História Justice League, The Return - 1 Temporada - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Liga da Justiça, Mulher Maravilha, Superman
Personagens Arthur Curry (Aquaman), Barry Allen (Flash), Bruce Wayne (Batman), Canário Negro, Clark Kent (Superman), Diana Prince (Mulher Maravilha), John Stewart, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Rainha Hipólita, Shiera Hall (Mulher-Gavião)
Exibições 20
Palavras 2.798
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gostaria de dedicar esse capítulo a minha querida leitora Paolalidia(Juliane) ❤.
Nesse capítulo está a famosa carta e espero que todos vocês gostem .
Boa leitura , bjs .

Capítulo 20 - Capítulo 20 -Eu vou falar o que sinto .


—Já posso abrir os olhos ? - disse Daiana , enquanto , Rex a segurava para não cair .

— Calma , já estamos chegando. - disse Rex . - Pronto , pode abrir.

— Uau  . - disse Daiana sem reação .

— Eu devo ter acertado já que deixei Daiana Wayne sem reação . -disse Rex sorrindo .

— Não sei nem o que falar ... É incrível, Rex , sério . - afirmou Daiana.

A vista era espetacular , um lago pequeno que era atravessado por uma estreita e pequena ponte ao redor árvores com flores rosas . E apesar de passar das 17h ainda tinha alguma luz , a água era tão cristalina que refletia toda as árvores.

— Rex , esse lugar é incrível. - falou Daiana admirando o local e com os seus olhos brilhando.

— Você sempre diz que queria que fizéssemos mais coisas românticas e que dedicássemos mais tempo a nossa relação. - afirmou Rex.

— Seu bobo , eu sou mulher lógico que vou dizer isso são os hormônios falando . - disse Daiana sorrindo . - Mas você , Rex Stewart é o cara mais incrível que eu conheço . É por isso que eu te amo.

— Daiana , nós já passamos muitas coisas juntos .... E bom , eu já te magoei um vez e me arrependo , sabe , eu aprendi a te amar. Quando me dei conta estava ligado a você e ter sido rejeitado por você foi a pior coisa que eu já senti... Bom, eu não sou tão inteligente como você, provavelmente, nossos filhos irão aprender tudo com você. Também não sou meigo, determinado ... - afirmou Rex.

— Quê? - disse Daiana . - Amor, você é um dos homens mais determinados que eu conheço . - afirmou Daiana passando a mão em seu rosto .

— Depois do seu pai e do Jor-El?- disse Rex sorrindo.

— Viu?É por isso que eu te amo por que você sempre sabe como me sinto e o que eu penso .- afirmou Daiana rindo.

— Daiana Wayne, você não vai parar de me interromper mesmo , né? - afirmou Rex sorrindo, então, ele segurou as duas mãos de Daiana. - Daiana Wayne , eu te amo como nunca imaginei que te amaria . E o destino é engraçado, se a seis anos atrás me falassem que eu estaria aqui agora não acreditaria. Mas eu te amo tanto , você me ensinou a te amar...

O coração de Rex dispara como nunca imaginou que fosse possível , ele a amava tanto e só queria tornar esse momento único para que um dia juntos eles pudessem contar aos seus netos.

Então, Rex tira uma caixa de dentro do seu bolso e se ajoelha , Daiana começa a tremer e não consegue acreditar no que está vendo .

— Ai meu Deus, não acredito! Você vai ? - disse Daiana nervosa colocando as duas mãos na boca .

— Eu sempre sonhei em ter um amor como o dos meus pais, capaz de sobreviver e resistir a tudo. E nós somos assim, por isso, eu sei que daqui a 20 anos ainda estarei sentindo muito mais do que sinto agora. Daiana, você me daria a honra de aceitar se casar comigo? - disse Rex .

— Ah, meu Deus. Sim, mil vez sim! Pra toda vida, sim! Claro que sim, Rex. Eu te amo e sempre te amarei. - disse Daiana levantando Rex e se jogando em seus braços, então, começou a chorar. 

— Ei, não chore  , meu amor. - falou Rex limpando sua lágrimas. 

— Sabe há quanto tempo eu sonho com isso ? - falou Daiana rindo e chorando ao mesmo tempo .

Ela conseguiu, parecia está vivendo um conto de fadas, tudo o que sempre sonhou e almejou agora se tornaria realidade. Daiana se casaria com o único homem que amou na vida , aquele sempre mexeu com ela. 

Se Daiana pudesse escolher um momento perfeito de sua vida seria este.

MANSÃO WAYNE

Bruce estava sentado na poltrona de seu quarto , uma suíte enorme com um sacada maior ainda e nas mãos um envelope , a carta. Ele tinha anseio de saber o que estava escrito , porém , temia pelo pior .

Talvez , Diana depois de saber todos os acontecimentos o odiasse por tudo , por não ter conseguido proteger sua filha e por ter falhado como pai.

E isso ele não poderia suportar , não poderia viver sabendo que a mulher que ele amou e ama tanto o odiava.

Bruce estava perdido em seus pensamentos quando alguém bate na porta de seu quarto .

— Quem é?- pergunta Bruce.

— Sou eu , coroa . Posso entrar ? - pergunta Terry do lado de fora .

— Entre . - afirma Bruce segurando a carta e a olhando .

— Como você está? - pergunta Terry entrando.

— Estou vivo . - falou Bruce secamente. - Você não pode simplesmente sumir , apareceram alguns vilões e .... - afirmou Bruce.

— Fico feliz em saber que sentiu minha falta. - disse Terry ironicamente e se sentando em uma cadeira . - Que carta é essa ? - perguntou Terry olhando para as mãos de Bruce .

— Não é nada . - afirmou Bruce colocando a carta sob a mesinha .

— Claro que é ... - afirmou Terry se levantando . - Você parece preocupado , vamos ver o que diz a carta. - falou Terry pegando a carta.

— Não . - falou Bruce alto- É pessoal .

— Nós dividimos o mesmo rim quer algo mais pessoal que isso?- falou Terry segurando a carta .

—É da Diana , ela escreveu a carta. - falou Bruce estendendo a mão para receber a carta . - Agora me devolva.

— Bruce , eu não sabia. - falou Terry devolvendo a carta . - E porque você não ler?

— Você é muito jovem ainda pra entender certa coisas. - falou Bruce secamente.

— Eu entendo que você está com medo . - falou Terry se aproximando e pegando a carta. - Mas se você não ler , bem , eu farei por você.

— Não precisa , eu farei . - falou Bruce pegando a carta. - Me deixe sozinho .

— Ok, qualquer coisa estou na batcaverna .- falou Terry saindo .

Bruce olhou fixamente para a carta , então , tomou coragem e a retirou do envelope , suas mãos começaram a tremer , seu coração a disparar e seu corpo começou a suar .

Uma carga enorme de adrenalina veio sob o seu coração mas de repente quando leu a primeira palavra seu coração se acalmou como se a tempestade que existia em seu coração tivesse sido terminada e surgisse um lindo arco-iris.

    " Meu amor , acho que é a primeira vez que te chamo assim sem ser em meus pensamentos. Essa semana foi difícil, você foi terrível estava mais distante que o normal e me evitava a todo custo me senti como se estivesse com lepra. E como eu chorei vendo você cada dia mais se afastando de mim, escapado por entre os meus dedos achando que o eu sentia não era o mesmo que você .

       Mas agora eu sei que você me ama tanto como eu o amo, mesmo você sendo tão cabeça-dura, teimoso e negando o que sente por mim, eu prometo não desistir de você, eu prometo que mesmo que você tente fugir do meu amor não deixarei. Sabe por quê?Talvez, esse Bruce do passado não saiba mas eu sei que você já entende que precisa do meu amor e eu preciso de você , Bruce .

     Quando a vi, meu coração parou. Como ela é parecida com você, os mesmos olhos, o mesmo olhar distante e profundo, a mesma capacidade intelectual e o mesmo sorriso. Sim, algumas vezes sem você perceber conseguir vê-lo e me apaixonei por ele. Nem em meus sonhos conseguiria imaginar uma filha assim, ela é perfeita e obrigada por ter cuidado dela todos esses anos, por ter amado e ensinado todos valores que a tornaram assim. Você não teve culpa , eu te conheço, por isso, pare de se culpar.

     Bruce Wayne, eu te amo e amarei para sempre mesmo que não esteja com você. Sempre será o único homem que amei, único que fez o meu coração bater mais forte. Acho que palavra alguma será suficiente , eu gostaria de escrever mais, infelizmente, não temos tempo.

                                                                                      Com amor para sempre sua , Diana ."


           Bruce não conseguia acreditar naquelas palavras , Diana não o odiava . Ela continuava o amando apesar de tudo , aquelas palavras eram tão reconfortantes, doces e serenas que por um momento Bruce esqueceu da realidade. E para ele era como se ela estive com ele , como se ela ainda estivesse viva .

Então, algo surpreendentemente aconteceu lágrimas desceram pelo rosto de Bruce e um sorriso apareceu. Era inacreditável mesmo depois de tantos anos e sem está presente Diana continuava mexendo com o seu coração .

...............................

NO OUTRO DIA

— Oi, bom dia. - falou Jor-El entrando .

— Bom dia , senhor Kent. - falou a empregada. - Vou chamar a senhorita Wayne.

— Não precisa . - falou Daiana descendo as escadas. - Obrigada.

— Ontem , te procurei e você não estava. - falou Jor-El se aproximando.

— Passei o final de semana com o Rex . - falou Daiana sorrindo .

— Entendo , não sabia se iria te encontrar ou se estaria no hospital. - falou Jor-El.

— Não , não.... O Dr. Avery me deixou de licença por dois meses pra ficar com o papai . - afirmou Daiana .

— Ah tá. Daiana , eu preciso conversar com você seriamente. Tenho que te algo muito importante . - falou Jor-El seriamente.

— Ok, está me assustando . Jor, eu também preciso falar com você e contar algo muito importante. - afirmou Daiana sorrindo .

— Tá bom , vamos para colina ?- falou Jor sorrindo .

— Deve ser algo muito importante mesmo, pois faz tempo que não vamos pra lá . - afirmou Daiana.

Os dois estavam em pé olhando para o horizonte deveria ser umas 8:30 AM , então , Jor-El se direcionou para Daiana e ficou de frente para ela.

Jor-El segurou as duas mãos de Daiana, a encarou por um momento e o seu coração disparou quase que ele não conseguia falar.

— Dai , você sabe que é minha melhor amiga , certo? - falou Jor-El .

— Sim , seu bobo. Você também é o meu . - afirmou Daiana sorrindo.

— Daiana , você não tem ideia de como é importante para mim . Quando estou do seu lado é como se o mundo lá fora não existisse, como se sempre fosse só nós dois nessa colina, igual quando eramos crianças. Você cuidou e me protegeu de todos quando eu não tinha poder nenhum ... - falou Jor-El.

— Jor, você fez muito mais por mim. - falou Daiana colocando a mão no rosto dele.

—Eu preciso continuar .... - falou Jor-El tentando encontrar forças para falar. -E quando você foi levada meu mundo se acabou, meu coração foi levado junto com você. Eu te conheço melhor do que ninguém, eu já estive na sua mente ,lembra? - falou Jor-El sorrindo e Daiana sorriu junto . - Você é a pessoa que eu mais amo no mundo , e eu não sei como te contar isso , tenho receio que tudo vá mudar entre nós mas eu preciso dessa mudança.

— Jor, sabe que eu também te amo e você pode me contar qualquer coisa. E nada jamais mudará entre nós..... - disse Daiana. - Agora, me conta logo por que estou curiosa e também tenho algo para contar .

— Está bem , lá vou eu .... - disse Jor-El respirando fundo. - Daiana , eu te a....

— EU VOU ME CASAR COM O REX !!- disse Daiana aos berros .

—Quê? - falou Jor perplexo.

— Eu sei que disse que você poderia falar primeiro mas estava demorando e eu precisava te contar .- falou Daiana sorrindo e abraçando o amigo . - Não vai me dá os parabéns? - perguntou Daiana entusiasmada.

— Claro , parabéns . - disse Jor-El forçando um sorrindo .

Naquele momento seu coração se partiu , ele tinha esperado 16 anos para dizer isso e agora não foi capaz de dizer .

Ele a perdeu, tantos anos guardando o que sentia e a perdeu , a culpa era só dele por não ter dito antes . E agora , ela seria de outro ,casaria com outro e ele a tinha perdido para sempre.

— Nossa, eu esperava que você ficasse mais animado. - falou Daiana decepcionada.

— Me desculpe, eu estou feliz por você. Só que está acontecendo tantas coisas e você me pegou de surpresa . - falou Jor-El.

— Tudo bem, mas o que era tão importante que você queria contar ?-perguntou Daiana .

— Bom , eu falava.... Eu te.... admiro muito , sabe. Mas eu decidi que preciso mudar e está na hora de fazer certas escolhas na minha vida. Por isso , eu decidi algo e queria que fosse a primeira a saber . - falou Jor-El.

— Eu sei, o que seria?- falou Daiana .

— Eu vou me mudar para Metrópolis. - falou Jor-El.

— Não imaginava que queria morar lá . - falou Daiana com um semblante triste.

— Eu decidi a pouco tempo . - afirmou Jor-El respirando fundo . - Quero trabalhar a fundo no Planeta Diário , meus pais são acionistas , então , será meu.

— Tudo bem, nada vai mudar. Ainda nos veremos em missões e Metropólis não é tão longe de Gotham . - afirmou Daiana sorrindo.

............................

— O que você tem , filho ? - disse Lois colocando o brinco na orelha .

— Nada , mãe . - afirmou Jor-El subindo as escadas.

— Jor-El Kent, o que houve? Eu conheço você. Me conte logo. - afirmou Lois irritada.

— Nada, mãe. Estou cansado das missões só isso. - afirmou Jor-El no topo da escada. - Ah,mãe, sobre aquela vaga no Planeta Diário resolvi aceitar.

— Sério , filho? - afirmou Lois sorrindo .

— Sim , e pretendo morar lá. - falou Jor e entrou no quarto .

— Tem algo errado . - pensou Lois .

MAIS TARDE

— Oi, amor . - falou Superman se aproximando e beijando a cabeça de Lois.

— Oi, garotão. - afirmou Loisa olhando para o notebook.

— Não acha que estou meio velho para ser chamado assim ? - afirmou Superman sorrindo , enquanto, trocava de roupa virando "Clark Kent".

— Acho que não . - falou Lois sorrindo . - Dos outros membros da liga você parece ser o único que quase não envelheceu.

— Claro que envelheci , mas o gene Kryptoniano ajuda bastante. - afirmou Clark .

—Enquanto, eu tenho que manobrar o tempo para não ficar "acabada" ainda bem sou alguns anos mais nova que você . -afirmou Lois sorrindo .

— Você , Lois Lane , jamais estará acabada e cada dia que passa está mais linda que nunca. - afirmou Clark se aproximando e cheirando o pescoço de Lois.

—É por que você me ama que pensa assim. - afirmou Lois de levantando da cadeira e o abraçando.

— Lois , meu amor por você aumenta a cada dia mais . - afirmou Clark sorrindo.

— O meu também , meu amor . E você ainda parece aquele cara desajeitado com óculos. -afirmou Lois sorrindo .

— E mesmo assim , você se apaixonou por mim . - afirmou Clark sorrindo.

— Talvez, eu quisesse só entrevistas com o Superman . - afirmou Lois sorrindo .

— Eu não duvido , Lois Lane . Você morre pelo seu trabalho. - falou Clark sentando na mesa.

— Falando nisso, eu acho melhor alugamos a casa . - afirmou Lois seriamente.

— Como assim ? E aonde vamos morar? -afirmou Clark confuso .

— Jor resolveu aceitar a vaga no Planeta Diário e não é só isso. - afirmou Lois com semblante preocupado.

— Tem mais? - falou Clark surpreso. - Mas porque essa cara? Nós queríamos isso a anos.

— Ele disse que pretende morar lá. Clark, ele estava estranho, triste ... Ele subiu e não quis comer nem chegou sorrindo como sempre. E é porque voltou da casa da Daiana e ele sempre volta sorrindo . - afirmou Lois preocupada.

—Será que ele disse o que sente e ela o rejeitou? - afirmou Clark .

— Não sei , mas se foi isso que aconteceu é melhor mesmo ele ir embora. - afirmou Lois preocupada.

— Temos que falar com ele - afirmou Clark .

— Sim , eu até pensei em insistir mas preferi esperar por você - falou Lois.

— Fez bem, vamos ? - falou Clark estendendo a mão para Lois.

— Sim . - afirmou Lois pegando a mão de Clark e sobem as escadas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...