História Jurassic World - Rapter - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jurassic Park
Personagens Claire Dearing, Owen Grady, Personagens Originais, Simon Masrani
Visualizações 10
Palavras 419
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 22 - Começando um treinamento


Fanfic / Fanfiction Jurassic World - Rapter - Capítulo 22 - Começando um treinamento

Luck

Sejamos justos, Rapter, ou Lissa, era de se tirar o folego. Apesar de ser meio dinossauro, o que eu não conseguia imaginar, ela era basicamente normal, uma adolescente típica que faria você babar por ela por anos mesmo sendo chata e alternativa.

Claro que dei mais sorte do que qualquer outro babaca, aquele carinha ficaria furioso se soubesse dos nossos beijos. Ela era o dinossauro mais gostoso que eu já tinha visto e por mais que me esforçasse não conseguia a ver comendo animais bizarros por ai como uma canibal.

-Você de fato não é de se jogar fora gatinha – sorri após nosso beijo ser interrompido – mesmo que seja de uma espécie um pouco antiga.

Ela sorriu e em seguida mordeu o lábio inferior.

-Aconteça o que acontecer não poderei te salvar – o guarda cansou de ficar de vela e a puxou arrastando-a para a jaula dos dinossauros – você é filho do chefe, não ajudo meninos mimados.

Sorri para ela mesmo que Rapter já estivesse dentro da jaula, ela sairia dessa. Acenei e corri para onde Owen havia ido com os pirralhos e a mulher. Apesar de não curtir namoradas, Rapter era um caso interessante.

Rapter

Após ser arrastada para dentro da jaula soltaram os raptores, não tive muito tempo de me preparar, apenas o suficiente para manda-los parar antes que me comessem.

-Blue, se controla amiga – a encarei e ela me olhou de volta – Owen está ai – dei uma piscadela.

-Humana! – uma voz em alto falante ressoou quase deixando-me surda e incomodando os dinossauros – faça com que eles atinjam os alvos corretamente, sem perder o controle.

-Humana? – resmunguei – eles são o que? Alienígenas? Algum tipo de paquiderme? Ridículos.

Fuga. Jaula. Vingança.

Quando. Comer.

Logo. Libertar. Owen.

Fome.

Obedecer.

Discordar.

Obedecer. Libertar.

Após um tempo, todos concordaram, fiquei aliviada, ou eu serviria de lanche da madrugada para eles. Tirei as lentes de contato dos olhos, fazendo com que ficasse mais parecida com elas, sim meus olhos eram como os de dinossauros.

 Eu só esperava saber qual seria o sinal para que eu corresse e salvasse-me. Olhei para cima, mas não consegui distinguir nada nas sombras, comecei a ordenar que elas atacassem os bonecos que aparecessem e desviassem das bolinhas que eles atiravam. Aquilo era ridículo.

Vi o farol em que Luck falara que seria nossa salvação e consegui ver a fisionomia de uma pessoa olhando pela janela, eu não via a hora de ficar cara a cara com esse japonês dos infernos para acabar com ele eu mesma.


Notas Finais


Pessoal olhem, por favor, o jornal que eu publiquei está bem? É importante!
https://spiritfanfics.com/jornais/vamos-dizer-apenas-um-breve-adeus-10352022

Data de termino: 30/09


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...