História Just Mine - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Lemon, Yaoi
Exibições 413
Palavras 1.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ADIVINHA QUEM FOI COMPRAR O CORDÃO DE ATTACK ON TITAN E VEIO CORRENDO PRA CASA DEPOIS DA ESCOLA, CHEGOU SUADA E VEIO POSTAR AQUI? EUUUU

Leiam ouvindo Boys Meet Evil

Capítulo 15 - Im Your Angel


JUNGKOOK ON.

Não acreditei, meu amor se matou na frente dos meus olhos, a primeira pessoa na qual eu realmente me apaixonei, se matou...

Pelo menos foi o que eu pensei, notei que a manga de seus casaco estava presa numa pedra do penhasco, e não soltava, peguei seu pulso e tentei puxá-lo.

— Jungkook! Me deixe cair! — Ele começou á mexer seu braço e se soltou.

— Jimin! Para! Argh... — Peguei em seu punho com as duas mãos. — Pense em como eu ficaria sem você! Entraria em depressão e certamente me mataria! Não faz isso! Pensa em todas as vezes que nós conversamos, nos carinhos que trocávamos depois do sexo! Não me abandone! — Deixei uma lágrima escapar, atingindo seu rosto.

Jimin ficou em silêncio.

— Eu não vou aguentar muito tempo Jimin!

Ele rapidamente vai escalando as pedras que se desfaziam de baixo de seus pés, quando ele chegou em terra firme, colocou seu rosto contra meu peito e começou á chorar.

— Jimin. — Falei soluçando. — O que foi isso?!

— Eu não posso falar...

— Fala! Jimin, você sabe que pode me contar tudo!

— Hum... Ok, sabe o Brice? Aquele garoto que estava enchendo nosso saco quando saímos do ônibus?

— O Kolinsky?

— Esse mesmo!

— O que tem ele?

— Ele ficou mandando mensagens pra mim me ameaçando, disse que se eu não parasse de falar com você eles iriam te matar, eles te odeiam porque na época que eu comecei á gostar de você Brice começou á gostar de mim, ou seja, não teve chance.

— E ia resolver isso se matando?! Por que não me avisou?

— Medo deles fazerem algo com você.

— Não vão, Jimin, nunca mais tente se matar, sério!

— Ok.

— Jimin, é sério! Você jura?!

— Juro.

— Espero que cumpra sua promessa.

— Irei.

Voltamos para a cabana e lá Jimin me deu o celular dele.

— Veja as mensagens.

Havia todo tipo de coisa ruim "bixinha desgraçada" , "durma com as janelas fechadas e a luz acesa"
, "termine com seu namoradinho ou vamos matá-lo."

Decidi que eu tinha que fazer algo, Brice estava online.

Mensagem ON.

Eu: fala filho da puta.

Brice: Ue, virou homem e se defendeu bixinha?

Eu: É Jeon Jungkook, para de ameaçar meu namorado, você sabe quem eu sou e tem noção do que eu posso fazer.

Brice: E você vai mostrar isso para todos, vai mostrar isso para Jimin?

Eu: Desde que seja para protegê-lo eu como até carne de humano apodrecida.

Brice: Veremos.

Mensagem OFF.

Droga! Brice ainda se lembrava disso!
Dei o celular para Jimin e ele delito na cama.

— Não vai deitar?

— Vou ficar acordado, aquele Brice te ameaça muito. Você precisa de proteção.

— Não quero que você fique cansado.

— Eu não vou. — Comecei á fazer o cafuné que ele tanto amava.

— Boa noite Jungkook.

E assim fiquei, acordado a noite toda.

NO OUTRO DIA.

— Bom dia mozão. — Falei.

— Não dormiu?

— Não, nem estou com sono.

— Vai dormir, eu te acordo em trinta minutos.

— Não estou com sono!

— Se você ficar morrendo de sono mais tarde eu vou te trazer aqui e te botar pra dormir, ok?

— Uhum.

Fomos tomar café da manhã e quem estava lá? Brice Kolinsky.

— Droga... — Falei apertando a mão de Jimin quando Brice chegou perto de nós.

— Parece que o bixinha virou homem, não é?

— Nos deixe em paz Brice, você não quer que eu envolva a polícia, quer?

— Ui, que medinho.

— Vê se cresce Brice.

— Será que o Jimin continuaria com você se soubesse sua história?

— Jungkook, do que ele ta falando? — Jimin perguntou.

— Nada Jimin, vá pegar seu café, me espere na mesa.

— Não! Brice, me diga!

— Jungkook é na verdade um anjo caído, ele foi criado com todo amor do Deus Yuuki, era um de seus servos, mas se revoltou contra si mesmo, tentando suicídio, como anjos são imortais não deu certo, e como castigo, Yuuki Taehi mandou ele para a Terra, para provar do verdadeiro sofrimento, mas tem um detalhe, Jungkook é um anjo da guarda com o propósito de cuidar de você, por isso ele não deixou você cair.

— Jungkook... Isso é verdade? — Vi os olhos de Jimin enchendo de lágrimas.

— Sim Jimin, é tudo verdade, Brice é meu irmão, mas ao contrário de mim, se revelou um traidor contra Yuuki, e foi mandado antes de mim.

— E-eu não sei como reagir á isso...

Jimin saiu correndo, eu ia atrás mas Brice agarrou meu braço.

— Não vá atrás dele, é muita informação, Jimin precisa de um tempo sozinho, esqueceu que a reação da Kim foi a mesma? — Se referiu á garota que ele tentou ter um romance á milhares de anos.

— Ela nunca mais voltou... Jimin... — Balancei meu braço. — Eu tenho que ir atrás dele!

Corri por quilômetros procurando Jimin, ele estava no penhasco.

— JIMIN!

Me aproximei dele.

— Está planejando se matar? Lembre-se da sua promessa.

— Não Jungkook. — Ele secou uma lágrima. — Estou lembrando de quando eu quase morri e só você tentou me ajudar.

— Hum?

— Não se lembra? Eu ia cortar meu pulso com um estilete na escola, aí você apareceu e não deixou.

— Ah, eu sofri um acidente, minhas memórias estão embaçadas.

— Hum, então você não se lembra?

— De que?

— Nosso primeiro beijo. Foi logo depois que você me salvou.

— Nós já havíamos nos beijado?

— Sim, nada mais que isso, por isso eu escolhi você para ser meu daddy.

— Por isso? — Agora quem estava chorando era eu. — Jimin eu te amo!

— Eu te amo Jungkook. — Ele me beijou.

JIMIN ON.

— Quer ver uma coisa?

— Uhum.

— Feche os olhos. — Jungkook pegou na minha cintura.

Ouvi um barulho que parecia asas de pássaros, Jungkook pulou e me levou junto, eu abri meus olhos e olhei pra ele.

Duas magestosas asas estavam rasgando suas costas, fazendo nós dois voarmos.

Senti o vento batendo em meu rosto e Jungkook estava rindo da minha reação á voar pela primeira vez.

Atravessamos a neblina do penhasco várias e várias vezes. Eu nunca me sentira tão bem.

Jungkook me levou de volta pra superfície, e lá prometeu que sempre iria cuidar de mim.


Notas Finais


desculpem quase matar vocês no capítulo anterior, passei a noite toda e a manhã toda escrevendo esse, amo vocês ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...