História Just Mine - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Lemon, Yaoi
Exibições 488
Palavras 828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - School Trip 2


JIMIN ON.

Jungkook passou a mão pela minha bunda e abaixou minha calça, em seguida trocou de posição, ficando de quatro em cima de mim

— Jungkook... Aqui não.

— Ahh! Mas por quê?!

— Porque não!

— Mas você está tão excitado! — Pegou em meu membro.

— Hmm... M-mas alguém pode ouvir.

— Não vão, só nós dois vamos saber disso. — Ele sorriu maliciosamente e tirou a blusa.

— Ok.

Ele tirou sua camisa e sua calça, ficando apenas de cueca.

— Ah, mas você não está com as roupas que eu gosto.

— Vamos assim mesmo.

— Me recuso. Elas estão na mala azul.

— Você quer que eu troque de roupa agora?!

— Sim.

— Aff! — Revirei os olhos, fui até a mala e peguei uma lingerie roxa.

— É disso que o daddy gosta. — Ele disse quando eu saí do banheiro da cabana.

— Estou bonito daddy?

— Está lindo.

— Uh... O-obrigado... — Falei corando.

— Vem aqui. Senta no daddy.

— Mas já?! Sem provocações?

— Você quer com provocações?

— Claro!

— Ok então.

Jungkook me deitou na cama e abriu minhas pernas, encarando meu membro que estava facilmente sendo visto por cima da calcinha de seda.

— Jungkook... — Fechei os olhos quando ele pega no como ele chamava "mini Jimin"

— Isso é bom Baby?

— É maravilhoso daddy.

— Quer que eu continue baby?

— S-sim...

— Onde está seu vibrador?

— Na mochila.

Ele foi até minha mochila e pegou meu vibrador, em seguida, voltou pra cama, abriu minhas pernas, tirou minha calcinha e disse:

— Lambe.

— L-lamber?

— Você não quer que eu enfie ele seco em você, quer?

— Vai doer.

— Exatamente. Lambe!

— Hum, ok. — Coloquei o mesmo na boca. — Hum... Daddy... — Gemi sem querer.

— Isso baby, geme pro seu daddy.

Terminei de lubrificá-lo e dei para Jungkook, que de primeira, enfiou tudo.

— N-não vai ligar?

— Assim é mais realista não é?

— Claro que sim.

— Então é melhor, não é?

— Eu prefiro o seu, daddy.

— Prefere o meu? — Ele abaixou a cueca e começou á se masturbar.

Jungkook estava se preparando para me penetrar, quando eu sento e levo minha boca até seu membro.

— Ba-baby... — Ele botou suas mãos em meus fios, movimentando minha cabeça para os lugares desejados.

Ele não demorou muito á gozar na minha boca, e um pouco fora da mesma, sujando meu pescoço.

— Meu deus Jimin, sua boca faz cada maravilha!

— Obrigada, eu acho.

— Minha vez. — Ele me botou de quatro, eu achei que iria enfiar seu membro em mim, mas não.

Jungkook enfiou sua língua na minha entrada, forcei a inútil tentativa de não gemer, mas não consegui.

— Ai meu deus! Ah! — Gritei e apertei os lençóis.

Jungkook retira sua língua de mim, e sem aviso nenhum, me troca de posição (deitado, com os joelhos flexionados e as pernas abertas) e em seguida me penetra numa velocidade enorme.

— D-daddy! Hum... — Arranhei suas costas.

Jungkook vai aumentando a velocidade das estocadas, indo cada vez mais fundo.

— Tão apertado... Tão quente... Ah... Essa é a melhor s-sensação de todas baby!

— D-daddy! A-aí mesmo! Isso! — Ele acertou meu ponto sensível denovo.

— Aqui? — Acertou mais sete vezes.

— I-isso daddy! Aí!

Chego ao meu ápice de prazer, sujando ambos abdomêns, Jungkook ainda não havia gozado, ele continuou com estocadas mais fortes e mais fundas, até preencher meu interior com seu sêmen.

— Daddy... — Solteira um gemido baixo enquanto ele beijava meu pescoço.

— Melhor irmos tomar café da manhã, não quero ficar com fome. — Ele disse levantando.

— Mas eu quero denovo.

— Denovo?! Jimin que fogo é esse?!

— É tão bom...

— Ok, mas... Que tal uma forma um pouco diferente?

— Qual?

Jungkook sentou na cama denovo e me deu o vibrador.

— Enfie em si mesmo.

Fiz o que ele mandou, enfiei o vibrador em mim e liguei, soltei um gemido baixo de início, mas depois conseguir me calar.

Jungkook observava a cena enquanto se masturbava, era bom dar prazer para ele sem precisar tocá-lo, mas ainda assim, prefiro com ele me penetrando.

Chegamos ao nosso ápice de prazer juntos, sujando os lençóis da cama.

Jungkook disse que daria um jeito nos lençóis e mandou eu me vestir e esperá-lo do lado de fora.

Fiz o que ele mandou, fiquei sentado na frente da cabana brincando com uns gatinhos que tinham lá perto.

— Eu adoro gatos. — Falei com ele sentando do meu lado.

— Quando voltarmos pra Busan, podemos adotar um.

— Sério?!

— Sim.

— Eu te amo daddy! Digo... Jungkook!

— Me chame de daddy, eu gosto.

— Mas daddy é só pro sexo.

— Mas eu gosto assim mesmo.

— Ok, eu te amo daddy.

— Eu te amo baby.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...