História Jura-me - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, ChiNoMimi, Dakota, Debrah, Dimitry, Giles, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Viktor Chavalier, Violette, Wenka
Tags Amor, Amor Doce, Doença, Final, Lysandre, Tristeza
Visualizações 14
Palavras 592
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Slash, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Jura-me - Capítulo 1 - Prólogo

Sabe, 
Eu no fundo já sabia,
Que ele ia me esquecer.



Austrália, 15:01

Querido diário,

Hoje, sim é hoje. Estou indo para a França, mas eu deveria era estar indo para o Brasil, porém minha mãe disse que não queria que eu fosse pra lá por causa dados traficantes. As vezes acho que ela não se importa comigo.


-Clara, você está pronta?- Lynn entra no quarto assustando a morena, ela deu uma leve risada ao ver a reação de Clara, entretanto lembrou-se que ela iria embora, então ficou triste novamente:

- Ei, vamos manter contato e nas férias vamos marca de se ver.- "Se eu tiver viva, até lá." A morena pensa. No mesmo estante nasce um sorriso nos lábios de Lynn.

Aeroporto,

França, 22:00.

Clara havia acabado de desembarcar do avião, sentou-se em um dos bancos do aeroporto a espera de seu irmão. Ela esperou até que descidiu ir para casa de táxi, "Droga, ele me esqueceu, como sempre." Clara pensava, ela sabia onde seu irmão morava, mas ficou receosa de ir até lá, pois fazia anos que não se viam, então ela descidiu ir até lá.

Chovia muito, o taxista levou Clara até um bairro antes da casa de seu irmão, pois ele não conhecia muito bem o bairro. Começou a chover e ela ainda andava pela rua escura, estava cansada, com fome e molhada, tudo o que queria era uma cama.

Ela tocou a campainha da casa e esperou resposta, apareceu um garoto dos cabelos brancos e olhos bicolores, ele sorriso docemente para ela que retrubuio:

- Olá, em que posso ajudar?-  Ele diz depois de um tempo:

- E-eu...- Clara estava espirrando muito, aquela chuva não ajudava nada, o frio piorava a situação é a qualquer momento sentia que iria desmaiar, Porém uma outra voz masculina fez com que ela revira-se os olhos e sorrise vendo a cabeleira vermelha:

- Hein Lysandre, Quem é?... Clara?- o garoto puxa o platinado para ver  melhor, a garota molhada, tremendo de frio, pálida que só ela, olhos vermelhos   de sono é um sorriso branco, tímido e  tremido. O queixo da garota tremia de frio, ela estava completamente enxarcada:

- Hãn, acho que sou eu.- Ela diz passando as mãos no cabelo molhado:

- Meu Deus, entra você está completamente enxarcada. Seu boca aberta ela tá morrendo de frio e nem pra mandar entra você manda.- 

Castiel diz para Lysandre, o platinado ficou boquiaberto pelo tratamento de Castiel com a garota, ele estava sendo super cuidadoso. Ele segue os dois a sala, Castiel mostra o banheiro para a garota que ainda tremia de frio:

-Onde está sua mala?- Ele diz ao ver que a garota só estava com uma mochila:

- Ela veio antes de mim, não imaginava que isso ia acontecer, ou imaginava.- Clara abaixa a cabeça revirando os olhos.- Mas bem, já estou acostumada.- ela sorri

- Ele consegui bate o recordi de pai mais desnaturado.- Castiel diz indo ao quarto.

- O que você é do Castiel?- Clara pergunta.- Desculpe grosseria minha, Me chamo Clara, sou a irmã do Castiel. Prazer em conhecê-lo, Lysandre.- Ela diz estendendo a mão:

- O prazer e meu.- Ele diz beijando a Costa da mão da garota. A mão dela estava gelida, mas era macia e cheirava a Jasmin, mas principalmente era bem pequena:

- Que cavalheirismo. Toma pirralha, toma um banho e veste essa camiseta. Do jeito que é pequena, vai ficar um vestido.- Ele diz zombando da menor:

-Bon jovi- A garota sorri indo att do banheiro com a mochila e a blusa.

Lysandre percebeu que talvez essa menina fosse bem diferente de Castiel, poderia até ter cemelhansas, porém o gênero e bem mais fraco.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...