História Just a Passion Of Luke Hemmings? - Muke - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags Cashton, Muke
Exibições 15
Palavras 806
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


*Não revisei o capitulo*

Capítulo 3 - 3nd Day: Prazer em te conhecer...


Luke

Alguém me bate e diz que isso não é sério, por favor.

Andei até o sofá e me sentei. Desisti da ideia de sair hoje. Desculpa, Calum, mas eu não vou sair desse apartamento até convencer aquela criança que eu não sou um estuprador.

Michael

Eu ainda estava meio abatido. Parabéns, Michael, por deixar a porta do apartamento aberta, Seu Gênio. Me seguei, coloquei a mesma roupa mesmo e sai do banheiro. Passei pela sala para ir para o quarto, mas sou interrompido por uma voz:

- Hey, Michael, vamos conversar, juro que você entendeu tudo errado.

Dei um pulo ao ouvir essa voz.

- Você ainda está aqui? - digo.

- Sim. Olha, Michael, eu moro aqui.

- Hein? E como você sabe o meu nome?

- Os seus pais me disseram. Nós dois vamos dividir esse apartamento juntos. Desculpa se te passei a impressão errada. É sério. 

- Que brincadeira é essa?

- Pode ligar pros seus pais se quiser, eu não estou mentindo.

Eu peguei o celular e liguei para a minha mãe, coloquei no viva voz quando ela atendeu.

- Mãe.

- O que foi, Querido?

- Bem, tipo...

- Sra. Clifford. - o loiro me interrompeu - É que é o seguinte... O Michael não está acreditando que vai ter que dividir o apartamento comigo.

- Ah, sim. Michael, o Luke vai sim dividir esse apartamento com você. Ele será o seu responsável, certo?

- Certo?! Nada certo! - gritei - Desde quando a senhora--?

- Foi ontem. Eu conheci o Luke e ele não estava conseguindo alugar o apartamento, então nós alugamos para ele contanto que dividisse com você. Vocês vão morar juntos.

Ela desligou. Ela sabia que eu ia retrucar. Suspirei. Não havia nada para falar.

- Então... - o loiro começou - Hã... Eu não me apresentei... Me chamo Luke Hemmings... - estendeu a mão - Prazer, Michael...

- Prazer... - apertei a sua mão.

- Então... Er... Desculpa?

- Por?

- Por aquilo no banheiro?

- Tanto faz... - peguei uma mochila minha que estava no chão e fui pro quarto, ignorando ele.

Tranquei a porta, me sentei na cama e liguei o laptop. Liguei para ele novamente.

- Que você quer, Michael?

- Que bom amigo você é em, Ashton?

- Um muito bom.

- Seu chato.

- O que foi?

- Já estou em Sidney.

- Sério?! Onde você tá? Quero ir te ver pessoalmente agora!

Dei para ele a localização.

- Tô chegando, amigo, me espera.

- Ok, te espero.

Ele desligou. Eu me aconcheguei na cama. A janela estava fechada, o que deixava o quarto escuro, do jeito que eu gosto. Ouvi batidas na porta do quarto.

- Hey, Michael.

- Que foi, Luke?

- Tá tudo bem?

- Está, por que?

- Hã... Por nada, não.

Rapidamente alguém toca a campainha.

- Eu vou abrir, ok? - ele perguntou.

- Ok.

Ele foi abrir a porta e logo depois gritou:

- Michael, visita pra você!

Sai do quarto correndo e quando cheguei na sala, alguém pulou em cima de mim, me derrubando.

- Hey, Michael, como é bom te abraçar pessoalmente, Cara!

- Não acredito que é você mesmo, Ashton.

- Ashton Irwin, ao seu dispor. 

- Idiota.

- O melhor idiota do mundo, só pra completar a sua frase.

- Babaca.

- Eu posso completar todas as suas frases, Querido.

- Ok então, Sr. Convencido, quer ir pro meu quarto?

- As janelas estão fechadas? - ele se levantou de cima de mim - Tem sol lá fora, isso acaba comigo.

- Vampiro.

- Pelo menos, um vampiro bonito, não acha? - disse e tentou me ajudar a levantar.

Ashton não sai de casa em dias de sol, apenas em raras exceções que ele sai. Fomos pro meu quarto e quando chegamos eu me lembrei de Luke.

- Luke! - chamei ele gritando e ele gritou de volta "O Que?" - Vem aqui, por favor;

Ele correu até o meu quarto, apesar de ser uma pequena distancia da sala.

- O que foi?

- Eu esqueci de apresentá-los. Esse é o Ashton, Luke e Ashton, esse é o Luke, a pessoa com quem eu vou dividir o apartamento.

- Prazer, Luke;

- Prazer, Ashton.

- Luke. - interrompi - Você sabe cozinha?

- Sei, mas já pedi uma pizza.

- Obrigado, Cara, eu acho que te amo.

- Por que? - ele perguntou rindo.

- Eu amo Pizza.

- Eu sei, por isso pedi pizza.

- Como você sabe?

- Seus pais falaram detalhadamente sobre você para mim.

- Aqueles... 

- Era só para eu saber sobre você.

- Tanto faz, só te agradeço.

- Quando ela chegar, eu te chamo. 

- Valeu, Luke.

Luke

É normal um homem ficar feliz com um "acho que te amo" de outro homem?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...