História ~Just A Protector~ - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Romance
Visualizações 10
Palavras 702
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Bissexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


A história a seguir é quase completamente derivada da mente de uma pessoa com problemas emocionais, devaneios de um ser solitário que misturam-se com a realidade.
A princípio deveria ser uma história completa, com vários capítulos, porém a dor que escrever essa história e o desânimo por ter de escondê-la fez com que eu decidisse postar apenas um capítulo, que a princípio seria o prólogo.
Esta é a primeira história que aqui posto, peço que tenham paciência com o modo de escrita pois não sou profissional e nunca cheguei a sair do bloco de notas.
Recomendo que leiam ao som de "The only exception" da banda Paramore.
Boa leitura

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction ~Just A Protector~ - Capítulo 1 - Capítulo Único

  O sol já estava se pondo , brilhando lindamente até em seus últimos instantes no céu, deixando um fraco brilho laranja e rosa pelo chão, pelas folhas, pedras e qualquer outro lugar que sua luz tocasse.

 Wayne permanecia em pé diante da mansão, segurava em suas mãos um buque de rosas amarelas que parecia se destacar ainda mais na luz do sol poente, esperava o momento certo para entrar no local . Já havia dado dois passos em direção à porta da frente quando por simples instinto, desviou o olhar para o lado e notou que a garota encontrava-se na estufa.

 Yume parecia distraída , mal notou quando Wayne parou atrás de si e limpou a garganta duas vezes tentando chamar sua atenção, por fim conseguindo na terceira. Wayne suspirou desviando o olhar assim que a jovem virou-se para lhe observar , limpou a garganta novamente buscando as palavras e quando o silêncio constrangedor já tomava conta do ambiente pôs-se a falar.


-Bom....como começar?  Primeiramente, peço desculpas ,eu fui tremendamente tolo e grosso com  a senhorita,sinto muito. Você é a pessoa que eu mais prezo neste lugar e eu acabei me apaixonando por você a algum tempo atrás, venho pensando nisso a dias e confesso que senti-me menosprezado quando  você começou a falar mais com aquela pessoa que você gosta…senti ciúmes eu admito,senti raiva também e não soube administrar direito ambos sentimentos  , portanto eu decidi ir embora da mansão, deixar o clã para trás e tentar esquecer ,mas lembrei-me de um conselho que recebi certa vez , se afastar nunca é a solução para desfazer um sentimento….

Eu peço que me perdoe por isso , juro que não vou agir de forma estranha nem tentar lhe cortejar ou algo que se assemelhe  a isso , também peço que continue a agir da mesma forma adorável de sempre comigo e não me estranhe. Não me diga que simplesmente confundi a admiração por você com outra coisa , entenda , sei quando amo alguém. Porém eu prometo me contentar em ser apenas seu amigo , e lhe peço perdão novamente por toda esta situação…- 


Wayne sentia-se leve e ao mesmo tempo angustiado ao terminar de proferir tais palavras , podia também sentir seu rosto quente e vermelho de vergonha , não podia olhar para o rosto da jovem , simplesmente não conseguia, apenas estendeu-lhe o buque , que Yume pegou rapidamente, em seguida abraçando Wayne.


- Eu nunca falaria que você está confundindo… Eu sei como dói ficar segurando um sentimento, ainda mais quando é por uma pessoa que você preza, e você tem conhecimento de como ela se sente. Fico feliz que você tenha me contado, ainda que infelizmente eu não possa corresponder da mesma forma. Não desejo a ninguém a angustia de ficar guardando no peito esse tipo de sentimento, e não se preocupe, eu não vou mudar meu modo de agir com você, desde que você fique bem com isso.-

 

 Apenas quando Yume havia terminado de falar, Wayne percebeu que as lágrimas quentes já escorriam livremente por seu rosto. Suspirou calmamente algumas vezes antes de poder retribuir o abraço da jovem , tentou conter as lágrimas, e quando sentiu que não poderia , fechou seus olhos e deixou transparecer tudo o que sentia no momento.

  Prometeu ser um bom amigo, mesmo sentindo-se um tolo…prometeu que se contentaria apenas com aquilo, sabia que não poderia fazer com que ela correspondesse seu sentimento, e sabia que já era tarde demais para tentar fazer algo.

 Então respirando fundo e abrindo novamente seus olhos,  abriu suas asas, tão cinzentas quanto a ponta de seus cabelos, tão desgastadas quanto sua alma , e envolveu-a nelas.

Apenas agora , abraçando a garota que amava e que considerava sua melhor amiga, Wayne percebera que o coração arrancado de seu peito por suas próprias mãos havia se reconstruido, pois mais uma vez podia senti-lo se partindo. 

 Enquanto apertava Yume em seus braços e observava a lua tomar o lugar do sol nos céus distantes, prometeu a si mesmo que sempre estaria ao lado dela mesmo que fosse apenas como um simples guardião , mesmo que tivesse de vê-la nos braços de outra pessoa.



Depois de dias na escuridão, Wayne finalmente se permitiu sorrir.



Notas Finais


Agradeço por sua atenção


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...