História Just Another Year - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 2
Palavras 1.942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Musical (Songfic)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - 1



 Eu já estava acordada quando Minha mãe entrou no quarto para me acordar, ela olhou para mim com certeza de espanto por já está cortada tão cedo:

- Annyeon Omma - digo levantando os olhos para ela

Ela não responde como de costume, mas apenas ignoro, pego meu celular e vejo o horário, realmente, esta muito cedo para mim, mas não importa, levanto me da cama e vou ao banheiro. Tomo meu banho e me arrumo.

Eu realmente estava com muita fome, desço as escadas de casa correndo encontrando o retardado do meu irmão parado bem no final da escada, dou lhe um chute para que saia da frente :

-anda, saia logo daí sua lesma

- só porque você é 8 anos mais velha não quer dizer que você pode me agredir - e lhe me olha com uma cara de... bem, a cara ridícula dele

Ele sai da minha frente e vou até a cozinha onde meu pai me está lendo um jornal e tomando seu café, vou até a geladeira e pego o leite e meu Danone de morango

- annyeon appa - digo com um sorriso alegre no rosto

-annyeon, dormiu bem essa noite ? Pronta para as aulas ? Vai fazer vôlei esse ano ? Está faltando algo em sua fala - ele fala me analisando

-1° sim, 2° não, 3°sim, 4° meokgesseumnida

- kamsamnida. Seu irmão já está pronto ? Quer que eu te leve ? Ou prefere o ônibus ?

-Ashi appa, pare com tantas perguntas que coisa chata, o pirralho de 8 anos esta na escada

Me levanto indo em direção ao lixo, eu sou lerda então joguei a colher no lixo e o bote na pia, fazendo meu pai me lembrar que já era a 10° vez que eu há feito isso, apenas ignoro, subo termino de me arrumar e saio de casa.

Vou até o ponto de ônibus, pego meu celular e meus fones de ouvido coloco bae bae do bigbang, e começo a fazer uma lista até o ônibus chegar.

Não tinha passado 20 minutos quando percebo eu alguém estava tentando chamar a minha atenção :

-você não percebeu que estou um pouco ocupada ? - digo um pouco sem paciência ( a falta de sono estava tendo consequências) tirando os fones, mas sem olhar para ele

-oh, me desculpe, não queria incomodar - ele fala um pouco envergonhado

No momento que levantei os olhos, fiquei com cara de espanto, e até mais branca. Ao notar meu espanto o menino da um sorriso quadrado onde só me fez ficar mais intrigada, levanto-me rápido até de mais e me curvo.

Ele (claro) faz o mesmo que eu, tento ver se tem mais alguém, mas a rua estava completamente deserta

-Aí meu deu! Você é taehyung, ou V, membro do B...T...S...

-eu sei quem eu sou, mas não sei quem é você -ele fala ainda sorrindo

-esse foi o troco por causa do " você não percebeu que estou um pouco ocupada" ? Me chamo him jangmin, e você gostaria de me perguntar algo, já que estava tentando me chamar

-talvez, prazer, á sim, onde fica o colégio da cidade ? -ele pergunta olhando para os lados

- bem, eu estou indo pra lá, e só pegar o próximo ônibus

-kamsamnida - ele se curva indo em bora

                    ☆★☆★★☆★

Taehyung não foi no mesmo ônibus que eu fui, talvez ele fosse mais tarde.

Meu santo T.O.P, era ele mesmo, será que os outros membros também vão ao mesmo colégio ?! Se isso acontecer vai ser minha morte, quer dizer não só minha mas das minhas amigas também, e duro só de imaginar meu bias e eu no mesmo colégio, se eu contar isso pra elas me mataram por não botar o taehyung em um potinho e levar para elas.

AÍ MEU DEUS, eu mergulhei em meus pensamentos que não acabei descendo no ponto certo, nervosa fui até a porta do ônibus e pedi para o motorista parar, eu estava no centro da cidade, mais ou menos 2 quadras do colégio, desci e comecei a correr, e justo nessa parte run começou a tocar, o que meu deu mais animação. Cheguei no colégio cedo, mais ou menos 2 horas mais cedo, ok, parece muito cedo, mas prometi a Yoora e a Min-jee  que chegaria cedo para contar sobre as férias, mas acho que cheguei antes das duas.

10 minutos depois vejo Min-jee correndo até mim, e o que eu faço ? Corro até ela, paramos mais ou menos 50 cm perto da outra e eu te dou um tapa fraco, ela estava rindo, mas parou subitamente, olhamos no fundo dos olhos de uma a outra

- YYYYAAAAAAAAAAA

Nos duas gritamos tão alto que o homem da portaria se assustou, nos demos muitas risadas, mas aí a Yoora chegou bem na hora, ficamos sérias novamente e ela também, ela deu um passo para frente e bateu em meu ombro, olhei para ela e depois para min-jee

-Yyaaa

dessa vez min-jee gritou sozinha, mas logo depois eu e Yoora gritamos deixando min-jee no vácuo. Depois é um tempo eu percebi que havia esquecido de falar para as meninas o que tinha acontecido mais cedo, era de se esperar o que aconteceu.

Yoora ficou super mega nervosa, ela queria por que queria ver ele, eu acho que vou surta. A gente falou de várias outras coisas aleatórias por 1 hora inteira, eu e as duas estamos na parte de trás do colégio onde e aberto com alguns bancos, eu fiquei em pé mesmo, sinto alguém me abraçar por traz, passando os braços pela minha cintura, vejo que as meninas firam sérias e não é por que iríamos gritar, viro para confirmar meus pensamentos, meu namorado sorria para mim, ele não tinha mudado nada, seus olhos mel, seu cabelo castanho ele com certeza era mais auto que eu :

- Kaeseu! Pensei que ia faltar a aula hoje - digo dando um selinho

- É, eu queria ver a coisa mais preciosa para mim

Logo após dizer isso ele sai dos meus braços e vai até a quadra onde ele se referiu a "coisa preciosa".

Kaeseu faz parte do time de basquete (ele só fica no banco durate os jogos )do colégio, ele é uma dos "populares", ele só finge mesmo, ele na verdade é um capacho do "maioral" e eu não vou com a cara da "namoradinha" desse "maioral", falo mesmo e se reclamar eu grito nessa porra,

Yoora e nem Min-jee não gostavam dele, elas falam que ele é muito artificial, e se quer saber, nem eu sei o por que eu ainda tô com esse  cara, mas eu sei que no fundo eu ainda gosto dele.

Saímos da área aberta e fomos para a sala, onde já tinham bastante pessoas, uma das minhas outras amigas a mi-cha, ela é do tipo tumbler girl, além de ser super divertida.

Fomos em sua direção, as cadeiras estavam com vários nomes escritos, mas Algumas não, talvez seria as cadeiras sem donos, procurei um cadeira não tão no fundo mas também não tão na frente, coloquei minha bolsa e sentei, min-jee pegou a cadeira atrás da minha, ao contrário de nos duas Yoora procurou uma cadeira na frente mas como não encontrou decidi trocar com ela peguei a cadeira do lado, e ela ficou no meu lugar, formando um triângulo, como fala um dos meus amigos, um triângulo do demônio, em falar nele, gostaria de saber porque ele não veio, olhei em volta para ver se eu tinha mesmo não visto ele, e, ele não veio mesmo, isso me deixou um pouco chateada, já que eu assisti um novo anime e queria que ele dar a impressão dele, deixa para outro dia não é mesmo

O sinal já tinha batido quando o professor de ciências entrou na sala de aula, todos levantaram e se curvaram diante dele, sentamos novamente e a bagunça volto a sala de 1 ano do ensino médio :

- Aí, será que eles não calam a boca, queria saber sobre a parte do concurso para entrar no corpo estudantil - Yoora fala nervosa

- Yoora você já é parte do da associação dos malas sem alça - falo e logo depois min-jee

- é, e o 5 ano consecutivo, porque ainda quer saber ? - ela revisa os olhos

- a é, eu tinha me esquecido disso, mas de qualquer modo

Yoora levanta a sua mão pedindo a palavra, professor ao ver que é ela exige silêncio e todos já sabem qual a pergunta da garota que é completamente ao contrário de mim, a boazona de tudo, eu reviro os olhos e volto a minha atenção para as outras pessoas, vejo em rosto que não consegui identificar logo de primeira, foi preciso o garoto perceber que eu o olhava, logo percebi que se tratava de um garoto que eu e minhas amigas brincávamos falando que íamos botar em um potinho por ser fofo, dou um grito meio engasgado, mas para Minha sorte só min-jee e Yoora ouvem, então elas olham na mesma direção, ao verem jeon... Jeon Jung-kook.

O dia não teve mais nem um tipo de aventura, quer dizer pintar na aula de redação foi uma aventura ( aquela mulher vê tudo), no final da aula Yoora foi embora cedo, seu pai tinha um compromisso e não podia busca ela mais tarde e min-jee e eu ficamos procurando os outros membros do bangtam, mas nada, aí ela teve que ir em bora e eu fiquei isolada.

como eu volto de ônibus para casa e não tenho a mínima pressa decidi ficar mais um pouco para ver o primeiro dia de vôlei dos menores, o professor como já me conhecia pediu pra eu ajudar com as crianças, fiz o que pude com elas, até milagres até que recebo uma ligação

**omma: jangmin venha para casa logo, seu irmão está passando muito mal,

Jangmin: Mas omma...

Omma: NÃO DISCUTA **

ela desligar o telefone na minha cara logo após de gritar comigo, mas minha preocupação com meu irmão e maior, mesmo ele sendo uma peste. Pego Minha mochila e saio correndo.

Mas as folhas com os desenhos de min-jee em minhas mãos acabam atrapalhando, eu olho por um momento para os meus pés, uma só distraída, com uma pessoa atrapalhada, aí aí, eu acabo batendo em alguém que também estava correndo, acabo derrubando ele eu e os papéis que estavam em minhas mãos agora estão no chão, além de mim, e mais o menino

-mianhaeyo - falamos o a mesmo tempo

Ele me ajuda a recolher os papéis ( como você pessoa inteligente deve ter percebido, eu não sou uma pessoa de olhar para os rostos, então SEMPRE OLHE, serio) e logo na última folha ele para é observa o desenho com atenção, quando eu estou preste a pegar a folha ele olha para mim e sorri, isso com certeza foi minha morte, suas covinhas ficaram a mostra e seu sorriso ... (sexy, falei, não gosto, problem), pego o desenho das mãos de namjoon, sem tirar os olhos dele, olho rapidamente e vejo o desenho, e as coisas escritas, fico vermelha, levanto depressa e me curvo em sinal de respeito

- m...eu...meu nome e...e Jangmin, e um prazer te conhecer ,agora, bem, Tchau

Corro ainda mais do que antes, $%#/ £$& /$ QUE VERGONHA, PORRA MIN, POR QUE TINHA QUE ME DAR ESSE DESENHO HOJE ?!?!

Quando estava a um quarteirão de casa decido comprar uma água para mim, eu corri muito, e nem tinha run tocando, abro a minha bolsa para procurar minha carteira, pego-a e procuro o dinheiro, e vejo que meu cartão de acesso tinha sumido, comprei a água e fui para casa mas ferrada que o normal. Ao chegar não tinha ninguém em casa, troquei de roupa e apenas fui dormi.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...