História Just Friends. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Melissa McCall, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski
Tags Hentai, Lemon, Scott Mccall, Stiles, Teen Wolf
Exibições 544
Palavras 3.440
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oe serumaninhos liendos, tudo bem com vocês? Eu to bem. Esse one shot (ou não) foi uma ideia que brotou do além, e eu amei. Porque super apoio esse shipp u.u todas as imagens foram a ISeeYou-A que caçou pra mim, minha lienda 💖
Boa leitura e depois cola comigo nas notinhas finais que a titia quer bater um papo com vocês.

Capítulo 1 - Capítulo único... Ou não.


Fanfic / Fanfiction Just Friends. - Capítulo 1 - Capítulo único... Ou não.

— Scott — Melissa gritou — Stiles chegou, e por algum milagre, usou a porta.
— To indo. — Scott gritou e saiu correndo do quarto rumo a sala.
— Queria muito ficar meninos mas eu tenho plantão e depois vou sair com seu pai Stiles… como amigos claro!
— Vai tranquila mãe, a gente vai ficar bem.
— É. Pode ir descansada. — Stiles assentiu.
Melissa encarou os dois com os olhos semicerrados.
— Nada de sair a noite pra procurar cadáveres?
— Nem pensar. — Scott disse confiante.
— Sem briga de lobos?
— Sem chance. — Stiles balançou a cabeça.
— Vocês dois vão agir como seres humanos?
— Eu sou um ser humano. — Stiles concluiu. — Eu também. — Scott arqueou a sobrancelha.
— Corrigindo, seres humanos normais?
— Claro mãe.
— Tudo bem. — Melissa se aproximou de Scott e deu um beijo na bochecha do rapaz em seguida fazendo o mesmo com Stiles. — Se cuidem. Qualquer coisa, qualquer coisinha mesmo. Me liguem, ou para o xerife.
— Vai lá mãe.
Melissa saiu e Scott bateu a porta, trancando a mesma.
— Vai subindo e ligando o video game que eu vou tomar um banho rápido.
— Tá bom cara.
Os dois subiram as escadas juntos. Mas assim que chegaram no corredor, cada um foi para um lado.
Scott entrou no banheiro e tirou a roupa adentrando o chuveiro, sentindo a água quente escorrer pelo seu corpo.
Stiles entrou no quarto do amigo e largou sua mochila no chão. Tirou o casaco e os tênis largando tudo perto da mochila. Caminhou pelo quarto e sentou no chão já pegando os controles e inicializando o jogo. Aproveitou que o amigo estava demorando no banho e ligou o notebook do mesmo.
Largou tal objeto na cama e andou até a porta.
— Ô Scott. Vou usar seu notebook tá? — Gritou da porta do quarto.
— Ah tá. Tudo bem! — Scott gritou do banheiro mas não havia entendido nada que o amigo havia dito.
Stiles deu de ombros e sentou na cama com o notebook no colo. Abriu o mesmo e ligou. Sabia todas as senhas de Scott então não foi nada difícil.
Abriu o google, mas enquanto carregava Stiles deu uma olhada na area de trabalho. Clicou em uma pasta, haviam enumeras fotos ali, dos dois, de Scott e algumas aleatorias. Entre todos aqueles arquivos havia uma pasta cujo o nome era *Excluir*. Stiles não conteve a curiosidade e abriu a mesma.
Assim que a pasta carregou, o rapaz se deparou com varios arquivos de vídeo. Pegou os fones do bolso e colocou na entrada na lateral do notebook. Olhou sobre o ombro para ver se Scott estava vindo, mas não.
Abriu o primeiro vídeo e haviam dois caras conversando, enrolaram por um longo tempo, Stiles impaciente começou a pular o vídeo pra frente até se deparar com ambos os caras sem roupa fodendo um ao outro.
O garoto franziu a testa unindo a sobrancelhas. Stiles estava tentando entender porque Scott tinha aquilo.
Mantinha os olhos fixos aquela cena.  Um dos caras de quatro e outro por trás, fodendo o outro sem dó nenhum. Por um instante Stiles sentiu seu membro pulsar dentro da cueca, ele estava excitado com pornô gay.
— Stiles eu tava pensando…. — Scott entrou no quarto distraído, Stiles nem ouvira o amigo que ao ver Stiles assistindo aquilo sentiu um nó em suas entranhas. Mas ficou parado observando Stiles.
Arqueou a sobrancelha ao ver um breve volume formado na calça de Stiles.
Limpou a garganta.
— Ô Stiles?! — Scott falou em tom mais alto.
Stiles deu um pulo na cama fechando rapidamente o notebook e tirando os fones.
— O que? Cara eu.. Ahn… é. — Stiles corou.
— Relaxa cara. — Scott deu de ombros e ainda secava o cabelo com a toalha. — Ninguém vai saber.
— Cara.. Porque?
— Sei lá. — Scott jogou a toalha em cima de uma cadeira ficando apenas de bermuda. — Recebi por e-mail um uma vez. — Scott sentou no chão — Eu não sei porque mas eu curti.
Stiles continuou sentado na cama observando Scott.
— Cara eu vou jogar sozinho? — Scott encarou Stiles.
— Ah. — Stiles deslizou pela cama e sentou no chão ao lado de Scott pegando um controle.
— Vamos esquecer o que aconteceu a alguns segundos atrás.
— Aham. — Stiles deu uma breve levantadinha puxando a calça que estava apertando o volume do seu membro.
Scott fitou Stiles de canto de olho, percebera o quanto o amigo havia ficado excitado com aquilo. O cheiro de excitação de Stiles exalava forte, seu coração batia acelerado.
Ambos seguiram apenas dando coordenadas do jogo quando Stiles decidira interromper aquele silêncio.
— Posso fazer uma pergunta?…. Pra esquerda cara... Sobe ali... No prédio imbecil...— Incrivel o dom que os dois tinham de conversar e passar coordenadas do jogo ao mesmo tempo.
Scott nem olhou para Stiles.
— Pode cara… mas eu não to... Ah achei!... que pergunta?... Ali, ali. Atira!
— Você já transou com um cara? Ou sei lá, teve vontade?
Scott pausou o jogo encarando Stiles.
— Porque essa pergunta cara?
— Só responde o caralho da pergunta. — Stiles revirou os olhos.
— Ah porra. — Scott respirou fundo. — Já!
— Que? — Stiles fitou Scott — Já transou ou já pensou?
— Os dois, cara. Os dois!
— Puta merda. — Stiles levantou de súbito e levou ambas as mãos na cabeça — Com quem cara?
— Liam.
— Liam?
— Foi o que eu disse.
Stiles sentou na cama com a perna encostada no ombro de Scott e ficou em silêncio.
— Porra Stiles não faz assim também cara. — Scott bufou — nunca imaginei que você ia descobrir, sei lá. To me sentindo estranho agora.
— Derek.
— O que?
— Eu transei com ele. — Stiles falou baixo, quase em tom inaudível.
— Com o Derek? Quando? Por… — Scott respirou fundo. — esquece.. É que eu nunca imaginei. Sei lá. Agora tá tudo estranho.
— Tá.
Os dois permaneceram em silêncio por um longo tempo. Scott ainda sentia o cheiro de excitação de Stiles, aquilo de certa forma atiçava os instintos de Scott.
Stiles se jogou de costas na cama fitando o teto. Respirou fundo.
Scott se encostou na cama e jogou a cabeça pra trás encostando a mesma na cama. Fechou os olhos e lembrou da cena de Stiles excitado assistindo aquele vídeo. Milhares de pensamentos percorreram pela mente de Scott, todos altamente pervertidos. Pra piorar a situação de Scott ele estava desejando o melhor amigo.
Respirou fundo e resolveu seguir os próprios instintos. Apoiou o braço na perna de Stiles tomando impulso para levantar.
Stiles levantou a cabeça para olhar o amigo e fora surpreendido quando Scott subiu em cima dele e rapidamente colou seus lábios nos dele.
Stiles afastou o rosto do rosto de Scott e encarou o rapaz.
— O que...
— Desculpa Stiles eu só… — Stiles interrompeu Scott colando seus lábios novamente.
Aquele era o sinal verde que Scott queria. Avançou em Stiles com voracidade. Sua língua invadiu a boca do rapaz sem nem menos pedir permissão. Os dois se beijavam intensamente como se nenhum dos dois precisasse respirar.
Stiles apertava as costas de Scott arranhando sua pele morena.
Scott desceu os lábios pela mandíbula de Stiles até por fim chegar no pescoço do rapaz deixando marcas avermelhadas e levemente doloridas em sua pele. Stiles gemia baixo com cada toque da língua de Scott.
O cheiro de sexo havia tomado conta do quarto inteiro, até mesmo Stiles que não tinha super sentidos podia sentir aquele cheiro exalando de Scott.
Scott passou a ponta dos dedos pressionando a cintura de Stiles. Começou a subir a camiseta de Stiles espondo seu abdômen magro quase nada definido. Scott levou a boca na barriga do rapaz fazendo uma trilha de chupões por ali.
Com a força e o prazer que Scott fazia aquilo, era claro que Stiles ficaria com o corpo cheio de marcas no dia seguinte.
Não demorou muito para que Stiles já estivesse sem camiseta. A pele fria do rapaz entrava em choque toda a vez que encostava na pele fervente de Scott.
Stiles puxou o cabelo de Scott e avançou em seus lábios novamente em um beijo praticamente selvagem. Os dois agiam como se fossem devorar um ao outro.
Scott girou na cama deixando Stiles por cima do seu corpo. As mãos de Scott percorreram as costas de Stiles, descendo até a bunda do mesmo e apertando com uma certa força. Fazendo o corpo do rapaz impulsionar para frente roçando no seu membro já tão duro quanto pedra.
— Stiles… — Scott sussurrou entre o beijo — minha rola tá muito dura… — a voz de Scott saira rouca.
A mão de Stiles rapidamente adentrou a bermuda de moletom de Scott, invadindo a cueca box do rapaz sem nem pedir permissão. O membro de Scott pulsou ao sentir os dedos de Stiles no seu pau.
Com a outra mão e uma ajudinha de Scott, Stiles abaixou as únicas peças de roupa que Scott usava. Deixando o membro dele exposto.
Os dedos de Stiles percorreram por toda a extensão do membro de Scott sentindo cada centímetro daquele membro grande e extremamente liso.
— Caralho… — Scott gemeu ao sentir a ponta dos dedos de Stiles tocando a glande já melada. — Chupa meu pau de uma vez…
Stiles não conhecia aquele lado do amigo. Cada frase que saía da boca de Scott deixava Stiles cada vez mais excitado. Seu membro estava a ponto de explodir dentro da cueca.
Stiles empurrou Scott fazendo ele se ajeitar na cama.
Scott se apoiou nos cotovelos assim podendo observar melhor Stiles. A luxuria transbordava pelos olhos de Scott.
Stiles desceu até estar cara a cara com o pau de Scott. O garoto mordeu o lábio. Scott levou a mão ao cabelo do garoto segurando com força no mesmo, fazendo Stiles cair de boca no seu pau já latejando, implorando pela boca do garoto.
Quando a boca extremamente úmida de saliva de Stiles tocou o membro de Scott o rapaz se contorceu na cama soltando um gemido pesado. - Filho da puta, sabe direitinho como tratar uma rola - pensou consigo mesmo.
Stiles passou a língua por toda extensão do pau de Scott, babando ele todinho. Scott mantinha a mão nos cabelos de Stiles, mas deixava o garoto agir livremente, pelo menos naquele momento.
Depois de provocar bastante Scott com a língua, Stiles por fim colocou o membro grosso do amigo na boca. Começou com chupadas lentas, até a metade do pau de Scott.
— Puta merda! Engole minha rola inteira Stiles — Scott gemeu.
Stiles por sua vez não fez o que Scott havia mandado, continuou no mesmo ritmo. Os dedos de Scott deslizaram pelo cabelo de Stiles e seguraram com mais força, tomando controle dos movimentos de Stiles.
Ele, por sua vez apenas lançou um olhar para Scott. Ambos os olhares, fixos um no outro. Stiles afastou a língua do membro de Scott dando o sinal verde que o rapaz queria.
O alfa moveu o quadril pra cima, fazendo seu membro deslizar pela boca de Stiles. Prosseguiu lentamente até sentir sua glande tocando a garganta de Stiles. O garoto engasgou de leve e Scott parou por breves segundos, mas logo voltou a forçar seu membro contra a boca do rapaz.
Sentir a boca de Stiles ali fazia com que o corpo de Scott estremecesse por inteiro, fazendo-o gemer mais alto do que, ele imaginava que conseguiria.
Stiles apoiava a destra na cama, sustentando o próprio corpo. Levou a canhota até o próprio membro já duro, praticamente espremido dentro da cueca. Abriu sua calça e tirou o próprio membro de dentro da cueca e começou a se masturbar enquanto chupava com mais intensidade o membro de Scott, sentindo o mesmo pulsar na sua boca.
Scott observou os movimentos de Stiles se masturbando, o que deixou o rapaz cada vez mais excitado. Os dois exalavam um cheiro, na opinião de Scott, perfeito de sexo.
Respirou fundo e gemeu. Ele tentava segurar o máximo possível para não gozar. A sensação de prolongar aquele estado de êxtase era a melhor possível. Ter a boca de Stiles ali, fazendo-o delirar de tanto prazer. Nunca havia sentido algo daquela forma, aquele imenso tesão. Mas tudo aquilo era causado não só porque Stiles estava fazendo sexo oral nele. Mas porque havia algo a mais entre os dois.
Stiles continuou chupando o membro de Scott, dessa vez focando sua atenção apenas na glande do rapaz. Fazendo Scott se contorcer na cama.
O rapaz sentiu seu corpo inteiro se contrair e acabou gozando antes mesmo de poder avisar ao amigo que iria fazer aquilo. Gemeu alto sentindo seu gozo escorrendo pela boca de Stiles.
Stiles não esperava que Scott fosse fazer aquilo. Apesar de já ter transado com um cara antes, nunca havia feito sexo oral, nem muito menos sentido o gosto do gozo de alguém. Seguiu seus instintos e apenas engoliu aquilo de uma vez só.
Scott rapidamente puxou Stiles pela camisa e jogou o rapaz com força na cama. Stiles gemeu, com a surpresa. As vezes Scott agia como um completo animal. E Stiles, por sua vez era a presa.
Scott fitou o membro de Stiles ereto, para fora daquela boxer azul. Puxou a calça do garoto que tratou de se livrar sozinho daquilo, ficando nú de uma vez. Os dois se beijaram mais uma vez, um beijo diferente. Com uma certa urgência porém algo mais transbordava naquele beijo… mas o que?… Scott não sabia identificar aquele cheiro.. Desejo? Não… era algo que não lembrava de ter sentido antes, pelo menos não em situações como essas..
Era… paixão. O amor que antes era de irmãos naquele momento havia se tornando um desejo tão forte quanto uma paixão entre dois amantes.
Scott interrompeu bruscamente aquele beijo, encarando Stiles.
— O que foi? — Stiles estava sem entender nada. O que ele havia feito de errado?
— Stiles... — Scott podia ouvir o coração de Stiles mesmo se estivesse a quilômetros dele. — Eu… — sentiu as palavras trancadas na sua garganta.
— Você…? — Stiles arqueou a sobrancelha esquerda.
— Eu… hum… nada… deixa pra lá… — Scott voltou a beijar Stiles.
Os dois retomaram um beijo lento, as mãos de Scott percorriam o corpo de Stiles, explorando cada parte do menor, tocava o abdômen nada definido do rapaz até por fim chegar no membro do mesmo que já estava tão duro quanto pedra.
Stiles soltou um gemido entre o beijo quando sentiu a mão de Scott ali. Seu corpo irrijeceu por um breve momento, o que incomodou um pouco Scott.
O rapaz levou os lábios da boca de Stiles até sua orelha, mordendo de leve a mesma. Pode ver o corpo de Stiles arrepiar, mesmo assim se mantia rijo.
— Se quiser parar por aqui… - Scott sussurrou enquanto masturbava Stiles lentamente.
— Eu… hmm.. Não quero… parar.. — Stiles respondeu com a respiração pesada.
Scott estranhou, se ele já havia transado com outro homem porque ainda estaria nervoso? Mesmo assim continuou a fazer o que estava fazendo.
Scott continuava masturbando Stiles enquanto beijava o pescoço do menor, alternando entre chupões no pescoço de Stiles e mordidas na mandíbula do mesmo.
Scott tateou a cama e pegou um travesseiro, posicionando o mesmo embaixo dos quadris de Stiles, fazendo o mesmo ficar levemente mais alto que o corpo.
Scott afastou o corpo do menor e engatinhou na cama até o criado mudo que havia ali do lado. Com metade do corpo pra fora da cama, Scott abriu uma das gavetas tirando lubrificante dali. Stiles por sua vez acompanhava tudo com um olhar fixo em Scott.
Scott rasgou o pacotinho de lubrificante com os dentes e espalhou um pouco em dois dedos. Desceu os lábios pelo corpo de Stiles até abocanhar o membro do menor. O corpo rijo de Stiles foi relaxando aos poucos quando sentiu a boca de Scott ali.
O alfa, enquanto chupava o membro de Stiles com vontade aos poucos penetrava os dois dedos lubrificados no ânus de Stiles, sentindo o mesmo se abrir aos poucos pra ele.
Stiles gemia alto com ambas as sensações, a língua de Scott na glande de Stiles, os dedos adentrando seu ânus lentamente.
Scott ao sentir Stiles um pouco mais relaxado começou um vaivém com a boca, ritmado com os dedos. Stiles se contorcia na cama com tanto prazer, por mais que aquilo doesse muito, parecia que toda dor se transformava em tesão.
Não demorou muito para que Stiles se desmanchasse na boca do alfa. Que engoliu a porra do menor e tirou seus dedos dali. Mas Não havia acabado. Scott ajoelhou-se na cama, entre as pernas de Stiles e forçou sua glande na entrada do menor.
— Relaxa Stiles… — falou baixinho,.de forma calma enquanto começava a penetrar o garoto.
Stiles gemeu, de dor, dessa vez. Scott chegou a cogitar em parar, por medo de machucar o garoto mas não fez, apenas continuou forçando sua glande até por fim ela estar por completo dentro de Stiles. Scott então parou e levou os lábios até os de Stiles, colando-os e iniciando um beijo calmo, lento. Como se quisesse tranquilizar Stiles do que estava por vir.
Aos poucos durante o beijo Stiles deu sinal de que estava mais calmo, acostumado com o membro de Scott dentro do dele. O alfa começou um vaivém lento, até por fim ter seu membro inteiro dentro de Stiles.
Stiles gemia entre aquele beijo. Scott mantia os olhos fixos a cada reação do menor. O cheiro de sexo se espalhava pelo quarto inteiro. Os olhos de Stiles fechados, a boca entreaberta naquele beijo que era interrompido por gemidos altos do mais puro prazer. Scott controlava os gemidos afim de apenas apreciar Stiles, ora ou outra deixando escapar gemidos roucos.
Stiles estava deixando o alfa louco sem fazer muito esforço.
Scott sentiu seu membro pulsar. Puxou Stiles pela cintura, sentando na cama com o menor por cima. Envolveu um dos braços na cintura de Stiles fazendo o corpo do rapaz colar ao dele. Ambos suados. O peito de Scott subia e descia com a respiração pesada.
Stiles se manteve com os joelhos no colchão, aos poucos começou a fazer movimentos pra baixo e pra cima arrancando gemidos pesados de Scott.
— Ahhh… Stiles…. Hmm… — o maior gemia de uma forma como se implorasse por mais.
Scott não queria mais o corpo de Stiles longe do dele. Na verdade nunca quisera Stiles longe dele em momento algum.
Stiles levou uma das mãos até os cabelos de Scott segurando firme nos mesmos, enquanto a outra encontrava seu próprio membro que voltava a ficar, se masturbando enquanto tinha o membro de Scott dentro de sí, já pulsando, prestes a explodir a qualquer momento.
Scott apertou a bunda de Stiles com a mão livre, intensificando e aumentando a velocidade de cada estocada sentindo seu pau pulsando dentro de Stiles. Deu uma estocada com toda sua força, por fim gozando dentro de Stiles. Sentiu seu gozo escorrendo dentro do garoto, que por sua vez gozou mais uma vez.
Scott abraçou o corpo de Stiles, colando ambos os corpos suados e quentes. Assim que Scott sentiu seu membro despejar todo seu liquido, voltando a ficar normal, o rapaz deitou Stiles novamente na cama, tirando seu membro com delicadeza de dentro do rapaz.
Stiles deitou de lado na cama, um pouco incomodado pela dor que sentira, apesar do prazer não podia negar que Scott havia o deixado com a entrada doendo, afinal o membro do alfa não era pequeno.
Scott deitou ao lado de Stiles, ficando de frente para as costas do garoto, ainda receoso, pois o amigo não havia falado nada. Puxou um dos cobertores que estava no chão e cobriu seu corpo e em seguida o de Stiles.
Aos poucos as batidas do coração de Stiles ficaram mais lentas, logo Scott deduziu que o garoto havia dormido. Se aproximou do mesmo, colando seu corpo no dele, numa espécie de conchinha. Seu braço envolveu a cintura do rapaz e depositou um beijo na nuca do mesmo.
— Eu te amo Stiles.. — Sussurrou.
— Eu … também te amo Scott.. — Stiles respondeu em um sussurro.
O coração de Scott acelerou, ele achava que o amigo estava dormindo. Um arrepio percorreu seu corpo inteiro, mas logo retomou quando sentiu a mão de Stiles sobre a dele.
Logo em seguida ambos pegaram no sono, ali mesmo, juntos.


Notas Finais


Primeiramente : Gostaram?
Segundamente: Esse capítulo pode ter uma continuação... Porém vai depender de vocês. Se tiver uma repercussão boa, participação de vocês, comentários e tal.. Eu continuo. Se não dou por encerrado aqui mesmo...

Amo vocês e até a próxima!... Ou Não...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...