História Jung and Yoonji - Bulletproof hearts - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Jungkook, Lemon, Min Yoonji, Suga, Sugamon, Taekook, Yaoi, Yoonkook, Yoonmin, Yoonseok
Exibições 23
Palavras 2.542
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Para aqueles contra yoonmin; recomendo que não leiam este capitulo. Para aqueles que se interessam; tenho uma surpresinha para vocês nas notas finais.

Esse capitulo não ficou exatamente como queria, pois, perdi o primeiro arquivo que fiz e tive que reescrever a maior parte.... Surtei muito na hora, mas... está aqui!

Espero que gostem...

Capítulo 14 - Atraiçoamento?!


Fanfic / Fanfiction Jung and Yoonji - Bulletproof hearts - Capítulo 14 - Atraiçoamento?!

Din-don!

O barulho da companhia veio interrompendo o momento em que estavam, obrigando-os a separarem seus lábios. Jimin, que estava estático até gora, deu um pulo do banco ao levar o susto.

- Que... quem deve ser? – O loiro até gaguejava.

- Tá tudo bem!.. Eu atendo. – Disse o castanho normalmente, indo em direção a porta, logo depois de deixar um beijo nos rostos dos menores que permaneceram na cozinha.

- Yoongi, me desculpa mesmo. Eu só... – Estava assustado, com o coração acelerado e as mãos suando, tendo o medo de algo ruim acontecer com qualquer um deles. Se sentia culpado devido ao descuido de informações que revelou em apenas uma conversa rápida e descontraída com um amigo próximo.

- Chimchim, você não precisa se desculpar, não fez por mal. Não estamos bravos com você. Vai dar tudo certo. – Aproximou-se e se enrolou na coberta junto com ele enquanto o abraçava. Realmente não o culpava, foi apenas um infeliz incidente de um adolescente singelo, e eles iriam dar um jeito nisso.

- É um velho conhecido meu. Vamos conversar lá fora e eu já volto, Ok? – Jung voltou até eles apenas para dar o recado e foi novamente até a porta.

Responderam mais tranquilos ao saberem que é apenas um colega de Jeon.

- Sim...

- Tá...

Assim que ficaram mais uma vez sozinhos, o moreno foi até o fogão para desligar as chamas, e como tinha perdido a fome com tudo isso, decidiu-se se sentar no sofá para descansar, como Jimin que optou por o seguir, mas deitando e apoiando sua cabeça no colo daquele que já estava lá.

- Yoongi, foram vocês mesmo que fizeram aquilo com Jin hyung? – Perguntou manhoso com um beicinho.

- Sim... desculpe ter feito isso com seu amigo, Chimchim. – Disse afagando os fios loiros do pequeno.

- Tudo bem... eu não estou bravo. E confio que Kookie não vai deixar o seu pai fazer nada de ruim com a gente. – Abriu seu lindo sorriso e abrasou Yoongi, fazendo carinho nele ao perceber que ele ainda estava um pouco tenso.

- Me arrependo completamente disso agora... - Suspirou pesado.

- Suga... eu quero o seu leitinho... – Disse ronronando enquanto esfregava seu rosto na barriga daquele que ainda acariciava seus cabelos.

Viu o quanto Yoongi tinha gostado de seu oral na noite anterior, antão foi a melhor coisa que pensou para tentar relaxa-lo.

- É só chupar, bebê... – Não só achou uma ótima ideia, como também sentiu um tesão ao ouvi-lo dizer essas palavras enquanto mantinha um sorriso malicioso no rosto.

Jimin fez com que ele se deitasse para ficar em uma posição melhor, logo se encaixando no meio de suas pernas e sendo apreçado em puxar sua cueca boxer preta junto a causa de moletom cinza que usava.

 Mas manteve todo a calma em beija-lo, permitindo que ele sentisse com todos os detalhes o calor dos lábios úmidos passar para sua pele pálida, fazendo-o arfar com o arrepio que sentiu no memento exato em que eles se encostaram na parte extremamente baixa de seu abdômen, causando-lhe muito mais prazer com a trilha que fez com a língua, traçando-a em um caminho reto até chegar na ponta do membro. Região que o pequeno tinha o desejo de chupar exatamente como se fosse o bico de uma mamadeira, ao mesmo tempo em que acariciava a parte interna da coxa, como também o períneo de Yoongi com suas mãos pequenas e macias.

Yoongi não pode evitar de gemer alto enquanto sentia os lábios fartos e molhados o sugando de modo tão forte e rápido na sua parte mais sensível, e mais aquele seu ponto, que pode ser considera o G, sendo acariciado. Ele estava amando! Apesar da dor.

Jimin, com medo de o machucar ao ver que estava ficando delicado e vermelho, engoliu o membro todo de uma vez, levando-o até o fundo de sua garganta. Ele subia e descia vagarosamente, o que causava arrepies no moreno por causa da alternância de temperatura enquanto estava coberto e envolvido por toda a boca quente, para quando estava completamente exposto e a saliva que escoria por ele, gelava com a brisa fria que entrava pela vidraça aberta.

Jogava seu quadril para frente tentando fazer o loiro entender o quanto ele queria sua boca, mas como o pequeno queria brincar, ele mantinha o mesmo ritmo torturante. Quando Yoongi não aguentava mais, ele agarrou firme os fios claros, e Jimin resolveu atender o seu desesperador pedido, o cobrir inteiramente para permitir que Yoongi fodesse sua boca o quanto quisesse.

Quando estava perto do ápice, seu corpo começou a perder as forçar devido os espasmos e o cansaço que já sentia antes de começarem – por ter dormido uma pouca quantidade para ele-, então permitiu que o pequeno tomasse de novo o controle.

Mas não foi uma boa ideia.

Jimin retirou novamente o membro de sua boca e voltou com os beijos demorados na área em volta e na parte lateral da extensão, para tortura-lo. Só que desta vez o pênis de Yoongi estava muito mais quente do que seu lábio, por culpa de todo o sangue que pulsava nele, então percebeu o quanto ele não aguentava mais se segurara, e fez na glande o mesmo movimento bruto que fazia antes, mais uma masturbação com a mão no resto do membro que não estava coberto por sua boca, apenas para o seu prazer e o de Yoongi, já que ele logo se desfez. Jimin não hesitou em beber tudo, porém achou que não foi o suficiente e queria mais, então continuou a suga-lo mesmo depois que já tinha terminado de gozar, estimulando-o novamente.

O moreno, agora gritava, mas eram gritos de satisfação e não de aflição ao contrário do que outra pessoa faria, tanto que ele já estava novamente excitado.

 Ele apertava seus olhos fortemente tentando manter toda sua concentração em sentir aos toques que lhe eram dados, mantinha a boca entreaberta para a busca de maior quantidade de oxigênio que sentia falta em seu corpo, e seu abdômen não parava de se contrair, frenética e inevitavelmente o causando mais dores, mas que também o proporcionavam apenas mais volúpia.

O pequeno aumentou o ritmo de seus movimentos, e não parou ou diminuiu a velocidade por nem um segundo, fazendo com que Yoongi logo se desfizesse novamente. E em oposição ao seu ritmo recente, ele levou todo o pênis do moreno de volta a sua garganta bem lentamente e engoliu tudo gota por gota, com toda a calma. Permitindo que o membro, que estava extremamente sensível, acalmasse dento de sua boca quente e macia.

- Aaaahn... Jimin... aahn... o meu bebê está satisfeito? – Perguntou ofegante e tentando trazer sua consciência de volta para si.

- Sim... obrigado, Yoongi...

- Sempre que quiser! – Sorriu enquanto Jimin o ajudava a se sentar, também sorrindo.

Na verdade... Jimin não fez isso apenas para relaxar Yoongi, mas porque também queria o sentir novamente e mais uma vez, outra e outra. Talvez o loiro esteja começando a se sentir atraído por ele também.

- Yoongi...

- Sim? – Perguntou enquanto ajeitava suas roupas.

- Você quer sentir...? – Ele encarava o moreno e seu corpo, sendo coberto novamente, sem sequer piscar. Estava hipnotizado por Yoongi.

- O que, Chimchim? – Fez um biquinho confuso assim que terminou o que estava fazendo, por fim olhando para o menor.

- O seu gosto... é muito bom... eu gostei muito! Você quer? – Sorriu tímido, assim que foi tirado de seu transe quando o outro lhe chamou a atenção.

- Jimin, fale a verdade... você quer me beijar?

- Sim...

Ambos não sabiam se estavam certos em fazer isso sozinhos, longe de Jungkook. Um beijo é algo mais intenso e significativo do que um oral. O beijo é uma forma de demonstrar carinho e amor, enquanto um o que acabaram de fazer pode-se resumir em apenas simples prazer. Devido a isso, Jimin tinha medo em pedir, e Yoongi receio de aceitar. Uma coisa foi fazer isso com Jeon por perto, algo divertido e a três, baseado na satisfação de seus desejos e fantasias sexuais, e outra, seria fazer isso estando apenas os dois, sozinhos. Isso poderia ser visto como uma forma de traição, de seu amigo e seu amado, pelos olhos de Jeon Jungkook? Talvez.... Se entregariam mesmo assim?

Sim.

Yoongi aproximou-se lentamente e Jimin fechou seus olhos esperando pelo ato. Um selinho se deu início, mas o loiro estava desesperado por isso, então segurou nos fios escuros e tomou o controle da situação, passando sua língua pelos lábios mais finos, que cederam. Jimin foi apresado em subir no colo de Yoongi, colocando uma perna de cada lado das coxas mais magras, e em faze-lo jogar sua cabeça para traz, no encosto do sofá, para aprofundar ainda mais o beijo e guiar os movimentos, no entanto o moreno não negou, e aproveitou para explorar com as mãos a área ampla das coxas e bunda que estavam em cima de si, apalpando-as, apertando-as e deferindo tapas violentamente.

O pequeno gemia e arfava abafado contar a boca oposta, por causa da tamanha excitação que sentia percorrer por todo seu corpo, levando em consideração tudo o que estava acontecendo consigo no momento. Ele tinha todas as sensações em que estavam envolvidos em um nível muito elevado, e seria sua intenção levar isso a diante quando começou a rebolar no colo de Yoongi, visando excita-lo pela terceira vez. Entretanto ele foi aparado pelo mesmo, que findou o beijo ao mesmo tempo em que não aguentou segurar o gemido quando sentiu sua língua sendo chupada pelos lábios grossos e macios.

- Desculpe, bebê... não sem o Kookie. – Disse respirando pesadamente.

- Ma... mas... Suga... – Triste, mantinha um beicinho e os olhos marejados.

- Jimin, eu amo ele! Me desculpa mesmo, bebê. – Deu-lhe um beijo na testa ao ver as lagrimas caindo de seus olhos.

- Yoon... eu quero você.... Fica comigo por favor... – Ele dizia manhoso enquanto distribuía beijos pelo pescoço do outro, apalpava seu tórax e voltava a se mexer em seu colo.

- Eu estou aqui, Jimin! Você não vai ficar sozinho.... Você é meu bebê... te amamos e vamos cuidar de você.... Mas você tem que entender que eu e o Kook estamos juntos... e nos amamos de verdade... não quero transar com mais ninguém além dele.... Você é realmente incrível, mas só vai acontecer de novo quando ele estiver junto, ok? – Ele o abraçava e secava as gotas que representavam sua tristeza.

- Mas você disse que também me ama, Suga... – Abraçou-se ao peito do pouco maior, com os olhos ainda marejados

- É um amor diferente, bebê.... Por favor não fique triste comigo, sim?! – Disse acariciando seus cabelos.

- Eu não estou triste com você... estou de mal com o Kook. – Murmurou fazendo um biquinho.

- Mas ele também não tem culpa, anjinho.

- Ele disse que não quer que eu fique com vocês depois que estivermos seguros...

 - Isso não vai acontecer.... Eu vou conversar com ele... está bem?

- Mesmo...? – Olhou em seus olhos com os seus cheios de brilho e esperança.

- Mesmo! ... Vem, que tal um banho na hidromassagem?

O loiro apenas sorriu e assentiu com a cabeça mais tranquilizado, saiu de cima de Yoongi e eles foram apara o local desejado.

- Mas está frio, Suga... e não temos roupa de banho... – O pequeno disse encolhido e alisando o próprio braço, tímido.

- A água é quente, bebê.... e... não precisamos de roupas. – Respondeu-o sorrindo e já tirando sua blusa.

Park Jimin: hora um fogoso com um excessivo desejo por sexo, hora um garotinho frágil e infantil.

Depois que ambos já estavam nus, encontravam-se dentro da banheira com os jatos de bolhas ligado. O loiro se mantinha sobre as coxas do moreno, e permaneceram abraçados enquanto Yoongi, de uma maneira inocente e carinhosa, explorava suave e delicadamente o corpo menor com suas mãos, e distribuía simples selares pelos braços, pescoço, tórax e onde mais conseguisse alcançar com seus lábios.

- Suga... como aconteceu? – Achou que seria o momento perfeito para conhecer o outo lado dessa repentina história de amor, a qual tinha uma enorme vontade de compreender. Então perguntou de maneira calma e com a voz em tom baixo.

- O que, bebê?

- Como você se apaixonou pelo Kook?

- Nossa... é... pode parecer estranhos, mas... sabe essa coisa de lobo quando um alfa diz que sentiu sua íris queimar no momento em que olhou para seu ômega, e a partir daí eles meio que são destinados a passarem o resto da vida juntos?

- Então... vocês são metade lobos, e o Kook é o seu ômega? – Ele não entendeu muito bem o que o outro estava dizendo. Definitivamente isso pareceu bem estranho para o pequeno.

- Não... nós não somos lobos, Chimchim, mas foi mais ou menos isso que eu senti; o enorme desejo e ficar perto dele e a necessidade de passar o resto dos meus dias ao seu lado... como se minha vida dependesse de estarmos juntos. E... ele também é um alfa!

- Mas... Suga, dois alfas não podem ficar juntos! Isso é contra as leis...

- Chimchim... não sei se você percebeu, mas... nos dois não somos do tido que seguem as regras. – Ironizou rindo.

- Claro! ... desculpa... – Sorriu tímido.

- Porque está pedindo desculpa, bebê?

- Eu não sei... – Disse com uma risada que Yoongi considerou muito gostosa de se ouvir, e não resistiu em brincar com ele, dando-lhe vários beijinhos por sua bochecha e pescoço, fazendo-o gargalhar mais ainda.

Apreciavam um momento tranquilo e descontraído, quando se tornará tudo ainda melhor ao ouviram uma voz familiar vinda da sala de estar e avistaram a pessoa pelo vidro da porta.

- Hey, vocês nem me esperaram... – Disse rindo e fingindo uma carinha tristonha.

- Vem... entra aqui com a gente, Kookie. – O loiro o chamou com animação.

Ele não hesitou em tirar toda a sua roupa e se sentar ao lado do moreno, dando-lhe um beijo lento, longo e com carinho.

Jimin saiu do colo de Yoongi e se afastou um pouco. Ciúmes? Talvez...

- Está tudo bem com o seu amigo? – Perguntou-lhe assim que separaram os lábios.

- Sim... não foi nada demais. Ele só queria conversar.... Mas e vocês? Estão aqui esse tempo todo? Vi que não terminaram de tomar o café da manhã...

- É.... eu acabei perdendo a fome…. Mas na verdade, acabamos de entrar aqui.... Jimin, o que faz aí tão longe? – Perguntou assim que seu deu conta que o pequeno havia se afastado.

- Chimchim, você está triste? Aconteceu algo? – O conhece muito bem e sabe quando ele está incomodado com alguma coisa.

- Não... só achei que vocês gostariam de espaço...

- Hey bebê, pare com isso... vem aqui, sente com a gente.

O pequeno obedeceu e se sentou de lado no colo de Jung, com as pernas no mesmo lugar de antes – as coxas de Yoongi-. Ele recebeu beijos e carinho de ambos.

Estavam todos tranquilos e felizes –ou quase todos-, conversando sobre coisas aleatórias, inclusive sobre onde iriam ir a essa noite. Os menores ficavam cada vez mais contentes conforme Kook ia dando as dicas, mas sem o revelar claramente o tal lugar tão misterioso.


Notas Finais


Se quiserem mais desse clima yoonmin...
minha primeira oneshot: https://spiritfanfics.com/historia/voce-nao-deveria-fazer-esse-tipo-de-coisas-8968024

I agora...? Será que esse bolinho vai acabar aprontando alguma coisa?? Ele parece não estar gostando muito desse relacionamento dos dois...
JIMIN querido, não faça nenhuma besteira, sim?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...