História Juntos pelo perigo - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guns N' Roses
Visualizações 106
Palavras 1.347
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


VOLTEIIIIIIII, eu sei que demorei um pouco, mas foi só porque estava a fazer birra e decidi fazer isso para colocar umas coisas em ordem sobre a fic. Mas lá em baixo eu explico.
Espero que tenham sentido a falta da fic!!
Eu particularmente gostei de parte do capitulo, então vamos lá.
Vê-mo-nos lá em baixo, boa leitura:

Capítulo 7 - Married!


Fanfic / Fanfiction Juntos pelo perigo - Capítulo 7 - Married!

Chegámos ao galpão em menos de quinze minutos, todos riamos e o que mais queríamos era contar o dinheiro, dividi-lo e acabar a noite em festa. Foi exatamente isso que aconteceu, ou quase…
Depois de dividirmos o dinheiro, decidimos ir para a minha boate, entrámos pela porta dos fundos e ficámos a fazer a festa no meu escritório.
-Este foi o melhor assalto da minha vida –Slash
Em meio a toda a enfuria, ninguém ainda tinha percebido o quanto a Barbie e a Angela estavam fixadas no celular.
-Porque estão tão interessadas com isso? –Steven
-A Adriana vai dar uma festa amanhã! –Angela
-E vai ser a melhor de todos os tempos. -Barbie
-E qualquer poderá ir? –Savannah
-Só quem tiver convite, claro! –Angela
Eu e Axl olhámos um para o outro, ambos sabíamos o que a Adriana estava a tentar fazer. Ninguém voltou para casa, acabámos por adormecer no meu escritório.
Apenas pela manhã, voltámos às nossas casas.
-Menina, está a chegar a casa tão… -Maria; minha governanta. –Que cara é essa menina?
-Estou cansada.
-Vá deitar, eu levo-lhe algo para comer.
Ela sempre é assim protetora, isso chateia-me algumas vezes, mas em outras ocasiões isso é simplesmente perfeito.
Passado um pouco de estar a tomar duche, ela bate à porta:
-Está aqui a sua comida, não demore ou ela fica fria.
Não respondi e apenas continuei a tomar banho. Escolha errada, porque adormeci.
Quando voltei a acordar, Axl estava parado debruçado na banheira, olhando para mim.
-Que porra você está aqui a fazer? Assustou-me.
-Eu estava lavando você. –Ele disse dando de ombros.
-Eu já estou limpa.
-O seu cabelo continua com bocados de tinta seca. –Eu simplesmente revirei os olhos e quando ia responder, ele parou-me. –Estamos em tréguas, lembra?
-Isso não quer dizer que você pode dar-me banho…
Ele não ligou e apenas continuou, saí do banho e arrumei-me, estando apresentável de novo. Ele continuava parado, sentado na minha cama, vendo-me a fazer tudo, desde que saímos do banheiro.
Decidi puxar conversa.
-A Adriana vai mesmo dar uma festa hoje?
-Sim e pelo que sei, você não tem convite.
-E minhas amigas?
-Elas têm.
-O que ela pensa? Que elas vão-me trocar por qualquer uma?
-Sinto em dizer-lhe Jenn, mas todas já confirmaram a presença.
-TODAS? –Gritei
-Exceto a Savannah, mas segundo eu sei, ela irá passar a noite com o Slash.
-Como sabe isso?
-Ele queria que eu emprestasse a minha casa em Long Beach para eles irem lá passar a noite…
-Eles sempre gostaram um do outro.
-O Slash não vai conseguir ficar com ela. –Olhei para ele, o fuzilando. –É a verdade, todas as noites ele está com três diferentes.
-Você também.
-E por isso estou sozinho. –Nesse momento ambos parámos nos encarando, nenhum sabia o que dizer. Um pouco depois ele decidiu ir embora e eu fiquei sozinha. Decidi ligar para a Savannah e ela não atendeu.
Ninguém estava-me atendendo e iria passar o que faltava da tarde sozinha, assim como a noite. Mas eu não iria ficar parada, esperando que uma qualquer ficasse com o meu lugar. Depois de pensar um pouco, desci para o escritório e chamei o Romeu, o meu segurança pessoal e ajudante em alguns esquemas.
-Chamou? –Ele falou quando entrou no escritório, tirando a minha atenção do notebook, olhei para ele.
-Sim, eu preciso que você investigue uma pessoa.
-Fácil!
-Quero saber todos os passos que essa garota deu desde o seu nascimento. Quero saber em que escolas ela andou, quero saber onde todos os seus amigos e inimigos moram. Quero saber onde ela viveu, assim como toda a sua família. Investigue quem está vivo e quem está morto. Quero saber tudo e não deixe nem uma pequena linha escapar.
-Tudo bem, começo à procura agora mesmo. Só preciso de saber o nome dela.
-Adriana. Adriana Smith!
Ele assentiu e saiu, se uma coisa que eu aprendi quando entrei nesta vida, é em sempre, estar um passo à frente dos seus inimigos. Eu posso não saber muito sobre ela agora, mas irei saber depois e com toda a certeza, o passado dessa menina é muito obscuro, ela não seria nem louca para me ameaçar se não tivesse habituada a isto.
Comecei a fuçar o meu notebook, eu não podia só sentar e esperar alguma informação, só o meu segurança investigando essa menina não seria o bastante. Com certeza ela já deve saber muito sobre mim e eu quero respostas bem rápidas. Estava à algum tempo a ler a lista de nomes com que já trabalhei e finalmente encontrei um que me agradava. Emily Adams!
Ela é a mulher mais linda e competente com que eu já trabalhei. Provavelmente ela iria trazer-me informações bem rápido.
Disquei com rapidez o seu número e um homem atendeu do outro lado da linha.
-Alô? –Ele respondeu
-Eu preciso falar com a garota, pode passar-lhe?
-Quem fala?
-Uma amiga de Manhattan.
-A Ariana não pode atender, está no duche. –Ele fez-me soltar uma risada, Ariana é o nome que ela usa para não revelar a sua identidade.
-Pode dizer-lhe que a Serena de Manhattan ligou?
-Claro!
E assim desligámos. Pensamentos de há dois anos atrás invadem a minha mente.

-FLASHBACK ON-
-Onde vamos? –Perguntei
-Rumo a Las Vegas, baby. –Emily respondeu.
Assim que ela me disse isso, eu comecei a preparar a minha mala. Não, eu não estava a preparar a mala de viagem, mas sim a do dia-a-dia. Eu e Emily sempre fazíamos coisas desse género. Pensávamos em um destino e no final desse dia já estávamos a caminho do nosso destino, apenas com um pequena mala e a roupa que tínhamos no corpo.
Então, eu e ela, mais o Axl e o Duff partimos para Las Vegas.
-CHEGÁMOS! –Todos gritámos.
-Eu mal posso esperar por visitar os casinos. –Axl
-Eu quero ir para o hotel. –Emily
-Dormimos juntos? –Perguntei para o Axl.
-Acha que não?! –Ele lançou-me um olhar malicioso.
-Por isso que eu gosto tanto de você! –Respondi
Visitámos museus, casinos, parques e até o grande Aquário de Las Vegas.
-O que acham de casar hoje à noite? -Emily
-O QUÊ? –Eu e os meninos gritámos.
-Sim, para ficarmos unidos, para sempre. –Ela explicou
Claro que não demorou muito para todos concordarmos. Emily sempre foi boa em manipular as pessoas e como já todos estávamos um pouco alterados, a tarefa tornou-se ainda mais fácil.
-Axl, você aceita a Jennifer como sua esposa? –O Sacerdote perguntou
-Aceito!
-Jennifer, aceite Axl como seu legítimo esposo?
-Sim! -Respondi
Depois foi a vez do Duff e da Emily e todos saímos da igreja ás duas horas da manhã, prontos para mais uma noite de loucura.
-FLASHBACK OFF-

A viagem a Las Vegas foi a mais incrível de todas as outras. Fizemos a viagem de carro com os meninos e ainda nos casámos. Ri ao lembrar-me, eu e Axl ainda estamos casados.
-Nós estamos casados… -Eu falava para mim mesma, enquanto dava altas gargalhadas. Até ao meu telefone tocar. Atendi.
-Sim?
-Oi amiga, daqui é a Emily. –Eu ri
-Sua vadia e o garoto que me atendeu, Ariana? –Perguntei fazendo enfase em “Ariana”
-Você sabe como é. Mas porque está ligando?
-Estou com um problema. Tem uma menina aí e eu quero saber quem ela realmente é.
-Fala! –Expliquei todo o caso e ela aceitou procurar informações. –Você e o Axl ainda estão naquela?
-Sabe como é… Vida de casados. –Debochei
-Você e ele ainda estão casados? OMG! –Ela gritou –Isso é mesmo verdade?!
-Acha? Eu e ele não tem jeito.
-Tem jeito. Porém os dois querem estar no poder.
-E você e o Duff? Alguma vez se divorciaram?
-Não e confesso que gostaria de o voltar a ver… -Ela suspirou
-Isso foi um suspiro?
-Você sabe, ele foi o primeiro homem que eu realmente me importei. –Eu ia responder, mas ela interrompeu-me. –Amiga, tenho de desligar. Amanhã passo-te informações dessa vadia que o seu marido anda comendo.
Ambos rimos e ela desligou. Decidi ver um filme, até que Romeu me interrompe.
-Patroa, tenho informações e são das boas. –Ele riu


Notas Finais


FOTO DA EMILY :: RITA PEREIRA / FOTO: http://imageshack.us/photo/my-images/832/c94u.jpg/
Vou falar MUITO aqui, então vamos lá: Vocês sabem a importância de um comentário e favorito para mim.
Então, não se esqueça de comentar se gostou do capitulo.
1º - Eu alarguei o numero de capítulos. Então a fic terá 27 capítulos. O que vocês acham?
2º - A Emily não será um personagem com muita importancia na fic. XORANDO :((( pq eu realmente gostaria de ver mais sobre a amizade delas.
3º - Eu já sei o que vai acontecer até ao fim da fic e posso dizer que vai haver uma morte e algumas pessoas irão sair da fic, apartir do cap 13.
4º - Se correr bem e vocês quiserem, talvez exista uma segunda temporada. Eu queria explicar porque eu, pessoalmente, quero uma 2ª, MAS não posso '-' E só poderei, no cap 27, o ultimo.
Digam-me aí em baixo o que vocês acham do que eu falei. E se ainda não favoritou a fic, faça-o!! BEIJÃÃÃO <333
Twitter: @suckaxl


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...