História Jurassic World - Rapter - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jurassic Park
Personagens Claire Dearing, Owen Grady, Personagens Originais, Simon Masrani
Visualizações 14
Palavras 413
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 24 - Ataques


Fanfic / Fanfiction Jurassic World - Rapter - Capítulo 24 - Ataques

Luck

Aquele herói estava me tirando do sério o que poderia ser uma coisa desastrosa e o nanico que eu achava ser um clone do mais velho estava saindo melhor do que a encomenda, aqueles olhos rápidos não perdiam nada e ele já havia percebido que há algo de estranho comigo, nem Lissa percebeu isso e ele sim.

-Fiquem todos calmos, estamos tomando o controle da sala de controle – anunciei alto para que todos escutassem – sugiro que os estagiários corram para o deposito assim que eu der o primeiro tiro ou vão sofrer juntos com os outros.

Tirei a pistola do cinto e atirei no teto, seis pessoas correram para fora e os outros ameaçaram levantar, mas fiz um sinal negativo com a cabeça.

-Podem assentar a bundinha de vocês ai – sorri – ou levar chumbo.

-Luck! O que pensa que está fazendo? – meu pai apareceu na minha frente com uma arma apontada para minha cabeça – seja lá o que for é melhor parar.

Rapter

Os raptores estavam ficando irritados o que não era uma coisa boa para mim, apesar de ser como eles em partes, em outras eu não passava de uma humana qualquer.

Eu tentava acalma-los de algumas maneiras, mas os testes físicos estavam sendo sufocantes até para mim. Senti algo agitando-se dentro de mim.

Fechei os olhos e senti o vento frio da noite, só podia ser brincadeira, ali, naquela hora, não era uma boa hora para eu ter um ataque. Respirei fundo várias vezes, dessa vez, pelo menos Owen não estaria ali para tentar ajudar.

Procurei com os olhos alguma coisa naquele campo aberto que pudesse servir para fazer aquela coisa parar, ou eu teria simplesmente que me jogar dentro da boca de um dos dinossauros?

Ao longe ouvi tio Rex fazendo barulhos, as coisas estavam ficando interessantes e o farol não acendia, e os portões não abriam e aquela coisa estava prestes a estourar.

Comecei a correr junto com os dinossauros, tentei cansar-me de alguma forme me lançando a campo junto com eles, mas nada estava resolvendo, Rapter sempre havia sido mais forte que eu, por isso havia adotado seu nome para mim, Lissa já havia morrido há muito tempo.

Já chorando feito uma criança tentei minha ultima oportunidade de acabar com aquilo, corri com toda minha velocidade em direção ao portão de ferro fundido que estava trancado e me lancei nele.

A ultima coisa que lembro-me antes de apagar por completo era de uma dor forte na cabeça.


Notas Finais


Pessoal olhem, por favor, o jornal que eu publiquei está bem? É importante!
https://spiritfanfics.com/jornais/vamos-dizer-apenas-um-breve-adeus-10352022

Data de termino: 30/09


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...