História Just Wright - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel, Sting Eucliffe
Tags Drama, Fairy Tail, Romance
Visualizações 372
Palavras 2.418
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oláaaa!!!!!!!

Demorei?? Me perdoem, sabem que a vida é uma loucura kkkkk
Boa litura galera e desculpa a demora.
Desculpa qualquer erro tbm, não revisei.

Capítulo 26 - Para melhor ou pior


 

Natsu

 

 

_ Mãe! _ Gritei pela terceira vez e dei leve batidas em seu rosto. Ela não pode me deixar sozinho agora. Temos menos do que duas horas para conseguir salvar as meninas.

Senti uma mão em meu ombro e quase gritei antes de constatar que era a minha irmã.

_ Ela descobriu?

_ Sobre o Nate, não tinha como eu não contar pra ela e… Calma! Como sabe?

_ Sei de tudo que envolva seu nome Natsu, desde fofocas espalhadas por revistas até quando você engravida duas garotas no mesmo período _ Senti um tapa na minha nuca.

_ AI!

_ E também sei sobre Nate, ele me procurou ontem. Aposto que me fez as mesmas ameaças que fez a você. Mas como eu já disse, sempre estou um passo á frente. _ Ela falou apontando para algumas malas no chão, cheias.

_ Como você…? _ Ela não me deixou terminar.

_ Bom, é óbvio que você não notou os seguranças que coloquei atrás de você e de Wendy, que aliás foram encontrados mortos hoje pela manhã de forma bem mal escondida, mas isso já está sendo resolvido _ Ela se sentou no sofá e olhou para nossa mãe desmaiada. _ Deixe que ela durma. A polícia já está envolvida. Nate não foi muito inteligente, sequestrou três garotas em plena luz do dia, na frente de testemunhas e ainda matou dois seguranças, sem o mínimo de descrição.

_ Ele sequestrou uma amiga da Wendy também.

_ Cherria, eu sei. Como eu disse três garotas e pior uma delas está grávida! Onde ele está com a cabeça? De qualquer forma, o dinheiro eu já consegui, sua casa ao que parece está sendo vigiada assim como a minha, porém estou com uma escuta que está transmitindo direto para o capitão da polícia especial. Erick resolveu tudo para mim sem levantar suspeitas. _ Ela tirou um celular  da bolsa. _ Ele vai ligar daqui a pouco, para nos passar o plano. _ Erza continuou falando sobre como ela conseguiu envolver a polícia discretamente e como tudo ia dar certo, mas o que ela dizia não se encaixava na minha cabeça, como assim ela colocou seguranças comigo? E agora estão mortos? E ela não sabe que Lissana também foi sequestrada?

_ Erza, foram quatro garotas sequestradas. _ Falei sem pensar olhando em seus olhos cor de mel, quase verdes.

_ Lucy _ Ela começou a contar nos dedos enfaticamente _ Os pais dela já estão sabendo e estão sob proteção, Cherria, que também teve a família ciente e estão sob igual proteção e Wendy.

_ E Lissana, eu vi ela no vídeo com as outras._ Erza arregalou os olhos.

_ Lissana não foi sequestrada Natsu._ Falou calmamente e depois tirou algo do bolso de seu casaco enquanto eu a olhava confuso.

_ Mas eu vi o vídeo, ela estava lá sim!

_ Não estou dizendo que não estava, só que ela não foi sequestrada. _ Ela colocou um envelope nas minhas mãos e fez sinal para que eu abrisse.

Abri o envelope e olhei os papéis ali contidos. Minhas mãos suavam e tremiam quando notei que era uma ficha de investigação. O nome de Lissana Strauss estava em negrito em cima da primeira folha, junto com uma foto de seu rosto, logo diversas observações sobre o dia a dia da garota juntamente com fotos estava disposto ao longo de enormes relatórios.  Procurei dar uma lida por cima, para entender do que se tratava. Até que chegou numa folha com marcação especial.

_ Eu não posso correr o risco de alguém estranho se aproxima da nossa família, se algo acontecer com vocês, eu nunca vou me perdoar. Então quando Lissana sumiu do nada, achei que devia pedir para alguém ficar de olho nela. _ Começou a falar enquanto eu lia a ficha marcada.

O foco na ficha, não foi o fato de ela se encontrar com alguém que até então achei que estava morto, ou ao menos esperava que estivesse. Mas a foto, na foto ela estava com ele dentro de um carro. E então me lembrei de uma conversa que aconteceu á pouco tempo.

“_ Ah! Esqueci de dizer mais uma coisa… Eu estava conversando com Lucy esses dias e ela me contou daquele dia que a Lis foi lá dizer um monte de barbaridades pra ela. Ela disse que Lis estava com alguém naquele dia, ela entrou num carro depois e foi embora… _ Ela fez uma pausa e uma cara confusa _ Eu fiquei pensando em quem poderia ter ido com ela e não pude pensar em ninguém. Depois do que ela fez com você ninguém se aproximou muito dela.

Olhando aquela foto minha cabeça estava a mil. Eu sequer parei para pensar no quão louco essa situação era, apenas foquei no que pude deduzir dessa pequena conversa.

_ Ela está com Nate?

_ Não podemos afirmar isso com certeza, mas eles se conhecem. _ Ela deu de ombros _ Mas tem mais uma coisa que pedi para investigar, isso ficou na minha cabeça, ela disse que estava grávida de você, e até pode ter essa possibilidade, mas ela não parece uma mulher que está com quase quatro meses de gestação, Erick disse que ela não foi ao hospital em nenhum momento desde… _ Ela pegou as folhas e me mostrou uma ficha _ Aqui! Esse foi o dia em que ele a viu dando entrada no hospital. Ela está acompanhada desse cara aqui, que eu nem faço idéia de quem seja.

_ É o cara que bateu na Wendy _ Murmurei sem pensar. Erza ficou vermelha por alguns instantes antes de se recuperar e respirar fundo.

_ Enfim, ela entrou e saiu com ele. Erick deduziu que ela tinha apenas passado mal, agora sabemos que aqui foi provavelmente quando descobriu que estava grávida. Porém depois disso ela não foi mais nenhuma vez, nem fazer o pré-natal, nem nada.

_ Ela está sendo negligente com a criança.

_ Ela provavelmente não se importa com a criança. A questão, é que ela se encontrou com dois homens depois de sumir, o filho pode ser de qualquer um deles também, não sabemos o que eles fizeram entre as 4 paredes desse muquifo _ Falou apontando para o apartamento onde eles foram vistos juntos.

Qualquer coisa que eu fosse dizer foi interrompida pelo celular dela tocando. Ela atendeu rápido e colocou no viva voz.

_ Sim?

_ Falta uma hora para eles te ligarem vamos estar escutando tudo através da escuta de Erza para saber a localização da troca, fiquem em espera e não saiam da casa agora, nenhuma das famílias das meninas recebeu contato dos sequestradores até agora. Vocês vão seguir todas as instruções deles, porém, prefiro que Natsu entregue o dinheiro, o senhor é quem tem melhor disposição física para correr caso algo dê errado, se assegurem de que eles estejam com as vítimas na hora da troca. Deixem claro que só vão entregar o dinheiro quando as garotas estiverem longe deles. Estão entendendo?

_ Sim _ Falamos em uníssono.

_ É normal nesse tipo de situação que eles fiquem distantes de vocês e enquanto um leva o dinheiro, as vítimas vão andando até uma distância segura. Atenção, só vamos entrar em ação quando as garotas estiverem seguras, mas tudo pode dar errado a qualquer momento então estejam atentos. Qualquer barulho de tiro se joguem no chão e se eu der um sinal, vocês correm, vamos estar de olho em tudo. Ok?

_ Entendemos. _ Eu falei suspirando.

_ Natsu, apesar de qualquer provocação que haja. Você não pode ceder! Vão usar qualquer desculpa para matar vocês, então deve manter a mente focada.

_ Não se preocupe.

 

~º~

 

Os últimos minutos simplesmente não passavam, Erza estava chorando em silêncio no canto do sofá á minha frente enquanto minha mãe estava em silêncio sentada na outra ponta do sofá onde eu estava.

Poucas palavras foram ditas depois da ligação dos policiais e então os minutos se arrastaram a fim de tentar me deixar louco. Cada minuto parecia uma hora. Tudo o que passava na minha cabeça é que minha namorada grávida e minha irmã caçula tinham sido arrastadas até um buraco qualquer e estava sofrendo qualquer tipo de abuso sem que eu pudesse ajudar, enquanto eu estava aqui impotente sem poder resolver o problema, sem poder fazer nada por elas e de alguma forma sentindo que a culpa de tudo isso era minha.

Fui eu quem trouxe aquela mulher louca para dentro da minha casa. Fui eu que lhe contei sobre a minha vida e lhe confiei segredos sobre mim. Fui eu quem a amou e pensou que era recíproco, fui enganado e iludido como um adolescente idiota. Ou simplesmente como um idiota.

Lucy… Se ela nunca me perdoar eu vou entender perfeitamente, não há motivo para perdoar a situação que está passando agora por minha causa. E minha irmã? Ela sequer sabe que o monstro que autorizou aqueles hematomas em seu corpo pequeno é o homem que devia ser seu pai. E ainda pra finalizar tem sua amiga, Cherria, que apenas estava no lugar errado na hora errada.

Quase suspirei de alívio ao ouvir o telefone tocar.

_ Natsu _ Respondi rapidamente.

_ E aí meu garoto! Fez tudo certinho?

_ Está tudo certo _ Falei apertando o telefone.

_ Ótimo, leve para o quilômetro 66 da Allium, ali é perfeito para uma troca segura, sem nenhuma interrupção. _ Eu conheço o lugar, é praticamente um deserto.

_ É perfeito para desovar corpos também, você só vai receber o dinheiro se estiver com as garotas onde eu possa ver.

_ Não seja rude filho. Não tem condição nenhuma de fazer exigências.

_ Você tampouco tem alguma, se eu não puder vê-las, não vai receber nada.

_ Como quiser. Você tem uma hora para chegar aqui.

Ele desligou sem dizer mais nenhuma palavra.

Erza já estava com as chaves do carro nas mãos.

_ Vamos logo, o caminho é longo. _ Ela disse pegando duas malas e jogando sobre o ombro eeu segui seu exemplo. _ Mãe a senhora fica. Jellal já está vindo ficar com a senhora.

_ Vou com vocês! _ Falou Grandine sem dar importância ao que Erza disse.

_ De jeito nenhum, a senhora desmaiou não faz nem duas horas.

_ Já estou melhor.

_ Mãe você não vai, só vai atrapalhar indo com a gente! _ Gritei irritado e vi seus olhos se encherem de água pela minha indelicadeza. Mas agora eu não estou com cabeça para discussão, tudo o que quero é Lucy , Wendy e Cherria seguras . E principalmente quero levar minha namorada ao hospital para ter certeza de que meu filho está bem.

Simplesmente não posso me focar em qualquer outra coisa além disso.

E Grandine sabia. Ela não se mexeu mais ao ver Erza e eu saindo da garagem, a última imagem que tive da minha mãe foi suas lágrimas caindo silenciosas enquanto ela nos olhava da calçada em frente a minha casa.

Vai dar tudo certo. Prometi a mim mesmo enquanto Erza dirigia em alta velocidade em direção ao lugar combinado.

 

 

Lucy

 

 

As horas se arrastavam enquanto eu esperava esse pesadelo acabar. E pensava em formas de conseguir tirar as meninas daqui em segurança. O único problema? De todos os momentos em que eu poderia ter tido um filho,ou ser sequestrada por loucos psicopatas, porque logo agora em que estou grávida?

Não poderia deixar nada acontecer com meu filho. Não deixaria nada acontecer.

Olhei para Zeref que entrou colocando sacolas com comida no criado mudo ao lado da cama velha onde nós estávamos encolhidas. Ele me olhou maliciosamente e senti um frio subir a espinha. Eles são completamente malucos e imorais.

_ Comam! _ Ordenou e saiu pela porta.

_ Lucy, eu não estou com fome.._ Wendy sussurrou com a cabeça encostada em meu ombro, que já estava a muito molhado por suas lágrimas silenciosas.  Pelo que percebi apenas Zeref trazia comida para nós e Lissana vinha apenas para nos amedrontar.

Sei que Nate ainda tem mais um homem, pois foi este que me trouxe, embora eu não saiba seu nome, e Nate só apareceu uma vez para nós e por algum motivo Wendy ficou ainda mais pálida ao vê-lo, como se o conhecesse, e de alguma forma eu sabia que devia conhecê-lo. Ainda mais depois da frase esquisita que Zeref falou algum tempo atrás. Ele chamou o Natsu de “meu irmão”  e por algum motivo, não consigo deixar a idéia de que a forma que ele falou foi mais do que uma gíria ou jeito de falar.

E isso em qualquer outra circunstância me deixaria preocupada. Mas agora. Tudo o que quero é que esse pesadelo acabe.

_ Espero que já tenham comido. _ Lissana falou abrindo a porta.

_ Estamos comendo… _ Cherria respondeu ao ver que nenhuma de nós faria.

_ Pois então parem e venham aqui.

_ O que vai fazer? _ Wendy perguntou se levantando e andando até ela, sendo seguida por mim e por Cherria.

Engoli um grito quando Lissana deu um tabefe na cara da azulada que caiu no chão com o impacto.

_ Achei que já tinham entendido que deveriam apenas fazer o que eu mandar, sem questionar. _ Engoli tudo o que queria dizer e me abaixei ajudando Wendy a se levantar com o rosto vermelho. Mas ela não estava chorando dessa vez, tudo o que eu via em seus olhos agora, era raiva. Lissana olhou debochada para a pequena._ Não me olhe desse jeito vadiazinha.

Wendy não abaixou a cabeça e vi o braço de Lissana se erguer novamente. Instintivamente me coloquei à frente e segurei seu braço.

_ Ora sua..! _ Ela gritou me olhando e puxando o braço pra baixo antes de chutar minha perna e dar uma joelhada em meu rosto quando me abaixei de dor. Seu joelho acertou meu rosto com força. e percebi que ela faria de novo. Se não tivesse sido segurada.

_ Que merda está fazendo sua desequilibrada?! Eu disse que só não me livrei de você ainda porque está grávida daquele imbecil, mas se me estressar… _ Ele deixou a ameaça no ar. Era Nate, atrás dele estava o loiro que me deu alguns socos antes de me apagar e me trazer pra cá e Zeref, ambos segurando pedaços de panos e cordas.

Foi ali que soube que isso estava pra acabar. Seja pra melhor, ou para pior.

Deixei que me prendessem.


Notas Finais


E aí??????
Estão curtindo? Me desculpem os comentário que não respondi, percebi que em vários capítulos tem comentários sem resposta. Eu leio todos e tento responder todos, mas as vezes estou meio ocupada e tbm as vezes eu respondo e quando vou ver a resposta não foi kkkkk
Estou sem computador então se eu demorar, me perdoem e tenham paciência comigo.

Beijokas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...