História Just Hold Me Tight - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, Coréia, Couple, Hope, Hoseok, Jhope, Romance, Shipp, Sonyeondan, Taehyung, Taeseok, Vhope, Yoonseok
Visualizações 76
Palavras 2.431
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie!

Bem, finalmente chegamos ao fim.
Mais uma vez, me desculpem por demorar tanto para postar novamente.

Encontro vocês nas notas finais!

Enfim, espero que gostem! Boa leitura ❤

(ps: imagem aleatória só porque gosto dessa imagem)

Capítulo 8 - Just Hold Me Tight


Fanfic / Fanfiction Just Hold Me Tight - Capítulo 8 - Just Hold Me Tight

Quando já era noite, todos voltaram para o hotel onde estávamos hospedados, indo direto para o restaurante que tinha ali. A fome era tanta que não parávamos de comer. A comida era maravilhosa!

Terminando a refeição, os meninos decidiram dar uma volta nos arredores. Pela primeira vez na vida eu estava cansado demais pra ir e preferi ir direto para o quarto. Entrei no elevador e apertei o botão do andar dos nossos quartos. Quando a porta já estava fechando, uma mão surgiu no meio, fazendo a mesma se abrir novamente. A pessoa entrou rápido no elevador, clicando o botão pra porta se fechar, se virando para mim logo em seguida com um sorriso malicioso no rosto.

- Achou que ia pra cama sozinho hoje, Tae Tae?- disse se aproximando de mim em passos lentos.

- Achei que não viria atrás de mim, Hobi. - Sorri para ele em resposta.

Hoseok tinha se aproximado demais em um curto espaço de tempo, ficando a centímetros de distancia de mim, enquanto sua mão esquerda estava entre mim e a parede que eu estava encostado e a direita repousava na minha cintura, me apertando forte. Suspirei alto e aproximei meu rosto do dele um pouco mais.

A ponta do seu nariz encostou-se ao meu e desceu pela minha pele até o pescoço. Fechei os olhos para aproveitar mais a sensação quando o mais velho respirou forte entre meu pescoço e depositou um selar ali, me fazendo arrepiar.

Acordei daquele rápido transe e empurrei Hoseok devagar, com o intuito de fazê-lo afastar. O que não deu certo, já que a única coisa que ele fez foi se apertar mais contra mim e depositar mais beijos contra minha pele.

 

- Hobbie, aqui não! O elevador pode abrir e alguém nos ver!- disse nervoso.

- Que se foda se nos verem. Não vou me separar de você agora só porque alguém não pode nos ver juntos.

Ah merda. Hobi falou aquele palavrão com uma tão grossa que me fez soltar um leve gemido enquanto o mesmo mordia uma parte do meu pescoço.

Quer saber? Que se foda mesmo! Não irei deixar essa oportunidade passar depois de tanto tempo na seca.

Segurei sei rosto com as duas mãos e o puxei, fazendo-o parar de dar as mordidinhas e ficar com o rosto de frente ao meu. O puxei para mais perto e selei nossos lábios afoitamente, fazendo Jung corresponder e movimentar seus lábios na mesma intensidade.

A porta do elevador abriu no nosso andar, mas mesmo assim não nos separamos em nenhum instante. Hobi me puxou para a saída andando de costas, batendo a mesma com força na parede. Nos apoiando na parede, fomos andando aos tropeços até a porta de nosso quarto ainda nos beijando enquanto hobi apertava minha cintura com mais força me empurrando pra trás me guiando pelo caminho. Quando chegamos à porta, ao invés de abrirmos ela, Hoseok apenas me encostou nela enquanto descia sua mão esquerda por meu quadril até chegar em minha coxa, a apertando forte e me firmando mais na parede. Sua mão direita subia por meu tronco por debaixo da camiseta ao mesmo tempo em que descia seus lábios por meu rosto fazendo um caminho ate o lóbulo da minha orelha direita, essa que ele mordeu e foi descendo os lábios por meu pescoço enquanto dava mordidinhas e leves sugadas em cada área que passava me fazendo arrepiar, suspirar e gemer baixinho em seu ouvido. Tirei minhas mãos de seu rosto e as depositei em sua nuca, segurando e puxando firme seus fios de cabelo a cada mordia que dava.

Estava alucinando, fora de mim e totalmente inerte envolvido nos sentimentos que aquele momento estava me proporcionando. Não só eu quanto Hoseok também.

Tão envolvidos que nem teríamos notado um homem nos olhando no final do corredor se não fosse Hoseok olhar para o lado por um momento e parar com as caricias. E o homem, que parecia trabalhar no hotel já que usava um uniforme com a logo de lá, não só nos observava quanto filmava nós dois.

Olhei com uma expressão assustada para Hoseok na mesma hora que percebemos o homem sair correndo dali.

- Esse desgraç...- Jung disse enquanto se soltava de meus braços e corria em direção do fugitivo.

Fiquei ali, parado, perplexo demais pra me mexer ou reagir de alguma forma. Queria correr atrás do cara junto ao Hobi, mas só consegui ficar parado enquanto mil coisas me vinham na cabeça. Só de pensar na ideia daquele vídeo vazar, me deixava nervoso e desesperado.

Por um momento parei de pensar nas cosequências que a liberação daquele vídeo traria para mim e passei a pensar no quão ruim seria para o grupo. Não aguentaria ver o futuro dos meninos serem destruídos por causa de um descuido meu.

Uma lagrima desceu solitária por meu rosto enquanto mantinha minha cabeça baixa. Logo escuto os passos de alguém correndo e parando em minha frente.

- Droga! Perdi ele!- Hoseok disse, apoiando suas mãos nos joelhos e respirando forte de cansaço.

-E agora Hobi?

- Agora só me resta ligar para o PD-nim- falou pegando o celular e digitando o numero na tela. - Ele saberá o que fazer.

Logo escutava Jung explicando a situação e pedindo desculpas varias vezes. Finalizou a ligação e se virou pra mim.

- Não fique com essa cara, Tae Tae. - sorriu de uma forma reconfortante. - Não precisa se preocupar! PD-nim irá resolver isso rapidinho.

Ele me abraçou me levantando e me girando de uma forma bem desengonçada que me fez rir e bater em suas costas repetidas vezes para ele me soltar.

Entramos no quarto do hotel e fui direto tomar um banho para tentar relaxar. Depois de nós dois terminarmos, nos deitamos para dormir juntinhos com Hobi me abraçando por trás em conchinha. Achei que não conseguiria dormir, mas foi só sentir as mão firmes do mais velho acariciando minha cabeça e brincando com os fios do meu cabelo, que consegui cair no sono mais rápido do que esperava.

 

----//----

 

Acordei com batidas na porta. Queria continuar dormindo e esperei para ver se Hoseok levantava. Mas o Jung tem um sono tão pesado que provavelmente nem escutou as batidas na porta.

Levantei-me aos tropeços, ainda com sono, e fui até a porta esfregando os olhos. Abri e vi NamJoon parado na minha frente com uma expressão séria, o que me fez abaixar a cabeça, arrependido, diante do olhar dele.

- PD-nim me ligou ontem e contou sobre vocês dois- disse cruzando os braços e encostando-se à batente da porta. - Eu disse para vocês tomarem cuidado, mas parece que vocês não me escutam- esfregou a testa em sinal de dor de cabeça.

O estranho é que, mesmo sério, NamJoon em nenhum momento aumentou a voz ou demonstrou raiva. Mas mesmo assim me encolhi de vergonha.

- Desculpe hyung. Eu juro que não vai mais acontecer.

- Espero mesmo, já que vocês estão tendo outra chance. PD-nim me ligou hoje e disse que está tudo resolvido, a imagem não vai vazar, pode ficar tranquilo. - disse com um leve sorriso no rosto.

Levantei rápido minha cabeça, com os olhos bem abertos demonstrando o quão surpreso estava. Sorri largo para NamJoon que me olhava ainda sorrindo de lado.

- Sério mesmo? Foi tão rápido! Como conseguiram?

- A equipe conseguiu as gravações das câmeras do hotel identificaram o homem que gravou vocês. Pegaram os dados do cara e ligaram para ele. O incrível é que o burro atendeu um dos números e o PD-nim conversou com ele, resolvendo isso tudo.

- Mas só conversou, assim, facilmente? Como ele fez isso? – disse arqueando uma sobrancelha.

- Simples. Disseram que se ele entregasse as imagens para algum jornal ou revista, ele iria perder o dobro e até mais do que ganhou com as imagens pagando a multa que iria receber após a empresa processá-lo.

- Ah, assim. - Ri ao escutar como PD-nim e a equipe fizeram para convencer o homem.

Fiquei parado ali por um tempo rindo, até NamJoon se pronunciar.

- Agora, entre no quarto, conte ao Hoseok e se arrumem para tomar café da manha lá embaixo. - disse e foi até seu quarto.

Fechei a porta e voltei pra dentro do quarto saltitando de felicidade. Olhei para a cama e vi que Hoseok tinha acabado de acordar e me olhava sorrindo.

- Quem era na porta, Tae? E porque voe está pulando desse jeito idiota? – falou rindo da minha cara.

Joguei-me na cama em cima dele, que resmungou e me bateu. Olhei rindo.

- Era Namjoon na porta. Ele disse que PD-nim já resolveu o problema da gravação de nós dois e já podemos ficar tranquilos!- falei enquanto rolava pela cama de felicidade.

- Mesmo? Como ele fez isso?  -Falou sorrindo mais ainda.

- Depois te conto.

Hobi me abraçou forte e começou a me balançar de um lado para o outro

- Eu nem acredito. Estou tão feliz por ter dado tudo certo, Tae!

Abraçou-me mais forte e, em uma das vezes que me balançava, me jogou pra trás ainda colado a mim, ficando por cima se apoiando com as mãos nos dois lados próximos a minha cabeça.

Ele sorria muito, ficando com um eye smile bem charmoso que o deixava muito fofo.

Apertei forte sua bochecha, fazendo o mesmo resmungar. Dei risada da careta que ele fez, segurei seu rosto com as duas mãos e o puxei para um selinho rápido.

- Adoro te ver sorrindo assim, hyung. Você fica tão fofo.

- Eu também Tae. Odiei te ver tão preocupado e sério quanto te vi estar ontem. Faz o favor de sempre sorrir pra mim, okay?

- Tudo bem, Hobi. - sorri, até parecendo um pouco forçado e fazendo uma careta só porque o mais velho me mandou sorrir.

- Você é tão bobo, Taehyung- disse ainda sorrindo e apertou minha bochecha direita, saindo de cima de mim logo após. - Espere ai, Tae Tae.

Estranhei. Porque Hoseok se levantaria logo agora?

Quando ele voltou, tinha algo em mãos que não consegui identificar. Hobi sentou-se na minha frente e deu sinal para que eu me levantasse e sentasse também.

- Sabe Tae... - começou a falar meio tímido, o que não era muito comum da parte dele e me fez rir de sua cara. - Pare de rir, idiota! Continuando... Faz um tempo que estou preparando para falar isso, mas até agora não consegui tempo e nem um momento propício para isso. Então, acho que a hora é essa.

Abaixou o olhar que estava em mim até a pequena caixa e suas mãos, tirou de lá algo que escondeu com as mãos fechadas no objeto e estendeu a mão na minha frente ainda com o punho fechado. Olhei curioso para o local até ver um cordão de prata escorregando entre seus dedos meio abertos e caindo com um pingente de estrela pequena e delicada com um H no meio. Nada muito exagerado e totalmente lindo.

O encarei surpreso com a boca aberta para o que tinha acabado de ver. Seria isso que estou pensando?

Hobi sorriu ternamente para mim.

-Escolhi pensando em algo que represente nós dois. E sabe, você realmente é a estrela que mais amo e, mesmo explodindo e virando uma super nova, ainda vou te amar.

Sorri e abaixei a cabeça, me lembrado do dia em que Hoseok disse isso pra mim enquanto olhávamos as estrelas.

-E então, Taehyung. Quer namorar comigo?

Comecei a gargalhar, mais de nervoso mesmo, fazendo Hobi se assustar com o ato repentino.

Pulei em cima dele, o abraçando, fazendo o mesmo cair pra trás e eu ficar em cima dele. Dei um selinho rápido naqueles lábios tão adoráveis e respondi.

-É claro que eu aceito namorar você! 

Ele sorriu mais ainda e puxou meu rosto para me beijar. Selou nossos lábios com força e logo aprofundou nosso beijo quando dei passagem para que o mais velho envolvesse sua língua a minha. 

Talvez pela felicidade que estávamos no momento, parecia que era a primeira vez que nos beijávamos. Todo o sentimento de borboletas voando em meu ventre e até a forma como explorávamos a boca um do outro com ferocidade, enquanto passávamos nossas mãos por cada parte do corpo um do outro em busca mais contato. 

Deixei os lábios do Jung com uma mordida no lábio inferior do mesmo e fui descendo até seu pescoço com leves mordidas provocativas. Quando cheguei onde queria, mordi o local com mais força e depositei um belo de uma marca roxa, resultado de um chupão forte que fez Hoseok suspirar e gemer baixinho.

O mesmo passava a mão por baixo de minha camiseta e apertava forte minha cintura, às vezes me pressionando para baixo, fazendo com que eu rebolasse automaticamente em seu membro, já que estava praticamente sentado em cima dele.

Ele gemia um pouco mais e eu também cada vez que ele me pressionava para baixo.

Já estava tirando a camiseta com a ajuda de Hobi quando alguém bateu na porta.

- Justo agora? Por que sempre tem alguém para nos atrapalhar? - Hobi disse fazendo bico.

Bateram na porta mais uma vez e a voz que veio de lá era de Jin.

- Gente, o café da manhã já acabou e vocês vão ficar sem comer.

Sussurrei um "ah não" baixinho, quando Jin continuou a falar.

- Além disso, a equipe já está nos esperando pra gravar. Vocês têm 10 minutos para se trocarem e descer.

Após isso, ouvimos os passos de SeokJin se afastarem. Olhei com cara emburrada para Hoseok, este que apenas sorriu e se levantou um pouco ainda comigo em seu colo.

Aproximou sua boca de meu ouvido e sussurrou, me fazendo arrepiar.

- Mais tarde continuamos. E pode ter certeza que de hoje não passa.

Afastou-se e me olhou com malicia em seus olhos. Levantou-se e ofereceu uma mão para me ajudar a levantar.

Fomos nós dois para o banheiro tomar banho, nos arrumamos rápido e descemos.

 

As gravações continuaram bem, mas eu só conseguia pensar na noite que viria e traria o momento que estava esperando por tanto tempo. 

Quando a noite chegou, não demoramos a ir para nosso quarto e aproveitar o silêncio da madrugada para finalmente termos um momento prazeroso depois de tanto tempo.

Enquanto Hoseok ainda me beijava e me abraçava, me aninhando em seus braços, ele finalmente disse:

"Pode ficar tranquilo, meu Tae. Estarei sempre ao seu lado. E a qualquer momento, quando você mais precisar, eu apenas te segurarei e te abraçarei forte."

 

 


Notas Finais


Oiie mais uma vez!
Obrigada por lerem até aqui! Obrigada pra quem, mesmo não se manisfestando, ter dado uma chance.
Essa fic nasceu enquanto inventava uma história rápida sobre um momento VHope enquanto conversava com minha amiga Gabs (~Immukeaf). Do nada disse a ela que iria fazer uma one-shot com aquilo, o que acabou virando mais que um capítulo.

Por mais que foi meio flop (kkkkkk), achei adorável escrevê-la, já que foi minha primeira fic. Então pra quem leu: obrigada e espero que tenham gostado! ❤

Vejo vocês numa espécie de "continuação" da fic, mas dedicada a Jikook. Está toda escrita e só falta revisar e postar. Fiquem de olho pra quando eu for postá-la.

Bye Bye Amores ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...