História Just a Lover - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 11
Palavras 742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hii,
Vai ter um pouco de treta e histórias tristes nesse capítulo, e vcs vão ficar um pouco irritados(não quebrem a tela do celular ou computador).

Capítulo 4 - O amaldiçoado


Fanfic / Fanfiction Just a Lover - Capítulo 4 - O amaldiçoado

Suga' ON

Eu acordo e olho para os lados,me deparo com um Jimin dormindo encolhido na cama,minha mão vai em direção a sua bochecha a acariciando,tendo um murmúrio em resposta.

Um sorriso aparece em minha face,Jimin boceja e abre os olhos.

-Bom dia...-Ele diz.

-Tá com fome?-Pergunto e o mesmo assente com a cabeça.-De quanto,0 a 10.-

-29...-Ele respondeu bocejando e esfregando o olho.

Eu me levanto da cama e vou em direção a escada,chegando na cozinha eu percebo que tinha café pronto na bancada.A porta da sala se abre...

-Pai?-Eu digo surpreso.

-Acordou.Ainda bem,eu não queria tomar café sozinho.-Ele diz vindo na direção da bancada.

-Você não pode entrar na minha casa quando bem entende, e como consegui a chave?-Falei irritado.

-Pedi uma copia parar o proprietário antes de você se mudar...-

Eu já iria começar a gritar...quando ouço Jimin descendo as escadas e parando assim que pôs os pés na  sala,ele me olhava assustado...quando na verdade era "eu" quem deveria estar com medo.

-Yoongi o que é isso?-Meu pai grita.-Porque tem um garoto semi-nu na sua casa?-

-Ele é meu amigo,ele trabalha comigo.-Respondo,vejo o rosto de meu pai ficar vermelho.

-Isso não respondeu minha pergunta!Min Yoongi,se você ainda estiver saindo com...com homens!Eu juro...-Ele elevou a voz e ficou olhando fixamente para Jimin,que se encolhia cada vez mais.

-Como ousa envergonhar sua família assim?Trazendo esses diferentes pra sua casa,dormindo com eles,beijando...como pode não ter orgulho próprio?-

-Eu já disse,não tem nada entre eu e ele,e se houvesse eu não teria vergonha alguma dele,e continuaria tendo orgulho de mim...como tenho agora.-Digo elevando minha voz.

Meu pai começa a andar em direção a Jimin com ódio em seus olhos, Jimin ficou paralisado ali.Eu corro na mesma direção e me coloco na frente de Jimin que me abraça forte por trás, ele estava tremendo muito.

-Como você...se sua mãe te visse agora.Acha que ela iria ficar feliz vendo você assim?-

-Assim como?-Pergunto.

-Como uma aberração,como alguém amaldiçoado. Você não é assim...você não nasceu para se deitar com um homem,e muito menos um que se parece com uma menina de tão afeminado que é!-

Eu sabia que ele está se referindo a Jimin...e isso me enche de raiva.

-Jimin é bonito como nasceu,ele é um menino bom e inocente,que não merece ouvir seus insultos.Que se foda que  ele é um homem...eu gosto dele.Minha mãe ficaria feliz de me ver alegre e me aceitaria como eu sou. E se você não gosta disso...então não tem mais a mim como filho.-Assim que eu disse isso,era como se um peso no meu peito  tivesse ido embora. 

Meu pai apenas pegou sua mala e saio pela porta a batendo com força.Jimin se soltou de mim...ele estava chorando.

-Jimin...você está bem?-O mesmo não responde e continua a soluçar.-Não de ouvido ao meu pai,ele é um ignorante mesmo...-

-Eu tô bem...você me salvou denovou.-Ele disse enxugando as lágrimas.-Você...está bem?-

Eu não respondo,e sigo em direção a bancada pegando o café e o derramando na pia.Eu não iria deixar Jimin beber algo feito por aquele desgraçado.

Eu abro os armários e pego ingredientes para fazer mais café da manhã para nos três (três porque Min Holy  existe),eu olho para a sala e vejo Jimin sentado em posição fetal com Min Holy o lambendo.Ele não merecia ter ouvido aquilo.

_______________________________________

Jimin' ON

Eu confesso que fiquei realmente riste com o que o pai de Suga disse sobre mim..."diferente","aberração","afeminado","amaldiçoado".Essas palavras ficaram criando ecos sem fim em minha mente...

-Por que eu tenho que passar por isso de novo?-Eu disse para mim mesmo,só que um pouco alto. 

-De novo? -Suga disse em sua voz rouca.

-Meu pai me dizia essas coisas,ele me batia muito,existem marcas em meu corpo até hoje...minha  mãe nunca fez nada para o impedir.-Meu coração se aperta de começar a dizer essas coisas. -Eu era muito infeliz,e sentia muita dor psicológicá...um dia meu pai me disse tanta  coisa, me chamou de inúmeros nomes...minhas lágrimas sairam todas de uma vez,ele me espancou por não ser capaz de aguentar seus insultos...me chamou de bichinha,covarde,disse que eu era só mais um cachorrinho ferido e sem coragem...eu rastejei até meu quarto e chorei a noitenta toda.No meio da madrugada eu fui até o banheiro,tranquei a porta...e passei a lâmina de uma faca da cozinha no meu braço.-Yoongi me olhava assustado mas assento para que eu continuase. -Eu fui parar no hospital, foi um corte de 7 centímetros e tão fundo que podia ver meus músculos,mesmo depois disso...eu não parei...-Eu falei isso mostrando meus braços para Yoongi que me abraçou forte, colocanão minha cabeça sobre seu peito...seus braços me davam conforto e segurança...eu não queria me separar dele. 



Notas Finais


Esse foi o capítulo...eu realmente fiquei com o coração pesado quando fui escrever.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...