História Just Us - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 52
Palavras 1.407
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLAAAAS MEUS BEBÊS❤❤
Como vcs tão? Suave? Levando? Sofrendo? Lendo muito Lemon?

Vamos a mais um capítulo delicinha? É nozes

Boa leituraaaaa❤❤

Capítulo 4 - Difícil


Fanfic / Fanfiction Just Us - Capítulo 4 - Difícil


Jimin e Jungkook ainda estavam em frente ao templo, todos já iam embora para suas respectivas casas, mas os dois estavam ali, se olhando intensamente.

Após a fala de Jungkook, Jimin sentiu os poucos pelos de seu corpo se arrepiarem, seu olhar estava preso nos de Jungkook. O menor sentia um imã o ligando ao Jeon e não sabia como reagir. Se sentia tão atraído, queria poder aceitar a proposta do outro, mas era tão errado...

-Não, Jungkook! - Jimin respirou fundo ao dizer, sentia algo se revirar no seu interior, era como se seu subconsciente quisesse aceitar.

-Porra, e por quê não? - Jungkook indagou nervoso, passando as mãos pelo cabelo. Só queria fazer Jimin feliz, só queria tocar aquele corpo tão perfeito e apetitoso, só queria o tirar daquela prisão invisível que eram aquelas pessoas e aqueles pensamentos.

-Jungkook, você sabe muito bem que não dá! Eu não tenho nada contra homossexuais e companhia, mas não quero isso 'pra mim! Já falei mil vezes e vou repetir, é errado! Não dificulta, poxa. - Jimin disse tudo rápido, se embolando nas palavras e se martirizando mentalmente por imaginar como seria uma vida ao lado do surfista.

-Jimin, para com esse caralho de pensamento! Não é errado você gostar de alguém, mas que porra! - Jungkook dizia tudo alto, já havia perdido a paciência. Queria tanto aquele baixinho...

-E-Eu tô indo embora, meus pais devem estar me esperando...A-Até logo! - Jimin disse baixo, havia um na sua garganta. O baixinho saiu andando bem devagar até o ponto de táxi, e o primeiro carro que veio, o pequeno entrou e foi para casa. Mas, por que parecia tão errado negar o pedido do surfista? Por que queria tanto e gostava de ficar ao lado dele? Por que tudo era tão errado?

Assim que Jimin entrou no táxi, Jungkook suspirou frustrado, por que aquele baixinho era tão difícil? Porra, só queria o pequeno 'pra si. Mas que caralho.

Jungkook gritou alto, a rua estava vazia pelo horário, por isso ninguém o interrogaria. Jungkook foi andando pelas ruas escuras, rumo ao lugar que considerava sua casa, o mar.

Seu coração estava apertado, talvez devesse ficar longe do Park? Ah não, Jungkook o queria e nunca desistia do que queria até conseguir, e com o baixinho não seria diferente.

Assim que chegou próximo a praia, Jungkook tirou os sapatos e andou sobre a areia, sentindo a maciez do lugar sobre seus pés. Só andar na areia era como uma terapia para si, sentir o cheiro do mar, o ar que fluía na praia. Ah, tudo era tão tranquilo ali..! Jungkook tirou sua camisa lentamente, sentindo o ar gélido sobre sua pele quente, e caminhou devagar até a borda da praia, sentindo as águas geladas molharem seus pés, o fazendo arrepiar dos pés à cabeça. Aos poucos o Jeon foi entrando dentro da água, e já se sentia mais leve. Se abaixou no grande mar e mergulhou, mergulhou com seu corpo e sua alma, sentindo todo o seu corpo e seus fios flutuarem devido a força do mar.

Se levantou e respirou, voltando a mergulhar. Jungkook podia ser considerado um peixe, pelo imenso amor por tudo que vinha dos oceanos.


{...}


Jimin mal havia dormido a noite, sentia algo o incomodar no seu peito, seu coração estava apertado.

-Jimin, acorda meu filho! - Sua Omma entrou no quarto e se assustou ao ver que seu filho já  estava acordado.

-Bom dia. - Jimin disse sorrindo, não só com a boca mas com seus olhos também, e sua mãe sorriu também.

-Se arrume meu amor, já está na hora de ir ao colégio! - Sua Omma disse e Jimin sorriu e concordou, e logo sua mãe deixou o quarto. Jimin suspirou e se levantou da cama, vendo seu hyung dormir no colchão perto de sua cama.

-Bom dia, hyung! - Jimin disse e viu seu irmão se remexer na cama, voltando a dormir. Jimin sorriu, e ouviu o celular de Yoongi tocar, se abaixou e viu que era Hoseok, e como o bom curioso que era, olhou.

Kakao Talk 

Seokkie:  Me desculpe, bonequinha.

Jimin arregalou os olhos e soltou o celular assustado, o deixando cair no chão, e correu para o banheiro, fechando a porta ainda com os olhos arregalados.

O que aquela mensagem significava? Era só brincadeira de seu hyung, certo? Jimin suspirou cansado e começou a se despir, entrando no box e tomando seu banho.

Depois de devidamente pronto e arrumado, Jimin tomou seu café da manhã com seus pais e saiu para a escola. Mas algo não estava igual, havia um certo surfista nos pensamentos do pequeno Park, e isso já estava o irritando, talvez devesse aumentar suas orações na igreja, certo?

Assim que chegou no colégio foi recebido por seu amigo Taehyung, e ambos foram conversando animadamente para a sala.

Os primeiros horários se passaram rapidamente, e agora já estavam no refeitório lanchando, e Hoseok se juntou aos amigos, Jimin e Taehyung. Assim que viu o amigo, Jimin se lembrou da mensagem, mas deveria esquecer aquilo, né?

-E aí, gente! - Hoseok disse animado, se aproximando dos dois.

-Oi, Hobi! - Jimin e Taehyung disseram em uníssono, e ambos já se sentavam na mesa do refeitório.

-Gente, bora sair depois da aula? Dá um pulo na lanchonete? Coisa rápida. - Hoseok disse enquanto enchia a boca de hambúrguer, rendendo risos dos amigos.

-Ah, sei não! Só nós três não tem graça. - Taehyung disse bufando e os amigos riram.

-E quem disse que só vamos nós três? O Yoongi também vai, e os dois surfistas também.  - Jimin se engasgou com sua comida ao escutar a palavra surfista. 

-Q-Quem? - Jimin perguntou receoso.

-Os dois surfistas! Jungkook e Namjoon, eles que vão nos buscar aqui. - Hoseok disse e Jimin sentiu seu coração acelerar descompessadamente. Afinal, o que era tudo isso? Ainda sentia vergonha pela última conversa que tivera com o maior. Aish.


{...}

As aulas passaram relativamente rápido no ponto de vista de Jimin, este que não parou de pensar em Jungkook sequer um minuto.

Preciso fazer duas horas seguidas de oração. Pensou Jimin. Quando o sinal tocou, Taehyung e Hoseok arrastaram Jimin até o lado de fora do colégio, indo até os amigos que os esperavam. Jimin estava muito nervoso, sentia que poderia morrer só de olhar novamente para Jungkook. Ao chegarem do lado de fora do colégio, puderam ver Jungkook e Namjoon, ambos estavam com suas motos, mas ao ver Jungkook, os olhos de Jimin se arregalaram e seu coração freou brutalmente uma batida. Jungkook estava com uma calça jeans preta, colada e rasgada no joelho, uma camiseta branca, meio transparente, deixando suas tatuagens a mostra, um tênis preto, uma jaqueta preta,  seus cabelos meio bagunçados, e seu olhar penetrante. Jimin paralisou no lugar e engoliu em seco, mas de repente, uma garota de sua escola saiu correndo até o surfista e simplesmente o abraçou. Por algum motivo desconhecido, Jimin sentiu uma raiva absurda subir no seu corpo, e sem mais nem menos, seguiu seus extintos e afastou a garota de Jungkook.

-Vamos, já estamos atrasados. - Jimin disse e jurou ter visto um sorriso malicioso nos lábios de Jungkook.

Todos ali olharam Jimin confusos, isso era ciúmes? A garota se afastou sem graça e Jimin bufou irritado.

-Ciúmes, baixinho? - Jungkook sussurrou malicioso no ouvido do menor que se arrepiou por inteiro.

-Vamos logo para a lanchonete.  - Jimin disse nervoso e Jungkook riu, o entregando o capacete de sua moto e o ajudando a subir no veículo. Ambos combinaram de se encontrarem lá, e assim foi. Jungkook ligou a moto e sentiu os pequenos braços de Jimin envolverem sua cintura, Jeon sorriu e acelerou.


{...}

Todos já haviam chegado a lanchonete, riam e conversavam animadamente, enquanto os demais passavam e riam da animação do jovens. Em um certo momento, Jimin se levantou e os avisou que iria ao banheiro, e Jungkook avisou que sairia por rápidos segundos. Jeon seguiu o mais novo até o banheiro e chegando no banheiro, este fechou a porta, se trancando no lugar com Jimin.

-J-Jungkook?  - Jimin se assustou ao ver o mais velho ali, e foi se afastando de costas ao ver que este se aproximava.

-Jimin-ah, me dê uma chance... - Jungkook indaga, se aproximando do baixinho acanhado no canto.

-E-Esse assunto d-de novo?. - Jimin sussurrou ao que Jungkook se aproximou de si e segurou forte em sua cintura.

-Ah, por favor.. - Jungkook sussurrou prensando o corpo do pequeno com o seu, o sentindo estremecer.

-N-Não, Jungkook! - Jimin disse, afastando o maior de si. -Não fale mais essas coisas, ou eu não serei nem seu amigo!



Notas Finais


OPA!!

QUEM ACHA QUE O JIMIN TEM Q PARAR DE CU DOCE?

Gente, entendam q a história demora a "desenvolver" porque vocês tem q entender que o Jimin foi criado por pais homofóbicos, então é complicado pra ele entender q gosta do Jungkook >< A história vai dar uma bela andada, e vem muitas emoções por aí >< Só aguardem meus anjos❤❤❤

Amo vcss❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...