História Just Mine - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Lemon, Yaoi
Exibições 153
Palavras 1.207
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente meu pai é muito trollador e era brincadeira dele, EU PASSEI DIRETO CARALHO.

Capítulo 55 - Bowling


JUNGKOOK ON.

Depois do sexo, fomos tomar um banho, afinal, estávamos sujos e suados.

Jimin se deitou em cima de mim na banheira e eu o abracei pele cintura.

— Jungkook.

— Hum?

— Estou com sono.

— Novidade. — Sorri e passei a mão sobre seu cabelo.

— Vamos acabar logo com o banho e dormir.

— Jimin.

— O que?

— Só de te ver sem roupa, eu… — Olhei pra baixo encontrando meu membro já duro.

— Jungkook! — Sorriu e estapeou meu ombro. — Seu tarado!

— Com essa bunda, — Levei minhas mãos até tal parte de seu corpo. — Qualquer um fica assim. — Dei uma mordida em seu maxilar.

Jimin rebolou em meu colo e saiu alguns minutos depois.

— Vai me deixar assim?!

— Vou. — Sorriu se secando.

— Filho da puta. — Falei sorrindo e observando seu corpo.

— Não me xinga. — Fez bico.

— Mas você adora quando eu te xingo na cama.

— Na cama, só na cama pode.

— Se você diz...

Jimin saiu do banheiro e eu me aliviei, na banheira mesmo, depois saí da banheira, tirei o tampão do ralo e me sequei.

— Jimin? — Chamei mas ele já estava dormindo. — Amor?

— Hum? — Respondeu sonolento.

— Já vai dormir?

— Eu estava cochilando e pretendia dormir.

— Me desculpe. — Beijei sua testa, levantei, peguei Yankee e voltei.

— Ele também está com sono. — Jimin sorriu e acariciou a cabeça de Yankee, que fechou os olhos e ronronou.

— Vou deixar vocês dormindo. — Beijei sua testa e fui em direção à porta, eu ia descer.

— Jungkookie. — Jimin me chamou e fez bico. — Fique aqui.

— Ok. — Disse após revirar os olhos, comi ele conseguia me convencer tão facilmente?

Jimin sorriu e se encolheu, enquanto eu mexia em seu cabelo.

Em questão de minutos, estava dormindo.

NO OUTRO DIA.

Acordei com Jimin me encarando, beijei sua e ele murmurou um "bom dia" sonolento.

Tirei uma mecha de cabelo da frente de seus olhos.

— Vamos levantar? Já são 11:00.

— Aish. — Reclamou. — Estou com sono.

— Eu tenho quimioterapia hoje, esqueceu?

— Vamos depois do almoço.

— Jimin.

— Hum?

— Eu quero andar de patins.

— Aish Jungkook, pede pro Jin-Hyung te levar. Estou com sono e dolorido.

— Por favor Jimin.

— Aff! Tá bom. — Revirou os olhos e levantou.

Jimin trocou de roupa e escovou os dentes, após ele sair do banheiro eu também fui.

Jimin pegou os patins e nós saímos.

— Você já sabe andar pelo menos? — Perguntou.

— Eh… Não.

— Vai dar muito trabalho. — Me empurrou em um dos bancos da praça é colocou os patins em meus pés. — Levante.

— Ok.

Levantei mas quase caí, sorte que Jimin me segurou se não, seria um belo tombo.

Ele começou à me empurrar devagar, enquanto segurava meus braços.

— Jungkookie, eu vou te soltar e você começa à movimentar os pés, ok?

— O-ok. — Jimin largou meus braços e eu comecei à movimentar meus pés.

— Está indo bem. — Disse com um grande sorriso no rosto e batendo palmas.

— Estou? — Perguntei retribuindo o sorriso.

— Pra quem não sabe, está sim.

Continuei andando enquanto Jimin apenas olhava sorrindo.

— Jungkook! Cuidado! — Ele falou quando viu que eu estava quase caindo.

— Doeu… — Falei já no chão enquanto Jimin segurava o riso. — Não ria!

— Não dá! Desculpa Jungkook! — Ele falou rindo.

— Seu Daddy vai ter que te punir?

— Não diga isso!

— Então me ajuda à levantar.

— Já está bom por hoje, não acha? Devemos ir para o hospital.

— Amanhã vamos continuar?

— Claro. — Me sentou novamente em outro banco e tirou os patins dos meus pés.

Voltamos para o carro e eu dirigi até o hospital.

Entrei na sala e saí uma hora depois, como sempre, sonolento.

Jimin dirigiu até nossa casa e, quando chegamos, eu fui pro quarto.

— Vai dormir? — Jimin perguntou logo que entrou no quarto.

— Sim, estou com sono.

— Quando acordar, desça. — Falou me dando um beijo na bochecha e depois saiu.

Alguns minutos depois, eu dormi.

DEPOIS.

— Jungkook! Jungkook! Jungkook! — Senti algo sobre meu membro, abri os olhos e Jimin estava sentado sobre meu quadril. — Acorda!

— Aish, o que é?

— Vamos sair! Namjoon-Hyung quer comer!

— Vamos todos nós?

— Sim. Levante, tome banho e se vista.

Fui até o banheiro e me joguei de baixo do chuveiro, sinceramente, não existe coisa melhor do que um banho quente num dia frio de inverno.

Saí e andei até o quarto, coloquei um casaco de moletom, uma camisa do Slayer, uma calça jeans rasgada no joelho e um par de All Star.

— Você está lindo. — Jimin falou sorrindo, ele estava usando também um casaco de moletom preto, uma camisa de God Of War com o símbolo do Ômega e escrito "By The Gods" , uma calça jeans preta e um All Star azul.

— Você também está. — Mordi seu lábio inferior.

— Será que o casalzinho pode trocar carícias no carro em vez de fazer todos nós esperamos?

— Eu estava gostando. — Luhan diz.

— Eu tenho que botar comida pro Yankee, já volto. — Jimin fala e vai em direção à cozinha.

Ele voltou alguns minutos depois é nós entramos no carro.

— Jimin.

— O que?

— Essa camisa é minha. — Falei.

— É, eu peguei no seu armário.

— Sem me pedir?

— À partir do momento em que nos tornamos namorados, é permitido que eu faça o que eu quiser com você e visse versa.

— Bota moral, Jimin! — Yoongi disse.

— Então, eu posso fazer o que eu quiser com você? — Perguntei.

— Sim.

— Bom saber. — Mordi o lábio inferior.

— Mas não aqui nem agora, vamos logo.

Entramos no carro e eu dirigi enquanto procurava algum lugar para comermos.

— O que acham daquele boliche? — Jimin apontou para um estabelecimento escrito "Boliche e Pizza!"

— Eu amo pizza! — Taehyung falou. — Por favor, Jungkookie! — Começou à chutar o banco do motorista, como uma criança.

— Aish! Para Tae, vamos sim.

— Yay! — Sorriu e fez um bico fofo.

Paramos em frente ao boliche, que era um tanto bonito.

Fiz uma reserva de duas horas para quatro pistas — dois usarem cada uma — e nós começamos à jogar enquanto comíamos.

— Aish! Eu odeio boliche! — Jimin reclamou sentando após errar pela sexta vez.

— Eu te ensino. — Levantei ele e mostrei como jogar. — Você abaixa a perna oposta ao braço em que se usa, vira o punho pra trás e joga, tente.

— Ok.

Jimin pela primeira vez na noite acertou todos os pinos, gritando e pulando em cima de mim.

— Já estava na hora. — Taehyung falou abraçando o irmão.

— Obrigada, Jungkook. — Disse sorrindo.

— Você sabe que Jungkook é Jungkook.

— Convencido! — Deu um tapa em meu peito.

Haviam umas garotas de olho em Jimin, eu fiz questão de deixar o lado do seu pescoço que haviam chupões feitos por mim exposto para elas.

Ele tem dono.

Elas nos olharam com nojo, certamente foi pela nossa opção sexual, o que era ótimo porque eu não quero nenhuma vagabunda flertando com meu namorado.

— Vamos dar uma pausa. — Yoongi disse se espreguiçando.

— Agora que eu aprendi? — Jimin perguntou pegando a bola de 12 quilos achando ser a de 5. — Aish! — Deixou cair.

— Seu bobo. — Peguei a bola de 5 e entreguei para ele.

— Obrigada. — Jogou a bola e acertou mais dez pinos.

Acabamos por reservar a noite toda, Jimin estava feliz, e isso me deixava feliz.


Notas Finais


Agora vocês sabem com que tipo de pai eu lido :v

Ah, eu preciso de ajuda, eu quero muito escrever uma fanfic camren mas eu tenho vergonha, então se alguma de vocês escreve fanfic yuri mesmo que não poste, me mandem mensagem ou comentem que eu mando, eu quero ajuda pra perder a vergonha e escrever logo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...