História Just not fucking perfect - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 13
Palavras 1.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


oi genteeeee
o pc voltou a funciar, mas eu não sei por quanto tempo talvez ele bugue de novo mas se isso acontecer eu aviso
talvez eu não consiga postar sexta que vem por conta da viajem de estudos da minha escola pois eu vou terça e volto quinta e vou ter aula normal na sexta e tenho certeza que eu vou estar exausta mas vou tentar postar blz
bom espero que gostem e por favor comentem que vou ficar muito feliz

Capítulo 10 - Caminho da escola


Fanfic / Fanfiction Just not fucking perfect - Capítulo 10 - Caminho da escola

Pov Lucy

 

Depois de deixar o Ace na casa dele fiquei pensando no que ele disse sobre os pais dele, eles não parecem ter uma boa relação espero um dia poder ajudá-lo nessa questão afinal é pra isso que servem os amigos, mesmo que eu queira um pouco mais que isso. Isso mesmo depois de todo esse tempo convivendo com ele, principalmente esses últimos dias eu percebi que o que cinto por ele é maior do que amizade, acho que eu o amo, mas acho que ele não sente o mesmo.

Pensei nisso o caminho inteiro e mal percebi que já estava na frente da minha casa, entrei sem muita cerimônia, estava cansada, o dia hoje foi divertido fui direto pro quarto tomar um banho e depois arrumei minhas coisas pra segunda pois sei que amanhã vou ficar o dia na cama e vou esquecer de arrumar. Depois de tudo pronto me joguei na cama e senti o cheiro do Ace no colchão o que me deixou meio corada e feliz por ainda ter um vestígio dele ali fechei meus olhos e dormi.

Acordei às 3 da tarde sem a mínima vontade de levantar pra fazer alguma coisa então simplesmente virei pro lado e dormi mais um pouco. Acordei às 6 da tarde, quase noite, peguei meu celular e fiquei jogando qualquer coisa, e não eu não comi nada o dia inteiro porque eu tava com preguiça de levantar e preparar algo, eu tava muito entediada então resolvi mandar uma mensagem pro Ace:

Lucy: Oi Ace

Ace gatinho bobo: Oi Princesa

 Lucy: Ta fazendo oq?

Ace gatinho bobo: To escutando musica

Lucy: Q musica???

Ace gatinho bobo: Mesa de Saloon do Matanza.

Laucy: Amo essa musica!

Ace gatinho bobo: Eu gosto dessa parte

“Foi numa mesa de bar que a conheci

Bem no meio do salão me apaixonei

E logo na manha seguinte eu descobri

Com ela não consigo mais viver dentro da lei”

Lembra de você!

Lucy: Tá me chamando de criminosa???

Ace gatinho bobo: É de certa forma sim

Quando ele disse isso eu não entendi direito, mas corei, pois é justamente nessa parte que o cara fala que é apaixonado pela mulher bandida.

Lucy: o-0 como assim?

Ace gatinho bobo: Deixa pra lá

Lucy: Ok

Ace gatinho bobo: Olha eu tenho que sair

Eu tenho umas coisas pra fazer

Lucy: Q coisas?

Ace gatinho bobo: Coisas, tchau Luce até amanhã.

Lucy: Hmm ok né, xauu até amanhã.

O que será que o Ace ta escondendo de mim, bom deve ser algo haver com os pais dele, mas se ele não quer falar sobre isso vou respeitar, mas acho que tem mais uma coisa que ele ta me escondendo ou eu to ficando paranóica, provavelmente a segunda opção.

Pov Ace

Quando a Luce me chamou no watts eu tava escondendo as facas da cozinha porque daqui a pouco “eles” vão chegar e não estou a fim de limpar sangue ou explicar o que aconteceu pra um paramédico. Quando eu mandei aquela mensagem sobre a musica eu quase falei merda, eu ia dizer que lembra ela por que ela roubou meu coração. RIDÍCULO que bom que eu pensei antes de responder.

Bom agora que terminei de esconder as facas vou brincar um pouco com a Anne antes de colocar ela na cama.

~~~~~~Segunda de manhã~~~~~~

Pov Lucy

Acordei com um pulo o despertador estava tocando, me tirando do que parecia ser um pesadelo, novamente haviam lágrimas em meus olhos, meus sonhos são sempre a mesma coisa, o acidente, mas dessa vez tinha algo diferente quem morria no meu pesadelo não era minha família era o Ace, eu não quero que isso aconteça, nunca.

Deixando o pesadelo de lado comecei a me arrumar pra escola, apesar do fim de semana ter sido meio conturbado com tudo que aconteceu eu estou me sentindo bem mais leve, acho que desabafar me ajudou a superar um pouco dessa culpa, graças ao Ace.

De repente me pego sorrindo com uma cara de boba no meio do meu quarto então eu olho pro meu armário, que tem um espelho, vejo meu reflexo e tenho uma ideia.

POV Ace

Acordei com o despertador, graças a Deus meus “pais” já saíram pra trabalhar. Me levantei e fui ao quarto da Anne, ela estava dormindo tranquila, entrei sem fazer barulho e dei um beijo na testa dela e depois saio e vou pra cozinha pra tomar meu café. Depois de lavar a louça que usei peguei minha mochila e fui em direção à escola com um sorriso bobo no rosto afinal vou ver minha princesa hoje. Fui o caminho todo pensando nela e cantarolando uma musica qualquer que passou pela minha mente, paro em frente à casa dela e a chamo, lá de dentro eu escuto um “já vai” a porta começa a se abrir e surge um lobo enorme que pula em cima de mim.

-Hahahaha! Acho que ela realmente gostou de você.

-É!

Eu olho pra ela e, Meu Kami, quase tive uma hemorragia nasal, ela tá usando o uniforme feminino, e de onde eu estou eu tenho uma bela visão de suas pernas, mas não cheguei a ver sua roupa íntima. Será que ela colocou sem querer de novo?

-Hahaha! Kuty vai pra dentro vai, vem Ace levanta.

A Kuty levanta e vai pra dentro e a Luce estende a mão pra me ajudar, ela tava linda com um baita sorriso e os olhos fechados, parecia um anjo, mas voltando a questão do uniforme.

-Valeu baixinha. Ehh você tá de saia de novo.

-Ah eu sei, eu decidi por mim mesma parar de esconder meu corpo, afinal as próteses são idênticas ao meu corpo. Eu me escondia por conta da culpa e pelas lembranças, mas eu tenho que aprender a conviver com isso e graças a você isso ficou menos doloroso. Obrigada por estar ao meu lado Ace.

Ela disse isso meio corada e me abraçou, confesso que fiquei e corado com o que ela disse, mas retribui o abraço e ficamos ali por alguns segundos que pareciam se horas, acho que nenhum de nós queria se soltar, mas tínhamos que ir a escola então Luce desfez o abraço fez um carinho na Kuty e trancou então fomos pra escola conversando como se nada tivesse acontecido.


Notas Finais


Espero que tenham gostado esse capitulo foi meio sem sal mas o próximo eu garanto que vai ser cheio de coisas interessantes
hehehehe n quero dar spoilers
bom desculpe qualquer erro na escrita
kissus e até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...