História Just Like a Dream - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Exibições 17
Palavras 1.570
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Suor com perda de esperanças?


Elo’s POV.

- ESPERA! – me virei contudo. Não podia ser.
Liam se aproximou de mim, junto a ele estavam os meninos, a Juuh e a Lari.
- Elo! – Juuh pulou no meu colo. – Onde você estava com essa cabeça! Você não pode voltar!
- eu quero! – abaixei o rosto e recebi um tapa no braço. – AI! Doeu!
- para de drama! Não vai! Se você for, eu vou junto!
- que vai junto o que? Você está no meio das aulas!
- e você ta no meio do que? Do mar? – ri. – Isso foi um sorriso?
- não vai, Elo! – disse Louis mais alto que a chuva.
- fica! – Harry fez uma carinha fofa. Ri.
- não perca essas amizades por minha causa! – Liam se pôs na minha frente e Juhh me soltou. – Você não mereceu nada do que eu disse! Eu estava errado e saber que você desistiu de tudo por minha causa, dói muito mais que uma bala! Me perdoa! Eu sinto muito, mesmo!
Eu realmente estava sem palavras e com muitas duvidas. Ele me magoou, mas também não imagino minha vida sem o Payne...
- Liam, eu...
PARATUDOOPORFAVOR. Você deve estar brisando geral ai do outro lado da tela. Digamos que essa história começou um pouuuuuuuuuuuuuco adiantada, vamos voltar um pouco pra que você entenda.
~ Um bom tempo atrás ~
- ALELUIA! – Juuh gritou ao colocarmos os pés no apartamento.
- exagerada você... – falei jogando as malas no chão.
- não é exagero...é só graças a chegar finalmente em “casa”.
- nem foi tão ruim assim! – falei me jogando no pequeno sofá empoeirado.
- fomos expulsas de dois taxis!
- conseguimos outro!
- passamos a rua errada pro cara!
- conseguimos o endereço certo!
- o pneu furou.
- pegamos outro taxi!
- você perdeu sua carteira!
- pra isso não tenho resposta! – riu. – Tirando isso, foi tudo ótimo!
- é! Tirando TUDDOO isso.
Fomos explorar o lugar. Digamos que nosso apartamento até que é bonitinho! Duas suítes com sacada e tudo...uma sala com TV e um cozinha toda bonitinha. Pegamos nossas coisas e escolhemos nossos quartos, guardamos tudo, ao som de McFly e 1D, e depois de um longo trabalho chegamos a uma mesma conclusão:
- estou com fome! – falamos juntas e rimos.
- onde vamos comer? – perguntei. – Não conhecemos nada aqui!
- vamos achar algum lugar... o que acha de chamarmos um taxi e pedir sugestões??
- pode ser! Desde que esse não nos expulse também! – disse saindo do apartamento.
- é só você não falar das suas minhocas de estimação mortas que ninguém vai ser chutada do carro.
- verdade! Vou ficar quieta!
- boa garota! – chamamos um taxi e pedimos pro cara nos levar pra um restaurante bom... E barato de preferencia.
É tão emocionante estar em Londres. Começar uma nova vida, sair do Brasil (cof cof conhecer o One Direction cof cof), fazer algo novo.  Vai ser uma ótima experiência pra nós duas, pra mim e pra Juuh. Falando em Juuh, tenho que falar pra ela que a carteira que foi roubada foi a dela, não a minha, mas isso nem é importante!
- aqui, meninas! – o tio do Taxi falou. – Adoro comer aqui! – saímos do carro e pagamos o cara. Quando viramos pra encarar o restaurante, era um bar.
- isso é um bar!
- devíamos ter visto antes!
- pois é... – olhou pra barriga, depois pro bar. - Vamos comer aqui mesmo! – senhoras e senhores, conheçam Juuh: A menina super responsável  ~clap clap clap~.
- ta, mais só porque eu to com um Niall interior! Mas te juro que se algum safado passar a mão em mim, eu esmurro ele e depois esmurro você! – disse.
- nossa! Que medo! – falou irônica e entramos no bar.
Foi até que legal. Comemos um hambúrguer muito bom, fizemos amizade com os tios que jogam sinuca e depois decidimos voltar pra casa, estávamos exaustas. Chegando em casa fui pro meu quarto, tomei um banho e me joguei na cama nem liguei pra coisa que morava no quarto ao lado.
Eu estou realmente animada com isso! É legal saber que finalmente vou botar em prática anos de inglês e traduções de músicas. Eu e a Juuh poderíamos muito bem fazer uma faculdade no Brasil, mas nossas mães viram que o ensinamento no exterior era melhor e depois de meses implorando pra Juuh, pra minha mãe, pra mãe da Juuh, pro meu pai, pro pai da Juuh, até pra minha vó e eles concordaram em nos deixar ir pra Londres!
Bem, agora é só esperar....
Juuh’s POV.
- ACORRRRRRDAAAAAA COISA FOFA DE DEUS! – filha da mãe.
- cala a boca, Eloisa! – resmunguei.
- educação ligou!
- mas eu deixei cair na caixa postal!
- não precisa ser mal educada.
- também, eu estava dormindo lindamente quando um ser oxigenado me acorda!
- temos que levantar e ver a faculdade! Você sabe que nossas mães nos querem estudando!
- uhum! Manda um aloha pros gatos universitários! – me arrumei nas cobertas
- 1- não estamos no Hawaii pra você dar aloha pras pessoas! - ¬¬ - 2- você vai vir junto!!
- noop!
- não me faça buscar o balde!
- boa noite, Lozinha! – fechei os com a tentativa de dormir novamente.
[...]
- as aulas começam daqui um mês somente! – a mulher nos entregou os horários e agradecemos.
- uhum! – um mês sem fazer nada! – obrigada! – Lo agradeceu e saímos do campus.
- yeeyy! A é! E da próxima vez NÃO JOGUE AGUA EM MIM! – berrei.
- foi necessário! - ¬¬ foi necessário, hunf
- necessário na puta que pariu só se for!
- olha o palavreado, menina! – riu.
- olha quem fala!
- ta tanto faz! O que vamos fazer?
- vamos pra casa! Ainda não tive 8 horas de sono! – disse sorridente.
- OU, podemos ir no shopping!
- fazer o que?
- COMPRAR CEBOLA, JUUH! – amiga legal essa!
- eu não gosto de shoppings!
- e eu não gosto de funk, mas ninguém é perfeito! – chamou um taxi e fomos pro shopping ¬¬

Elo’s POV.
Chegamos no Shopping e o lugar estava parecendo carnaval. Um monte de meninas pulando e gritando que nem bezerros querendo leite!
- o que ta acontecendo? - perguntou Juuh.
- se eu soubesse te respondia!
- o moço! - chamou um tio. - o que ta acontecendo?
- ah, uma banda ai veio pra ca e as fãs descobriram! Um tal de One direcxion... - soltei uma risada... One direcxion! Essas pessoas.............pera ai...One Direction! 1D....eles estão aqui?! Respirando o mesmo ar que eu??! É isso mesmo!? Eu vou gritar! OH MY JOSH!
- Elo?? Lo? ELOISA! - me bateu.
- QUE É PORRA?
- que cara de pikachu! O que foi?
- ele disse One Direcxion! - meus olhos brilhavam.
- e o que tem?? - encarei ela. - Eu sei que é One Direction!
- Dãã..
- Lo, eles são pessoas comuns como nós!
- ta... - comecei a cheirar o ar... Isso é possível?
- o que tu ta fazendo?
- to sentindo o cheiro deles!
- eu não te conheço!
- e eu sou um lindo panda voador!! Quero tirar uma foto com o Zayn! Cade eles? - comecei a pular feito louca.
Fui até o meio da multidão e essas gringas são mais burras do que uma porta! Elas estão a uma meia hora gritando pra um Milk-shake tocado pelo Paul... E nem sabemos se é dele mesmo e... Pera eu conheço esse cheiro.
- Juuh! Ta sentindo?
- o que? O cheiro de suor com perda de esperanças? Sim e vc?
- ¬¬ não! Sente...esse cheiro de menta... Misturado com... Detergente?
Segui o cheiro até uma pequena sala que dizia: Entrada somente pra funcionários. Que se dane! Puxei a Juuh e nós duas entramos. Estava tudo escuro e o espaço parecia ser bem pequeno.
- que cheiro é esse?! - perguntou Juuh.
- é o cheiro que eu estava sentindo!
- acthin.
- saúde! - falamos juntas. - por que saúde? pera, foi você que espirrou! Não, não fui eu! - rimos.
- mas pera... - Juuh interrompeu. - se não fui eu, nem você...quem foi?
- aposto que foi um maníaco da cerra elétrica! – disse tirando sarro.
- se fosse um maníaco nós estaríamos mortas!
- mas e se ele tiver bom coração??
- ah com certeza!
- você não sabe!
- diz a garota que ficou cheirando o ar.
- cheiro sim e com muito orgulho! Querida, eu poderia estar cheirando o mesmo ar de Harry Styles, vai saber!
- e eu sou uma cabra rosa! - ela percebeu a besteira que falou e começamos a rir. - ou, nós estamos nesse lugar ainda! Por que me trouxe pra cá?
- por que podia jurar que senti o cheiro do Harry com detergente!
- e por acaso você conhece o cheiro do Harry?
- intuição Directioner! – revirou os olhos.
- então ta! Cheguei em uma conclusão!
- qual?
- você tem problemas!
- minha mãe diz isso sempre, e além do mais eu não sou a única!
- ta me chamando de problemática? - confirmei. - Pelo menos eu nunca escrevi Liam James Meu Gostoso Payne no braço! - eu ia falar alguma coisa, só alguns risos ecoaram pelo lugar. - Lo.... Foi você que riu??
- não! - comecei a apalpar a parede e achei um interruptor acendendo as luzes. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...