História Just Us {Jikook} - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 148
Palavras 1.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLAAA!!❤❤
PRIMEIRAMENTE EU QUERO AGRADECER MUITOO A VOCÊS PELO CARINHO TÃO LINDO DE VOCÊS❤❤❤EU FICO IMENSAMENTE FELIZ POR CADA COMENTÁRIO, CADA FAVORITO, CADA PESSOA *-*❤SÉRIO, AMO VOCÊS MUITÃO!!❤❤
Enfim...
Como prometido, hoje tem atualização (até que enfim) kkkkkk.
Boa leituraa❤

Capítulo 13 - Capítulo treze.


Fanfic / Fanfiction Just Us {Jikook} - Capítulo 13 - Capítulo treze.

As pessoas corriam loucamente pela praia, o desespero estampado em cada face, e os gritos ensurdecedores que cada um produzia. O mar parecia terrivelmente agitado, como se estivesse furioso com algo, e isso deixava a todos assustados.

Jimin estava paralisado, olhava tudo assustado, seus olhos pequenos arregalados e seu corpo trêmulo, mas sem sair do lugar. Tudo passava em sua mente em câmera lenta, desde a hora que Jeon entrou no mar com sua prancha e os demais surfistas, até a hora que uma enorme onda se formou no meio do mar e sugou a todos que estavam dentro dele, quando Jeon desapareceu.

-CHAMEM A MARINHA! ㅡ SeokJin gritou alto, querendo correr até o mar, mas sendo impedido por Yoongi e Hoseok. Todos estavam apavorados, e os salva-vidas já iam de encontro ao mar, haviam chegado um grupo da marinha também, todos indo com desespero ao enorme azul renomado oceano.

E foi quando viu o desespero de todos da marinha e dos amigos, que Jimin finalmente acordou do transe e voltou a si, percebendo o que parecia impossível. Jungkook havia desaparecido no mar. E quando a realidade bateu em seu rosto como um tapa, o Park sentiu os olhos arderem em lágrimas sentidas, de puro desespero. O corpo de Jimin se arrepiou por inteiro, afinal não poderia perder Jungkook assim. No mesmo instante Jimin correu em direção ao oceano, suas vistas estavam turvas devido às lágrimas incessantes, e sua respiração completamente falha.

-J-Jungkook, n-não faz i-isso comigo. ㅡ Jimin começou a gritar com todas as suas forças, enquanto corria até a borda do mar, já entrando e sentindo a água gélida e agitada sobre suas pernas pequenas. Assim que viram o que o garoto pretendia, dois homens da marinha foram até Jimin e o seguraram, impedindo que fosse mais fundo.

-Jimin, calma, os homens vão achá-lo! ㅡ Yoongi e Hoseok seguraram o garoto, tentando falhamente o acalmarem, já o tirando de dentro do mar.

-NÃO!! M-ME D-DEIXEM P-PROCURÁ-LO. ㅡ Jimin gritava e se debatia completamente desesperado. Yoongi e Hoseok usaram mais força e o tiraram dali, o levando com extrema dificuldade até o final da praia. -E-Ele não p-p-pode sumir... m-meus s-sentimentos..

-Jimin, olha 'pra mim. ㅡ Yoongi disse sério, segurando o rosto molhado de Jimin e o fazendo olhar para si. - Você não pode fazer nada, se for lá vai ser pior, deixe que a marinha irão socorrer eles. Se acalme, por favor, vai ficar tudo bem! Apenas espere, o surfista tatuado irá voltar, para e por você. 

E ali mesmo na areia da praia, Jimin caiu de joelhos, chorando alto e soluçando, soltando toda sua angústia e aflição naquele ato. Yoongi e Hoseok o olhavam preocupados e tentavam o acalmarem, mesmo sabendo da situação complicada que se passava ali. Havia tido um quase tsunami quando haviam pessoas no mar, e pela força extrema usada pelas ondas, os surfistas simplismente desapareceram naquela imensidão azul. Yoongi não aguentou ao ver o choro alto e sentido de Jimin, agachou-se perto do irmão e o abraçou com força.

-H-Hyung... O J-Jungkook... e-eu i-ia... ㅡ Jimin tentava conversar, mas os soluços e o choro o impedia. O mais velho entendeu e o abraçou mais apertado. Talvez Jimin tenha descoberto seus sentimentos por Jeon tarde demais.

-Jimin, lembre-se que enquanto houver vida, há esperança. ㅡ Foi a única coisa que Yoongi disse, voltando a abraçar Jimin.


{...}


Depois do acidente na praia, a marinha juntamente da polícia, solicitou que todos fossem embora e deixassem as buscas em suas mãos. Realmente havia sido um enorme sacrifício fazer Jimin sair de lá, já que o baixinho se recusava incansavelmente de sair de "perto" do Jeon. Mas como ordem das autoridades, Yoongi foi obrigado a levar o irmão embora, afinal não podiam fazer exatamente nada. 

Jimin apenas chorava e chorava, chorava como se não houvesse mais um amanhã, e era como se realmente não tivesse. Assim que chegaram em casa, a mãe e pai dos Park's quiseram saber o que havia acontecido, mas Jimin estava exausto demais para explicar e apenas foi para o seu quarto, se trancou e deitou no chão.

As lágrimas desciam como cachoeiras, sua mente insistia em lhe lembrar dos momentos que teve com o surfista. A primeira vez que havia visto o outro era como se seu mundo tivesse caído, quando Jungkook começou a dar em cima de si descaradamente, quando se beijaram no barco, quando foram a igreja, quando foi "sequestrado", quando tiveram um momento íntimo ... E agora, em meio às lágrimas, em meio a aflição e angústia tomando seu coração, Jimin percebeu uma coisa...

-E-Eu t-t-te amo, J-Jungkook. ㅡ O baixinho sussurrou baixinho, já sem forças. Não poderia dizer o que sentia ao certo, mas era forte demais, intenso demais, bonito demais. Um sentimento tão forte que podia ser como o ácido e o corroer por inteiro, podia ser tão forte quanto um furacão, e tão certo quando o sol que nasce todas as manhãs. Por mais que nunca tivesse amado alguém antes, em relacionamentos, Jimin podia sentir que era amor, e não suportaria que Jungkook jamais voltasse.

-Jimin, vamos conversar. ㅡ Yoongi disse abafado pela porta, e Jimin apenas suspirou. Não queria falar com ninguém agora, só queria ir até a praia e se certificar que a marinha e os policiais estavam fazendo uma busca direito. Ainda com seu corpo mole, o Park se esforçou e foi até a porta, a abrindo para seu irmão. Yoongi entrou e fechou a porta, vendo o irmão mais novo se jogar na cama de novo, apenas deixando as lágrimas descerem por seu rostinho rechonchudo.

-Ei, para de chorar, vai ficar tudo bem. ㅡ Yoongi sussurrou, se sentando ao lado do irmão na cama e afagando os fios platinados deste. - Vou te contar uma coisa. Quando a gente gosta, ou ama alguém,  devemos sempre esperar por elas! Bom, não exatamente, mas devemos ter paciência e esperar que um dia ela volte. E devemos ter esperanças também, porque a esperança muita das vezes é o que nos mantém de pé. A situação não está fácil, Jimin, mas se você apenas chorar, não irá ajudar em nada.

O mais velho falava tudo mansamente, esperando fielmente acalmar o irmão mais novo, que apenas suspirava e soluçava.

-Já que você está de férias da escola, podemos ir à praia amanhã, e ver com os policiais se já tem pistas, o que acha? ㅡ Jimin apenas levantou a cabeça e assentiu. Estava chateado e com muito medo. Medo de perder Jeon.

-E-Eu o a-amo, h-hyung. ㅡ sussurrou quase inaudível, mas Yoongi sorriu ao escutá-lo.

-Eu sei, meu pequeno!  ㅡ Disse enquanto beijava o topo da cabeça platinada. - E te digo que amar é um dos melhores sentimentos que existem. O amor te dará forças para esperar...

E ouvindo coisas doces e motivadores do irmão, Jimin acabou pegando em um sono profundo. Aproveitando que o irmão havia dormido, Yoongi saiu do quarto e foi até a sala, pegando o celular e ligando para Hoseok, este que ajudaria os homens da marinha na busca pelas pessoas desaparecidas, já que havia ido para a Marinha a algum tempo.

-Hobi, como andam andam as buscas? ㅡ Yoongi foi direto ao ponto, ouvindo um suspirar pesaroso do Jung.

-Estão complicadas!  O mar é extenso e fundo demais, é como procurar em um labirinto. Mas estamos fazendo o máximo, e creio que devemos levar no máximo três dias buscando, porque depois é dado como morto.ㅡ O Jung disse chateado.

-M-Mas... Há chances de sobrevivência? ㅡYoongi perguntou, olhou para os lados para ver se Jimin não estava escutando.

-Há poucas chances, mas temos a hipótese de o mar ter os levado a alguma ilha, ou algo do tipo, mas esperamos que ele tenha o feito enquanto as pessoas estavam vivas...

-Aish! Amanhã eu irei aí com Jimin, ele está desolado... Depois nos falamos. Beijo. ㅡDisse por fim, ouvindo o outro se despedir e desligando o aparelho eletrônico. 

Afinal, será que Jeon estava vivo?



Notas Finais


Gente eu não sei se nesses casos de desaparecimento em alto mar é a marinha que procura, mas é nois kkkk.

Perdoem o capítulo broxante ;-; Is Life.
Os errinho de português também tão tudo aí ;-;

Uma coisinha aqui amores, pra quem tem dúvidas, o JK ama o Jimin na fic, beleza? *-*

Terça tem mais :3❤❤

FLW NENÊNS❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...