História Just Friends - Camren - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren
Exibições 99
Palavras 1.358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, FemmeSlash, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pequenos, dessa vez nem demorei tanto, não tenho muito o que disser apenas espero que gostem do cap

Boa leitura

Capítulo 9 - If it's a dream, do not remind me.


Camila Pov

Confusão, essa é a palavra que melhor define minha vida nas últimas 48 horas, e pode se dizer que é culpa minha pois tudo meio que saiu do eixo depois da minha imensa curiosidade em saber como  a Lauren estava e por causa de um pequeno acidente agora estou junto de sua família em um aeroporto lotado no começo da tarde esperando que a filha pródiga finalmente ultrapasse as portas do desembarque . Eu estava ridiculamente nervosa e por algum motivo - que tenho uma vaga lembrança - estou segurando balões de boas vinda para minha antiga melhor amiga - é possível atual paixonite - não sei o que me deixa mais nervosa a ideia de ver a Lauren depois de tantos anos ou o ódio que sinto vir de Taylor, ela não me queria aqui por nada e ainda estou tentando saber o por que dessa raiva contra mim. Na verdade só estou aqui pelo pedido da avó delas e como a senhora esta machucada seria covardia inventar uma desculpa pra não vir - acho que na mente dela Lauren e eu ainda somos amigas - por tanto estou aqui. 

O tweet da Lauren mexeu muito comigo - o que não é bom - depois de tanto ignorar toda e qualquer forma de contato que tentei durante os primeiros dois anos longe já tinha até perdidos esperanças de que um dia voltaríamos a ter o mais breve contato que fosse ainda mais com os anos passando tão rápido, por isso claro que surtei muito quando li que ela queria me ver, meus gritos de esteira assustaram tanto a Ally que só me acalmei quando minha amiga acertou minha cabeça com um travesseiro a surpresa de estar sendo atacada foi o suficiente pra me fazer parar de gritar - só que seria preciso muito mais que isso pra fazer minha mente parar de gritar - meu silêncio deve ter preocupada a menor já que ela se aproximou me colocando na cama e pedindo desculpas pelo que fez e que foi a única forma que achou de me parar já que logo os vizinhos iriam pensar que eu estava sendo atacada. Não estava prestando muita atenção em sua fala só sei disso por que ela fez o favor de repedir trilhões de vezes já que se sentiu ofendida pelo vaco que dei nela pelo meu silêncio. Minha reação não é digna nem na adolescente mais retardada que possa existir sei bem disso e não me orgulho de como estava me portando, mas ter Lauren de "volta" significa tanto pra mim que era tanta coisa pra assimilar, ela sempre foi meu porto seguro e assim que ela foi embora por um erro meu, senti como se tivesse perdido meu norte, muitos me diziam que eu ainda tinha tudo que muitos jovens gostariam de ter, porém tudo que eu queria era minha amiga e isso eu havia perdido. Enquanto imaginava se realmente iriamos nos encontrar escutei meu celular tocar no chão perto da parede - ainda não sei como ele não quebrou depois de tantas quedas - como não me mexi pra atender Ally que o fez e pude perceber em seu rosto a surpresa de estar escutando seja quem for na linha, percebo o movimento dela tirando o celular do rosto e apertando algo em sua tela o que logo pude perceber era o botão do viva-voz. 

- Camila esta aqui sim - Ally fala me olhando - então agora você poderia repetir o que me disse Taylor? 

Foi o preciso pra que minha voz voltasse

- Taylor? Como conseguiu meu número? - minha garganta doeu quando comecei a falar e só então percebi que precisava de um copo d'água depois de tanto gritar minha garganta ficou extremamente seca.

- Oi pra você também Camila - a jovem fala e já percebo que ela queria estar fazendo qualquer coisa menos falando comigo pelo seu tom sarcástico - eu estou bem obrigada por perguntar.

- Taylor fale logo o que me disse - Minha amiga falou sem paciência o que era uma surpresa pra mim já que Ally poderia ser um Buda de tão calma
- Okay Allyson, enfim Lauren esta voltando pra casa e minha Vó resolveu que quer você com a gente no aeroporto amanhã o que já deixo claro sou totalmente contra então se você for fique longe de mim.

A ligação acabou nisso, não tive tempo nem de perguntar o horário previsto que Lauren chegaria, então depois de muita insistência por parte da Ally me arrumei e fui até a casa dos pais da Lauren, fui bem recebida por eles e pela avó - Taylor não olhou na minha cara - tentei explicar que talvez não fosse o melhor momento pra um contato direto e que era o momento da família apenas, mas a resposta que tive foi "você é da famila sempre foi e sempre vai ser, queremos você com a gente amanhã e não importa o passado" mas pra mim era exatamente isso que mais pesava e assim que olhei pra vó dela não pude negar. Depois disso tudo passou como um flash até aonde estou agora no aeroporto. Em algum momento devem ter anunciado o pouso dela, mas eu não estava prestando atenção só olhei pra frente e não foquei em nenhum ponto específico como estava lotado isso claro até encontrar um par de olhos verdes inquietos a procura de algo que eu sabia ser sua família, Lauren andava enquanto olhava pra todos os lados até que pareceu ter achado o que queria pois começou a sorrir, porém assim que seus olhos cravaram nos meus percebi que ela perdeu o ar e parou aonde estava. Enquanto Taylor e Clara correram em direção a Lauren, fiquei no meu lugar sem saber muito bem o que fazer, de longe pude observar melhor como minha antiga amiga estava ou seja completamente linda com seu jeito simples de se vestir, era notável como ela tinha perdido peso, os cabelos soltos um pouco a baixa dos o ombros combinavam com ela  e acho que sem perceber suspirei.

- Até quando você vai ficar segurando esses balões com cara de boba minha filha? - levei um susto quando escutei a vó Jauregui falando comigo 

Só então tirei os olhos de Lauren - mesmo sem querer - e olhei para o lado onde o pai e a avó Jauregui ainda estavam

- Eu... eu não quero atrapalhar o momento - falei com insegurança pois realmente não sabia se era uma boa deia estar ali.

- Camila para de ser boba, vai logo falar com a Lauren - Mike fala/ordena e como se ele fosse meu pai o obedeci 

Minha caminha pareceu ser quase maior que atravessar o deserto do Saara o que é um tremendo exagero pois pra qualquer outra pessoa dei no máximo 15 passos, Lauren percebeu que eu estava me aproximando e voltou a me olhar e a partir dai meu foco era ela, apenas ela ali na minha frente de volta ao meu mundo. Sem perceber já estávamos uma de frente pra outra e sem conseguir me conter a abracei, coloquei meu rosto na curva de seu pescoço e ali me perdi sentindo seu cheiro suave - Lauren não podia usar perfumes fortes já que é alérgica - já estava considerando me afastar quando sinto os braços de Lauren rodearem minha cintura e me puxarem ainda mais contra seu corpo, meu coração disparou e sem me conter falei baixinho.

- É bom te ter de volta Lauren - falei tentando conter a voz de choro, era tão surreal ter ela comigo novamente.

Não estava esperando que ela fosse falar alguma coisa já que ficamos nos abraçando por uns dois minutos e tenho certeza que pra quem estivesse olhando essa cena era bem estranha até que escuto a voz rouca de Lauren cortando o silêncio que tinha se instalado na nossa pequena bolha 

- É muito bom te ver Camz, minha pequena virou uma linda mulher 

Não tenho certeza se escutei certo, isso só poderia estar sendo um sonho e caso fosse espero que ninguém me acorde.


Notas Finais


O comentários de vocês realmente me ajudam, então por favor opinem pois isso evita que eu acabe escrevendo algo que mesmo q pareça ser bom pra mim pra vocês é um completo lixo.

Me desculpem os erros de ortografia vou arrumar tudo quando der

Qualquer coisa é só chamar no Twitter @redhair3755


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...