História Just Imagines - Capítulo 5


Escrita por: ~

Exibições 142
Palavras 1.874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello!

Está é minha primeira série de imagines, estou abrindo com todo o carinho do mundo e muita ilusão. Espero que gostem...

Esse imagine foi um pedido da leitora @AlyTaehyung, então espero que gostem

Beijinhos ^^ Divirtam-se!

Nos vemos lá em baixo ^^ <33

Capítulo 5 - Tonight (Imagine Wei)


Fanfic / Fanfiction Just Imagines - Capítulo 5 - Tonight (Imagine Wei)

Nossa amizade  durou muitos anos, permaneci ao seu lado e assisti você sendo feliz com outro. Agora chegou a vez de contar á você sobre meus sentimentos ocultos 

 

Estava em mais um da tranquilo de trabalho, daqueles cansativos que costumavam me deixar exausto, mas eu não me cansava de trabalhar por gostar de minha profissão. Ser um dos melhores mecânicos de Seul não é um título fácil de se conquistar, mas como sempre fora muito perfeccionista no quesito trabalho, o exerço com muito cuidado e satisfação. Enquanto concertava o último carro naquela noite fria em Seul, usei as rodas do skate onde estava debruçado e sai de baixo do veículo após concertar o carburador do mesmo, levantei-me do chão caminhando até a porta onde ficava o banco de motorista, liguei o motor ouvindo o mesmo soar perfeitamente bem como música para meus ouvidos. 

Assim que informei o dono do veículo que seu carro estava pronto, o mesmo e eu combinamos na manhã seguinte para entregar o carro. Após terminar a ligação senti meu celular privado vibrar em meu bolso, peguei o aparelho e em seu visor brilhava o nome dela, um sorriso divertido surgiu em meus lábios automaticamente, por sempre que ouvia ou lia seu nome em algum lugar, me lembrava de seu sorriso único e alegre. Atendi a ligação escutando sua voz suave invadir meus pensamentos :

- Alô ? Wei ? - Ela me chamou por meu apelido de infância.

- Oi ______, como está ? - Perguntei ouvindo a mesma fungar o nariz, fazendo com que meu sorriso fosse desmanchado - ___! O quê houve ? - A chamei por seu apelido.

- Você poderia vir até o meu apartamento, não estou me sentindo bem - Ela disse me deixando preocupado.

- O quê houve, ____ ? - Voltei a perguntar mas a mesma não me respondia.

- Apenas venha até aqui, preciso conversar com alguém próximo a mim - Disse fungando o nariz - Por favor - Pediu.

- Estou indo. Vou fechar a oficina e dentro de... - Olhei em meu relógio - Vinte minutos estarei ai 

- Tudo bem. Obrigada Wei Oppa - Agradeceu encerrando a ligação.

Após fechar oficina, entrei em meu humilde carro e dirigi até o apartamento de ______, enquanto dirigia muitas coisas passavam por minha cabeça, parecia que iria explodir de tanta ansiedade e preocupação, pois além de tê-la como uma amiga querida, ou melhor, por tê-la como minha melhor amiga me deixa feliz, mas desde que nos conhecemos sempre imaginei ter algo á mais com ela. Desejo beija-lá e deixar que sinta o amor que sinto por ela, mas assim como todo o bom romântico, o amor se torna impossível algumas vezes e nos deixa sem saída, nos possibilitando escolher apenas uma opção. A amizade. 

Chegando ao edifício de _______, o porteiro abriu o portão do estacionamento assim que olhou para mim, o mesmo sabia que era sempre bem-vindo para visitá-la. Após estacionar o carro, entrei pela porta principal com macacão todo manchado pela graxa preta dos carros que concertei esta tarde, subi pelas escadas de emergência, chegando rapidamente no andar de ______, sem bater na porta entrei no apartamento com a respiração ofegante com muita preocupação, encontrando uma garota com lágrimas escorrendo de olhos e contornando seu rosto, a deixando frágil e indefesa.

Me aproxime de _____ que me abraço de imediato, parecia que a mesma precisava me ter ali presente para conforta-lá, para que pudesse deixar suas magoas serem derramadas em meu ombro amigo, sempre fora a pessoa que ela recorria sempre que se sentia confusa ou estava decepcionada com algo, estava o tempo todo ao lado dela, mas não da forma que eu desejava estar :

- O quê houve, _____ ? - Perguntei demonstrando minha preocupação.

- Xiao terminou comigo! - Ela disse apoiando sua testa em meu ombro e voltando a soluçar por conta do choro.

- Por quê ele fez isso ? - _____ olhou para mim, como se desejasse me dizer algo importante, mas acabou desistindo.

- Eu não sei, ele apenas disse que eu não amava mais e que ele não poderia estar com alguém que permanecia ao lado dele, por comodidade. Então me dei conta, estava no sofá chorando - Explicou - A única pessoa que pode me ajudar nesse momento é - A interrompi.

- Sou eu - Suspirei tentando segurar minha vontade de dizer tudo oque sinto por ela, me permitindo sentir a covardia pela primeira vez em muitos anos, após decidi deixa-lá ser feliz com Xiao. Olhei para _____ e a puxei pelo pulso até a cozinha, fiz sinal para que a mesma se sentasse no balcão e assim fez.

- O quê vai fazer ? - Perguntou deixando a curiosidade transparecer em sua face.

- Estou fazendo uma coisa que sempre fazíamos quando crianças - Indaguei.

- Wei, não somos mais crianças a muito tempo. Se você não se lembra, me tornei adulta a um ano atrás - ____ disse tentando espiar minha travessura - Me deixe ver 

- Quer ver ? - Perguntei com um sorriso travesso esboçado em meus lábios.

- Quero! - Disse tentando me virar de frente para ela, mas assim que nos viramos um para o outro esguichei a água da mangueira da pia em sua camiseta rosa bebê. ____ se afastou encarando sua camiseta que estava se tornando transparente, sem ligar para meus instintos apenas gargalhei - Você vai me pagar, Lee Sung Jun - Ela veio até mim tentando arrancar a mangueira de minhas mãos, assim molhando a nós dois.

Enquanto brincávamos com a água que nos molhava sem sessar, pude sentir por um breve momento o sorriso infantil e puro dela ser direcionado a mim, um sorriso que apenas uma vez havia sido mostrado para mim, apenas para mim. Confesso que aquele era um de seus melhores sorriso, a deixava mais bela e radiante. Me deixando cada vez mais apaixonado por ela. _____ se afastou assim que percebeu nossa troca de olhares inofensiva :

- Eu vou trocar minha camiseta - Disse olhando me nos olhos, como se esperasse alguma reação minha, apenas a peguei no colo e levei a em direção ao banheiro - Wei, para onde está me levando ? 

- Para um lugar onde você poderá deixar o passado nas águas - Disse a jogando na banheira que estava cheia.

- Wei! - ______ gritou meu apelido me fazendo gargalhar mais - Você está achando engraçado ? - Perguntou apenas assenti com a cabeça enquanto gargalhava - Então vamos ver se você achará graça disso! - Ela me puxou para dentro da banheira junto á ela.

- _____ - Gritei seu apelido enquanto ouvia dua gargalhada deliciosa de ser ouvida, em seguida a puxei pelos pés fazendo com que ela afundasse na água.

- Isso não tem graça! - Ela me encarou de forma intensa, me fazendo parar de gargalhar e encara-lá da mesma forma. Por um momento pensei que _____ poderia estar desejando me contar algo, mas ao mesmo tempo não desejava deixar que suas palavras escapassem. Enquanto nos encarávamos, poderia ser sentida por qualquer pessoa que entrasse naquele cômodo a atmosfera de tensão e mistério entre nós, me sentia como um homem covarde que não possuía forças para revelar a mulher de sua vida, que sempre a amo desde o momento em que se conheceram - Por quê ? - Perguntou me deixando confuso.

- Por quê o quê ? - Perguntei voltando a olhar para ela.

- Por quê só consigo ser eu mesma com você ? Por quê coloquei meu melhor lado em suas costas e deixei você carregar-me durante toda a nossa infância ? - Perguntou se aproximando um pouco de mim, assim derramando um pouco a água da banheira no chão.

- Se quiser posso devolver seu melhor lado, mas assim você estará me levando com você - Disse não acreditando em minhas palavras, mas era a verdade, ela é minha melhor parte, é aquela que sempre consegue me fazer sorrir apenas com sua presença e é a mulher da minha vida.

- Você - Murmurou me deixando cada vez mais confuso.

- Eu ? 

- Você foi o motivo de meu término com Xiao - Indagou - Eu pensei por muitos anos que o amava, mas quando ele me via ao seu lado, percebeu que não podeira ter a garota que consigo ser com você por perto - ____ se aproximou mais - Desde que me entendo por gente, vejo você como um simples amigo, com o olhar de uma criança que se recusava a deixar que outro tomasse seu lugar. Mas ninguém nunca fora capaz de fazer isso, pois seu lugar não estava apenas aqui - Apontou para seu coração em seguida para sua cabeça - Mas estava aqui, gravado em minha mente em forma de momentos e lembranças que nunca fora capaz de esquecer ou muito menos desejava apagar de meus pensamentos. Pois por muitos anos foram esses momentos que nutriam meu sentimento oculto por você

- Você poderia ter me levado a qualquer momento, mas como todo o apaixonado aguentei um amor platônico para vê-la feliz com outro, achando que nunca seria capaz de dar aquilo que ele lhe proporcionava - Disse me aproximando de ____, e deixando nossos rostos próximos.

- Você sempre significou mais para mim, do que qualquer outra pessoa, mas fechei meus olhos para meus sentimentos e permiti que meu coração acreditasse por anos que considerava você apenas como meu ombro amigo, meu porto seguro a quem recorro sempre em todos os momentos, sejam eles tristes ou felizes - ____ colocou suas mãos em meu rosto, fazendo com que eu fechasse os olhos - Você tomou conta da minha alma, e eu fui cega o bastante para perceber só agora que sempre o amei. Mas agora é tarde 

- Não - Sussurrei abrindo os olhos e a olhando nos olhos. Coloquei minhas mãos por cima das suas e as deslizei até o meu peito - Você sempre morou aqui, conquistou um lugar que nenhuma mulher poderia conquistar, tomou conta da minha alma por inteiro e agora nesta noite, meus sentimentos transparecem e me sinto mais leve - Disse esboçando um sorriso sereno em meus lábios - Pela primeira vez me sinto livre, pois a mulher que amo sabe sobre como é esperar por anos para ter quem se ama em seus braços 

- Então me diga o quê preciso fazer para que nosso tempo perdido seja retomado ? - _____ perguntou, apenas neguei com a cabeça enquanto sorria.

- Não faça nada - Sussurrei aproximando mais nossos rostos e roçando nossos lábios - Apenas faça com que essa noite seja apenas nossa, que marque nossas mentes de uma forma que nenhuma outra noite poderá marca durante nosso caminho juntos

- Então você quer mesmo essa garota infantil que o deixou sofrer por tanto tempo, enquanto perdia tempo com um falso amor ? - Perguntou me fazendo rir - Wei! - _____ chamou minha atenção.

- Eu só quero que esta noite seja nossa, entre muitas outras esta noite será única - Disse selando brevemente nossos lábios - Esta noite será totalmente nossa, de  mais ninguém.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentem oque acharam deste quarto imagine romântico com o Wei ?

Se quiserem ter seus pedidos realizados, deixe-os no capítulo anterior, onde está explicado como deve fazer.

Quem estiver interessada, e for criar e/ou tem alguma fanfic, poderia dar uma olhada em meu blog. Estou construindo um blog para personalizar capas, banners de capítulo e entre outras coisas. Quem se interessar, o link está aqui : http://cutedesignfanfiction.blogspot.com.br

Beijinhos ^^
Até o próximo imagine ^^
Annyeong ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...