História Just a friend....or no...!? - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Iris, Kentin, Lynn, Lysandre, Nathaniel, Nina, Rosalya, Violette
Visualizações 674
Palavras 1.224
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OIEEEEEE MEU POVO LINDO,
Tá parei...
Então gente eu nem demorei tanto mais eu demorei, sorry.
Eu não tenho nenhuma desculpa desta vez, só tava sem vontade... Sorry.
Enfim, tambem tava bem estressada por causa dessa merda de horário de verão, que coisa mais desnecessária...
Ta, chega de enrolação e vamo ler, vejo vocês nas notas finais.

Capítulo 34 - " Até três dias. "


Fanfic / Fanfiction Just a friend....or no...!? - Capítulo 34 - " Até três dias. "

   Estava sentada no sofá totalmente entediada. Tinha separado esse dia para ficar somente com Dakota mais ele havia me trocado sem mais nem menos pela vadia da Alyssa. Por algum motivo isso me deixava com muita raiva, e, ao mesmo tempo, me deixava muito chateada.
   Meus pensamentos e emoções estavam mais confusos do que nunca, eu sentia algo mais pelo Dake. Eu comecei a desenvolver esses sentimentos quando transei com ele, mas me negava aceitar que talvez eu possa estar... Que talvez eu possa estar apaixonada pelos dois.
   Eu tinha que conversar com alguém mais as minhas opções estavam muito limitadas. Dakota não dá, não posso falar com ele sobre o que eu sinto a seu respeito e o mesmo vale para o Cassy. A Alyssa mostrou que é uma verdadeira vaca, então ela também está fora de cogitação. Damon está muito longe, apesar de dar para eu falar por telefone com ele eu não sei se me sentiria a vontade em falar meus sentimentos para um menino, Lysandre tem o mesmo motivo. Só me restava a Rosa e o Alexy, mesmo nos estarmos afastados demais ultimamente eles eram a minha única esperança. Tinha que contar tudo a eles e pedir a opinião dos mesmos, para saber se eu realmente sinto algo por eles.
   Arrisquei ligar para eles, por sorte os dois concordaram em vir. Acho que por meu tom estar um pouco desesperado na ligação. 
   Eu precisava desabafar e seria com eles que eu faria isso. Tinha que saber o que eu realmente sentia em relação aos dois.
   O barulho do telefone me tirou dos meus pensamentos. Quem estaria me ligando? Peguei o mesmo e levei ao ouvido.
" - Alô?
 - Lembra de mim. - Uma voz rouca e grossa soou do outro lado da linha.
 - Damon?! - Exclamei incrédula.
 - Não a sua mãe. - Me respondeu com ironia. - Claro que sou eu, quem mais seria?!
 - Aí meu Deus, Damon! Que saudade. 
 - Foi por esse motivo que eu estou ligando. - Anunciou animado.
 - Eu sei, é impossível não sentir a minha falta. Eu dou luz a sua vida. - Falei irônica, ouvi a gargalhada dele do outro lado da linha. Sorri também.
 - Então, " Luz da minha vida " - Ironizou. - Estou ligando para avisar que eu vou estar aí na sua casa em três dias.
 - Mentira!! - Exclamei
 - Verdade. 
 - Mas e a chata da sua namorada? - Perguntei com desgosto.
 - Ela vai ficar.
 - Aleluia! Vai fazer algo sem que a sua cachorrinha esteja colada à você. - Disse sarcástica, se tinha uma coisa que eu odiava era namorada dele. O menina insuportável.
 - Gente, quanto ódio no coração. - Falou imitando a voz de uma garota, gargalhei.
 - Como se você né tivesse mais... - Observei. - Aonde você vai ficar?
 - Na sua casa. - Falou como se fosse óbvio.
 - Quem deixou?
 - Eu!
 - Só vou deixar porque preciso de uma desculpa para tirar Alyssa da minha casa. - Falei amarga.
 - O que houve? - Perguntou em tom curioso.
 - Longa história. "
   Nesse momento eu escutei a campainha, deve ser a Rosa e o Alexy.
 " - Eu tenho tempo.
 - Mais eu não. Beijos Damon. - Respondi rápida.
 - Ah então é assim! Quando precisa de mim vem toda fofa agora está me dispensando. - Falou com mágoa falsa na voz.
 - Não é isso, depois a gente conversa. Sério uns amigos meus chegaram.
 - Okay então. Te vejo daqui três dias.
 - Até três dias. "
   Desliguei e fui até a porta.
 - Oi gente, que bom que vieram. - Falei meio tímida ao vê-los em frente à porta. - Podem entrar.
 - O que aconteceu? Você estava tão desesperada no telefone. - Rosa me perguntou cautelosa.
 - Então... eu sei que a gente anda meio afastado ultimamente mas vocês ainda são os meus melhores amigos e... - Fui interrompida pelo Alexy que também me abraçou me pegando de surpresa.
 - Para de enrolação minha diva, a gente não ficou junto pq você estava matando a saudade do Castiel. - O azulado me soltou e lançando-me um sorriso malicioso.
   Abaixei a cabeça e caminhei lentamente me sentando no sofá. Os dois me olharam com apreensão.
 - É sobre isso que eu queria falar com vocês. - Respondi as suas perguntas silenciosas e fiz sinal para sentarem ao meu lado.
   Eles sentaram ao meu lado e me ouviram atentamente sem me interromper, sem falar a opinião apenas mostrando o que acharam pela expressão estampada na face.
 - Sabe, eu acho que você está confusa. Mas eu tenho certeza que o que você sente pelo Castiel é muito mais forte do que o que você sente pelo Dakota. - Rosa opinou.
 - Nisso eu tenho que concordar. Você ama o que o Castiel, deve estar sentindo desejo sexual pelo Dakota por ter descoberto que ele transa muito bem. - Alexy brincou nos fazendo rir.
   O resto do dia foi assim, conversas, risadas, fofocas e desaforos. Pude esquecer por pelo menos um dia todo meu rolo com Castiel e Dakota, consegui focar nos meus amigos e esquecer os meus problemas pelo menos por um tempo.
   Descobri que Rosa está morando com Leigh, a relação dos dois está avançando cada vez mais e eu fiquei muito feliz por ela. 
   Alexy e Kentin estão namorando, o azulado me contou que o moreno já havia se assumido e os dois saiam para encontros quase toda semana. Vibrei com ele por esse motivo, fico feliz que pelo menos algumas pessoas estão com a relação boa.
   Descobri também que Nath foi definitivamente para Harvard e terminou com a Melody, Lysandre e Nina estão namorando e Armim e Violette também estando de rolo.
   Essa tarde foi uma das melhores da minha vida, porque eu pude passar ela o dia inteiro com os meus amigos.
 - Amiga eu tenho que ir, eu e Leigh vamos sair hoje e eu tenho que me arrumar. - A platinada anunciou se levantando.
 - Tá bom, vê se arraza viu amiga?! - Brinquei me levantando para abrasa-lá e a acompanhar até a porta.
 - Eu vou indo também. - O azulado também se levantou e fomos os três para a porta.
 - Tchau gente. - Me despedi.
 - Pera aí. - Rosa se aproximou de mim e sussurrou em meu ouvido: - Eu acho que você deve terminar com o Castiel até saber o que você quer.
[...]

    ********

[...]
Passei o resto do final de tarde assistindo TV já que não tinha nada para fazer. Ally saiu de casa de verdade já que suas roupas não estão aqui em casa e ela nem deu sinal de vida para mim.
   Depois de me entediar pela centésima vez no dia eu resolvi tomar um banho para não entrar em meus pensamentos de como resolver os meus problemas.
   Sai do banheiro enrola na toalha e ouvi o barulho da porta, talvez fosse a Ally que resolveu voltar. 
   Voltei a olhar para o meu armário tentando escolher que pijama usaria pois estava muito calor. Peguei um conjunto com estampa de Nutella e ao me virar senti um respiração quente em meu pescoço me causando um arrepio por todo o corpo.
   Eu sabia quem era, o cheiro é inconfundível.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, me desculpem os erros ortográficos e não esqueçam de comentar.
Bjsssss 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...