História Just Another Year - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 1
Palavras 2.378
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Musical (Songfic)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 2


Acordei com o despertador, olho para as horas e me assusto, eu estava meia hora atrasada.

Levantei rápido demais, minha cabeça começou a girar e eu cai no chão, ok, eu não posso falar que eu tenho equilíbrio.

Levanto do chão, coloco o uniforme e visto meu converse cano alto, pego a mochila e desço as escadas de casa correndo de novo, meu pai já não estava mais em casa, nem minha mãe, olho para o lado e me deparo com a praga do meu irmão de pijama de gatinho dormindo no sofá

- Ei, você não vai para o colégio não ? - digo dando tapinhas para lhe acordar

- Eu disse o que sobre agressão física? Seja uma boa menina e irmã e me deixe dormir aqui em paz - Ele diz ainda de olhos fechados

Me distanciando um pouco e depois pego uma almofada, jogo-a para cima e bato com toda força como se fosse um saque de vôlei, atingindo sua cara, ele tenta correr atrás de mim, mas saí de casa batendo a porta na cara dele.

Yoora mora no mesmo condomínio que eu, e vejo que ela ainda não havia saído de casa, vou te sua casa e bato na porta, a mãe dela abre gritando seu nome.

-Annyeong jangmin, gostaria de algo ? -disse a mãe de yoora com um sorriso

- Annyeong, na verdade sim, a senhora poderia me levar hoje para o colégio junto com Yoora ?

-Claro flor, então me faça um favor, chame yoora. ela esta demorando de mais!

Concordo com a mãe de Yoora, subo e vejo ela sentada na cama penteando o cabelo bem lentamente, ao me ver leva um susto, pego em seu pulso e nos duas descemos e fomos até o carro, entrei e fiquei olhando a cidade até chegar no colégio.

Chegamos no colégio, a primeira aula que teriamos era de educação física, ia ser em grupo, mas esse grupo eram os 1°, 2° e 3° anos juntos.

Saí do carro e vejo que só faltava alguns minutos para bater, saímos correndo para sala ( mas íamos acabar descendo ), falei com Min e todos da sala foram chamados para a quadra onde teríamos uma palestra de saúde e blá, blá, blá... (É TUDO CHATO, DEUS É MAIS).

Na quadra, ficamos todos misturados, ensino médio todo, o mais interessante era o grupo localizado no fundo.

Sete garotos, todos reconhecidos por nós três, eles davam risadas de algo, talvez o fato da linda cara dos professores de educação física.  Uma mulher baixinha, com cara de má, e o professor ao lado dela, um cara de quase 2 metros.

Eu conhecia ele, meu treinador de vôlei. Bem rígido, ele olhava para todos, até seus olhos pousarem até mim, ele sorri e acena.

Depois, pareceu lembrar de algo, ele faz um sinal como se me chamasse, levanto e vou em sua direção, mas no fim e só para eu e minhas amigas ajudarmos a professora mais tarde, voltei e "sentei" (eu na verdade deitei) bufando:

- O que houve jang ? - Yoora fala erguendo a cabeça

- Ele pediu para a gente ajudar a mini bruxa - falo sem animação e caindo no chão

Min-jee estava olhando sem parar para os meninos que eu acabei fazendo o mesmo, estavam todos ali, J-Hope, Jimin, Jin, JungKook, V, Suga e Rap Monster.

E eu acho que eu passei um bom tempo olhando pra eles, pois todos da quadra começaram a levantar e eu "fui no fluxo" ( eu não sabia oque eu estava fazendo), mas eu pensava que ja podiamos ir em bora, quando Min-jee me puxou para mostrar que era só um aquecimento.

Ficamos todos em linha reta, e agachamos/fiz Ireoke jeoreoke, fizemos o caralho à 4, até começar um jogo de futebol de meninos e meninas. Eu acabei ficando de reserva, sentei no banco e brisei até Taehyung aparecer do meu lado, fazendo com que eu tome um susto:

- Annyeong Gyeong, como vai ? - ele fala sentando ao meu lado

- Bem - falo desconfiada

- E aí me fala, a quanto tempo você é uma Army? - ele falo indo direto ao ponto

- à 2 anos, Yoora a 3 e Min-jee 1 ano, mas serio o trabalho de vocês e incrível, do vocal ao rap, que particularmente e muito bom, suas danças também, TUDO! - digo um pouco esterica de mais

Ao terminar a frase vejo que Min-jee havia feito um gol, levanto viro me para ela e para Yoora, e gritamos o mais alto possível "YYYAAAAAAAH" ninguém nos olhou, só os novos.

Taehyung,que estava atrás de mim, tomou um susto, mas logo depois viro e vejo ele dando risada.

Yoora e Min-jee vieram em minha direção, Taehyung as cumprimentou as duas e logo, e NÃO SEI COMO, Yoora e ele já estavam tendo ALTOS papos (Yoora é muito sociável).

Dei uma cutucada em Min-jee para irmos embora, saí dando risada junto com Min-jee de como a Yoora deveria estar por dentro, fomos andando pela quadra sem rumo, até Jin aparecer na nossa frente.

- Desculpe atrapalhar vocês duas, mas vocês sabe onde fica o banheiro ? - ele fala um um sorriso tímido no rosto

- Olha, eu não sei onde é o banheiro masculino, mas sei o feminino. - falo sem pensar demonstrando meu espanto

- Eu acho que eu não tenho o órgão genital certo para poder entrar no banheiro feminino. - ele responde um pouco constrangido

- É logo ali, meu nome é Min-jee, e o dessa boca solta é jangmin - Min-jee fala em um tom de voz tão timido que ele percebe que somos armys

- Obrigado, foi um prazer conhecer vocês - ele se curva e depois vai embora sorrindo

Olhei para Min-jee, começamos a pular de felicidade e para de pular e volto a olhar para ela, e  ela sabia o que eu tava pensando: "Como cê sabe onde é o banheiro masculino, safada?" Ela parou olhou e só falou "os banheiros são um do lado do outro" mas só para lhe provocar fiquei com uma moon face.

Depois de Yoora terminar a conversa com Taehyung caminhamos até o vestiário feminino, quando sou parada por uma mão pesada em meus ombros, viro me para ver quem era o ser, quando olho para ele seguro firme na mão de Min-jee, e ela se assusta e ela pega na mão de Yoora

- ahm, jangmin não é ? - namjoon olha meio tímido

- ai meundeus, ahn, sou eu sim, sou a pessoa que voce procura, pera que ? Voce quer saber onde fica o banheiro masculino ? E ali  - falo com um tom meio nervoso e sem pensar nas palavras DE NOVO

-- Não, na verdade eu queria te entregar isso, você deixou cair seu cartão quando eu bati em você ontem... voce ficou bem na

foto-  ele fiz mostrando o cartão com um sorriso

- aí meu Deus ! muito obrigada! minha mãe não ia pagar para mim um novo cartão para mim, ahn essas são ... - ao perceber que ele havia me chamado de bonita parei de falar, eu travei,

- meu nome é Yoora, mas me chame do jeito que quiser e ela - ela aponta para mim - é a jangmin e essa daqui é Min-jee - Yoora fala  normalmente depois de perceber que eu havia travado

- bem, no querendo ser grosso, mas eu já conheço jangmin - ele fala dando outro sorriso

- conhece ?! - digo falando assustada

- aí meu Deus que lerdeza viu - Yoora fala botando a mão na

testa- o tae, quer dizer o Taehyung deve ter falado pra ele

Enquanto Yoora falava eu estava tendo um mini ataque, eu Só Não Tinha dado Um Berro porque Eu Estava segurando forte no braço de min-jee.

Ouso alguém me chamar logo atrás, e percebo que era uma amiga louca, ela chega do nosso lado puxando os meninos ( do bangtan) pelo braço e  gritando como uma louca (que realmente é )

- GENTE, ESSES NÃO SÃO AQUELE GRUPO QUE VOCÊS TANTO GOSTAM, QUE VOCÊS CHORARAM POR QUE NÃO QUERIA QUE ELES FOSEM PARA O EXÉRCITO, E COM OS VÍDEOS DE "E SE TUDO ACABASE" ? - Hana grita com eles em volta

naquele momento, eu simplesmente abaixei a cabeça de vergonha e como uma retardada comecei a dar risada, mas era uma risada de nervosismo, todos os meninos também riam, mas era das nossas caras.

Eles começaram a conversar com todas nós, até com Hana, que nem sabia os nomes deles.

Todos ficaram impressionados com Yoora, ficaram interessados nos desenhos de Min-jee, dos tantos jogos e animes que Hana já tinha assistido, e a meu amor e fascínio por vôlei, toda vez que alguém falava algo sobre isso eu explicava e terminava a frase com "como eu amo vôlei" e até cheguei a convidar eles para um jogo.

resumido, não fizemos aula de educação física.

Na hora do intervalo a quadra estava reservada para o time titular de vôlei (como nos outros dias para os outros esportes), como uma "demonstração" de como funciona o vôlei no colegio.

fui ao vestiário e coloquei o uniforme do vôlei, porque isso ficou para o intervalo ? não sei, apenas sei que quase o colégio inteiro estava assistindo o jogo.

O jogo era meninos e meninas ( nos somos muito competitivos), e eu sou levantadora, entro em quadra e vou para minha posição, de início fico na 5 ( meio da quadra) e depois no rodízio vou pra 3 (rede) onde lá fico o resto do jogo, levantando.

Eu conseguia ouvir meus amigos gritando uns "você consegue" e até ouvi uma vez "você é muito ruim" de kaeseu, que acabou me desconcentrando. No intervalo do jogo quando estamos perdendo de 1 set a 0 fui em sua direção

- me faz um favor, cala essa sua boca, você nem sabe dar um toque quanto mais ser titular no time de vôlei, volta para o seu banco no basquete e baixa a bola. - falo com um olhar furioso

- quem voce pensa que é pra falar assim comigo ? Eu sou o homem nisso, voce deve me respeitar

Gyeong-u-- não é preciso ser alguém para falar com um bosta que nem você - digo dando -lhe as costas

Sai dali que a maior vontade de vencer, joguei como nunca, aquilo deu uma inspiração maior, ganhamos o 2° set, e como empatamos foi até o 3° set, que também ganhamos.

Fizemos uma fila para cumprimentar os que haviam perdido, e não gostamos de comemorar, pelo menos para mim isso da azar, você se gaba de mais e acaba tomando no toddynho (ou orifício anal), saí da quadra e fui falar com as pessoas que queriam nos dar parabéns ( nem sei pq isso tudo, já que o masculino não é tão bom assim), falei com os meninos, que ficaram boquiabertos

- vocês acharam que eu com esse amor todo por vôlei não ia ser boa né ? -falei dando risada

- sim - suga fala com sinceridade

- NÃO - os outros falam meio alto

Todos olharam para suga com cara de " era pra falar não" e depois vão embora, sobrando só eu e o Jin, que me olhava com olhar de dúvida

-quem era aquele rapaz que você estava brigando ? - Jin falo com curiosidade

- hum ? A Sim, o nome dele é kaeseu, ele é bem, meu namorado, ele é mais amigável quando ele nao esta com os "amigos" dele- minto para jin

- ele parece ser um babaca, mas você sabe bem calar a boca dele não é ? -ele fala sorrindo

- é, eu acho que sim - fico com o olhar meio perdido

Ao perceber Jin para é me abraça em consolo, fico vermelha, seu abraço era abertado e quente, como de um pai, era o momento certo deu botar ele em um potinho, mas achei melhor não.

Fui para sala onde teríamos aula de filosofia e falaríamos de como as pessoas agem ao falar sobre o que é realidade, respeito e pré-conceito, eu amo filosofia, e também história, talvez sejam as únicas matérias que realmente eu goste, mas como diz o ditado, tudo que é bom dura pouco, e a aula terminou muito rápido, e a aula de matemática durou uns 3 anos, eu acho que acabei dormindo durante a aula, de um hora eu estou vendo a cara do professor e outra estou sendo cutucada por mi-cha

- jang, você pode fazer uma trança no meu cabelo ? - mi-cha fala entregando uma chucha

-- hum ? Que? Fazê uque ? Ata sim, pega aí a escova que eu faço, e a chucha tambem - falo meio perdida ainda

Faço em mi-cha a trança e olho em volta, não havia nem um professor em sala, e vários burburinhos, me inclino em direção a Hana que estava terminando de fazer o dever de matemática.

Ela me falou que alguns professores tiveram umas confusões com alunos do 7°, 8° e 9°, ficamos muito tempo sem fazer nada até a diretora nos liberar.

"Arrumei" (arrumar = tacar tudo dentro da mochila ) minha mochila e fui em direção a saída até que Jin me chama junto com suga, J-Hope, rap monster, Yoora e Taehyung,

- jangmin nos sair para ir no parque, você quer ir com a gente ? - jin diz pra mim

- vou sim, mas me responde uma coisa, como vocês fizeram amizade tão rápido ?! Principalmente comigo ? - falo sedo sincera, não tinha nem 3 dias que nos conhecemos

- vocês são armys, e todas as Armys são nossas amigas - diz tae fazendo cara de tímido falsificado

- É, você causou uma ótima impressão em "várias" pessoas - ele falou olhando para os lados "disfarsando"

- oque estamos fazendo aqui ainda ? Vamos ao parque logo, Jimin e JungKook não viram porque estão treinando uma dança juntos - ele diz tomando frente do grupo

Saímos do colégio e fomos andando até o parque, que não era tão longe da minha casa, paramos e sentamos de baixo de uma árvore sem muitas folhas por causa do outono.

Realmente, eu amo o outono, e gostei de verdade dessa árvore, sei lá, ela me traz uma boa energia, foi aqui que eu e Yoora nos conhecemos, e graças e essa árvore tenho uma grande irmã ( e corretor )



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...