História Just Right - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Got7
Personagens Lisa, Mark, Personagens Originais
Tags Got7, Incesto
Exibições 61
Palavras 1.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Me perdoem pela demora!
Esse capítulo vai compensar! Posso garantir pra vcs😏
Boa leitura💞

Capítulo 7 - Ciúmes.


Fanfic / Fanfiction Just Right - Capítulo 7 - Ciúmes.

                    POV SANA
       Valeu por te enchido a cara ontem, Sana! Só lembrando que a culpa disso TUDO é dele. Se ele não estivesse se pegado com aquela puta ruiva, nada disso teria acontecido! 
       Entrei no meu quarto e tranquei a porta rápido o impedindo de entrar.
     - Sana... Abre a porta, por favor!
     - não!
     - Sana... Vamos conversar! 
       Eu pensei um pouco e o deixei entrar mas é claro, não tinha coragem de olhar nos olhos dele.
     - Desculpa, Sana. Não era a minha intenção te deixar magoada. Desculpa se fiz algo que você não queria! Eu só fiquei preocupado quando te vi sendo agarrada por aqueles garotos. Sem tirar que você estava cheia de marcas.
     - ...
     - Sana...
     - tudo bem, Mark. Agora saia do meu quarto.
     - por que você está com raiva?! Sabe lá Deus o que aconteceria se eu não tivesse chegado! E você me agradece assim! Só por que eu te vi sem roupa! Desculpa se eu estava querendo proteger minha irmã!
     - não venha com essa pra cima de mim! Se não fosse por VOCÊ nada disso teria acontecido! Você deveria ter ficado COMIGO e não com aquela puta! Aposto que você nem sabe o nome dela!
     - não posso ficar com nenhuma garota?! É isso?!
     - não. Não pode! Você é MEU, seu merda! 
     - co-como?
     - só sai do meu quarto, por favor. -digo já chorando.
     - eu saio. Mas essa conversa não acaba aqui... - diz ele vindo até mim depositando um beijo em minha bochecha enquanto eu não apresentei nenhuma reação.
       Ele saiu do meu quarto e eu desabei chorando por ele. Que porra eu tinha falado?! Saiu tão de repente que eu não me toquei! Será que... Não hahahahha! Não pode ser. Eu não estou gostando do meu irmão. Ficou provado hoje de manhã que ele só sente atração por mim, já eu otária estou aqui apaixonada por ele. Em meio as lágrimas pude ver que havia chegado uma mensagem do G-Dragon no meu telefone.
     GD- Sana, queria falar com você sobre ontem.
     SANA- diga.
     GD- queria pedir desculpas pessoalmente... Será que poderíamos nos encontrar daqui a pouco para almoçar?
     SANA- podemos... 
     GD- daqui a pouco te pego aí.
     SANA- Ok.
       Só aceitei almoçar com o G-Dragon para esquecer o Mark, ou até mesmo quem sabe... Provocar.
                          POV MARK
       Já era hora do almoço quando minha madrasta pediu para eu chamar a Sana para vir almoçar. Para falar a verdade eu nem precisei... Ela estava descendo a escada toda arrumada e com os olhos inchados (Boa, Mark! Parabéns por ter feito a garota que gosta chorar!).
     - aonde você vai? -perguntei.
     - não te interessa.
       A campainha toca e eu corro na frente de Sana para atender e adivinha quem era? G-Dragon.
     - O que faz aqui?
     - A Sana vai almoçar comigo, né Sana?
     - sim.
     - Eu vou ter que te lembrar o que ele fez com você ontem? Mas é claro que você não lembra! Ele fez tu encheres a cara para depois abusar de ti.
     - claro que não, Sana! Ele está completamente louco!
     - louco o cacete! Você não vai sair com ele ouviu? Essas marcas no seu corpo foi ele quem fez! E você ainda vai almoçar com ele?!
     - marcas? Que marcas? Do que você está falando, Mark? -
       Nesse momento fodeu tudo. Nosso pai surge na conversa puto da vida.
     - nada, pai. -diz ela desesperada.- G-Dragon a gente se fala depois. -diz ela fechando a porta na cara dele.
       Nosso pai nos olhou desconfiado e foi para mesa almoçar e Sana já estava chorando de novo.
     - desculpa, Sana... -digo a abraçando e o melhor de tudo! Ela me abraça de volta. 
       Depois que o choro passou ela me largou e sem falar nada foi em direção à mesa e me deixou lá que nem um otário.
       Durante o almoço ninguém falava nada e o que ela havia me dito mais cedo não saía da minha cabeça "não. Não pode! Você é MEU, seu merda!" O que ela queria dizer com aquilo?! Será que ela sentia o mesmo por mim? Não. Com certeza não, ela não seria idiota que nem eu por se apaixonar pelo próprio irmão... A dor de vê-la chorando era maior do que não tê-la... Eu tinha que fazê-la me perdoar mas... Como?
                           POV SANA
       Eu estava estudando ,ou melhor, tentando! Era impossível não pensar no Mark. Eu nunca havia sentido nada do tipo por ninguém. Eu nem se quer falava com as pessoas! E agora só me restava aceitar a realidade: eu estava perdidamente apaixonada pelo meu irmão mais velho. Sou tirada dos meus pensamentos com batidas na porta. Caminho até ela é quando abro dou de cara com quem?! Isso mesmo! Mark.
     - o que você quer?
     - só queria passar um tempo com você... Eu ia passear no jardim agora... Quer vir comigo?
     - por que não?
       Fomos andando lado a lado até chegarmos no andar de baixo, quando saímos de casa e estávamos longe de qualquer familiar ele segurou minha mão. Na hora eu paralisei e fiquei sem reação, ele percebendo se vira e me olha.
     - está tudo bem?
     - sim...
     - sua mão é gelada sabia?
     - não! - ele riu junto comigo.
       Caminhos até a quadra que tinha na nossa casa e nos sentamos. Já estava escurecendo e não sei por que, mas aquilo estava deixando tudo mais tenso.
     - desculpa se eu fiz algo que você não queria... Não era minha intenção.
     - sem problema... Desculpa se eu peguei pesado com você... Eu só... Você sabe que eu nunca fui tão próxima de alguém.
     - eu sei... Mas isso é passado! Agora você tem eu, a Lisa, os meninos...
     - é verdade...
     - Sana... Eu sei que hoje eu fiz muitas coisas que você não queria mas... Me perdoa de novo?
     - por que?
     - por ter que fazer outra coisa que você não queira...
     - do que você está falando?
     - disso.
       Ele se aproximou do meu rosto e não. Ele não ia me beijar. Eu devo ter dormido enquanto estava estudando! Só pode. Ele estava realmente indo me beijar. Um pequeno desespero tomou conta de mim por que eu nunca havia beijado ninguém antes! Não deu muito tempo de me preocupar com isso por que os lábios dele já estavam encostados nos meus.

 


Notas Finais


E então? Gostaram?
Até o próximo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...