História Kaden&Josie - Capítulo 32


Escrita por: ~ e ~jujuba850

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Aspen Leger, Astra Orders, Camille Astor, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Eadlyn Schreave, Gavril Fadaye, Kile Woodwork, Lucy, Marlee Tames, Maxon Calix Schreave, May Singer, Personagens Originais, Princesa Daphne, Princesa Nicoletta
Tags A Seleção
Visualizações 78
Palavras 1.642
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi oi gentiii! Decidi postar outro cap essa semana!
Bjs, até as notas finais!

Capítulo 32 - O cachorrão mais lindo de Iléia


Fanfic / Fanfiction Kaden&Josie - Capítulo 32 - O cachorrão mais lindo de Iléia

No outro dia de manhã eu já estava com todas as minhas coisas arrumadas e uma mala com todas as minhas roupas.

Fui no quarto de Benjamin acorda- lo para me ajudar a levar minhas coisas para a outra casa.

- Ben, acorda- o chamei baixinho para não acordar Arthur que dormia na outra cama.

- O que foi Josie? Não está vendo que eu estou dormindo?- ele disse grosso.

- Eu terminei de arrumar minhas coisas, me ajuda a levar pra minha outra casa.

- Você tem dois braços e duas pernas, pode muito bem fazer isso sozinha- ele disse virando-se para o outro lado.

Não era a primeira vez que ele me tratava com grosseria.

Tinhas vezes que eu achava que ele me amava mas já outras que eu tinha certeza do contrário.

Eu parecia uma pedra no caminho dele e vivia atrapalhando ele a chegar onde ele queria.

Fui ate o criado mudo de seu quarto chorando baixinho e coloquei o anel de namoro que ganhei dele a pouco tempo atrás junto com uma carta.

- Até mais- eu disse beijando sua bochecha.

Peguei uma mala e abri a porta de casa.

Assim que olhei lá fora vi que estava nevando, esse tempo é doido.

Peguei um casaco na mala e fui andando até o bloco G.

Vinte minutos de caminhada até o bloco G, pode não ser muita coisa para algumas pessoas mas para mim (uma sedentária) foi um sacrifício.

Chegando na casa bati na porta.

Bati de novo.

E de novo.

Ninguém atendia e eu estava sem a chave e por se seis de uma manhã de sábado por isso achei justo seja lá com quem eu for morar estivesse dormindo.

Andei em volta da casa e vi uma janela de vidro.

Abri a janela e pulei para dentro da casa abrindo a porta pela parte de dentro, peguei minha mala e tranquei a porta.

Comecei a andar pela casa, era igual as outras mas que quase não podia ser reconhecida de tanta bagunça, em um quarto tinha malas pelo chão e um garoto dormindo em uma cama e na outra tinha umas roupas e objetos, o quarto estava escuro e estava uma bagunça.

Na sala o sofá tinha um cobertor e pacotes de doce, na cozinha tinha pacotes de doce e embalagens de comida pronta.

Fui em um quarto que achei que era pra estar vazio já que eu dividiria a casa apenas com um garoto, mas assim que cheguei no quarto levei um susto, tinha roupas espalhadas nas camas e as camas todas desfeitas, fui no outro quarto e as camas também desfeitas com livros e materiais escolares espalhados pelo chão e pela cama.

Fui em um banheiro e estava todo bagunçado com toalhas espalhadas e roupas sujas no chão.

O outro banheiro estava "limpo" mas tinha xixi na tampa da privada.

Qual é esses garotos não conseguem nem fazer xixi dentro do vaso sanitário sem espirrar na tampa.

Fui no quarto em que o garoto dormia e tentei acordar ele chacoalhando ele.

- Ou, garoto levanta seu porco- eu disse batendo nele.

Ele apenas virou para o outro lado.

Fui até a dispensa e peguei um balde coloquei água gelada e abria a porta da sala.

Peguei uma pá e joguei neve dentro do balde, arrastei o balde para dentro do quarto dele e voltei para fechar a porta.

Ergui o balde com dificudade e virei a água nele.

Eu ria descontroladamente enquanto ele gritava e pulava só então percebi que aquele garoto folgado era Kaden.

- Por que você fez isso!?- ele disse bravo sem olhar pra mim.

Eu fiquei pasma ainda sem responder olhei pela janela evitando contato visual, implorando para que ele não visse meu rosto.

- Por que você fez isso!?

Não respondi.

- Eu ordeno que me responda!

Tentei com todas as minhas forças ficar quieta mas a raiva me venceu.

- Você não manda aqui Kaden! Você pode ter sangue real mas saiu do seu país pra me encher o saco e agora você não passa de um estudante do segundo ano do ensino médio, bagunceiro e porco!

- Josie!- ele sorriu.

Mesmo todo molhado e com cara de sono eu não podia negar que aquele sorriso é lindo.

Ele veio me abraçar mas eu segurei os ombros dele.

- Você está molhado e não te abraço até você limpar essa bagunça que você fez na casa.

Ele deu uma olhada ao seu redor.

-Tive um probleminha para achar o que eu queria na minha mala.

Comecei a rir descontroladamente.

- Quem fez sua mala, um cachorro?

- O cachorrão mais lindo de Iléia.

- E esse cachorrão vai limpar os banheiros a cozinha a sala e os quartos?

- Só se o cachorrão ganhar um beijo de uma certa gatinha- ele disse colocando uma de suas mãos em minha cintura.

- A gatinha só dá um beijo no cachorrão depois que ele limpar tudo.

Tirei seus braços de minha cintura e fui até a sala sentando em cima da minha mala já que era o único lugar que não estava bagunçado.

4 horas depois.

- Terminei- disse Kaden todo suado- agora ganho meu beijinho?

- Não agora você vai tomar banho porque nós vamos almoçar, e vamos fazer o seguinte, o quarto que tem banheiro é meu aí eu fico com o banheiro dele, e você escolhe um dos outros quartos e fica com aquele banheiro- eu disse apontando para o banheiro social.

- Ok.

Ele foi até o quarto e pegou umas roupas, depois entrou no banheiro, e eu fui até minha mala e peguei uma roupa e fui até o outro banheiro tomar banho.

Tempos depois eu estava sentada no sofá da sala esperando Kaden sair do banheiro.

-Oh príncipe encantado sai desse banho logo!- gritei.

Levantei e logo em seguida ele saiu do banheiro apenas de calça com uma toalha nas mãos enxugando o cabelo.

Meus olhos se concentraram em seu peito definido, da última vez que eu o vira sem camisa ele era magrelo mas agora não se pode falar o mesmo.

Minhas pernas falharam e sentei no sofá e ele deu uma risadinha.

- Gosta do que vê?

Abri a boca mas logo chacoalhei a cabeça saindo do transe.

- Coloque um casaco, lá fora tá frio- eu disse caminhando até minha mala que estava no meio da sala.

Peguei meu casaco enquanto ele colocava uma camisa e colocava um casaco por cima, peguei minhas luvas e coloquei um gorro e ele fazia o mesmo.

- Vamos- eu disse abrindo a porta.

- Vamos aonde?

- Em qualquer lugar que tenha comida porque eu não quero cozinhar e está óbvio que você não sabe.

Saímos do campus andando e decidimos ir até um restaurante que tinha ali perto.

- Seu namorado não se importa de você estar comigo?

- Ele não é mais meu namorado, terminei com ele hoje de manhã.

- Isso explica todo o mau humor- ele deu uma risadinha- sinto muito- apesar de suas palavras notei que ele ficou feliz com isso.

- E você, sua namorada não se importa de você vir até aqui por mim?

- Ela ara só minha namorada de fachada, e eu não vim por você vim para estudar.

- Ah é?- perguntei parando e pegando neve.

- É.

- Então tá bom seu nerd de merda- taquei uma bola de neve na cara dele e sai correndo rindo.

- Ei!- gritou e tacou neve nas minhas costas.

Fiz uma bola de neve e agarrei a parte de trás do colarinho dele e joguei neve por dentro de seu casaco.

- Ah, eu vou pegar um resfriado! Por sua culpa!- ele se debatia tentando tirar a neve de dentro da roupa e eu só ria descontroladamente.

- Vamos logo pro restaurante!- eu puxei ele em direção ao restaurante.

(#@_@#)

De noite.

Acordei com tosses vindo do quarto de Kaden.

Cada vez ele tossia mais e eu estava ficando preocupada, fui até seu quarto e vi que ele dormia porém estava suado e tremia de frio mesmo com três cobertores.

Assendi a luz e fui até ele.

- Kaden- o chamei beijando sua bochecha- Kaden acorda- passei minhas mãos em seus cabelos e aos poucos ele foi acordando.

- O que foi?- ele perguntou tremendo e me senti culpada por ter jogado água gelada nele hoje de manhã e neve nas costas dele.

- Kaden você precisa tomar um banho, você está com febre.

- Não tô não.

Fui até meu quarto e peguei uma caixinha de remédios, peguei um termômetro e coloquei em Kaden.

Depois de um tempo olhei e mostrei a ele.

- Você está sim! Vai tomar um banho quente.

- Ok.

Ele levantou devagar e foi até o banheiro.

Enquanto ele tomava banho preparei um remédio para febre pra ele e fiz um chocolate quente pra nós dois, liguei a televisão e coloquei um filme, peguei travesseiros e cobertores e levei até a sala, depois de um tempo Kaden saiu do banho todo encolhido ainda tremendo mas menos, sorriu ao olhar a sala.

- Vou ficar com febre mais vezes- ele disse senta no sofá e se cobrindo.

- Toma o remédio.

- Retiro o que eu disse- ele pegou o remédio e o tomou logo em seguida fazendo careta.

- Vamos assistir o filme, fiz chocolate quente, você quer?- ofereci.

- Sim, que filme vamos assistir?- perguntou bebericando o chocolate.

- Como eu era antes de você- ele fez uma careta mas não disse nada então dei play no filme.

Na metade do filme eu já estava chorando e torcia para Kaden estar dormindo.

- O que foi?- ele perguntou me abraçando e pausando o filme.

- Eu já li o livro e já sei o final mas eu não quero que o Will morra- eu disse sentando em seu colo e chorando em seu ombro.

Ele passava a mão esquerda em minhas costas e com a direita ele fazia carinho na minha cabeça me acalmando aos poucos.

- Josie?- me chamou.

Ergui meu rosto olhando para ele, a mão que estava em meu cabelo agora estava em meu queixo e ele me puxava pra mais perto, me perdi naqueles olhos castanhos e o beijei passando meus braços pelo seu pescoço, ele logo retribuiu tornando o beijo mais intenso, a sua outra mão estava na minha cintura e logo o ar se fez necessário e nos separamos com selinhos.


Notas Finais


Então oq acharam?
Aviso: alerta de treta nos próximos caps⚠⚠⚠
Oq acham de outro cap essa semana?
Bjs,bye😘😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...