já são 13 hs. – responde Jess rindo.

--- Então boa tarde família. – digo rindo enquanto pego Bear no colo --- Mãe você não devia estar trabalhando hoje? – pergunto enquanto dou um beijinho na bochecha dele que sorri pra mim.

--- Devia mais me dei folga. – ela responde sorrindo enquanto me da um beijo na bochecha, minha mãe tem um consultório de psicologia que foi herdado de minha avó --- Então como foi à viagem? Você me contou muito pouco pelas vezes que conversamos por telefone. – ela pergunta enquanto coloca um prato de comida em minha frente. Jess pega Bear de meu colo e o deixa na sala para assistir desenhos.

--- Bom, como havia lhe dito Josh me preparou varias surpresas em meu aniversário e foi incrível. E nos últimos dias de viagem Arthur pediu Lua em casamento. – digo enquanto bebo meu copo de suco.

--- Eu não acredito! – diz Jess pondo as mãos na boca em surpresa e minha mãe arregala os olhos.

--- Pois pode acreditar. Nós estávamos fazendo um passeio de gôndola quando ele fez o pedido.

--- E ela aceitou né? – pergunta minha mãe semisserrando os olhos pra mim.

--- Claro mãe! Você melhor do que ninguém sabe o quanto a Lua ama o Arthur, sem contar que eles já estão juntos ha quatro anos. – digo

--- Mas é que a Lua é tão doidinha as vezes que, sei lá... – mamãe diz e nós rimos. Passamos o dia conversando sobre a viagem, as nossas loucuras e aproveitei pra matar as saudades de meu sobrinho. Quando anoiteceu fui pro meu quarto descansar, afinal de contas amanhã tinha que acordar cedo para a faculdade e também queria que o tempo passasse rápido para ver Josh, pois estava morrendo de saudades dele, não conseguia mais passar um dia sem vê-lo. Já estava quase pegando no sono quando meu celular tocou, peguei para verificar quem era e prontamente atendi quando vi a foto de Josh sorrindo na tela.

“Ligação On”

--- Hey Joshy! Estava com saudades. – digo sorrindo.

--- Eu também Loirinha, desculpa não ter ligado antes nem ter ido aí. Passei o dia com minha família.

--- Tudo bem, eu entendo, fiz a mesma coisa. Mas e aí como é que estão meus sogros? – pergunto brincalhona e ele ri.

--- Estão bem, minha mãe disse que não vê a hora de te encontrar de novo, pois está morrendo de saudades.

--- Eu também, Michele é a sogra que pedi pra Deus. – digo rindo e ele também.

--- Bom Loirinha agora tenho que desligar, amanhã temos que acordar cedo, só liguei pra dizer que estou morrendo de saudades.

--- Eu também Joshy, te amo, beijos tchau.

--- Também te amo, até amanhã beijos. – ele diz e desligar.

“Ligação Off”

Suspiro sentindo falta de seu beijo de boa noite. Fecho meus olhos e a última coisa que vejo ante de pegar no sono é o lindo sorriso de meu namorado.

Acordo com o maldito despertador tocando, serio se eu descobrir quem inventou esse troço eu mato! Faço minha higiene matinal, me arrumo e desço dando de cara com meu irmão.

--- Bom dia maninho. – digo beijando a bochecha dele --- Cadê o resto da família?

--- Bom, a Jess e o Bear ainda estão dormindo, já a mamãe saiu mais cedo hoje para o consultório.

--- Hummm... – digo enquanto termino de beber meu suco --- Tenho que ir se não vou chegar atrasada, beijos. – digo já saindo porta a fora, entro em meu carro e dirijo rumo à faculdade. Quando chego lá a primeira pessoa que vejo é Josh saindo de seu carro, rapidamente estaciono o meu e corro até ele que me envolve em seus braços.

--- Estava com saudades Loirinha. – ele diz me dando um selinho.

--- Eu também, mas agora quero meu beijo de bom dia. – digo enquanto faço carinho em sua nuca.

--- Mas eu acabei de te dar um selinho.

--- Mais eu não quero um selinho, eu quero um beijão.

--- Um beijão? – pergunta ele aproximando mais nossos rostos.

--- Huhum, um beijão. – digo manhosa e ele me beija, abro minha boca e sua língua não perde tempo em se entrelaçar com a minha. O beijo de Josh é como uma anestesia, você fica nas nuvens sem saber nem o próprio nome, nos separamos com selinhos e seguimos rumo a nossa sala. Quando chegamos lá já tinha quase todos os alunos, quando nos sentamos à professora chegou e deu inicio a aula, cerca de cinco minutos depois Lua entra na sala ofegante, até parecia que tinha corrido uma maratona.

--- Desculpa prof pelo atraso... Posso entrar? – Lua pergunta tentando recuperar o fôlego.

--- Pode, mas essa é a ultima vez, sabe que odeio atrasos. – diz a professora e Lua assente com a cabeça e senta-se ao meu lado, mas tem alguma coisa errada com ela, ela parece... Nervosa?

--- Jenn eu preciso muito falar com você. – sussurra ela.

--- Aconteceu alguma coisa? Você parece nervosa. – digo a analisando.

--- Sim aconteceu. Jenn... – Lua não completa a frase, pois a professora a interrompe.

--- Lua você além de chegar atrasada ainda fica conversando? Acho bom você prestar atenção na aula ou vou ter que te mandar pra fora da sala. – Lua se cala e assim fica o resto da aula, mais continuava nervosa. Quando o sinal para o intervalo tocou saímos da sala em direção ao refeitório, mas Lua nos parou no meio do caminho.

--- Jenn eu preciso muito falar com você, agora!

--- Calma Lua porque você está tão nervosa? – pergunta Josh ao meu lado.

--- É que aconteceu uma coisa e a Jenn precisa saber.

--- Fala logo Lua, está me deixando nervosa.

--- Ok, vamos lá Lua... – ela sussurra pra si mesma --- Jenn a... – Lua é interrompida mais uma vez por outra pessoa.

--- Jennifer Lawrence. – congelo no instante que ouço aquela voz chamar meu nome, viro-me vagarosamente para a pessoa que preferia nunca mais ver na vida. Lá estava ela, linda como sempre com seus longos cabelos escuros e olhos incrivelmente azuis. Emily Rudd a garota que eu acreditava ser minha melhor amiga, a garota que me traio com meu namorado.

--- Emily Rudd. – digo seu nome com repulsa.

--- Quanto tempo Jenn. – ela sorri sínica pra mim e prontamente sou consumida pela raiva.

--- Não me chame assim, você perdeu esse direito quando me apunhalou pelas costas!! – digo entre dentes.

--- Era sobre isso que eu queria falar com você Jenn, dizer que esse projeto de piriguete voltou. – diz Lua com desdém encarando Emily.

--- Olha como fala comigo loira aguada. – diz Emily desviando seus olhos para encarar Lua.

--- Por que você voltou? Já não basta tudo o que você me fez? – pergunto com ódio.

--- Hey Loirinha calma. – Josh diz enquanto segura minha mão, estou com tanta raiva que até esqueci que ele está aqui.

--- Há qual é Jennifer você ainda não superou aquilo? Isso foi à quase um ano atrás. – ela diz revirando os olhos como se aquilo não fosse nada.

--- E você acha que eu não quero esquecer? Esquecer que a garota que eu confiava todos os meus medos, todos os meus segredos simplesmente me apunhalou pelas costas? Que não se importou com meus sentimentos e se jogou pra cima do meu namorado? Tudo que eu mais quero é esquecer que tanto você, como aquele cretino fizeram parte de minha vida!! – cuspo cada palavra.

--- Que culpa eu tenho de você não ser boa de cama e ele ter que procurar comigo o que não tinha com você? – ela pergunta debochada e aquilo me fez enxergar vermelho, soltei a mão de Josh e parti pra cima daquela vadia. Joguei-a no chão e comecei a estapear sua cara descontando todas as noites que chorei por culpa da traição deles, por toda a dor que senti naquela época, por ter acreditado que ela era minha amiga e por mim continuaria batendo se não fosse por Josh que me segurou pela cintura me tirando de cima dela.

--- ME SOLTA JOSH, QUERO ACABAR COM A RAÇA DESA VAGABUNDA!!! – grito me debatendo em seus braços, mas ele não me dá ouvidos e sai me arrastando de lá. Quando chegamos ao campus continuei me debatendo para tentar me soltar, em vão --- SERÁ QUE DA PRA VOCÊ ME SOLTAR AGORA?!! – grito ainda sentindo meu rosto ferver de raiva e ele me solta.

--- E será que dá pra você se acalmar agora?! – ele rebate me encarando.

--- Só vou ficar calma quando eu acabar com aquela vadia!!! – respondo entre dentes.

--- Jenn fica calma, você bater nela não vai resolver nada. – ele diz suavemente e me abraça apertado, afundo meu rosto na curva de seu pescoço e inalo seu cheiro, que aos poucos vai me acalmando.

--- Desculpa, não queria ter gritado com você. – digo apertando-o contra mim, é incrível o poder que ele tem de me acalmar com um simples abraço.

--- Não precisa se desculpar você estava nervosa e com raiva, eu entendo. – ele se afasta um pouco para olhar em meus olhos --- Mas você devia ter se controlado Jenn, eu sei que o que ela te fez foi doloroso e que vai deixar uma enorme cicatriz, mas se toda vez que você a ver for se descontrolar isso não vai te fazer bem. – ele diz acariciando minha bochecha.

--- Eu sei Josh, mas é difícil. Depois que eu descobrir da traição dos dois não tive forças para encarar a Emily e nem ela fez questão de se explicar. Pouco tempo depois ela foi para a Espanha e nunca mais a vi. Agora ela aparece com a maior cara de cínica me provocando, não tenho sangue de barata Josh, a raiva e a dor falaram mais alto.

--- Eu sei que tudo o que aconteceu veio com força total agora que ela voltou, mas você não pode deixar que o que ela diga te afete, então simplesmente ignore-a assim como fez com Nicholas, ok? – ele pergunta e faço que sim com a cabeça o abraçando bem apertado logo em seguida --- Eu sempre vou está aqui com você Loirinha. – ele diz em meu ouvido e sorrio.

--- É muito bom saber disso. – digo e o beijo envolvendo meus braços em seu pescoço, esse beijo me faz esquecer tudo o que aconteceu e simplesmente me entrego a ele. Levo minhas mãos a sua nuca trazendo-o para mais perto de mim e ele me aperta mais em seus braços que tanto me acalmam e me dão conforto.

--- Vejo que você já se acalmou né Jenny? – diz uma voz que reconheço perfeitamente como de Lua, afasto-me de Josh e encaro minha amiga que está com um sorriso malicioso nos lábios o que me faz revirar os olhos, mas sorrio logo em seguida.

--- Efeito Josh minha querida Lua. – Josh diz debochado enquanto vai em direção a Jorge e pega seu lanche, Lua ri, eu e Tini também.

--- Cadê meu lanche? – pergunto para as duas a minha frente.

--- Aqui. – fala Tini me entregando meu lanche --- Lua queria trazer, mas não deixei, porque se não ela iria comer tudo no caminho.

--- Ei! Eu não sou tão comilona assim. – Lua protesta e eu rio.

--- Só perde pra Jenn. – Tini fala e é minha vez de protestar e os meninos riem.

--- Então está mais calma? – pergunta Lua enquanto senta-se ao lado de Tini e eu me santo ao lado de Josh.

--- Sim. Josh me fez ver que não vale apena cair nas provocações dela. – digo dando uma mordida em meu sanduiche, que por sinal está maravilhoso.

--- E ele está certo. Deixa o passado de lado e aproveita o presente. – fala Jorge e todos concordam. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...