História Just My Daddy - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, EXO
Personagens Jennie, Jisoo, Kai, Lisa, Personagens Originais, Rosé, Sehun
Tags Black Pink, Daddy, Jennie Kim, Lalisa Manoban
Visualizações 157
Palavras 650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores 💕
Voltei com a continuação, desculpem a demora, eu realmente ando sem tempo, mas aqui estou atualizando. Espero que gostem, boa leitura!

Só não me matem pelo capítulo ;u;

Capítulo 8 - VIII - Fora de si


P.O.V's Rosé


Noite passada Jennie havia ligado para mim e parecia meio perdida, confusa, então decidi ir vê-lá hoje cedo. Acordei e me dirigi para sua casa, a mesma me atendeu normalmente, mas o que eu não esperava era saber que o porquê dela estar assim é culpa "nossa”.




(...)



— Como assim Jennie?


— Lalisa disse que tipo... Me “conquistaria”, não que eu estranha-se por duvidar um pouco dela, mas... Não sei, me sinto perdida, confusa...


— Está me dizendo que você ficou confusa com o que ela falou?


— É...


— Se ela disse isso, talvez... Queria você além de como uma babygirl, pois foi o desafio, mas... O 1 mês já não está cumprido?


— Não, falta uma semana ainda.


— E o que você falou à respeito do que ela disse?


— Nada...


— OI?!


— ...



Jennie fitava suas mãos meio corada e essa cena não me agradou... Mas por que?


— Quer dizer que você... Deixou?!


— Er...


— JENNIE! Você sabe que ela só está se aproveitando por você ser babygirl dela!?


— Mas e-eu não deixarei fácil... Eu ainda não gosto dela. -suspirou virando o rosto.


— Então mantenha distância, Jisoo não precisa saber disso. Afinal sua última semana acaba daqui há cinco dias. -falo levantando. — Bom... Vou indo, fique bem. 




Falei e saientão



Mas por que estou tão chateada?! Pela idiotice da Jennie?! Claro! Só deve ser isso... Mas porque falei aquilo?


“Então mantenha distância…”


Por segurança dela, talvez...?! Ou porque eu talvez me importe...?! 


— Aish! -entro no carro fitando a casa da mesma no outro lado da rua.


— Sim, talvez... Lalisa não deve nem ousar tocar nela!


Falo e balanço a cabeça com um não, mas suspiro e observo Jennie sair da casa. Mas aonde ela iria à essa hora?! Não pensei e a segui. A mesma havia ido a um parque, o parque era familiar, me trazia boas e más lembranças das meninas de anos atrás. Estacionei e desci à observando de longe, a mesma havia sentado no banco do parque e fitava a fonte à sua frente, mas para minha infelicidade, uma loura não muito alta, branca e dos cabelos curtos, se aproximou da mesma sentando do seu lado. Não pude ouvir nada por estar longe, apenas vi a mesma selar os lábios da pequena Jennie, paralisada continuei olhando. Logo ela vai embora. Eu havia me aproximado um pouco mais e ouvido.



“— Você é minha baby, então seja obediente”



Senti meu corpo queimar. Certo que era ordens de uma daddy ou mommy, mas isso já estava indo longe demais. Corri para meu carro e à vi longe virando a esquerda duas ruas a frente, dirigi a seguindo então a rua estava vazia, andando lentamente com o carro até sua pessoa. 


E se Lalisa fosse hospitalizada? A uma semana restante passaria rápido, não?


Respirei fundo e abri meus olhos a olhando, a rua era cumprida. Decidi e acelerei recebendo uma chamada.


Jisoo


Ignorei e quando percebi, fiz a merda. A loura havia ido atravessar a rua, mas acelerei fingindo não vê-lá, e só percebi seu corpo rolar na rua. Olho no retrovisor e ninguém, apenas Jennie que vinha corrido.


“O que eu fiz?! ”



Pensei ao ver a pequena correndo desperada, a mesma olha para o carro traumatizada ao me ver. Dei ré e virei rapidamente o carro, mudando sua direção, saindo dali. 

Mas porquê todo esse desespero? Lisa só se aproveita de você Jennie... E mesmo assim, você se importa? Eu amo você, mas fiz besteira? Você ama à ela?


Pensei indo para casa. Ao chegar me tranquei em meu quarto.



P.O.V OFF




(...)


— LALISA!! 


Gritou Jennie Kim correndo até a mesma, mas o carro que havia a atropelado ainda estava ali parado, a jovem se aproximou e sua decepção foi ver quem estava dirigindo. Seu coração apertou de uma certa forma e quando o mssmo havia ido embora, a ruiva correu para o corpo de Lalisa, apagado no chão. Ligando de imediato para à ambulância.


— Rosé... Por que isso?! Aish, Lisa... Daddy-ah, acorde! 


Falou com desespero.






(Contínua...)


Notas Finais


O que acharam?
Não matem eu ;----;
Até o próximo ♥

Não deixem de comentar =3
Beijos >3<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...