História Just Let Me Love You - Capítulo 60


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Sans, Toriel
Tags Alphyne, Chariel, Frisk, Papyton, Sans, Sansrisk
Exibições 101
Palavras 1.192
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OLÁ
OLÁÁÁÁ
OLÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ
EU SOU O FELIPE NETO, QUER DIZER, A AMMY E VOLTAY COM OS CAPÍTULOS u.u

O ESPECIAL "Video Chat" VAI SAIR SEMANA QUE VEM (Se ninguém mandar mais perguntas)

POSTEI UMA FIC DA HISTÓRIA DE CHARA (Tem Chasriel) - LINK NAS NOTAS FINAIS

E FALANDO EM NOTAS FINAIS, LEIAM ELAS POR FAVOR

PQ ESTOU FALANDO EM CAPS LOCK? SEI LÁ e.e

ENFIM, BOA LEITURA!

Capítulo 60 - Aula diferente


>As últimas coisas do capítulo passado (Tava na visão da Frisk)<

- Vocês vão dizer que é mentira? Hahaha, já deu pra perceber desde o primeiro dia de aula... –

- Não, nós não vamos dizer que é mentira. Pelo contrário, queremos que parem de fofocas e simplesmente aceitem!!! – Ele não parecia o Sans falando isso...

- S-s-sans... – Eu olhei para a “porta” e lá estavam: A coordenadora e a mamãe, esperando para entrar na quadra...

- Agora não, Swe... Kiddo. – Pelo menos ele não me chamou de “Sweetheart” na frente deles... – Qual é o problema de vocês com isso? Por que simplesmente não aceitam que eu e Frisk Dreemurr estamos namorando? Eu sei que sou irresistível... – Algumas garotas riram disso. Eu quase as fuzilei com os olhos. – Mas a dona do meu coração é a minha Sweetheart e nada vai mudar isso!! - ...Pois é... Ele acaba de arruinar seu emprego. Vi as duas (mamãe e coordenadora) entrarem na quadra.

Sans olhou para elas, depois olhou para mim. Eu só consegui fazer a coisa mais idiota para se fazer no momento... Eu o abracei e rezei para ele não ser despedido.

>Voltando ao capítulo atual<

Elas se aproximaram de nós, os alunos se acalmaram e Sans acariciava meus cabelos, como se me dissesse que tudo ficaria bem.

- Alunos. – Minha mãe começou. – Por favor, pedimos desculpas por esse transtorno que está havendo entre o professor Skeleton e minha filha, Frisk. – Daí a coordenadora deu um passo à frente e falou:

- Vocês não deveriam mesmo se preocupar com isso... Nem é da conta de vocês!! – Sans riu um pouco. Eu ainda estava abraçada à ele. – Além do mais, vocês sabiam que ele era um professor temporário. E nós já achamos alguém com experiência para ocupar o cargo dele. O resto deste assunto será tratado entre os dois – Ela olhou para mim e para ele. – E a diretora. Sua nova professora começará a dar aula para vocês na próxima semana. –

- Por hora, fiquem com sua coordenadora... – Minha mãe falou, com o sorriso, para os alunos. Depois se virou para nós dois. – E vocês... Na minha sala. – Daí Sans me pegou no colo, eu fiquei morrendo de vergonha. Ele me beijou na frente de todo mundo!!! E depois... Nos teleportou para a sala da mamãe. Ela chegou pouco tempo depois, pois veio andando.

- M-m-mãe, n-nós podemos explicar, e-ei, d-desculpa por... – Ela me interrompeu e falou, sorrindo:

- Não precisa se preocupar, minha criança... Eu entendo que Mettaton te pressionou para dizer isso... E na minha opinião, não tem problema anunciar seu amor... Mas você sabe, Sans pode perder o emprego por conta disso...

- E-eu sei, m-mas me desculpa... – Sussurrei

- Hey, Tori, não faz nada com a Kiddo... A culpa é daquele pedaço de lata!! – Minha mãe riu.

- Sansy... – Eu realmente não gostava quando ela o chamava assim... – Não se preocupe, Frisk continuará sendo uma aluna normal e não sofrerá nenhuma punição... Porém você... – Eu engoli em seco. Por minha causa, Sans seria despedido... Como eu poderia consertar isso??!! Um simples “Mercy” não me ajuda em nada nessa situação... Oh, sim, eu ainda estava no colo dele...

- Por favor, não demite ele!!! A-a culpa foi minha, ele não precisa sofrer as consequências... – Eu estava com lágrimas nos olhos, começaria a chorar a qualquer momento... Abaixei minha cabeça, esperando que Sans não me odiasse...

- Quem disse que Sans será demitido, minha criança? – Ela sorria gentilmente pra mim. Eu olhei para ela novamente.

- O-o quê?! –

- Eu sou a rainha do Underground, e digo que não tem problema que vocês namorem, mas por favor, não dentro da escola... –

- Mas se vocês já acharam alguém pra ser professor de Educação física, o que vão fazer comigo? –

- Você será assistente da coordenadora. Agora, se já entenderam o que eu quis dizer... Podem voltar para a quadra, essa será sua última aula. –

- Ah, peraí, não namorar com a Kiddo na escola inclui não poder fazer ela sentar no meu colo? –

- Bem... – Ela olhou para a minha situação. – Inclui, sim... – Ela riu um pouco. Ele me soltou e eu fiquei de pé, ao lado dele.

- Vamos para a quadra, Kiddo. – Ele me ofereceu sua mão e nos teleportou para a quadra.

- O-o que você vai fazer hoje na aula? –

- Hehehe, vou ser bonzinho... Vou dar uma aula vaga pra vocês. Mas antes, uma conversinha... –

- D-de que tipo de conversa você está falando? – Ele não me respondeu e chamou a turma. Eles ficaram de frente para nós dois e disse:

- Hey, pivetes, o que vocês tem contra a Kiddo? – HEIN??!! QUE TIPO DE CONVERSA ERA AQUELA??

- Hã? – Um monstro laranja de roupas cinzas perguntou. – Do que você está falando? –

- Pois é, por que teríamos algo contra ela? – Falou uma monstrinha de pele azul e cabelos violetas.

- Ela me contou que vocês a excluem, que não conversam com ela... E que a única amiga dela é a Crystal. – Ele apontou para Crystal, que estava ao lado de Monster Kid.

- Aí!! Tipo assim, eu sou amigo dela também!! – Ele pediu para morrer...

- Hehehe... Ah, claro... Você é tão amigo da Kiddo que tentou manipular as memórias dela quando ela as perdeu. – Depois disso, o Kid se calou.

- E-ei, S-sans... E-essa conversa não é necessária... –

- É claro que é, Sweetheart. Eu quero saber porque esses pivetes não gostam da garota mais incrível do Underground! –

- Não é óbvio? – Loli deu um passo à frente. Ela estava falando num tom irônico e sarcástico, mas não como o Sans faz... Parecia... Que ela estava com nojo... Ou com inveja...  – Temos muitos motivos!! Quer que eu liste eles? –

- Mas é claro... E depois, acertaremos as contas... – Suas orbes ficaram negras.

- N-n-nada de violência, Sans!! –

- Esse é o primeiro motivo. Ela é uma pacifista que não aguenta ver uma ponta de violência. Isso é irritante!! –

- Isso é uma qualidade!! ...Deixa eu te dizer uma coisa... O dia está lindo, lá fora... Pássaros cantando, flores desabrochando... Em dias como esses, crianças como você... Deviam estar queimando no inferno!!! – A orbe esquerda dele acendeu em azul.

- Não!!! N-não faz nada, e-eu disse sem violência!! – As orbes dele voltaram ao normal.

- Hmpf... Por você, Kiddo... –

- Segundo motivo: Salvadora dos monstros??!! Se ela nos salvou, por que continuamos presos aqui em baixo??!! Por que não quebra a barreira com sua SOUL? – Ela fez a última pergunta se dirigindo à mim. – Ela não salvou ninguém!! Por que ela é tão adorada pelo resto do Underground?!! – Sans riu.

- Pelo simples fato de ser a Kiddo. E é claro que ela nos salvou... Ela derrotou Chara. Vocês sabem quem ela é, não sabem? Pois bem... Foi esta humana, Frisk Dreemurr... Ela nos salvou do ódio, da personificação da maldade... Ela nos salvou de Chara. –

E com isso, Loli calou-se. Cerrou os punhos e deu um passo para trás, voltando para onde estava. Cruzou os braços e comentou algo com outra monstra. Sans disse que o resto da aula seria vaga e dispensou a turma.


Notas Finais


Link da fic:https://spiritfanfics.com/historia/only-revelations-the-true-history-7172194
SIM ELA É +18 MAS NÃO TEM NADA DEMAIS OKAY? É SÓ PORQUE TEM YAOI
E NEM TEM LEMON ENTÃO PODEM LER QUE AINDA TÁ LONGE DE EU ESCREVER COISAS PESADAS e.e

Agora vamos falar sério sobre duas coisas:
O especial do Video Chat está programado para sair antes da segunda parte, que é uma coletânea de várias one-shots menores que 2.000 palavras cada uma.
Uma delas é Chariel, outra é uma narrativa de Chara sobre sua visão do mundo, outra é Frans Underfell...
E farei mais duas!
Então se quiserem dar sugestões, podem escolher qualquer casal entre:
Chariel
Frans
Papyton
Mettaton x Napstablook - Bem, não shippo, mas se quiserem né... e.e
Charisk - Não shippo muito, mas tanto faz qq
(Esses casais podem ser de qualquer timeline)

E a outra não será sobre um casal, mas sim uma narrativa, então também quero que escolham entre:

Narrativa de Sans sobre sua vida antes de Gaster "morrer";
Narrativa de Frisk sobre a vida antes do Underground (diferente da que tem na fic);
Asriel (ou Sans ou um narrador observador) contando como foi o processo de adaptação dos monstros ao Underground;

Foram essas minhas ideias ;u;
FICARAM HORRÍVEIS? TALVEZ ;UUUUU;

É ISSO POR HOJE!
Espero que tenham gostado do cap
E das ideias do especial ewe
Bem, Kissus
e
Bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...