História Just love - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 1.090
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capítulo para vocês

Capítulo 9 - O sonho


Fanfic / Fanfiction Just love - Capítulo 9 - O sonho

-Tudo bem, acho que vou voltar para o quarto, já estou com um pouco de sono e essa noite não saiu como planejado- Disse já levantando e dando um leve beijo na testa de Kayla. Subi as escadas e me deitei junto a Matt, ele apenas me deu um leve selinho e me abraçou.

Char narrando

- O que faz aqui?- Minha cabeça estava doendo tanto que quando tentei sentar na cama quase desmaiei. Olhei em volta procurando meu despertador dele me daria as horas, eram 4 da manhã.

-Vim ver como estava- Ed disse parando em frente a minha janela, a luz da lua estava iluminando seu corpo o deixando mais sexy.

-Invadindo meu quarto?- Perguntei olhando em seus olhos, mas não conseguia o ver direito- Que ótimo jeito de ver- Falei irônica

- Desculpe, mas precisava realmente ver se tava bem- Ele começou a andar pelo meu quarto analisando cada desenho e papel que tinha jogado em minha escrivaninha- Você desenha, canta e dança, faz mais alguma coisa que eu não sei?- Nesse momento ele acendeu a luz, que logo se tornou algo horrível para minha dor de cabeça.

-Não, por enquanto não- Levanto da cama, com minha camisola de renda azul bebê.- A quanto tempo está aqui?

-Tempo suficiente para saber que você fala dormindo- Fala se deitando de barriga para cima- Quem é James?- Me pergunta com as sobrancelhas franzidas

-Meu pai- Respondo de cabeça baixa- Não quero entregar nesse assunto.

-Tudo bem

-Mas você não me respondeu por que está aqui as 4 da manhã- Me sento ao seu lado,ele levanta fazendo com que seus olhos se encontrassem com os meus.

-Queria saber se aquele cabelo de menstruação não te fez nada- Tento segurar o riso, mas é incontrolável

-Cabelo de menstruação? sério?- Pergunto tentando segurar meu riso

-O que tu tem contra ele? nem conhece o menino ainda- Perguntei curiosa, no baile ele estava com um olhar diferente, de pânico, assim como o resto dos meus amigos.

- Conheço muito bem e pode saber que aquele dali não vale nem o prato que come

-Não, não conhece

-Sim Char…

-Não senhor Harris, acho que você não o conh…- Eu sinto seus lábios em meu pescoço e cada vez mais subindo, suas mãos estão me puxando pela nuca, fazendo um carinho no meu cabelo e a outra em minha cintura, me prendendo, como se nunca quisesse soltar. Agarro sua nuca, fazendo com que ele me beije, seu beijo era desesperador, explorando cada centímetro da minha boca.

-Tira a minha roupa- Falo entre gemidos. Ele me puxa pela cintura me suspendendo no ar. Sinto uma dor nas minhas costas, pelo baque que foi ele me jogando contra a parede. Quando menos percebi seus lábios deixavam delicados chupões pelo corpo, deixando marcas.

-Ahh- Não controlei meu gemido quando sinto seu pau entre minhas pernas, me penetrando forte. Me carrega até a cama ainda com o seu membro dentro de mim.

-Não grite- falou sussurrando em meu ouvido, me fazendo arrepiar

- Uhum- Ele me penetra mais forte dessa vez, sinto seu suor escorrendo entre meu corpo, suas entocadas ficam mais fortes e mais rápidas

-Ahhhh, isso é muito bom- sinto meu orgasmo chegando.

-Shiiu- Ele bota sua mão na minha boca, fazendo eu segurar o gemido quando chego ao meu orgasmo, ele da mais três entocadas forte e chega ao seu ápice. Ele sai de dentro de mim e se deita ao meu lado me puxando para seu peito, eu dormi assim nos braços de Ed.

Acordo suada e nervosa, olho para os lados  e não vejo ninguém,então chego a conclusão de que não se passa de um sonho, mas eu já teria sonhado que transei com o Ed duas noites seguidas? Olho no meu relógio e marca 6:50, eu já estou mais que atrasada, pego a primeira roupa que vejo e enfio no corpo, arrumo minha mochila e desço, estava uma segunda-feira chuvosa e fria, teria passado meu domingo vendo série e ignorando totalmente meus amigos. Encontro um bilhete largado na bancada da cozinha

Te chamei 5 vezes e tu não acordou, agora vai de bicicleta.

Como eu adoro minha mãe, super carinhosa comigo. Corro para a garagem e primeira coisa que vejo é a moto do meu pai, não estava achando a bicicleta de nenhum jeito e como eu já tinha aprendido a andar de moto, acho que não teria problema. Tirar a capa preta que a cobria e botei o capacete, percebi que o tanque estava cheio, um pouco estranho até, mas não liguei porque estava muito atrasada. Passava pelos carros sentindo o vento em meus cabelos, como eu amava aquilo. Quando estava chegando perto do colégio percebi os olhares sobre mim, mas eram olhares de dúvida, estacionei a moto com as outras que tinham ali perto, tirei meu capacete e vi os olhares surpresos de todos e principalmente dos meus amigos que estavam vindo em minha direção

-Charlotte Clier, o que você pensa que está fazendo andando com essa moto?- Kayla me pergunta com as duas mãos na cintura.

-Não enche Kayla, minha mãe simplesmente não quis me trazer porque dormi demais- Falei guardando o capacete e pegando a chave da moto.

-Então a noite foi boa em- Petter disse agarrado em Hayle

-Que?- Perguntei sem entender

-Seu pescoço, você se viu hoje no espelho?- Kayla perguntou segurando o riso

-Não… tive que sair correndo, mas o que tem o meu pescoço?- Percebi o sorrisinho de vitória nos lábios de Ed. Então pensei em tudo o que tinha acontecido, e me assustei, aquelas duas noites de sexo com Ed não tinham sido um sonho. - Alguém tem uma maquiagem para cobrir isso?

-Pode deixar, eu faço isso- Hayle falou

-Hayle é maquiadora- Petter diz beijo a testa de Hayle. Entramos no colégio e fomos para o banheiro.

-Como isso aconteceu?- Anne estava sentada em uma das pias e Kayla retocando sua maquiagem

-Não lembro direito- Menti

-Claro que sabe Char e deve lembrar muito bem- Kayla disse

-Tá bom, foi Ed- Hayle já estava passando a terceira camada de base quando me olhou assustada

-Eu sei, um erro, podem me julgar- Disse me olhando no espelho

-É grande? ele transa bem?- Kayla disse atrás de mim, quando o sinal bateu

-Aula gente, vamos- Eu disse, graças a deus o sinal bateu, passei o resto da aula tentando fugir do Ed.

Segunda e Terça se passaram tão rápido que quando percebi já era meu aniversário de 18 anos e algumas coisas nunca mudam.

 


Notas Finais


Eu não sei se vou continuar essa história, não estão mais comentando e nem favoritando. Um beijo para vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...