História Just One God (Interativa) - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~Kozayuki

Postado
Categorias Ao no Exorcist, Fullmetal Alchemist: Brotherhood, Noragami
Exibições 21
Palavras 1.367
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ecchi, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem a demora aaaaa
Agora é a Peridit
a outra escreve mal
-q
Nas cenas de luta eu recomendo ceis ouvirem uma música agitada com uns cover de guitarra que nem Before my Blood is Dry (a OST de Kill la Kill)

Capítulo 11 - O Seu Nome


Fanfic / Fanfiction Just One God (Interativa) - Capítulo 11 - O Seu Nome

{Crys}

Do nada eu acordei em algum lugar que eu não fazia ideia onde era . Era uma casa , tinha vários projetos de alquimia grudados na parede que agora estavam rasgados . Um homem de cabelos loiros curtos amarrados em um pequeno rabo de cavalo e uma capa vermelha estava sentado na minha frente , de costas para mim , fazendo algo em uma mesinha .

- Errrr ... - Tossi propositalmente para chamar a atenção do mesmo

- Ah , já acordou! - Ele olhou para mim - Eu sou Alphonse Elric , e meu irmão , Edward Elric , deve estar tendo uma vida pacata em outro lugar depois que nossa jornada acabou . Agora estou estudando alquimia , isso não é legal?

- É ... isso é bem legal se for parar pra pensar ... - Comecei a mexer no cabelo - Mas okay , cadê os outros?

- Foram em algum lugar , eu não sei . Te encontrei no chão enquanto um bando de pessoas ia embora .

- F-Filhos da puta!!! - Gritei - Eu vou ...

No mesmo momento senti algo no meu bolso dos shorts vibrar . Tirei e era meu celular que por incrível que pareça estava bem . Yurena me mandou uma mensagem falando que Marcos foi raptado . Logo fiquei super furiosa , pois Rollyn também tinha sido . 

- Alphonse , v-venha comigo! Precisamos salvar duas pessoas! - Joguei meu celular na cama e vi minha metralhadora ali no canto , no lado da porta aberta - Vamos com tudo . 

- E-Ei ... - Ele ficou sem jeito - Q-Qual é o seu nome?

Sem ele perceber eu já havia ido . Eu descia as escadas da casa segurando firme naquela arma . Alphonse corria feito louco para me alcançar , pois eu estava em passos acelerados . Ao sair da casa , pedi para Alphonse continuar me seguindo então corri até a casa de Liesel , que por incrível que pareça eu sei onde ficava . Liesel é uma ameaça para todas as raças , ela é outro nível de ser humano . Ao chegar na casa dela , eu precisava ter cautela para não me encontrar com aquele cãozinho de guarda que ele é .

- Alphonse , aqui . Não respire alto , não grite , não fale - Cochichei - Te chamarei depois .

Ele confirmou com a cabeça e eu entrei na casa com cautela . Pela janela dos fundos eu conseguia ver Higarashi na cozinha , então fui lá , e ninguém conseguia sentir minha presença . Empurrei Higarashi com tudo para perto de mim e injetei nele um sonífero , para ele dormir e não atrapalhar minha batalha com a Liesel . 

Saí de lá de dentro pela mesma janela que entrei e peguei minha arma com mais força , apoiando ela na mesma janela , onde eu conseguia ver Liesel de pé na sala . Suspirei com calma , coloquei meu dedo perto do gatilho e olhei atentamente para ela . Quando consegui sentir que a hora era essa , eu atirei com tudo em suas costas . Sangue começou a sair dela , e do nada , Rollyn saiu do sofá e olhou para Liesel , e depois para a janela .

- Você ... - Ela disse bem alto - NINGUÉM MEXE COM A LIESEL!!!

- Droga , ela também virou um cão de guarda dessa nojenta é? - Sorri - Venha com tudo Rollyn , não tenho medo . ALPHONSE!!!

Enquanto a demônio corria freneticamente até a janela , eu e Alphonse já estávamos prontos . Ela pulou da janela com sua roupa de batalha e sua lâmina tesoura . Comecei a atirar nela freneticamente , mas ela desviava de tudo com sua lâmina . Correu até mim e tentou cortar minha cabeça , mas defendi com minha arma levantada perto de meu pescoço .

- Por que fez isso a Liesel??? SUA IMUNDA!

- A única imunda aqui é aquela putinha! 

Corri um pouco para trás e tirei uma bomba de meu bolso , e era uma bomba de fumaça . Rollyn se perdeu em meio daquela névoa , e eu cheguei bem perto dela e bati na cabeça dela com minha metralhadora , que era mais pesada do que parecia .

- G-Grr ... - Ela começou a ficar tonta - E-Eu não vou ... DESISTIR!!!

Sua tesoura ficou maior e ela conseguiu me fazer um risco no meu braço inteiro . Aquilo não era apenas um risco , uma aura preta estava entrando em mim , mas decidi fazer algo agressivo . Rapidamente tirei de dentro de meu bolso algumas coisas médicas e logo costurei a ferida o mais rápido possível , e aquela aura havia ido embora .

- Se acha que pode fazer algo com essa aqui , está errada!

Rapidamente ela mudou a direção de seu olhar para Alphonse , que havia transmutado uma lança do chão . Ela cravou sua espada dentro do solo e correntes saíram do chão . Elas iam até Alphonse . Gritei seu nome e te empurrei , sendo pega pelas correntes .

- Agora , é aqui que você morre . 

- ... - Alphonse queria dizer meu nome , mas não o sabia - E-Ei , eu preciso saber seu nome!!! Eu quero saber antes de você partir!!!

- Alphonse ... Pegue sua lança . - Sorri para ele - Me mostre o quê você sabe . 

O mesmo entrou em pânico e agarrou mais sua lança , correndo desajeitado até Rollyn e conseguindo a arrancar um grande machucado . Ele olhou para mim e me soltou daquelas correntes as quebrando , antes que elas pudessem fazer algum mal a mim .

- Obrigada , Alphonse . - Sorri - Meu nome é ...

- EU VOU MATAR VOCÊS DOIS!!!!

Sem controle de si , Rollyn pulou para cima de mim apontando sua lâmina para meu peito , mas transmutei uma lança do chão a tempo e fiz a mesma cair de barriga na lâmina .

- Hã ... O quê? - Seus olhos começaram a lacrimejar - N-Não ... Eu vou m-morrer ...

- ALQUIMISTAS!!! - Liesel saiu de casa com uma espada branca e chamativa - EU VOU MATAR VOCÊS!!! VOCÊS NÃO ESTÃO VENDO QUE EU ESTOU MANIPULANDO ESSA IDIOTA PARA EU SER AMIGA DELA E ELA SER A MINHA GUARDA COSTAS QUE NEM O BABACA DO HIGARASHI??????

- E-Espera ... - Rollyn estava de olhos arregalados - Você me ... enganou?

- Hã??? - Só agora que a loira se tocou do que disse - UGH! DROGA! VOU MATAR TODOS VOCÊS AQUI E AGORA!

- Parece que a calma e sombria ficou super brava hein . Tirei a lança da barriga de Rollyn agressivamente e transmutei a lança com minha metralhadora , fazendo ela ter uma ponta afiada para servir de lança e metralhadora (que no caso é atirar) , e ela ficou maior e mais pesada . Corri até a loira e travei uma batalha com ela , onde nós tentávamos bater na outra mas sempre acabávamos por defender . Pelo menos consegui bater nela , e isso é um puta progresso , eu acho . Higarashi acordou e devíamos recuar , por que iríamos ter a batalha final em breve . Eu , Alphonse e Rollyn corremos até a casa do mesmo para então descansarmos e contarmos a Rollyn o que acreditamos que pode ter acontecido .

- M-Marcos ... Onde ele está? - Ela perguntou , saindo da cama onde estava deitada com uma faixa na barriga - Precisamos encontrá-lo!

- Então precisamos juntar o grupo . - Disse - Precisamos saber onde eles estão . Acho que os deuses estão no templo , mas os alquimistas ...

- Você não lembra de nada? - Alphonse perguntou

- Hmmm , eu não lembro o que aconteceu comigo , e nem onde todos foram . Mas podemos achá-los , né? - Sorri , transmutando minha metralhadora para uma caixinha preta com faixas amarelas - Vamos lá!!!!

- EI! ESPERA! COMO É SEU NOME??? BUAAA!!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...