História Just Innocent Joke - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Albafica de Peixes, Camus de Aquário, Julian Solo, Miro de Escorpião, Personagens Originais, Shaina de Ofiúco, Sísifos de Sagitário, Sorento de Sirene
Tags Drama, Revelaçoes, Romance
Visualizações 4
Palavras 1.131
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Hentai, Josei, Policial, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meu queridos, como vocês tem passado? Bem espero que sim, bom essa fic já tinha escrito há tempos, mas decidi postar agora, espero que gostem.

Capítulo 1 - Prologue


O sol mal tinha nascido. Ainda estava tudo escuro havia muita névoa naquele início de dia, o silêncio era predominante pelas ruas do subúrbio de Viena, mas pelos becos mal iluminadas se podia ver a silhueta de uma mulher andando freneticamente. Andou por um bom tempo até chegar à frente há um prédio e o adentrou caminhava sorrateira para não incomodar os demais moradores, dirigiu se ao terceiro andar indo até a última porta, pego a chave e abri a porta lentamente. Entrou devagar sem se quer fazer um ruído e virou se para fechar a porta, quando repentinamente as luzes se acendem.

_Siena!?  

_Aii! Não me assuste, Nina! –Esbravejou enquanto se estirava no sofá.

_Você está bem? –Questionou preocupada. _Você madrugou de novo trabalhando?                       

_Talvez! Uaaah. –Bocejou enquanto despreguiçava. _Acho que não deveria ter ficado até tarde.

_Você vai ficar doente assim! –Repreendeu a amiga pondo sua sobre sua testa. _Bom pelo menos não está com febre. –Sorriu. _Você trabalha a noite inteira, e não pude sair. –Queixou-se.

_Olha só estraguei seus planos com Sísifo?! –Provocou a amiga.

_Bah! Não podia deixar a Mia sozinha!

_E a Mia? Ela jantou? Não deixou ir dormir tarde? –Bombardeou a morena de perguntas.

_Fica tranquila a dormiu cedo, mas queria ver você.

_Ahhh! Preciso ficar mais com ela! –Bocejou e passeou os olhos pela sala. _Esses potes de sorvete? Você não estava de dieta? –Ironizou.

_Hunf, a culpa é sua, por estragar meus planos! –Cruzou os braços.

_Ahhh me desculpe amanhã eu chego cedo! Eu juro!

_Siena, é bom mesmo amanhã tenho planos com Sísifo!

_Ok! Vou dormir estou exausta! –Espreguiçou-se ao se levantar do sofá.

_Também vou voltar ao meu sono de Beleza!– Bocejou a morena.

_Uiii Sono de beleza!

_Não enche!

 

Siena se formara em medicina há quatro anos, no entanto começou a exercer sua profissão a pouco tempo, pois trabalhava como recepcionista hospitalar para dividir sua amiga, Nina, e  sustentar sua filha. A loira se casou muito cedo, se apaixonou por Albafica, que na época já estava também se formando em botânica, enquanto Siena havia iniciado seus estudos, porém isto não impediu que o amor aflorasse em ambos. Seu amado era de uma família de posses, e não se agradaram com o relacionamento do casal. Casaram se as escondidas o que causou muita desgosto aos pais de Albafica que lhe renegaram e  cortaram assim seus privilégios.

Apesar de terem passado por muitas dificuldades e provações Albafica não lhe permitiu largar os estudos, mesmo assim começara a trabalhar o que deixou seu marido contrariado, que havia aberto com muito esforço uma floricultura, apesar disso sentia-se orgulhoso. O casal vivia feliz e apoiando um ao outro, devido à condição de sua família não era muito favorável, muitos na época faziam comentários maldosos como “Ah ela deve querer dar o golpe do baú!” ou “Deve ter dado o golpe da barriga!”, no entanto  não se importavam com tais comentários. Um tempo depois Albafica recebe a notícia de que  herdou uma grande herança deixada por seus avós  por ter  se casado,  e para a surpresa do casal Siena descobriu está grávida, a notícia deixou o jovem casal ainda mais apaixonado e feliz. Mas de um dia para outro Albafica adoeceu até enfim morrer, o que mudou o destino de Siena, desolada com a partida de seu companheiro, não percebeu as más intenções do irmão mais novo de seu marido que tirou proveito de sua bondade e inocência tomando lhe tudo que lhes pertencia, deixando sem nada.

 Siena entrou em desespero não tinha ninguém e nada para apoia-la, porém o destino apesar de ter lhe tirado o homem de sua vida, não a desamparou, sabendo de tudo o que havia lhe ocorrido e que praticamente estava na rua, sua amiga do colégio, Nina a acudiu. Contudo Siena achou melhor recomeçar sua vida, ao invés de uma luta judicial para recuperar o que era seu e de sua filha, que na época nem havia nascido e precisaria da dedicação de Siena. O meses passaram e  finalmente a loira deu a luz a sua filha, Mia,  que mesmo assim continuou seus estudos com muito esforço e apoio de todos ao seu redor sempre a ajudaram ela.  Assim deixou seu antigo emprego de bartender que trabalhava e conseguira o emprego de recepcionista hospitalar que pagava mais, Siena sempre se oferecia para trabalhar aos feriados para ganhar um dinheiro extra e algumas vezes ao invés de tirar férias trocava por dinheiro, afinal tinha de arcar com parte das despesas desta forma não dispensara qualquer oportunidade que lhe rendesse um valor há mais.

Siena nunca teve outro namorado, uma vez que sua filha era sua prioridade, muitas vezes Nina a incentivava a sair com seus amigos, porém era em vão, pois sempre dava desculpas como “Ah tenho um plantão” ou “Tenho que cuidar da Mia”. Esse assunto incomodava Siena que não havia deixado de amar seu finado marido. Nina ainda não se conformava de sua amiga sendo uma mulher muito bonita Siena tinha um corpo bem definido, do qual tinha um pouco de vergonha, principalmente quando sua filha ficava brincando com seus seios fartos, possui cabelos loiros e longos, pele branca, e olhos azuis, em suas costas possui uma tatuagem de uma fênix, não ter arrumado em todos esses anos um namorado, e só se dedicado a Mia, enquanto a morena já tinha tido inúmeros namorados, mas atualmente dizia ter encontrado o grande amor de sua vida, esse homem era Sísifo, um grego que conhecerá, há mais ou menos um ano e meio, e a mulher enchia sua boca para se vangloriar de que era um oficial das forças armadas, com uma alta patente, que possuía uma bela conduta, já foi herói de guerra, admirado por todos na aeronáutica. Mas se queixa dele tender a ser sério e responsável demais, mas graças a ela a vida dele era menos careta. Mas sua maior queixa era por não ver com tanto frequência, já que ele vivia viajando e morava na Grécia.

Já era de tarde e Siena acordou devido à euforia de sua filha que estava á dias querendo um momento com sua mãe, ainda sentia-se muito cansada, mas sabia que devia ficar um pouco com Mia.  Brincaram a tarde inteira, até que o cansaço venceu a pequena menina que foi vencida pelo sono, a colocou para dormir e dirigiu-se para o banheiro, para tomar um banho relaxante, pois o dia anterior foi exaustivo e quando chegou em casa desmaiou de exaustão. Ao sair do banho ouviu o celular tocar, e rapidamente foi atender.

_Alô! Quem é? –Perguntou.

_Ah Siena! Sou eu Alisa, preciso que venha agora pra cá!

_Por que?

_Não pergunte, só venha para cá o mais breve possível, é algo que você vai mudar sua vida.

_O que?  


Notas Finais


Comentem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...