História Just Us - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jonathan Groff, Lea Michele
Personagens Jonathan Groff, Lea Michele, Personagens Originais
Tags Glee, Groffchele, Jonathangroff, Leamichele, Stberry
Exibições 4
Palavras 569
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Como diria meu chapa Homem Aranha: Hi Everyone!

Capítulo 1 - Prólogo


Minha cabeça está girando. "Vou matar o Jon! Minha cabeça vai rachar ao meio e a culpa é daquele animal.". Penso ainda de olhos fechados temendo o momento em que os abrir.  Ok. A culpa não é de Jonathan eu ter bebido algumas doses de tequila a mais do que devia, mas afinal ele é ou não é meu melhor amigo? Ele devia servir pra isso não é? Me impedir de fazer besteiras é sua obrigação, ainda mais considerando que fora ele quem me levara a aquela boate gay. Começo a me virar vagarosamente na cama, pois meu corpo esta excessivamente dolorido, como se eu tivesse sido atropelada por um rolo compressor, ou subido o monte Everest correndo.
    "AI MEU DEUS!" penso ao me mexer mais um pouco na cama e encontrar o corpo de outro ser Humano na minha cama. Pelado. "AI MEU DEUS" penso novamente " Ok. Nada de pânico. Aparentemente, eu bebi ainda mais do que eu imaginei e arrastei um indivíduo qualquer pra minha cama. Sem Pânico. Deus, eu vou matar o Jonathan!" O que fazer quando encontramos alguém deitado de bruços e pelado, em sua cama, quando você ainda se encontra semi bêbada? Deveria existir algum curso sobre como enfrentar situações constrangedoras por que eu seria a primeira aluna!
  Levantei da cama de forma silenciosa e  discreta, sem nem olhar para o cara que ainda estava desmaiado sobre ela. "Meu Deus espero que ao menos seja bonito" pensei enquanto me vestia. Quando terminei de passar uma camisa pela cabeça, meu despertador começa a tocar loucamente.
-MERDA! - disse procurando desesperadamente pelo meu celular.
-Ai minha cabeça. Alguém desliga essa merda! - uma voz conhecida vem da minha cama oque me deixa ridiculamente preocupada.
"AI MERDA!!!" penso ao me virar pra cama e me dar de cara com Jonathan. Por toda a purpurina do mundo. Isso não pode ser verdade. "EU NÃO POSSO TER TRANSADO COM O JONATHAN!!!!"
-Chele, por favor desliga isso hoje é domingo não precisa ir correr agora né? - ele diz sonolento e com o rosto enterrado nos travesseiros.
-Jonathan. - digo após encontrar meu telefone no bolso traseiro de sua calça, que estava jogada perto do banheiro. Nada bom! - Jonathan! - digo novamente, após não receber nenhum tipo de manifestação por parte de Jon. - Jonathan! Acorda caramba. Precisamos conversar.
- Calma mamãe. Desculpa eu sei que não devia ter bebido tanto ontem. Mas chegamos em casa sãos e salvos, não chegamos? Então por favor me deixa dormir até as quatro da tarde? - ele diz antes de se virar para o outro lado e se enfiar no meio das cobertas novamente.
-Jonathan! Isso não devia ter acontecido.
- Chele não pira. Me deixa dormir. Por favor. Oque não devia ter acontecido? - ele pergunta ainda sem se mexer.
- Não... Não, arghhh não devíamos ter dormido juntos. - digo sem saber como por a situação em palavras.
- Chele, você é minha melhor amiga. Não vejo problema nenhum em dormimos juntos. Já fizemos isso um bilhão de vezes lembra? Agora me deixa dormir mulher. - ele diz ainda meio dormindo.
  -MAS NÃO DEVERÍAMOS TER TRANSADO CARAMBA! - Grito com o animal, por ele ainda não ter entendido.
-Porra Lea não grita. E do que você está falando - ele diz se virando na cama para me encarar. - Merda! - Exclama ao, finalmente entender a situação.
-Entendeu agora?


Notas Finais


Então pessoinhas essa foi uma idéia que eu tive a pouco tempo, se vcs apoiarem eu continuo ok

XOXO
Eu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...