História Juntos para sempre (yaoi) - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Konory-kun

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Yaoi
Visualizações 19
Palavras 397
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente, sou eu Konory rsrs, esse capítulo quem vai escrever sou eu, então... Espero que gostem ^-^

Capítulo 9 - Chegou sua hora


//Narrador Bejamim//

Estávamos todos reunidos em busca do Léo, já estava chuviscando e o céu escurecia quando ouço sua voz vinda da antiga sala de artes

-GENTE!

Digo algo chamando a atenção de todos que vinham até mim em seguida

Kah: "Ah meu Deus..."

Ela diz espantada correndo até ele e o envolvendo em um abraço, todos estavam em choque, inclusive eu,

-Léo... desculpa...

Minha voz sai falha por conta de já estar chorando

//Narrador Guilber//

Corro até Léo e o pego nos braços, ele não falava nada, estava tão apavorado quanto a gente

-Alana, chama a direção, aquele arrombado não foi longe.

A mesma sai correndo junto a Karen para o prédio da direção 

//Narradora Giovanna//

Olho para Bejamim desesperada 

-a gente tem que fazer alguma coisa!

Digo vendo Guilber correr com Léo no colo até a enfermaria

//Narrador Bejamim//

-Não, eu tenho que fazer...

Estava cego de ódio, minha expressão mostrava isso

Gi: "Bejamim, não!"

Ela diz tentando me segurar, mas empurro sua mão com meu ombro

-Cala a boca... Chama a polícia e resolve essa parte para mim...

Saio dali em passos largos, sabia onde ele estava, quando éramos moleques íamos lá para fumar escondido, um galpão velho perto de um bosque, não fica muito longe dali

-vamos ser justos agora...

Saio da escola e aceno para um táxi enquanto respirava ofegante, com meu coração quase pulando para fora da boca

-Aqui caralho!

Ele para e eu logo entro 

-Vamos moço! Vamos!

Ele arranca com o carro

15 minutos depois

jogo o dinheiro no painel do carro e desço batendo a porta

-Vamos resolver Isso

Abro a porta da cabana e o vejo rindo de forma sádica

-vamos Lucas, vamos resolver isso!

Ele vem até mim e me encara, tenho que levantar o rosto para o encarar também, já que ele é maior que eu

Paulo: "Veio pela mesma coisa que seu amiguinho?"

O empurro com força

-Cala essa boca cuzão!

Digo alto vendo ele quase cair em algumas madeiras velha

Paulo: "Vem! Bate!! Já consegui o que queria!"

Corro até ele e me jogo contra seu corpo derrubando nós dois no chão

-vou acabar com você!

Grito me sentando em sua barriga enquanto socava várias vezes seu rosto arrancando sangue de sua boca

-Mexeu com o amigo do viado errado!

Ele me empurra com dificuldade ,enquanto cuspia sangue,tento o segurar pela calça mas ele é mais rápido e sai correndo, deixando cair alguns frascos de remédio tarja preta

-Paciente... Lucas?

Leio deixando os fracos cheios de  pílulas caírem, sinal de que  não haviam sido usadas, era para... Anti-Depressivo, mas... Por que está no nome de "Lucas"?

[continua...]



Notas Finais


Eai? Gostaram? Vai ter surpresa sobre o Luc...digo... Paulo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...