História Juntos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Alfa, Beta, F62cd, Jihope, Lobos, Namjin, Ômega, Vkook, Yoonmin, Yoonseok
Exibições 47
Palavras 1.782
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Estou ouvindo I am the best e chorando :')

Eu quero desejar muito amor para as pessoas que favoritaram, suas fofas *-* e também pra quem só deu uma olhadinha.

Tem muitos modelos de abo, o que eu vou usar não é algo muito diferente, mas tem pequenas coisinhas que eu vou explicando com o tempo na fic.
Se algo ficar confuso, desculpa.
Tem coisas e informações que são propositadamente confusas e serão esclarecidas com o tempo também.
Leiam as notas finais, deve ter algo importe lá, ou não.

<3

Capítulo 2 - Lima




Viviam ali a muito mais tempo do que os mais velhos lobos podiam lembrar, uma enorme floresta praticamente intocada e cercada por motanhas. Parecia ser espaço suficiente para que duas alcatéias vivessem sem que uma ameaçasse a sobrevivência da outra. Era um território bastante diversificado de fauna e flora, e um rio que delimitava onde a área de uma matilha começava e a outra terminava. Mesmo que tudo fosse propício, em alguns anos o inverno castigava mais que o esperado, as temperaturas caiam rapidamente e junto com elas os número de seres que ali viviam, o que significava menos comida para alimentar alguns tantos lobos que ali sobreviviam. 

Foi em um desses invernos que o pai de Namjoon tomou uma das decisões mais arriscadas e tolas possíveis para a situação. Prevendo que não haveria caça o bastante para alimenta-los, chegou a conclusão que dobrando o território iam por consequência dobrar a oferta de comida. 

Foi numa noite sem lua que aconteceu o desastre, um ataque corvarde. Mesmo que alguns não concordassem com a ideia do Kim, ele sendo líder, conseguiu um bom número de lobos que o acompanhasse. Um massacre na surdina, foi o que aconteceu. Houveram baixas dos dois lados, mas o bando desavisado levou as maiores perdas, entre tantos o lider havia sido gravemente ferido, assim como seu irmão e sua ômega, os pais de um pequeno garotinho que assistiu a tudo sem reação. 

Naquele dia Taehyung decidiu que sempre ficaria ao lado daquele garoto, o amigo que encontrou em meio a dois corpos e muito sangue de uma noite fatídica. Não que Tae também não fosse um garotinho na época, mas sua natureza lhe permitia bem mais força, não só física como emocional. A visão do pequeno paralisado jamais saiu de sua cabeça, e naquele dia a única coisa que Taehyung pôde fazer foi arrastar o ômega para longe daquilo tudo.

 - Tae!

 - Hã? - acordou de seus pensamentos com um Jimin gritando seu nome. 

- Estou te chamando à algum tempo, no que estava pensando tão longe do próprio corpo? - falou já bem próximo do alpha.

 - Ah, nada, o que queria? - agora já prestando atenção. 

 - Jin hyung pediu para que fossemos atrás de algumas ervas, ele está testando alguns chás e com as coisas da união das matilhas ele anda sem tempo de sair por aí e pegar ele mesmo. - falou enquanto já caminhava em direção a uma trilha que se formava na beira da mata, sendo seguido pelo outro 

 - Pensei que estaria trabalhando no novo lugar hoje, achou alguém interessante por lá? 

 Por um momento Tae pensou em alguém sim, um beta da outra matilha que estava comandando os trabalhos, com um leve cheiro de camomila e sempre de bom humor. Achou melhor não comentar isso com Jimin. 

 - Ah não, ninguém. - o ômega desconfiou mas nada disse e o outro logo mudou de assunto - Você sabe quais plantas precisa? 

 - Claro, quem você acha que é a cobaia dele? Conheço todos os gostos horríveis que essas plantas tem. - olhou para Tae fazendo uma careta ao lembrar. 

 - O que ele está tentando dessa vez? 

 - Testando combinações que diminuam o efeito do heat ou algo assim. - Jimin falava sem importância enquanto se equilibrava em cima de um tronco caido.

Heat. A palavra ecoou por sua memória. Lembrou-se da primeira vez que teve seu. Apenas alphas e ômegas tinham o heat ou cio, mas os intervalos eram diferentes, enquanto ômegas o tinham de 3 em 3 meses os alphas tinha de 6 em 6 meses. 

Taehyung e Jimin sempre foram muito próximos e era natural pensar que um dia seriam companheiros, que se uniriam e ficariam juntos pra sempre. Mas 3 anos atrás, quando tinha 16, descobriu que ficar com Jimin não era o certo. Mesmo necessitado, afundado em desejo e luxúria, não conseguia ver o pequeno ômega daquela forma, parecia algo errado e até sujo. Foi ali que descobriu que o que sentia nunca passaria de amizade, algo profundo, de fato, mas no sentido de cuidar. Sempre estaria a seu lado o protegendo, disso ele tinha certeza.

 Por um momento pensou que na forma de lobo a procura pelas plantas seria mais produtiva, mas seria injusto com Jimin e abandonou a ideia quando um cheiro cítrico invadiu seu olfato. 

 - Jimin, está sentindo esse cheiro? - falou tocando o ombro do amigo para que parasse a caminhada. O Park inspirou profundamente soltando em seguida. 

 - Laranjas? - arqueou a sobrancelha. 

 - Não, está mais pra... - respirou determinado - Vem dessa direção. - apontou e saiu da trilha, sendo seguido pelo ômega que sequer questionou. 

Caminharam, ou praticamente correram, uma boa distância enquanto o cheiro ia ficando mais forte, até que ambos avistaram um corpo caído, próximo a um tronco e se aproximaram. 

 - Um garoto... está vivo, não é Tae? - perguntou receoso. 

 - Sim. - examinou o pulso e sua respiração lenta - Só parece exausto demais pra acordar, deve ter desmaiado. 

 O alpha estava agachado ao lado do caído, observando atentamente aquele ser de cabelos tão negro quanto carvão, com um delicioso aroma, não de laranjas e sim de limas. Tinha arranhões pelo corpo e rasgos nas roupas, além de estar sujo de terra. A possível origem do garoto rondava sua mente. De onde ele pode ter vindo? 

 - Vamos levá-lo. 

 - Tudo bem, só quero ver a cara do hyung quando a gente aparecer com ele. - falava enquanto ajudava Tae a colocar o garoto nas costas como se fosse uma mochila. 

 - A gente não pode deixar ele aqui, certo? 

 - Claro que não. - agora já tomavam o caminho de volta - Ele parece tão jovem e indefeso, com certeza nem passou pelo primeiro cio ainda, ele só tem um aroma e é de longe um ômega. - Jimin concluiu. 

 Betas costumam ter um cheiro bem fraco, às vezes quase inexistente e não passavam por cios, o que não significa que não podiam reproduzir, eles eram os mais próximos dos humanos comuns. Já os alphas e ômegas nascem com um cheiro evidente, o primário, e tendem a aflorar outros aromas, os secundários, após passar pelo primeiro cio. Nos alphas o primeiro aroma é sempre algo amadeirado e selvagem, remetendo a floresta, no caso dos ômegas o primário é sempre doce ou cítrico, algo com intuito de atrair, como mel para abelhas. 

 - De onde será que ele veio? - Jimin perguntou olhando o garoto com rosto apoiado na curva do pescoço de Taehyung. 

 - Não sei, só espero não estar sequestrando um ômega de outra alcatéia.


 ~//~ 


 - A área é realmente muito boa Nam, a localização vai ajudar bastante na defesa do território, além de ser bem mais próximo ao rio, facilitando o abastecimento. - o beta falou animado apontando lugares sobre o mapa velho estendido sobre uma grande mesa de madeira. 

 - Ótimo, sei que vai valer a pena, não haveria sentido a união se cada alcatéia continuasse do seu lado do território. - estava ao lado do amigo analisando detalhes no mata - Essa semana quero começar as mudanças, acha possível? 

 - A outra matilha mandou mais gente nos últimos dias, vai ser bem possível. 

 - Ótimo. - falou com um pequeno sorriso de satisfação formando covinhas - Então? Está sendo difícil lidar com os rostos novos? 

 - Nenhum conflito, mas alguns são desagradáveis, outros nem tanto. 

 Não pode evitar sorrir ao lembrar de um alpha um pouco infantil que conheceu nestes últimos dias, bobo e completamente adorável, como uma criança, nem parecia um alpha. 

 - Você não consegue esconder nada - Namjoon riu das reações óbvias do amigo - Nome? 

 - Taehyung. - disse sem cerimônias mas hesitou em continuar - Um alpha. 

 - Hoseok - chamou em tom de repreensão - Não faça isso, não cave a própria cova. 

 - Eu sei Nam, não é nada, não se preocupe - Hoseok olhava nos olhos do amigo tentando passar siceridade. - Além disso a minha cova eu já cavei à algum tempo. 

 - Hobi... - o alpha soltou triste usando o apelido do amigo, sabia de que cova o beta falava e sabia muito bem. 

 - Como ele está? - continuou após um momento de silêncio. 

 - Inconformado, consternado. Ele não aceita, e duvido que algum dia aceitará. - sentou-se a uma cadeira próxima a mesa e ficou a olhar pensativo o mapa. 

 - Isso já era esperado Nam, é do Yoongi que estanos falando. - escorou -se a mesa, mas sem sentar nela. 

 - Sou eu quem vai casar, não ele. Todo esse ódio, está além do esperado, não consigo deixar de me preocupar. 

 - Você deve se preocupar, afinal é seu irmão, mas deixe ele se acostumar com as mudanças aos poucos. Dizem que o tempo é o melhor remédio, certo? 

 - Espero que sim. Você poderia falar com ele também, sempre te escutou quase mais do que a mim. - olhou para Hoseok com esperança. 

 - Não vou fazer isso. - desviou o olhar do lider e caminhou para a sa2ida da casa. 

 - Ele sente sua falta Hobi, como amigo, só é teimoso pra admitir, você sabe disso. 

 - Não preciso de uma cova mais funda ainda Namjoon. 

 - Só seja seu amigo de novo. Nada de covas, só amigos. - o alpa falou mesmo sabendo que era algo praticamente impossível. 

Sem responder ou sequer olhar para o alpha, ele deixa o local. Esse ato seria considerado desrespeito com o lider, mas não entre eles. Kim Namjoon e Jung Hoseok sempre foram melhores amigos, conheciam um ao outro melhor do que ninguém. Com o tempo Yoongi se juntou aos dois, tornando-se amigos inseparáveis. Foi ai que os problemas do beta começaram, assim como as primeira pás de terras cavadas.

 Betas se unem a betas. Não era uma regra, mas a partir do momento que os alphas precisavam de um ômega, assim com ômegas precisavam de um alpha, os betas estava fadados a ficarem com betas. Jung Hoseok  sabia disso, só não esperava por um alpha chamado Min Yoongi, que lhe tiraria o juízo. 

 A relação deles nunca foi segredo, mas também nunca foi algo aberto, o que só machucava ainda mais seus sentimentos. O fato de nunca ser o bastante para um alpha atormentava seus pensamentos, assim com imaginar que um dia seu Suga iria estar com outro, um ômega. Com medo desse dia tomou a decisão de se afastar enquanto era cedo. Foi algo silencioso e dolorido, principalmente por Yoongi não parecer se importar com nada que eles tiveram. Aconteceu que já era tarde, e a cova já tinha sido terminada.  




Notas Finais


Eu sei que as coisas tão indo devagar, vai acontecer, mas vai demorar sim, não é à toa que botei +18.

Pretendo postar toda sexta, se tudo der certo.

Comentem, avisem erros, fale seu signo, me digam seu bias, seu otp, interajam :V

Bjos a até o próximo :3

P.S.: Alguém quer me fazer uma capa? Tô sem pc :(


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...