História Jungkook não é perfeito (Kim Taehyung - BTS) (Hiatus) - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), G-Friend
Personagens Eunha, Jungkook, V
Tags Comedia, Eunha, Euntae, Hetero, Jungkook, Mensagens, Romance, Stalker, Taehyung, Texting, Trouxa
Visualizações 466
Palavras 266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - "Não deve ser ele"


Jung Eun Bi

— Kookie — Ele me olha — Qual é o nome daquele garoto?

Ele fica vermelho como da outra vez.

— Por que quer saber?

— Eu não sei... fiquei curiosa — Rio.

— Eu também não sei, pergunta pra ele — Responde rude.

Franzo o cenho.

Jungkook está tão estranho.

— Por que não quer me contar? — Pergunto chegando mais perto.

— Porque eu não quero — Vira a cara para mim.

— Ah, seu chato! — Reclamo — Eu vou embora então. Tchau! — Começo a me levantar.

Ele segura o meu pulso.

— Kim Taehyung — Diz sem me olhar.

Sorrio.

Agora eu sei quem ele é.

Espera... esse nome me fez lembrar de alguém. Ah! Ele se parece com o meu amigo do ensino fundamental. Que estranho, eles têm o mesmo nome e se parecem um pouco.

Mas não deve ser ele. O meu amigo era animado, sempre fazendo alguma palhaçada no meio da aula. Levando castigo por isso o tempo todo. Já esse Taehyung está sempre de cara fechada, nervoso. Não, não é ele mesmo!

Volto a me sentar e o encaro por alguns segundos.

Como ele pode ser tão lindo?

— Eunha?

— Hã? O quê? — Balanço a cabeça — Desculpa, desculpa! — Olho para o chão corada.

Ele se ajeita ficando de frente pra mim e eu fico mais nervosa ainda.

— Eunha, você pode me prometer uma coisa? — Diz pegando minhas mãos e as entrelaçando nas suas.

— Claro, Kookie! Eu faço qualquer coisa por você — Sorrio abertamente e o vejo sorrir de lado.

Ele encara o chão por alguns segundos, depois me olha diretamente nos olhos.

— Você me promete que nunca mais vai chegar perto do Taehyung?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...