História Just Friends - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Escola, Friends, Romance
Exibições 15
Palavras 1.501
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


(EU IA BOTAR UMA FOTO DE UM PERSONAGEM A CIMA MAS O APP DEU PROBLEMA)
Desculpa pela demora meu celular deu muitos problemas e tals então...
P.s eu público essa história também no wattpad com outra capa.

Capítulo 6 - Life is a Bitch


P.o.v Harper

-Harper, me espera-Izzie disse enquanto me seguia pelo corredor.

- Ele é idiota, imbecil, ridiculo, um cuzão comedor de rola... - falava nervosamente enquanto atropelava as pessoas pelo corredor.

- Harper, não dá pra..., Harper, DA PRA PARAR DE ANDAR POR FAVOR. - Izzie falou alto me fazendo parar de andar, ela e seu estupido instinto maternal.

- Ele é tudo isso que você disse o.k, mas não dá pra vocês dois pararem de serem teimosos e se perdoarem logo de uma vez. - Izzie falou segurando meus braços.

- MAS ELE BEIJOU A ROSE, A ROSE. - falei ainda mais alto, recebendo olhares confusos de alguns alunos.

- E ele é um idiota, mas não foi como se eles tivessem se casado, foi um beijo, não uma transa, você pode estar exagerando um pouco. - ela disse suavizando a voz, eu odiava quando ela tava certa, o que era na maioria das vezes, eu não deveria ter ficado tão brava, quer dizer, ele só fez aquilo para me irritar, o que funcionou completamente, no final do dia ele sempre seria meu melhor amigo, por mais estranhas que estejam as coisas entre a gente, por mais que eu sinto que o odeio nesse momento, ou que queira arrancar o "documento" dele com um estilete.

- Eu não vou pedir desculpas, por que não tem nada pelo que eu tenha que pedir desculpas... mas se ele me pedir desculpas, eu vou recusar do jeito mais educado possível, e só vou mandar ele tomar no cu uma vez. - falei com um entusiasmo falso, Izzie revirou os olhos e riu.

- Você sabe que vai acabar perdoando ele. - Ela deu de ombros e o sinal tocou, Izzie foi comigo até a minha sala e depois foi para a dela.

                         (...)

O sino da ultima aula bateu e eu sai da minha sala o mais rápido que eu consegui (o que não era muito rápido considerando que sou sedentária) James tinha tentado falar comigo entre o intervalo das aulas, mas eu dei um puta gelo nele, ele era bastante persistente quando queria, eu estava quase na saída, foi quado eu comecei ouvir gritos e tumultos no corredor atras de mim, do jeito que sou curiosa, não me contive e fui ver o que diabos tava rolando, parecia uma briga de galinhas, ou melhor briga de vadias, Valerie, a representante da turma estava gritando com a Rose por motivos que nem deus sabe, elas estavam discutindo tão alto que metade da escola parou para olhar.

- Eu realmente espero que elas comecem a se bater - Falou um menino atrás de mim.

- Por que? tá procurando conteúdo pra punheta? - Falei alto suficiente pra ele ouvir.

- Na verdade, sim. - Respondeu o menino, revirei os olhos e voltei a prestar atenção na "briga" ou foda-se o que era aquilo. Elas continuavam discutindo, captei algumas palavras sem nexo, dei de ombros e fui em direção a saída de novo, lançando um olhar irritado pro menino.

- Hey Harper. - Sebastian me chamou me fazendo virar de novo.

- Ah oi. - falei tirando o cabelo da minha cara.

- Você aínda vai almoçar com a gente?  - falou ele com um sorriso extremamente sexy

- Eu iria adorar, SÉRIO, mas aconteceram umas coisas e eu meio que pretendo ficar em casa e socar algumas almofadas - eu falei dando um risinho sem graça.

- É aquele negócio da Rose e do James? 

-Como diabos você sabe disso?- Perguntei recuando alguns passos.

-É a Rose e ela beijou o James, você acha mesmo que ela não ia espalhar pra metade da escola que ele beijou ela no meio do campo de futebol? - ele disse se aproximando de mim, como se tivesse vendo minha reação, dei uma risada sem graça.

- É tão típico dele não saber controlar aquela língua idiota e o pior... é que eu vou perdoar ele que nem uma trouxa que sou por que ele é meu amigo desde sempre ... -falei meio frustrada, meio irritada, meio pê da vida, ele deu um sorriso encorajador pra mim.

- A vida é uma vaca, sempre pregando peças - sussurrou com um falso ar de poesia, ri e balancei a cabeça.

- Merdas acontecem...que horas você volta do "almoço" ou whatever? - perguntei sem pensar, ele pensou um pouco.

-duas, três horas talvez.

- Tu pode fazer o trabalho depois de você voltar? - falei enrolando os fios do meu cabelo nos dedos.

- Pode ser, na minha casa ou na sua casa? - ele falou botando a mão nos bolsos do moletom.

- Seus pais vão estar em casa? - perguntei nem um pouco sutil.

- Não, eles trabalham a tarde.

- Então, pode ser na sua. - falei, ele lançou um olhar meio confuso, talvez tentando desvendar as minhas intenções, que no meu caso nem eu sabia direito quais eram.

- Okay. - ele disse finalmente. Falou que iria me mandar uma mensagem quando voltasse. Depois ele se despediu com um aceno e foi embora. Arrumei as mochilas nas costas e fui embora também.

                             (...)

- Que que deu agora com o mundo que todo mundo decidiu virar puta. - Izzie zombou logo depois de eu ter contado a minha conversa com o Sebastian.

- Eu não virei puta!! Em nenhum momento falei "Eu quero que tu me coma" pra ele. - arrumei o celular na orelha enquanto descia as escadas.

- Mas estava implícito na conversa né? - Izzie falou ironizando.

- Mas eu só perguntei se os pais deles estavam em casa.

- Pra você ir na casa dele depois. - ela me respondeu, revirei os olhos, e fui até a cozinha, Charlotte estava fazendo panqueca, enquanto minha irmãzinha Lauren estava sentada na bancada observando atentamente agarrada a uma girafa de pelúcia.

- Mas não foi minha intenção deixar alguma coisa implícita. - respondi pra Izzie, fazendo Charlotte me olhar rapidamente.

- Bom, mas deixou...

-Harpy, Harpy, Olha a Buffy. - Lauren me mostrou, uma panqueca recém feita pela Charllote com dois buraquinhos nos olhos e duas prezas simulando um vampiro, eu vi Buffy- a caça vampiros com ela, então toda vez que ela via um vampiro nos filmes ou nas séries ela chamava de Buffy, o que não fazia muito sentido já que a Buffy não era uma vampira mas tudo bem, sorri pra ela, e balancei a cabeça.

- Harper? - Izzie chamou no celular me fazendo voltar pra terra.

- Ahn?

- Apenas controle as pernas, e use camisinha, não quero virar tia muito cedo. - ela falou irritada e eu ri dela.

- Você já fez a pazes com James? - Izzie mudou de assunto.

- Nop. - respondi me jogando no sofá da sala.

- Ah que cú doce vocês são, aja paciência puta que pariu, preciso ir minha mãe tá me chamando pra almoçar, e faz as pazes com o James, e se você e Sebastian fizerem coisinhas me conta tudo.

- Thau Izzie. - Falei rindo um pouco. Bloqueei o celular e joguei ele do meu lado.

- Harper, vem almoçar. - Charlotte me chamou da cozinha me fazendo levantar com dificuldade do sofá e ir até a cozinha resmungando.

                           (...)

P.o.v James

- Isso é tão gay. - Collin murmurou pra mim enquanto eu jogava Until Dawn, o controle na mão e sentado no tapete do meu quarto enquanto Collin estava estirado na minha cama me olhando jogar.

- Super um jogo sobre um monte de monstros canibais... Quase que grita gay. - Falei virando minha cabeça levemente na direção dele.

- ah foda-se, vamos fazer alguma coisa.

- Tipo? -Falei concentrado no jogo.

- Vamos falar sobre você e a Rose. - Collin falou e levantou da cama me fazendo rir alto.

- Não existe eu e a Rose.

-Mas você beijou ela. - ele continuou me fazendo revirar os olhos.

-E dai? Eu ja beijei muita gente na minha vida.

- Mas você beijou ela pra dar ciúmes na Harper. - Collin disse me analisando.

- Não, eu fiz por que eu tava puto com ela, é diferente. -eu falei finalmente tirando minha atenção do jogo.

- Olha, veja bem, não estou julgando, considerando que a Harper é gostosa, eu realmente não estou julgando - Collin disse levantando as mãos em um sinal de indiferença, olhei ele torto.

-A Izzie também é gostosa, e eu também não iria julgar se você gostasse dela - Falei o provocando, ele me olhou com uma cara de nojo.

- Ela foi minha vizinha a minha vida inteira, a gente foi basicamente criado juntos, ela é quase uma irmã pra mim, já você e a Harper não. tá, vocês são amigos há bastante tempo, mas isso não significa porra nenhuma. - Ele falou me fazendo revirar os olhos.

- da pra gente parar de falar sobre isso que isso sim é bem gay. - eu disse pra ele e despausei meu jogo.

- Tá foda-se, fale o que quiser mas a Harper tá puta pra caralho com você sobre o beijo.

-obvio que ela tá puta comigo....eu beijei a Rose e a Harper odeia ela... eu também estaria puto comigo se fosse ela. - eu disse e Collin deu de ombros.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Próximo capítulo Harper e Sebastian jddndjdj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...