História Just a BIG fan - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens G-Dragon, Jungkook, Seungri, V
Tags Bangtan Boys, Bigbang, Gkook, Gri, Jungkook, Nyongtory, Taekook, Vkook
Visualizações 55
Palavras 2.409
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu sei. Podem me xingar. Me bater. Ou me matar. Eu mereço.
Sou a pessoa mais falsiane que existe.
Apenas espero que gostem desse capítulo. E não me abandonem.
Já deixo de aviso que escrever isso não é minha praia. Espero que não decepcione.

Capítulo 9 - Finalmente


G. DRAGON


A água escorria pelo meu corpo e eu meus pensamentos se perdiam no meu encontro com Jungkook, apenas de lembrar seus toques e beijos faziam meu corpo estremecer.

Fechei o chuveiro pegando a toalha e a enrolando em minha cintura, saí do banheiro e me joguei na cama. Eu estava exausto de todas aquelas promoções, estava contando as horas pra ter umas férias.

Ouvi meu celular fazer um  barulho de notificação, o peguei rapidamente e abri um sorriso vendo de quem era a mensagem.


Jungkookie


[23hs35] Hyung?

[23hs35] Hyung como você está?

[23hs35] Chegou Bem?

[23hs36] Eu cheguei agora. Acredita.

[23hs36] Os hyungs ficaram enrolando.

[23hs36]  E eu só queria vir logo pra casa pra poder conversar com o hyung em paz.


Ji Yongi


                    [23hs38] Eu cheguei sim meu                                          dongsaeng. 

   [23hs38] Já até tomei banho.

[23hs38] E você deveria dormir, e não pensar em conversar comigo.


Respondi e vi que ele tinha visualizado mas não respondia, então me levantei e fui até meu guarda roupas pegando apenas uma cueca e a vestindo e voltando para a cama  me deitando na mesma, e me cobrindocom um lençol.


Me revirei na cama pegando novamente o meu celular vendo se Kook tinha enviado algo, mas pelo visto ele ainda estava online mas não tinha respondido. Então coloquei meu celular ao meu lado e fechei meus olhos esperando uma resposta dele. E acabei adormecendo.


Acordei com batidas na porta. Abri lentamente meus olhos e vi Seug hyun hyung a minha frente.

Ele mordia uma maçã e falava com a boca cheia.

- Eu os meninos vamos dar uma volta - disse. - Pelo que vejo você não vai querer. Mas já aviso logo, não sei que horas chegamos.

Eu apenas abanei minha cabeça e dei um tchau pra ele.


Além de eu estar cansado, se fosse pra sair seria com outra pessoa.

Peguei meu celular e abri no kakao.


Jungkookie


[00hs20] Desculpa hyung, eu fui tomar banho.

[00hs20] E acabei me distraindo.

[00hs21] Me perdoa.

[00hs25] Hyung?

[00hs25] Você nem tá visualizando.

[00hs35] Deve ter ido dormir

[00hs36] Boa noite hyung. Durma bem.


Sorri ao ver aquelas mensagens e rapidamente respondi.


[10hs05] Em uma hora eu vou estar em frente ao seu apartamento, te espero no carro.


Enviei a mensagem sem ao menos esperar uma resposta e fui me levantando e jogando o celular na cama indo em direção ao banheiro.


Já eram 11hs quando eu finalmente saí do meu quarto e fui em direção a sala. Peguei minha chave e minha carteira e saí rapidamente dali.

Eu estava alguns minutos atrasados. Então corri e fui rapidamente até a garagem pegando meu carro saindo dali.

Entrei no carro apertei o cinto e fui em disparada até a big hit.

O trânsito não estava pesado. Portanto em cerca de dez minutos eu já conseguia avistar a silhueta de Jungkook na porta. Tentei não parecer nervoso e parei bem em frente dele e abri a porta ainda dentro do quarto.

Jungkook entrou e sentou no banco puxando o cinto e o prendendo.

- Boa tarde hyung - disse abrindo um sorriso doce e tímido.

- Boa tarde pequeno - eu falei me virando pra ele por um instante e depois ligando o carro para sair dali e ir ao lugar que eu planejava.


JUNGKOOK

 

Eu estava no carro de Jinyoung faziam quinze minutos. Eu não fazia ideia de pra onde ele me levaria. E mesmo perguntando a ele, o mesmo havia dito que seria uma surpresa. Então eu preferi ficar calado a espera do local que ele me levaria. Depois de mais cinco minutos na estrada finalmente ele deu um sinal de que iria parar o carro.

- Pequeno eu só vou ali e já volto - disse saindo do carro e me deixando lá.

Eu esperei até que ele voltou com algumas sacolas em mão. Ele entrou e jogou as sacolas no banco de trás e pegou o que parecia ser um refrigerante de lá e um pequeno pacote de salgadinhos.

Ele abriu a latinha e deu um longo gole e depois a passou para mim.

- Não quero que você fique desidratado. Ainda vai demorar para o almoço. E coma isso também - me passou os salgadinhos.

Eu peguei a garrafa dando um longo gole enquanto ele ligava o carro e voltava a estrada.

Finalmente quando ele parou o carro pegando todas as coisas no banco de trás eu desci juntamente com ele, reparando logo onde estávamos. O lugar parecia distante da cidade, no campo. Haviam várias árvores ao redor. E uma casa de madeira simples entre elas. Ele se encaminhou até mim segurando minha mão.

- Surpresa - disse próximo ao meu ouvido. - Eu queria ter te trazido antes aqui. Mas aconteceu muita coisa.

Eu acenei sorrindo pra ele e nos encaminhamos para dentro da casa.

Ao adentrar a casa eu percebi o quão simples ela era. Mas apesar de sua simplicidade ela era bastante aconchegante. Havia apenas um cômodo. E nesse cômodo havia uma grande cama e na frente dela um sofá para duas pessoas. Mais para a direita havia um grande balcão. Que dividia o pequeno cômodo. E do outro lado havia uma cozinha. Com fogão, armários e uma geladeira.

- É lindo aqui - disse mais pra mim do que para meu Hyung.

- Que bom que gostou - ele disse jogando as coisas sobre o sofá e me abraçando por trás. - Por que vamos passar a noite aqui.

- Hyung.. - eu comecei.

- Nada de hyung, eu já falei com seus amigos. Você não tem nenhum compromisso - ele me abraçou mais forte fomos nos encaminhando até a cama. - Hoje você é todo meu.

Ele me virou e me olhou com olhos felinos me pressionando mais sobre a cama.

- Você confia em mim? - ele perguntou dando um selo em meus lábios.

- Plenamente - respondi abrindo um sorriso me jogando na cama e me puxando com ele.

Ele caiu sobre minhas pernas e rapidamente começamos um beijo, que no começo era intenso e rápido, mas depois foi ficando vagaroso. Mostrando que não tínhamos pressa. E só queríamos provar cada parte de nossos corpos.


Ji Yong se levantou e  vagarosamente foi retirando sua camiseta.

Eu me levantei e fui tirando a minha com sua ajuda.

- Isso é um pecado sabia - ele disse tocando meu abdômen. - Você ter um corpo tão gostoso assim.

Eu fechei meus olhos e me deitei na cama tentando não ver o jeito que ele me olhava. Eu sabia que ele me desejava. Mas isso me deixava quente só de pensar.

Ji Yong foi dando leve selos em meu pescoço até descer para um de meus mamilos abocanhando um com vontade. O que me fez soltar um leve gemido.

Eu mordi meus lábios com força tentando suprir o que viria.

- Não faça isso  Jeon - G Dragon disse morrendo de leve o lábio que eu tentava segurar com os dentes. - Eu quero ouvir cada gemido seu.

Ele me olhou profundamente e eu fechei meus olhos com força. Seu olhar era tão penetrante que eu não consegui nem ao menos o olhar.

- Não se acanhe pequeno.

Meu Hyung foi novamente beijando meu pescoço e descendo sobre meu abdômen. Ele chegou próximo ao meu umbigo e segurou o cós da minha calça a retirando juntamente com minha cueca. O que me fez, dar um longo suspiro.

G Dragon olhou pra mim com olhos famintos enquanto mordiscava o lábio inferior. Eu praguejei por ter aberto os olhos justamente nesse momento. Foi rápido, quando eu voltei a fechar meus olhos tentando não ver o que ele fazia, pois minha vergonha era tamanha. Ele pegou meu pênis e o colocou em sua boca. Eu jamais achei que sentiria algo tão bom. Mas sentir todo meu membro em na boca de meu sunbaenim era incrível. Sua boca o chupava dignamente. Seus lábios macios roçavam na fina pele e me davam um prazer imensamente grande.

Enquanto ele engolia meu membro com vontade eu apertava o lençol da cama entre meus dedos, e soltava gemidos tímido. Eu tentava muito não gritar. Pois era o que eu realmente queria fazer. Pois desde a primeira vez que nós tivemos algo eu me sentia sedento por ele. Sua pele era como um fogo em brasa próximo a mim. Sua boca parecia ferver quando tocava minha pele.

Ji Yong era uma droga e eu estava complementante viciado.

De repente ele parou o que fazia e me olhou com um sorriso ladino.

- Eu desejei isso tanto que você nem imagina - ele proferiu enquanto ia até o sofá e pegava algo em uma sacola. - Você realmente confia em mim?

- Eu confio minha vida em você Hyung.

G Dragon sorriu pra mim e abriu algo que ele tinha em uma das sacolas.

Ele retirou o restante de roupas que tinha e depois abriu algo com os dentes o que parecia ser uma camisinha.

Eu estava complementante vulnerável. Deitado sem roupa alguma. Enquanto ele desenrolava a camisinha e colocava em seu próprio membro e me olhava com desejo. Eu já tinha perdido a vergonha. Meu corpo só queria Ji Yong e mais nada.

G Dragon se posicionou sobre meu corpo e deu leves beijos sobre meu rosto. 

- Eu te amo - falou enquanto beijava meu rosto. - Eu te amo Jeon Jeongguk.

Ele pegou um pote que havia posto sobre a cama e o abriu.

- Se você se sentir mal - falou passando dois dedos dentro do potinho. - Ou se você sentir algum incômodo. Me diga que eu paro.

Eu apenas acenei positivamente esperando que ele continuasse.

Eu senti algo gelado sobre minha entrada, era estranho e incômodo. Mas eu gostaria de sentir aquilo.

G Dragon rodeava minha entrada espalhando o lubrificante com tanto carinho

Eu dava leves espasmos com aquela sensação. Era algo incômodo mas que eu não queria parar de jeito nenhum. Senti quando ele introduziu um dedo em meu canal. Foi aí que eu soltei um resmungo nada feliz.

- Não - eu disse quando Ji Yong fez menção de tirar o dedo dali. - Continua, eu aguento.

Depois do meu comando o que se passou mais pra frente melhorou. Mas quando foi introduzido mais um dedo o desconforto veio novamente.

- Você tem certeza que quer que eu continue Jungkook?

- Por favor - tentei disfarçar meu olhar de desconforto e sorri. - Continua.

Após sentir os dois dedos dentro de mim eu passei a respirar com calma tentando aceitar aquela dor. Não era possível que só teria dor. Eu sei que ali no fundo eu sentiria algum prazer. Só esperava que chegasse logo.

Após um bom tempo sentindo os dedos de G Dragon dentro de mim eu finalmente senti algo que poderia ser um mínimo prazer.

Quando finalmente ele começou a retirar os dedos e os colocando lá com agilidade.

Ele retirou os dedos dali o que me fez resmungar e se posicionou bem no meio das minhas pernas.

- Se doer muito. Por favor me diz.

Eu apenas acenei com a cabeça e me ajeitei no colchão. Ele pegou o restante de lubrificação e espalhou por toda a extensão de seu pênis. Eu olhava aquilo sedento e ao mesmo tempo com medo do que viria.

Quando ele finalmente posicionou a cabeça de seu membro em minha entrada eu suei. Em apenas um movimento eu senti algo me rasgar ao meio. Eu gritei de dor e senti uma pequena lágrima escorrendo do meu rosto.

- Vai passar  - disse se deitando sobre mim dando leves selares em meu rosto. - Vai passar.

Eu esperei, e esperei. Até que o incômodo já não era tão grande. Então olhei nos olhos de meu Hyung o permitindo se mexer. G Dragon se mexia com cuidado. Ele parecia ter medo de me machucar.

- Hyung-  gemi mais do que falei. - Hyung, com força.

Ji Yong olhou pra mim com aquele olhar que só ele tinha e finalmente começou a se mexer de verdade.

Meu corpo estava dolorido. Mas eu começava a sentir o prazer de que tanto falavam.

G Dragon dava longas estocadas em mim. E eu só conseguia gemer sentindo aquilo. Ele pegou meu membro e começou a fazer uma masturbação ritmada com as estocadas que dava em mim.

- Ahhh - eu soltei de repente sentindo algo que jamais havia sentido antes. Quando eu achei que não poderia mais sentir prazer, ali estava. Sexo parecia uma caixinha de surpresas.

Novamente senti aquele prazer intenso. Meu corpo mole com todo aquele prazer das estocadas e da masturbação estava inerte. Eu estava a ponto de explodir. E só precisava de mais um pouco para eu finalmente gozar.

- Oppa - provoquei meu Hyung. - Mais forte.

- Puta que pariu Jungkook.

Após isso eu senti estrelas meu ápice veio após várias estocadas de G Dragon com força. Senti meu corpo cair mais ainda sobre o colchão e depois senti Ji Yong despejar em mim e cair sobre meu corpo.

- Isso foi maravilhoso - disse se jogando ao meu lado.

Eu apenas sorri e me aconcheguei em seu peito.

- Hey - ele me chamou. - Nós temos que comer.

- Deixa eu ficar um pouco aqui Hyung - falei fechando meus olhos. - Só um pouco.


G. DRAGON


Jungkook estava adormecido em meus braços. Ele parecia um pequeno anjo que tinha sido enviado para salvar todo meu tormento.

- Eu te amo tanto - disse bem baixinho beijando de leve seu rosto.

- Eu também te amo Hyung - Jungkook disse coçando os olhinhos. E se aconchegando mais em meus braços.

- Jungkook eu quero lhe fazer um pedido - eu falei meio temeroso.

- Diz Hyung.

- Jeon Jeongguk - você quer namorar comigo?

Por um instante eu achei que Jungkook estava morto. Porque ele nada falava. Até que após alguns segundos que pareceram uma eternidade, ele me beijou.

- Eu aceito Hyung - disse quando parou de me beijar. - Aceito.

Ele voltou a se aconchegar em meu corpo e nós ficamos ali por um bom tempo. Finalmente juntos como namorados.


3 meses depois


JUNGKOOK


As coisas corriam bem para entrarmos no palco. Eu e os hyung nos aprontavamos, e os stafs estavam de prontidão para nos avisar a hora que entraríamos no palco Eu tinha acabado de receber uma mensagem do meu namorado me desejando sorte. Me sentia a pessoa mais feliz. Tudo estava bem com Ji Yong e eu. Tudo tinha voltado a ser como antes.

Uma voz avisou que iríamos entrar. Eu ouvi milhares de gritos e todos nós entramos no palco.

Os armys gritavam ensandecidamente por todos nós. Até que a primeira música tocou e todos nós começamos a cantar e dançar

Estávamos no fim do show quando algo aconteceu.

Eu me vi cair ao chão. Senti uma dor aguda em minha cabeça e algo molhado tudo ficou escuro e eu nao vi mais nada. 


Notas Finais


Não me joguem pedras. Please.
Sei que é maldade acabar capítulos assim. O próximo será o último. Nos veremos em breve. Eu espero.
Agora vamos ao que interessa. Pra vocês não ficarem me matando com a espera das minhas fic. Eu tenho as melhores fanfic que vocês vão ler. São topzera. Vão lá.
https://spiritfanfics.com/historia/hey-thief-8131639 (Yoonseok/Namjin/Vmin)
https://spiritfanfics.com/historia/hey-hands-up-9647519 (Markjin/Markson/Jinson/Markjinson/2jae/Yugbam)
Para mais informações meu tt. @e11enjacob


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...