História Juntos pelo perigo - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guns N' Roses
Visualizações 84
Palavras 1.134
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, primeiramente eu sei que demorei 11 dias para voltar a postar, mas eu estava realmente MUITO desanimada. Coloquem-se no meu lugar: eu escrevo um capitulo, com mais de mil palavras, tento escrever o melhor que consigo (E adaptando para o Português do Brasil o que nem sempre é fácil) aí eu chego aqui e só 2/3 comentaram? É muito chato :(( Mas enfim, eu espero que o povo comece a gostar mais da fic daqui para a frente, até pq tem Axl + Jennifer, depois de séculos *-* Lá em baixo falamos mais. Bom capitulo:

Capítulo 14 - Buenos Aires


Fanfic / Fanfiction Juntos pelo perigo - Capítulo 14 - Buenos Aires

-Pov Steven ON-

Esperámos em liberdade cerca de dois meses e finalmente hoje é o julgamento. Todos estamos nervosos, apesar de nem todos demonstrarmos.
-SAVANNAH, ONDE ESTÁ AS MINHAS JEANS? –Jennifer grita no banheiro. A casa está toda uma confusão, estamos todos na casa da Jennifer e nem as governantas conseguem arrumar tudo. A Beta veio ajudar a Maria, porque a coitada já quase chorava com toda a nossa bagunça.
-ONDE ESTÃO OS MEUS TÉNIS BRANCOS? –Axl grita vindo em minha direção.
-Não sei…
-COMO NÃO SABE? JÁ PERGUNTEI A TODOS! –Axl saiu e eu continuei a fazer a barba.
-Meninos acalmem-se. –Maria pedia impacientemente.
-ONDE ESTÃO OS MEUS TÉNIS? –Axl voltava a gritar.
-NÃO CONSIGO ENCONTRAR MEUS ANEIS! –Michelle
-Se vocês não fossem tão desarrumados… -Beta
-Beta, por amor de Deus, onde estão os meus ténis? –Axl
-Procure na sala. –Beta respondeu.
-Os policiais já estão no jardim, vos esperando. –Maria
-E EU QUE NÃO ENCONTRO O MEU BATOM… -Savannah
Saí da casa de banho e pela primeira vez no dia, Beta viu-me.
-PORQUE RAIO VOCÊ AINDA ESTÁ DE CUECA? –Ela gritou –MENINO, DEPRESSA! DEPRESSA!
Tudo uma confusão, ninguém sabia de nada, todo mundo nervoso e a polícia no jardim. Segundo os nossos advogados, provavelmente iriamos ter sorte. Digo, talvez pudéssemos cumprir menos anos, ou até os cumprir em casa. Mas ainda não é certo.
Algum tempo depois já todos estávamos prontos para o julgamento, descemos e fomos jogados nos carros policiais.
-Boa sorte queridos. –Beta
-Boa sorte! –Maria
E bem que precisávamos de toda essa sorte, o caminho até ao tribunal pareceu uma eternidade, ninguém parava de suar, de ficar com calores e até mesmo quase chorar. Hoje poderia ser o fim das nossas vidas. Quando começámos a ver o tribunal um pouco mais à nossa frente, o nosso coração disparou. O carro foi parado e agora seria a hora do tudo ou nada.
-Seja qual for a sentença, saibam que vocês são a minha família. –Savannah
-Posso nem sempre ser a mais querida, mas vocês são a outra parte de mim. –Jennifer
Barbie nada falou e muito menos a Michelle, que se continha loucamente para não chorar. Slash e Axl abraçaram-se e ouvi-os sussurrar algo como um “obrigado por tudo, irmão.” A verdade, é que todo este alvoroço por causa dos policiais nos uniu. Não importa mais as nossas diferenças, agora é um por todos e todos por um. Até Axl e Jennifer finalmente se entenderam. Não tenho certeza se estão namorando, mas pelo que me parece, estão bem próximos. Izzy e Barbie namoram e até já pensam em um dia casar, para falar a verdade, ele pensa e ela finge pensar. Mas ambos gostam um do outro, isso está evidente. Slash e Savannah têm os seus dias, em uns eles estão juntos, em outros eles estão separados. Michelle e Duff estão a pensar sair do tráfico para se juntarem às empresas da família de Duff. Os pais dele têm uma grande cadeia de impressas e estão a precisar de um gestor de contas e tanto Duff, quanto Michelle são formados nisso. Eu estou a pensar também sair do tráfico, por um longo tempo eu venho fazendo coisas ilícitas, perdendo assim o respeito da minha família. Acho que não quero mais essa vida. De repente, alguém me acorda dos meus pensamentos…
-Vamos! Está na hora de entrarmos. –Michelle chama.
Corri até eles e depois de passarmos alguns corredores, foi possível se ver uma enorme porta preta, seria ali que iriamos ser julgados.
-Alegam ser culpados e ter traficado uma grande quantidade de drogas? –O juiz pergunta.
-Não! –Todos falamos em uni som.
-Então alegam ser vítimas de uma armadilha e não saber que a droga estava nas vossas viaturas?
-Sim! –Voltamos a responder.
-Porque razão, alguém iria querer vos incriminar?
-Bom, Duff é filho de um grande magnata de Seattle. –Jennifer explicou. –Steven ainda é herdeiro da família real do Reino Unido. –Ela continuou. –A mãe do Axl é uma ex jornalista de extremo sucesso. Michelle e Savannah são filhas dos melhores advogados da Europa. Barbie e Izzy são filhos de atores famosos e a mãe de Slash é uma grande estilista. Eu sou proprietária de uma famosa boate, sou filha do ex presidente dos Estados Unidos e a minha mãe é uma pintora de sucesso, agora aposentada.
-Somos os alvos perfeitos! –Duff terminou
-Tudo o que acontecer connosco, mais cedo ou mais tarde irá parar na imprensa… -Savannah
-Intervalo! –O juiz pediu.
-Acham que ele vai decidir alguma coisa? –Perguntei
-Eu penso que sim. –Izzy
-Será que saímos bem daqui? –Axl
-O que quer dizer com bem? –Michelle
-Cumprir os anos em casa? –Axl
-Espero que sim! –Slash
Depois da pequena pausa, o juiz olhou para os seus papeis.
-Devido a todos estes fatos, ditos ou não proclamados, mas escritos no papel em minha frente… -Ele fez uma pequena pausa, refletindo… -Vos declaro inocentes e vítimas de uma perigosa mafia. 
Quando ele terminou de falar, um peso saiu de cima de nós, deixando cada um mais aliviado. Olhámos uns para os outros, sorrindo.
-Assim sendo, estão agora livres para regressar às vossas vidas normais. –Ele concluiu.
Saímos do tribunal em festa, nos abraçando uns aos outros.
-Estamos mesmo livres? –Slash
-Sim, estamos livres! –Savannah respondeu, beijando-o.
Saindo do tribunal junto com os nossos advogados, fomos diretos para a boate de Jennifer. Ela tinha algum dinheiro do lucro da boate para recolher. Claro que não esperámos ela voltar para irmos a qualquer lugar. Começámos a servir-nos com as bebidas que estavam logo ao nosso dispor.
-O QUE VOCÊS ESTÃO A FAZER? –Ela perguntou, entrando no salão da boate.
-Bebendo! –Respondi, dando-lhe um copo para a mão.

-POV Steven OFF-
ALGUNS DIAS DEPOIS
-POV Jennifer ON-

-Não vá embora! –Michelle pedia incessantemente para o Steven
-Eu tenho de ir… -Ele explicava.
-Mas porque raio? –Savannah
-Eu não quero mais esta vida de trafico e assaltos.
-Está com medo? –Perguntei
-Não! Só não quero mais esta vida. Deixem-me ir embora…
Steven estava decidido a ir embora para Buenos Aires, na Argentina e não parecia pensar em voltar atrás. Em meio a umas quase lágrimas, finalmente o largamos deixando assim que ele pudesse abraçar os rapazes. Izzy e Slash abraçaram-no coletivamente, enquanto Axl apenas lhe disse algo ao ouvido e lhe deu umas palmadinhas nas costas. Steven sorriu-lhe e olhou para nós, abrindo os braços, para lhe darmos um abraço.
-Ultima chamada para o voo 312, direto para a Argentina. –A moça falou no altifalante.
-Tenho de ir. –Steven
Assim, depois de lhe darmos um ultimo abraço, largamo-lo deixando que ele entrasse no avião. Quando já estávamos a ir embora, Axl puxa-me pelo braço, beijando-me e sussurrando ao meu ouvido:
-O que acha de uma viagem para a casa da minha mãe, no Texas?


Notas Finais


Então povo, espero que tenham gostado. Eles se livraram das acusações e pudemos ver mais sobre a família de cada um deles. Como se vê, nenhum deles é filho de papys pobres, muito pelo contrário. Porque será que eles decidiram tomar esse rumo de ladrões? psé...
Bom, eu vou contar umas coisas dessas semanas em que estive ausente + alguns spoilers.
1º- Eu não tenho feito absolutamente nada esses tempos kkk nem tenho escrito NADA!!
2º- Eu quero colocar um capitulo de 2 em 2 dias, quero acabar a fic antes de fazer os meus 17 anos (12 Agosto)
3º - Eu REALMENTE irei fazer uma 2ª parte da fic, que não irá apenas ter como "personagens" os meninos do Guns, terá do Aerosmith, Nirvana e mais. Se eles vão ser famosos? kkkkkkkkkk Preciso responder?
4º - Eu quero mt que vcs comentem esse cap, será que consigo 7 comentários?
Digam-me o que estão esperando ver na viagem deles ;) Vemos-nos aí em baixo!! Beijão <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...