História Just Like Heaven - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Avan Jogia, Elizabeth Gillies, Matt Bennett, Zoey Deutch
Personagens Ariana Grande, Avan Jogia, Elizabeth Gillies, Matt Bennett, Personagens Originais, Zoey Deutch
Tags Amor, Ariana Grande, Avan Jogia, Elavan, Elizabeth Gillies, Fantasma, Liz Gillies, Matt Bennett, Médico, Romance
Visualizações 27
Palavras 586
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu sei é um cap pequeno porém precisava atualizar aqui rsrs prometo que o próximo vai ser melhor ❤ boa leitura

Capítulo 3 - Expulsando


Fanfic / Fanfiction Just Like Heaven - Capítulo 3 - Expulsando

~Pov Avan~

Assim que amanheceu o dia me levantei com cuidado para não me deparar com aquela garota novamente, olhei pelos cantos dá casa e sem sinal dela.

- Você está aí? Elizabeth? - perguntei mas sem resposta. Decidi colocar o copo na mesa sem o porta copo coisa que a irritava profundamente.

- Não! O que você quer ? - ela apareceu na minha frente

- Aha...Eu sabia que você estava aqui, eu convidei um cara pra te mandar ir embora.

- Você é maluco sabia - a campainha toca

Algumas horas se passaram eu havia chamado um estilo de caça fantasmas

- Pegamos o espírito,vou jogar na privada - Disse o cara

- Uau ele pegou - Elizabeth disse zombando de mim

Logo veio umas mulheres chinesas com uns incensos

- Vai ativar o detector de fumaça - Elizabeth disse e foi exatamente isso que aconteceu

Foi quando eu tive a ideia de chamar um padre para expulsa-la

- Uau você chamou um padre - ela riu

- O PODER DE JESUS TE EXPULSA! - Ele gritava jogando água benta pela casa

- Você vai limpar isso - Ela disse saindo

- Mais pra direita! - gritei pro padre jogar nela

Assim que ele saiu ela começou a bater palmas

- O que você tá fazendo? - perguntei

- Eu estou aplaudido porque acabou esse seu show patético.

Me irritei e sai do apartamento, fui até uma biblioteca de coisas místicas no centro dá cidade.

- E aí, sou o Matt...Posso ajudar?

- Eu tô precisando expulsar um espírito dá minha casa

- Aah...Eu sei bem do que precisa - ele era completamente estranho, falava devagar e não parecia ter alguns parafusos na cabeça

Ele me entregou uns 10 livros, assim que cheguei em casa fui ler os livros, acendi algumas velas e fiz os rituais

- Espírito apareça... Espírito saia... Espírito vá embora - a casa estava silenciosa novamente - Você ainda está aqui?

- Estou sim - ela estava sentada na mesa me olhando - Eu não estou morta, não adianta

- Tudo bem, eu não sei o que fazer...

- Quem sabe me ajudar - ela sorriu

- Não...Tem mais uma pessoa - me levantei, ele era a última esperança, chamei Matt o cara dá biblioteca para vir em casa e ver se ele conseguia ver ela.

...

- isso é patético - ela revirou os olhos

- E aí tá sentindo algo? - perguntei

- Sede...Tem um refrigerante? - disse Matt

- Tem...Mas tô perguntando do fantasma

- Aah sim,eu sinto... É uma mulher...E ela não quer você aqui

- Ahaa - ela apontou pra mim - gostei desse cara

- Mas tem algo morto

- Ahaa - disse apontando pra ela - eu disse que você tá morta

- Não cara, você está por dentro, você morreu por dentro, perdeu alguém, está magoado

- Não quero falar disso - eu sabia do que era, era de Victoria minha ex e falecida esposa

- Aah alguém tomou um chute na bunda e ficou magoado, ninguém ia suportar você - Elizabeth disse aquilo com ódio

- Cala a boca ! - gritei e subi para o terraço

Algumas horas pensando ela apareceu

- Você está bem? - ela disse

- Não te interessa

- Ela morreu?

- Sim...

- Do que?

- Câncer...1 mês depois do nosso casamento - disse passando por ela

- Eu sinto muito - ela sussurou mas eu consegui ouvir

- Amanhã cedo vamos descobrir quem é você, boa noite - disse descendo as escadas e a deixando sozinha ali...

Eu também gostaria de descobrir quem era ela então o mínimo era ajuda-la.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...