História Just a Trip - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 19
Palavras 1.964
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Luna: É a mais tímida e a mais jovem do grupo com 17 anos. É loira tem olhos azuis e é super educada.
Taylor: É a mais louca, assanhada e safada do grupo, além de ser a mais velha com 19 anos. É morena e bem extrovertida.
Anne: É a mais relaxada do grupo, tem 18 anos. É ruiva com os olhos verdes e pele branca.
Amber: É a mais engraçada do grupo, tem 17 anos. É morena, tem olhos cor de meu e cabelos compridos.
Maggie: É a mais inteligente do grupo, tem 18 anos. É loira, com os olhos azuis e pele branquinha.

Capítulo 1 - The trip


Fanfic / Fanfiction Just a Trip - Capítulo 1 - The trip

 

 

 

"Loving can hurts, loving can hurts sometimes..."

- Brasil, 3:00 -

Luna Pov´s 

Como assim? Como eu pude ser tão burra e tão ingênua a ponto de acreditar em um canalha desalmado feito ele? Começar a narrar uma história assim é horrível. A propósito, me chamo Luna Winters e acabei de completar dezoito anos. 

- LUNA, ABRE ESSA PORTA. -

Aquelas ali quase arrombando minha porta são minhas amigas, Amber, Anne, Taylor e Maggie. Elas estão nervosas porque eu me recuso a abrir a porta do meu quarto, estou triste e quero ficar sozinha....

- Luna Winters, se você não abrir essa porta eu vou arrombar! - Taylor, como sempre tão amorosa. 

- Podemos conversar outro dia? - Perguntei ainda deitada em minha cama.

- NÃO. - 

Suspirei rendida, levantei da cama e me arrastei até a porta. Quando abri, todas me encaravam com uma sobrancelha arqueada e um olhar raivoso. Típico.

- Doeu? - Maggie me empurrou e entrou no quarto sendo seguida pelas outras.

- Isso é invasão de propriedade! - 

- Luna, não é hora de brincar! - Anne me repreendeu. - Pode me falar o por que do chororó? 

- O Eric terminou comigo. - Me joguei na cama e escondi meu rosto num travesseiro. - Ele disse que está gostando de outra menina!

A coisa que eu esperava eram xingamentos vindos das minhas amigas, mas a única coisa que eu recebi foi um abraço, um abraço muito confortante, daqueles que você não quer que acabe nunca. 

- Não pensei que fosse tão sério... - Amber falou ainda me abraçando.

- E não é, ele só terminou com ela porque ele era um imbecil e não sabia que estava perdendo a garota mais maravilhosa do Brasil! - Taylor disse fazendo graça.

- Você não vai ficar chateada por causa de um idiota feito o Eric! Ou vai? - Anne arqueou a sobrancelha.

- Não, eu não vou... - Falei mais para mim do que para elas. - Mentira, eu vou sim! - Desabei a chorar.

Recebi outro abraço, mas desta vez mais demorado.

- Já que ele arrumou outra você também tem que fazer isso! - Amber falou sorrindo.

- Ela tem que arrumar outra? - Anne perguntou confusa.

- Não sua trouxa... - Taylor tacou um travesseiro nela. - Ela tem que arrumar OUTRO! 

- Um boy gato, educado, gostoso e que dá de dez a zero naquele chassi de grilo que você chamava de namorado! - Maggie disse e nós rimos.

Com a ajuda delas sei que tudo vai ficar bem, mas não tenho certeza se quero outro namorado agora.

-1 mês depois -

Bom, se passou um mês e eu NÃO ESTOU NADA BEM! Ainda não consegui esquecer o Eric, não saio de casa a semanas, nem estou mais gravando para o canal. Sim, eu tenho um canal, ele se chama "Gossips" e eu gravo junto com as minhas amigas, mas já faz séculos que não postamos porque eu estou meio fora do clima....

- Luna, eu só estou tentando ajudar... -

- Mãe, eu já disse que estou bem! - Era a milionésima vez que minha mãe ia no meu quarto só naquele dia.

- Luna Rose Winters, você não está nada bem! - Arqueei a sobrancelha - Você não sai do quarto, não grava mais para o canal e ignora as meninas sempre que elas vem aqui. 

- Tudo bem mãe, eu ainda sinto falta do Eric! Satisfeita? -

- Eu percebi isso a séculos, como posso ajudar filha? -

- Pode me ajudar saindo do meu quarto e me deixando em paz! - Disse grossa.

Ela saiu e eu me senti a pessoa mais desprezível do mundo. Ela só estava tentando ajudar, assim como todas aquelas vezes que as meninas vinham aqui conversar e eu enxotava elas para fora. Talvez fosse melhor mandar uma mensagem pedindo para elas virem aqui...

- Grupo Gossips - 

Eu - ÉÉÉÉ....Oi gente, faz tempo que a gente não conversa né? 

Maggie está digitando...

Maggie: Nossa, por que será, né? 

Eu - Sério gente, desculpaaaaaaaaaaaaaaa....

Tay está digitando...

Tay: Acho ótimo você ter mandado essa mensagem, até porque nós queriamos mesmo falar com você!

Eu - Comigo? 

Tay: *Emoji do dedão levantado*

Amber está digitando....

Amber: Já faz semanas que estamos tentando falar isso com você, mas a senhorita sempre arruma uma desculpa para por a a gente para fora da sua casa *Emoji revirando os olhos.*

Eu - Eu sei, eu já pedi desculpassssssss!

Anne está digitando...

Anne: Vamos chegar ai daqui a pouco! Beijosssssss.

Anne, Amber, Tay e Maggie ficaram off.

O que será que essas loucas tem para falar comigo? Estou superrrrrrr curiosa. Elas disseram "daqui a pouco" mas eu já estou esperando aqui a séculosssssssss...

- Chegay! - Taylor se jogou na minha cama.

- Caraca, vocês disseram "daqui a pouco" mas eu jurava que estava esperando aqui a quase dois anos! -

- Eita, deixa de ser exagerada. A Amber esqueceu as chaves e nós tivemos que voltar. - 

- Tá, agora podem me falar? - Falei empurrando Taylor da cama.

- Vamos contar quando você for educada. - Taylor rebateu sentando no puff.

- Taylor... - Anne a reprendeu - Bem Luna, depois que o Eric terminou com você, nós passamos umas semanas pensando sobre o que podíamos fazer para deixar você feliz!

- E? - Perguntei confusa.

- E conversamos com a sua mãe sobre o que iríamos fazer, ela deu a ideia da casa da praia que sua família tem em Miami. . - Amber disse com um sorriso enorme no rosto.

- E? -

- DEIXA DE SER CHATA LUNA! - Taylor brandou. - E NÓS VAMOS PASSAR 4 SEMANAS NA SUA CASA DE PRAIA EM MIAMI!

- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA... - Gritamos todas juntas. - VAMOS PARA MIAMI, VAMOS PARA MIAMI.

- 4 dias depois -

Estamos aqui, sentadas no avião, eu estou do lado de Taylor, Anne e Maggie estão sentadas juntas e Amber está ao lado de um menininho de quatro anos, hahahahaha....

- Luna? - Taylor me chamou.

- Oi? - Acordei dos meus devaneios.

- Estamos quase pousando, o que vamos fazer quando chegarmos em Miami?  -

- Que tal irmos a praia? - Sorri.

- Seria Ó-T-I-M-O! -

Continuamos conversando, jogando conversa fora, fizemos alguns snaps e finalmente o avião pousou. Descemos do avião e nos encontramos no centro do aeroporto.

- Ahhhhhhhhhh... - Anne bocejou. - Essa foi a melhor viagem de avião de todos os tempos! - 

´Obvio, você dormiu a viagem a inteirinha, ficou roncando do meu lado igual um porco... - Maggie esbravejou. 

- Isso foi porque vocês não ficaram do lado de uma criancinha! "Tia, meu nome é Davi." "Tia, eu tenho 4 anos." "Tia, eu preciso ir no banheiro!"  - Amber imitou a voz do garotinho e nós rimos. - Onde caralhos estavam os pais daquela criança? Eu ia esganar ele! - 

- Ah Amber, que exagero... - Falei ainda rindo.

- Exagero? Ele era pior que a Taylor de tpm.... - Nós rimos e Taylor nos deu língua.

- Beleza, agora bora que eu quero conhecer essa casa! -

Entramos todas num taxi, Anne no banco da frente dando as instruções para o taxista, eu, Taylor e Amber no banco de trás e Maggie apertada no colo da Tay. Quando chegamos foi um alívio, a casa era gigantesca, eu nunca tinha vindo aqui.

- Queridona, sua família está podendo hein?! - Taylor falou se jogando no sofá da sala.

- Não pensei que fosse ser tão grande. - Afirmei. - Vamos dividir os quartos? Eu fico com a Maggie, a Anne fica com a Amber e eu conheço a Taylor, sei que ela vai querer ficar sozinha...

- Pode ter certeza que eu vou! -  Ri pelo nariz.

- Bora gente, nós vamos nos arrumar e ir direto para a praia! - Amber gritou e corremos para os quartos.

Depois que todas nos encontramos na sala, já com os biquínis, fomos a praia. E não á nada melhor do que ter uma praia do outro lado da rua, modéstia parte, mas essa casa é INCRÍVEL. 

- Querem para a água ou sentar na areia? - Amber perguntou, a praia estava lotada.

Era muito diferente do Brasil, as pessoas usavam biquínis grandes e eram mais brancas que fantasmas. 

- Acho melhor ficar na areia. - 

Sentamos na areia, bem embaixo de um coqueiro enormeeeeee. De longe podíamos sentir olhares sobre a gente, pessoas que nunca haviam visto brasileiras de perto? Talvez! 

- Gente, não olhem agora, mas tem um grupo de garotos muito gatos encarando a gente lá daquele quioske! - Anne falou envergonhada.

- Puta merda, são gatos para caceta! - Tay disse virando o pescoço e encarando os meninos.

- Taylor, não olha! - Brandei, mas já era tarde demais, Taylor já estava mandando piscadinhas e mordendo os lábios para os meninos.

- Cara, você não presta! - Amber disse rindo. 

- Gente, estamos em Miami, bora aproveitar! - Ela disse animada. - Vocês acham mesmo que eu, Taylor Jordan, vou voltar para casa sem dar uns beijos na boca dos gringos? Ainda mais gatos que nem esses... 

- Pior que ela tem razão.. - Anne disse pensativa. - Ixi, eu não vou ficar sobrando não!

- O que você vai fazer? - Quando olhei para o lado, Anne também estava mandando piscadinhas para o grupo. - Mano o loirinho tá vindo aqui! 

- Olha, parece que ele gostou da Parker. - Taylor disse e Anne corou. 

- Eai... - O loiro disse e se agachou do nosso lado. - Brasileiras? 

- Como sabe? - Taylor perguntou sorrindo sapeca. 

- Americanas não costumam ter tanto corpo assim... - Deu de ombros. - A propósito, eu sou Matthew Espinosa, Matt, para os mais íntimos... 

- Epa, quer dizer que somos íntimos? - Maggie entrou no jogo.

- Não, mas podemos ser se vocês quiserem... - Matt disse sorrindo galanteador, cacete que menino gatoooooo.

- Eu sou Maggie Harris, essas são Taylor Jordan, Anne Parker, Amber Cooper e Luna Winters! - Ele sorriu. - Podemos ser íntimos agora? - Maggie perguntou, eu continuava quieta.

- Ainda não tenho o número de vocês! - 

Taylor nos encarou, olhou para o grupo dos meninos de novo e jogou um beijo.

- ****-****, Anota ai! - Taylor passou o número e nos a encaramos perplexas. - Me liga! 

- Ahhh, eu vou ligar! - Ele disse se levantando. - Foi um prazer...

- O prazer foi todinho nosso! - Amber disse sorrindo descaradamente. 

- Qual é o problema de vocês? - Perguntei incrédula. - Podem ser estupradores, sequestradores, ladrões, mafiosos....

- Ou podem ser só garotos! - Anne disse.

- Aff, que seja. - Levantei irritada. - Vamos embora! 

Puxei elas pelos braços, o grupo de meninos continuavam nos encarando. Quando chegamos a ponta da praia, Taylor virou para trás e deu um grito que fez toda a praia encarar a gente.

- EI MATT, ME LIGA MESMO, HEIN GATO! - Ele apenas lhe lançou uma piscadela.

- Você é louca.... - Disse puxando elas e atravessando a rua.

- Qual é ele é gato e os amigos dele também... - 

- Oxê, eu tava tão na seca lá no Brasil e aqui tá chovendo homem, Puta que pariu. - Anne falou se abanando.

- Ele gostou de você hein Parker! - Amber falou maliciosa. - Imagina se tu pega!

- Oxê se ela pega aquele lá, ela acaba com a seca no nordeste inteiro... - Maggie falou e nós rimos.

- Tá, confesso, eles eram gatos! - Me rendi 

- E? - Elas perguntaram em coro.

- E EU ESTOU LOUCA QUE ELES LIGUEM, TUDO BEM? - Eu gritei e elas comemoraram. 

 

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...