História Just a Girl - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Hayes Grier, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier
Tags Magcon
Visualizações 33
Palavras 502
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu acho q quase ninguem lê as notas do autor então só um oizinnho!!!!

Capítulo 1 - Just The Beginning


Sabe.... a maioria das historias começam com uma tragédia. Geralmente uma menina de uma fanfic sempre diz que é a excluída da escola que é considerada feia e zoada por todos, mas eu não sou assim podemos dizer que sou até bonita e sou zoada na escola, mas não por ser feia ou estranha, mentira sou estranha sim. A minha historia é um pouco diferente disso, mas mesmo sendo diferente cá estou eu sentada na ponta do prédio mais alto da minha cidade pensando se eu pulo ou não.Eu sei podem me julgar, eu sei o que eu estou fazendo é errado, porem parece ser tão certo no momento, uma solução ótima para os problemas. Com um simples pulo toda a dor vai passar e ninguém mais vai sofrer por mim.

Na escola quando entrei eu era considerada uma garota bonita que os meninos se matavam para ficar comigo só que a partir do momento que abri a boca eu deixei de ser uma pessoa atraente. Não porque eu fui escrota com quem veio puxar assunto comigo, entretanto acho q fui rude demais na verdade eu to cagando pra isso sou grossa mesmo e foda-se. Tento parecer durona, só tento porque na verdade por dentro sou uma fofura (as vezes).É pensando bem sou um ogro mesmo.Não tenho muitos amigos,(não brinca?  Tem coisa mais clichê?) continuando, porque acho q pelo fato de saber muitas coisas, ser grossa e não fazer questão de fazer amigos eu posso assustar um pouco as pessoas e como dito antes estou cagando pra isso.. Tenho um grupo de 3 amigas. Ana, Victoria e Amanda, cada uma tem uma personalidade que se completa . A Ana seria meio que a nerd do grupo, já a Victoria seria a mais distraída sempre pensando em garotos e em roupas e a Amanda é a mais sociável e esperta do grupo . Tenho um namorado o Peter, que é um menino comum , adora vídeo game, computadores e de sair com os amigo. Desde pequena eu sou muito amada pela minha família (tem hora que é até de mais)

Quando chega na parte de me descrever eu não sei dizer, eu não sei quem eu sou . Até eu que falei um pouco sobre mim mas não o que eu sou . Esse é o propósito dessa historia , descobrir quem eu sou e para que eu sou “útil”.Então para ter respostas resolvi contar minha historia até o dia de hoje.Antes de começar preciso dizer uma coisa essa historia é muito clichê e talvez você não concorde com as escolhas que eu fiz na minha vida mas saiba . Esqueci de contar um fato muitoooo importante da minha vida. o meu trabalho é um pouco incomum. Sou espiã, não como aquelas da TV q tem um batom a laser, apenas ajudo a policia em missões q são necessárias algum adolescente ou algo do gênero para se infiltrar ou talvez algumas que os policias não conseguem resolver, fazer o que sou um gênio.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...