História K-HipHop Imagines - Capítulo 13


Escrita por: ~ e ~Z-Z-Z-I-C-O

Postado
Categorias Beenzino, Crush, Dok2, Dynamic Duo, GIRIBOY, GRAY, Jay Park, Kim Hyun-Jung "Hoody", LOCO, Mad Clown, Simon D., Zico, Zion.T
Personagens Beenzino, Choiza, Crush, Dok2, Gaeko, GIRIBOY, GRAY, Jay Park, Kim Hae-sol "Zion.T", Kim Hyun-Jung "Hoody", LOCO, Mad Clown, Simon Dominic, Zico
Tags amoeba culture, Aomg, Bewhy, Bobby, Dean, Hoody, Jay Park, Mino, Ugly Duck, Ziont
Visualizações 99
Palavras 1.268
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi oi povo, Olha eu aqui as três horas da manhã trazendo cap para vcs, esse foi um pedido da zico_GD
Pf não me matem por isso

Capítulo 13 - Imagine Sik-k


Fanfic / Fanfiction K-HipHop Imagines - Capítulo 13 - Imagine Sik-k

“Ya não faça isso” Disse franzindo o cenho a Minsik que acabara de passar um pouco da massa de bolo que em minhas bochechas

“Você fica tão fofa com raiva” Disse limpando a massa de chocolate no meu rosto com o seu dedo levando a para seus lábios, me olhando enquanto provava um pouco da massa “Hm está muito bom”

“Pare de brincadeira, vamos terminar logo isso” Eu disse tentando ser o mais fria possível para conseguir me conter com o que Minsik estava tentando fazer, já que só dele provar um pouco da massa do bolo já me deixou um pouco exitada, e acabarmos transando aqui mesmo na cozinha não fazendo o jantar da véspera de Natal já que minha mãe viria nos visitar

“Ok ok, não precisa ficar irritada” Ele disse sorrindo para mim, voltando a fazer seus afazeres

Depois de um tempo nós terminamos os prepararmos da ceia, eu já estava cansada e só queria que minha mãe chegasse logo para eu comer. Me sentei no balcão da cozinha me espreguiçando, Minsik veio até mim ficando entre minhas pernas colocando seus braços em volta da minha cintura juntando nossos lábios em um selado um pouco demorado

“O que acha de tomarmos um banho, sua mãe ainda vai demorar para chegar” Ele disse distribuindo selados molhados pelo meu pescoço me fazendo suspirar.

“Nem pense nisso, você sabe que minha mãe não é de se atrasar” Eu disse tirando seu rosto de perto do meu pescoço, conseguindo resistir aos seus gracejos, não é como se eu não quisesse, eu realmente quero muito mas não estou afim de minha mãe pegar nós dois transando mais uma vez

“A baby vamos” Minsik disse fazendo um pouco de manha

“Vá logo tomar seu banho” Disse descendo da bancando e o empurrando para dentro do quarto.

Depois de convencer Minsik fui para a sala e fiquei jogado no sofá esperando ele se terminar para logo depois eu ir me arrumar, não passou um minuto e a campainha tocou, o que eu achei estranho já que minha mãe disse que chegaria só as 20:00h e agora são 19:00, não importei muito já que as vezes minha mãe chega cedo demais

Quando abri a porta fiquei paralizada, pois quem estava ali não era minha mãe e sim dois caras usando máscaras pretas, um deles estava com um bastão na mão e o outro com uma faca, um dos caras me empurrou me jogando no chão com força, eu gritei por ter caída com muita força e me machucado bastante, Minsik apareceu no momento que eu gritei, ele parecia extremamente assustado e quando me viu no chão tentou correr em minha direção para me ajudar mas um dos caras que estava com o bastão de beisebol acertou a cabeça de Minsik fazendo-o cair inconsciente no chão, quando vi seu corpo atingir o chão o desespero passou por todo o meu corpo me fazendo gritar e chorar com aquela cena, fui correr na direção onde meu namorado estava caído para ajudá-lo, mas quando levantei um dos homens que estava com a faca me puxou pelo meus cabelos, eu estava tão desesperada vendo Minsik jogado no chão daquele jeito, eu chorava e gritava tendo me desvencilhar das mãos daquele homem.

“Onde você pensa que vai vadia!?” Ele disse me enforcando, mesmo com aquela máscara que cobria metade de seu rosto percebi que ele estava rindo, o que me deixou mais furiosa, tentei usar toda minha força para sair de suas mãos mas ele era forte demais. “Oh eu acho que nossa pequena vadia está preocupada com seu lindo namorado” Ele disse olhando para o colega como se fizesse um sinal, nesse momento o homem que tinha acertado a cabeça de Minsik começou a chutalo em todas as partes do corpo, me fazendo ficar mais desesperada do que eu já estava.

“Meu amor você não consegue se lembrar de mim?” Ele disse olhando nos meus olhos soltando meu pescoço já que eu estava roxa de tanto ficar sem ar, caí no chão não aguentando ficar em pé, tentei me arrastar até onde Minsik estava, mas o homem que acabara de me enforcar chutou meu estômago com tanta força me fazendo cuspir um pouco de sangue, ele se abaixou para ficar no mesmo tamanho que eu, pegou o meu rosto apertando-o fortemente para que eu olhasse somente para ele

“Vamos baby tente adivinhar quem eu sou, você não pode ter esquecido ainda” Ele disse apertando meu rosto mais ainda. Eu não conseguia saber quem ele era já que eu só me concentrava em uma coisa: ajudar Minsik

“Eu não acredito que você já se esqueceu de mim” Ele disse tirando sua máscara revelando quem era, nesse momento eu fiquei extremamente pasma, arregalei meus olhos lembrando quem era essa pessoa que eu tanto odiava

“Nomjoo?!”

“Olha a putinha adivinhou depois de muito tempo” Ele disse deixando de segurar meu rosto mas logo depois dando um tapa forte em meu rosto

Nomjoo era meu ex namorado, eu terminei com ele depois de ver que ele estava se tornando agressivo demais e extremamente ciumento, ele não tinha aceitado nosso término e vivia me seguindo, depois de um tempo eu comecei a namorar Minsik que deixou ele extremamente louco

“O que você quer Nomjoo?”

“Oh querida você não vê, eu quero você de volta para mim” Eu já estava extremamente irritada então por impulso eu dei um tapa no rosto de Nomjoo deixando a marca de minha mão, eu não devia ter feito issoja que o deixou mais bravo ainda, depois disso eu só levei vários chutes e socos, eu não conseguia me defender estava extremamente fraca, mas sempre eu tentava me reerguer por causa de Minsik ver ele ali apanhando por causa de mim partia meu coração. Até que eu não conseguia mais fazer nada, Nomjoo e seu amigo cansaram de espancar eu e Minsik, mas antes disso Nomjoo falou alguma coisa como: eu voltarei para fazer você sofrer mais, só que vai ser muito pior que isso, acho que foi alguma coisa assim, não me lembro eu já estava ficando inconsciente, mas depois de alguns minutos eu ainda consegui ver minha mãe entrando na casa desesperada ligando para a polícia, depois disso nada mais


___


Acordei em algum lugar que não sabia onde era, olhei para o lado e lá estava minha mãe chorando eu não entendi no primeiro momento o que estava acontecendo até que tudo veio a tona, lembrei do que havia acontecido na noite da véspera de Natal

“Mãe onde está Minsik?” Eu disse assustada e preocupada tentando tirar todas aquelas coisas que estavam em mim, minha mãe que se assistiu quando eu falei pulou nos meus braços chorando mais ainda, só que agora de felicidade

“Oh minha menininha, eu estava tão preocupada com você” Minha mãe disse fazendo carícias em minha cabeça enquanto me abraçava, retribuí o abraço da mesmo forma, quando nos separamos perguntei mais uma vez onde Minsik estava, minha mãe explicou tudo o que aconteceu, eu estava em cima já fazia dois meses, Minsik também estava mas o caso dele era mais grave que o meu, ele tinha risco de não acordar, lágrimas rolaram pelo meu rosto, pedi várias vezes minha que me deixasse ver Minsik, mas ela falava que eu ainda precisava da autorização dos médicos

Depois de duas semanas eu tive alta, antes disso os médicos me liberaram para ver Minsik, eu passava todos os dias cuidando dele e o olhando, vendo ainda alguns hematomas pelo seus corpo que ainda não tinham sarado, e todos os dias que eu voltava sempre chorava rezando para que meu namorado um dia acordasse e voltarmos a ter uma vida juntas normalmente.


Notas Finais


Então foi isso gente linda, espero que tenham gostado e desculpa qualquer erro
Obrigada a todos que estão favoritando a fic ^^ ❤
Não esqueçam de fazer seus pedidos aqui nos comentários bjss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...