História Jupiter e Versailles: o que aconteceu com Yuki e Masashi - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jupiter, Versailles (Banda)
Personagens Hizaki, Kamijo, Masashi, Teru, Yuki, Zin
Exibições 11
Palavras 609
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Tarde de Amor


Na tarde seguinte, Masashi sugeriu que fizessem um passeio para que Hizaki mostrar a cidade para os outros membros da banda. Disse que ficaria em casa com Yuki com a desculpa de cuidar de uma dor de cabeça. Hizaki, Zin e Teru não viram nenhum problema e saíram para conhecer Hiroshima pelo ponto de vista do guitarrista.

 

>>> 

- Desculpe não esperar até a noite para que pudesse ficar mais romântico, mas tínhamos que tirar os outros de casa.

- Tudo bem, meu amor. Ainda de consciência pesada?

- Um pouco. Será que valerá a pena?

- Entre e verá a resposta da sua pergunta.

 

Yuki decorou o banheiro de modo muito romântico. O ambiente em si já tinha ares de nobreza europeia, com moveis de época. O baterista colocou velas acesas nos candelabros, enfeitou o cômodo com lírios cor de rosa e tinham pétalas de rosas vermelhas na banheira, além de vinho e champanhe.

Masashi estava maravilhado.

- Yuki, você fez isso tudo para a gente fazer amor?

- Eu te amo, Masashi e quero que tenhamos muitos momentos especiais como esse.

- Obrigado, cada dia você faz com que eu te ame ainda mais. Quem diria que aquele baterista beberrão teria um lado tão doce e sensível.

- Só quero que se sinta tão amado por mim quanto eu sinto por você.

Masashi beijou Yuki ternamente, que correspondeu com muito carinho. O beijo foi ficando mais profundo, mas continuou doce e com muito amor. Os dois logo se despiram e entraram na banheira.

                Qualquer noção de que possa estar fazendo algo errado desapareceu da cabeça de Masashi ao ver Yuki na banheira com um corpo coberto por pétalas de rosa. Para ele, não há ninguém mais belo que ele.

                - Quer champanhe, Yuki?

                - Sashi, você realmente fez essa pergunta para mim?

                - Acho que isso foi um sim! Só que eu vou te servir de modo diferente.

                Masashi bebeu uma dose generosa e esperou a aproximação de Yuki. O baterista entendeu o recado e sugou o champanhe da boca do moreno. Depois, o beijou avidamente e colocou um morango em sua boca.

                - Quero ouvir você gemer enquanto saboreia esse morango.

                Masashi passou a masturbar Yuki que estava arqueando as costas contra a parede da banheira de prazer.

                Todavia, eles não podiam demorar, pois a qualquer momento Hizaki poderia chegar e o banheiro deveria estar em ordem quando saíssem. Assim, mesmo que quisessem aproveitar aquela tarde de amor, Masashi teria que abrir mão de tal deleite e passou a preparar Yuki para a penetração.

                Ainda assim, o baixista não queria machucar seu amado. Beijou-lhe o ventre enquanto movia seus dedos dentro do baterista. Introduziu-se com cuidado esperando um sinal para se mover. O sinal foi dado e as estocadas começaram.

                Yuki e Masashi gemiam alto, era realmente muita sorte que não tivesse ninguém em casa.

                Depois de momentos de muito amor e prazer, os dois chegam ao orgasmo.

                - Você gostou, meu amor?

                - Muito, Yuki. Foi uma tarde linda.

                - Viu como é bom não obedecer às regras de vez em quando?

                - O que sei é que temos que arrumar esse banheiro antes que o Hizaki chegue.

                - Vamos ao trabalho, então!

 

- Yuki, Masashi, como foi a tarde de vocês?

- Masashi passou a tarde cuidando de mim. Estou muito melhor.

- Talvez deva beber menos.

- É o que eu sempre digo para ele!

- Você bebe junto, não pode falar nada Sashi. E ainda fuma!

- Tenho que reconhecer quando perco uma discussão – disse o baixista com um sorriso.

Hizaki então decretou:

- Vamos todos descansar que amanhã voltamos a Tokyo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...